Bombeiros

08 set20:07

Bombeiros do Oeste viajam para Blumenau

A Força Tarefa número 6 composta por Bombeiros da área do 6º Batalhão de Bombeiros Militar viajou no começo da noite desta quinta-feira para Blumenau. A Operação, denominada Netuno,  vai auxiliar nos casos de deslizamentos na região.

Doze homens, cinco bombeiros de Chapecó e sete de Xanxerê, foram convocados. Os bombeiros de Chapecó já estiveram no sul do estado auxiliando na enchente de 2008.


As chuvas em Santa Catarina já causaram impactos em 46 cidades de acordo com o último relatório divulgado pela Defesa Civil, às 17h30min. Pelo menos 10 municípios já decretaram situação de emergência.


Foram criadas 12 Forças Tarefas em todo estado com 12 Bombeiros cada. A da região do 6º BBM é a FT 06. Outras duas Forças Tarefas também foram acionadas, a FT 02 para atuar em Rio do Sul e a FT 09 para atuar em Itajaí.





1 comentário
02 set10:59

Concordienses conquistam medalhas em Nova Iorque

Dois policiais militares de Concórdia , representantes de Santa Catarina no Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros, disputado em Nova Iorque, ganharam medalhas de prata e bronze em provas de atletismo. Eles retornam para o Brasil no dia nove.


Gesiel Lorenzetti, 26 anos , ficou com a prata na prova dos 110 metros com barreiras. Marcos Rodrigo Sartori, 34, conquistou o bronze nos 400 metros com barreiras .


Os medalhistas: Gesiel Lorenzetti e Marcos Rodrigo Sartori.



Além da pressão das provas, os catarinenses enfrentaram a fúria do tempo porque Nova Iorque foi uma das cidades mais atingidas pela passagem do furacão Irene pelos EUA. O início das provas chegou a ser adiado para que os moradores fossem atendidos.

– A organização do evento até enviou e – mail aos atletas pedindo voluntários para auxiliar n a remoção das pessoas de áreas de risco e na distribuição de suprimentos – relata Marcos.


Ele e Gesiel não se machucaram.


Os Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros são disputados de dois em dois anos e reúnem profissionais das áreas de segurança pública, como policiais militares, civis, federais, rodoviários, bombeiros, guardas municipais e agentes prisionais. A competição começou em 1967, na Califórnia.


Cerca de 16 mil atletas competem em 65 modalidades. Além das provas olímpicas, como atletismo, há provas específicas para policiais e bombeiros, como adestramento de cães, tiro policial, bombeiro mais resistente e até paintball.



Comente aqui
24 ago09:35

Concordienses participam dos Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Dois policiais militares de Concórdia vão representar Santa Catarina no Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros, que iniciam na sexta-feira, em Nova Iorque. Marcos Rodrigo Sartori e Gesiel Lorenzetti viajaram terça-feira, de ônibus, para São Paulo.  Nesta quarta eles embarcam para os Estados Unidos.

Lorenzetti vai participar nas provas de 110 metros com barreira, 400 metros com barreira e os revezamentos 4 x 100 e 4 x 400. Sartori vai participar das mesmas provas mais o salto triplo. No entanto eles competem em categorias diferentes. Lorenzetti, que tem 26 anos, é da Categoria Open, que reúne atletas de 18 a 29 anos. Sartori, que tem 34 anos, está na Categoria Senior A, com idade entre 30 e 35 anos.

Eles se credenciaram para a competição após os bons resultados nos Jogos Iberoamericanos de Policiais e Bombeiros, disputado no ano passado, em Manaus-AM. Sartori foi medalha de ouro no salto triplo, no salto em distância, nos 110 metros com barreira e nos 400 com barreira. Lorenzetti ganhou os 110 metros com barreira, os 400 metros rasos e o salto triplo.

Lorenzetti fará sua estreia em mundiais mas seu colega já disputou a competição em 2009, em Vancouver, onde foi medalha de ouro nos 400 metros com barreiras e no Salto Triplo. Também levou a prata nos 110 com barreira e bronze nos 4 x 400.

Por isso está confiante também num bom resultado em Nova Iorque. -Como vou disputar 15 medalhas alguma pretendo trazer para casa- afirmou. Lorenzetti também pretende conquistar algum prêmio. Afinal ele já tem três medalhas de ouro nos Jogos Abertos de Santa Catarina, em 2004, 2006 e 2010, nos 110 metros com barreira. Ele começou a competir em 2002, representando a Fundação Municipal de Desporto de Concórdia em competições de base. Há três anos entrou na Polícia Militar e seguiu treinando nas horas de folga.

Sartori começou a competir depois que entrou na Polícia Militar, há 15 anos. -Procurava manter a forma para desempenhar bem meu trabalho- lembrou. E já tem medalhas nos Jasc, uma de ouro em 2003, no revezamento de 4 x 100, e uma de prata em 2005, na mesma prova. Os dois policiais de Concórdia querem incentivar a participação dos colegas em competições. Tanto que estão criando a Federação Catarinense de Esportes de Policiais em Bombeiros, que está em fase de legalização. Bom para a comunidade que terá profissionais bem preparados.

O que é a competição

Os Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros (World Police & Fire Games) são disputados de dois em dois anos e reúne profissionais que trabalham nas áreas de segurança pública, como policiais militares, civis, federais, rodoviários, bombeiros, guardas municipais e agentes prisionais. A competição iniciou em 1967, na Califórnia.

Neste ano, em Nova Iorque, será disputado de 26 de agosto a 5 de setembro. São cerca de 15 mil atletas que vão competir em 65 modalidades. Além das modalidades olímpicas, como atletismo, há provas específicas para policiais e bombeiros, como adestramento de cães, tiro policial, bombeiro mais resistente e até paintball.

Comente aqui