BR 282

06 jun22:57

Quatro jovens morrem em acidente na BR 282 em Nova Erechim

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Por volta das 21 horas desta quarta-feira o Corpo de Bombeiros de Pinhalzinho foi chamado para atender uma saída de pista no KM 569, da BR 282 em Nova Erechim. Três jovens que estavam no veículo morreram no local. Um ocupante foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Pinhalzinho mas não resistiu.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê o motorista do veículo, que fazia o sentido Nova Erechim-Pinhalzinho, pode ter perdido a direção, saído da pista e colidido em uma árvore.

Com o impacto três ocupantes morreram na hora. Um chegou a ser socorrido pelos Bombeiros, mas não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital de Pinhalzinho.

Até as 23 horas os jovens não haviam sido identificados. Eles foram encaminhados para o Instituto Médico de Legal de Chapecó.


Comente aqui
30 mai12:34

Homem ficou ferido em acidente na BR 282

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Paulo Bierende, 42 anos ficou gravemente ferido em uma colisão frontal entre caminhão e um veículo no início da noite desta terça-feira na BR 282 em Nova Itaberaba.

A colisão foi entre um caminhão com placas de Chapecó e um veículo, placas de Pinhalzinho. Paulo, motorista do veículo, ficou preso nas ferragens e teve ferimentos graves. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhado para o Hospital Regional do Oeste, onde segue internado.

O motorista do caminhão Anderson Schmitz teve apenas ferimentos leves.


Comente aqui
27 mai10:24

Colisão mata jovem e deixa duas pessoas gravemente feridas em Pinhalzinho

Uma colisão frontal envolvendo um Renault Clio e um Hyundai Veloster deixou um morto e duas pessoas gravemente feridas na madrugada deste domingo em Pinhalzinho. O acidente ocorreu às 3h na altura do km 576 da BR 282.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), morreu o condutor do Clio, Thiago Massoni Canzi, de 19 anos. Ele seria natural de Pinhalzinho.

Automóvel Clio ficou totalmente destruído no acidente.

No Veloster, duas pessoas tiveram lesões graves. Elas foram identificadas como Alexandre Hilário Prazeres, 29 anos, que conduzia o veículo, e Juliane Hermann, 22 anos.

Os feridos foram levados para hospital em Pinhalzinho.


Segunda ocorrência no mesmo trecho:

Também em Pinhalzinho, mas na noite deste sábado, outro acidente na BR 282 deixou três pessoas feridas. A colisão envolveu um Uno e uma caminhonete Pampa. As vítimas foram identificadas como Ricardo Daniel Baller, 24 anos; Roberto Bruno Dallazen, 24 anos; e Alexandre Willenz, 17 anos.

Este acidente ocorreu às 23h15min na altura do km 575 da rodovia. É o mesmo trecho onde foi registrado o acidente fatal durante a madrugada, conforme a PRF.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
24 mai15:30

Agricultores fecharam rodovia para reivindicar verbas contra a estiagem

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Cerca de mil agricultores familiares fecharam ontem a BR 282 no trevo de acesso a Chapecó para pressionar os Governos Federal e Estadual a liberarem verbas de compensação contra os prejuízos da estiagem.

Em Santa Catarina as perdas chegam a R$ 770 milhões. Eles reclamam que as medidas anunciadas até agora auxiliam prefeituras mas não resolvem o problema de falta de renda no campo.

A agricultora Enelsi Mariani, de Seara, esperava colher duas mil sacas de milho em 19 hectares mas conseguiu apenas 500 sacas, numa quebra de 70%. Esse volume mal dá para o consumo dos animais na propriedade. E o pior é que ela ficou sem dinheiro para quitar o financiamento de R$ 33 mil da lavoura. Outro financiamento de R$ 30 mil, para a atividade pecuária, ela conseguiu renegociar, pagando R$ 1,2 mil de juros. Para piorar a suinocultura está em crise e a produção média de 120 suínos por mês não cobre os custos. Sobrou a produção de leite, que também caiu de sete mil litros para quatro mil litros mês. Mas a renda de R$ 2,6 mil mensais não chega para cobrir as despesas. –Não consigo pagar o financiamento- disse Enelsi.

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul, Fetraf-Sul, Alexandre Bergamin, calculou que 110 mil agricultores foram afetados pela estiagem e apenas 15 mil conseguiram acessar o Proagro. –Tivemos agricultores que perderam 65% e não tiveram o benefício- afirmou. Um dos motivos é que o alto preço da soja e do milho acabaram garantindo um valor suficiente para pagar o banco. O ruim é que os agricultores ficaram sem renda. Por isso uma das propostas é alterar o Proagro para que haja uma garantia de renda de pelo menos R$ 10 mil por família em caso de renda. Além disso os agricultores querem recursos federais e estaduais para que as famílias capital para viverem o restante do ano e investirem em novas lavouras.

Em reunião com a secretaria de Agricultura do Estado na quinta-feira, quando iniciaram os protestos dos agricultores, foi acenada a possibilidade de usar parte dos recursos dos R$ 60 milhões que o Governo vai buscar no Banco de Desenvolvimento Econômico e Social, para combater a estiagem, em benefício direto para os agricultores atingidos. Eles receberiam um percentual do financiamento em dinheiro.

Para o Governo Federal foi solicitada a prorrogação das parcelas de financiamento que vencem em 31 de junho e uma extensão do financiamento de R$ 12 mil por família liberado para o Nordeste, também para os agricultores atingidos pela estiagem no Sul.


REIVINDICAÇÕES

-Liberação de um crédito do Governo Federal no valor de R$ 12 mil, com subsídio de 40%, a exemplo do que foi liberado para o Nordeste.

-Alteração no Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), aumentando o desconto de 2% para algo em torno de 3 a 4%, desde que seja dada uma garantia de renda de R$ 10 mil por agricultor.

-Prorrogação dos financiamentos

-Utilizar parte dos R$ 60 milhões que o Governo do Estado vai captar junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para subsidiar R$ 5 mil a R$ 8 mil aos agricultores em projetos de cerca de R$ 30 mil para a construção de cisternas, redes de água e sistemas de irrigação.

-Utilizar metade dos R$ 60 milhões que o Governo do Estado vai captar no BNDES para a construção de reservatórios, poços e barragens comunitárias.


Comente aqui
23 mai10:28

Agricultores familiares fecham trevo de acesso à Chapecó

[Atualizada às 10h40]

Mais de mil agricultores familiares fecharam o trevo de acesso à Chapecó, na BR 282, na manhã desta quarta-feira. Eles pedem o cumprimento da pauta apresentada ao Governo Federal há quase dois meses.  De acordo com o Inspetor Ivo Silveira da Polícia Rodoviária Federal, que está monitorando o local, a previsão é que a rodovia fique interditada até as 14 horas.

Segundo o coordenador Estadual da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul do Brasil (Fetraf-SUL/CUT) em Santa Catarina, Alexandre Bergamin, a mais de 50 dias os agricultores familiares esperam por respostas do governo em relação à estiagem.

As principais reivindicações são a melhoria do Seguro Agrícola, criação de um programa de irrigação e reabertura da negociação do endividamento agrícola.

Nesta terça-feira eles também realizaram um movimento, só que desta vez, com foco no Governo do Estado. Os agricultores se concentraram na Praça Coronel Bertaso em Chapecó e partiram em caminhada até a Cidasc, onde entregaram uma pauta de reivindicações.

Os agricultores familiares reclamam que a Cidasc terceirizou a inspeção sanitária, que antes era gratuita e agora é feita por profissionais contratados de empresas ou cooperativas, que cobram pelo serviço.

A Fetraf-Sul também cobra uma redução na alíquota do ICMS nos produtos da agricultura familiar, que é de 17%.

Segundo a Cidasc, em relação à cobrança das inspeções, a companhia não tem como dar conta das 800 empresas que tinha para fiscalizar e por isso adotou o modelo de credenciar empresas, que é utilizado em países desenvolvidos.


* colaborou Silvia Nowalski


Comente aqui
20 mai15:56

Dois motoristas morrem após colisão frontal na BR 282 em Saudades

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Uma colisão frontal na BR-282 em Saudades,  matou dois homens por volta das 23h50min de sexta-feira. Eles chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Uma das vítimas foi Darlei Rodrigo Spieckert, de 20 anos, que dirigia um Vectra com Placas de Pinhalzinho, também no Oeste.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele teria invadido a pista contrária e batido de frente em um Fiat Strada de Lages, na Serra, dirigido por Oldair Finger, de 31, que também morreu após o acidente.

Outro homem de 22 anos, passageiro do Vectra, teve ferimentos graves. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.


Comente aqui
16 mai17:16

Acic de Chapecó pede sinalização no acesso à BR 282

Para avaliar o desenvolvimento das obras de duplicação do acesso à rodovia federal BR 282, diretores da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) se reuniram com o secretário de Desenvolvimento Regional Eldimar Jagnow, nesta semana. Na ocasião, o presidente Maurício Zolet e o vice-presidente Flávio Pasquali formalizaram dois pedidos: a urgente melhoria da sinalização e a abreviação de quatro para três anos do prazo contratual para finalização dos serviços.


Empresários da ACIC foram recebidos pelo secretário de Desenvolvimento Regional.


Zolet expôs que a falta de sinalização das obras de duplicação do acesso de Chapecó à BR 282 preocupa as entidades empresariais porque esse trecho é o segundo mais movimentado do sistema viário catarinense – por ali passam 30 mil veículos/dia – e a obra foi uma das mais reivindicadas no grande oeste catarinense.

A complexidade da obra e a grande movimentação de máquinas, equipamentos e veículos tornam o trânsito, nesse trajeto, extremamente perigoso e sujeito a acidentes. Apesar dessas condições, o local encontra-se com sinalização insuficiente.

Zolet lembra que a duplicação da rodovia tornou-se uma prioridade regional. – Essa é a principal via de escoamento do município aos portos e aos grandes centros brasileiros de consumo, mas ostenta infraestrutura incapaz de comportar o número de veículos que por ali trafega diariamente – disse.

O secretário da SDR informou que 25% da obra está executada e que ela acaba de ser incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ele disse que manterá reunião com a Construtora Sul Catarinense para solicitar reforço na sinalização das obras e, inclusive, a atuação da Polícia Rodoviária Federal naquele trecho.

Confirmou que está em fase adiantada o processo para antecipação em um ano do prazo para conclusão. Para isso, o Ministério dos Transportes fará três repasses de 10 milhões de reais, no total de 30 milhões de reais, permitindo aumentar o aporte de homens e máquinas.

O acesso de Chapecó à BR 282 tem nove quilômetros de extensão. O projeto de duplicação está orçado em 76 milhões de reais e prevê viadutos, rótulas e trevos. A União federal participa com 66 milhões de reais, o Estado e o Município com o restante.



Comente aqui
15 mai19:17

Homem morre atropelado no acesso à BR 282 em Chapecó

Um homem com idade aparente de 30 anos e que não havia sido identificado até o início da noite morreu atropelado por volta das 18 horas de hoje, no acesso Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó.

Uma van com trabalhadores que saía de Chapecó acabou atropelando o homem que tentou atravessar a pista, segundo informações do SAMU.

O acidente gerou engarrafamento no acesso.


1 comentário
14 mai14:52

Três veículos se envolvem em acidente na BR 282 em Xaxim

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Xanxerê atendeu na manhã desta segunda-feira no Km 520 da BR 282, próximo ao trevo de entrada para Xaxim, uma ocorrência envolvendo três veículos. O motorista de um deles ficou preso as ferragens e foi retirado do veículo com a ajuda do Corpo de Bombeiros de Xaxim.

Segundo o soldado do Corpo de Bombeiros, Paulo Felipetto o sol pode ter ofuscado a visão do motorista. – Ele contou que se perdeu, tentou desviar, mas acabou colidindo no caminhão carregado de madeiras que estava na frente – disse.

O motorista da Van, Reni Goulart, 32 anos, foi retirado pela guarnição e encaminhado para o Hospital Frei Bruno de Xaxim, com fratura na mão direita e dores pelo corpo. Ele foi atendido e passa bem.

O motorista do caminhão placas de Caibi e o condutor do Gol, placas de Chapecó, que colidiu atrás da Van, saíram ilesos.


Comente aqui
10 mai09:52

Motociclista cai da moto e morre atropelado na BR 282 em Nova Erechim

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Um acidente por volta das 21 horas desta quarta-feira, no Km 572, da BR 282 em Nova Erechim tirou a vida do motociclista Josimar Adir Alves, 22 anos. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o homem que trabalhava em uma fábrica de móveis em Pinhalzinho, caiu da moto e foi atropelado por um caminhão placas de Bento Gonçalves/RS.

Josimar era casado e pai de dois filhos. Ele voltava para casa da família em Nova Erechim, na hora do acidente. O Corpo de Bombeiros de Pinhalzinho foi chamado, mas ao chegar ao local encontrou o motociclista sem vida. Ele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Chapecó.

O velório acontece no Centro Comunitário do Bairro Jardim Maria Terezinha em Pinhalzinho. O enterro está marcado para as 16 horas no Cemitério Municipal de Pinhalzinho.

O motorista do caminhão, de 35 anos, saiu ileso.


Comente aqui