Caixa

02 mar13:47

Explosão a caixas eletrônicos no Oeste pode ter relação com perseguição na fronteira

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A explosão de caixas eletrônicos do Banco do Brasil, em São José do Cedro, pode ter sido provocada pelos mesmos homens que ficaram fazendo rondas no entorno da Caixa Econômica Federal, em Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste, na última quarta-feira.

Esta é uma das linhas de investigação da Polícia Civil da cidade que sofreu o 54º ataque desde janeiro de 2011 em SC. Durante a ação policial em São José do Cedro, um policial levou um tiro de fuzil e foi internado no Hospital Regional de São Miguel do Oeste.

>> Caixa eletrônico é explodido em São José do Cedro

Em Dionísio Cerqueira, três homens foram vistos em motociclistas por volta de 4h30min. Todos estavam com mochilas escuras e circulando em baixa velocidade ao redor da agência. Moradores que viram os suspeitos acionaram a Polícia Militar.

Quando foram abordados, os motociclistas fugiram em alta velocidade em direção à fronteira com a Argentina. Dois deles conseguiram ultrapassar para o outro país e um deles fez a volta e acabou batendo de frente na viatura da PM.

O homem teria se levantado e fugido à pé para o lado argentino, onde a dupla deu cobertura, disparando tiros contra os policiais. A motocicleta NXR 125 Bros preta, com placas de Ampere (PR) foi apreendida e levada para a DP.

A PM chegou a comunicar os policiais da fronteira, que também procuraram os três homens, mas ninguém foi localizado do lado brasileiro ou argentino.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
02 mar09:57

Policial leva tiro de fuzil durante ataque a caixa eletrônico em São José do Cedro

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A ação dos policiais militares para deter uma quadrilha que explodiu os caixas eletrônicos do Banco do Brasil em São José do Cedro terminou com um agente ferido. O soldado Carlos Gheno, de 38 anos, levou um tiro de fuzil no lado esquerdo do peitoral, perto da axila. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional de São Miguel do Oeste, onde permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta manhã.

O soldado chegou perto da agência no instante em que uma quadrilha explodia os terminais eletrônicos do banco. Durante a ação, houve intensa troca de tiros.

>> Caixa eletrônico é explodido em São José do Cedro

De acordo com as informações da PM, os assaltantes colocaram uma barra de ferro com grampos pontiagudos, conhecidos como “miguelitos”, na rua perto da agência e no acesso a uma das entradas da cidade, pert do trevo de acesso à BR-163.

Apesar da troca de tiros e da perseguição, ninguém foi preso. O local deve passar por uma perícia para coleta de provas que possam ajudar a investigar os responsáveis pelo assalto.

Comente aqui
02 mar09:20

Caixa eletrônico é explodido em São José do Cedro

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A organização do ataque de uma quadrilha a uma agência bancária em São José do Cedro, na madrugada desta sexta-feira, mostra que não há principiantes nas explosões a caixas eletrônicos. Próximo da meia-noite, 12 homens armados com fuzis e pistolas 9 mm detonaram os terminais e fugiram. Houve troca de tiros com a Polícia Militar, mas ninguém foi preso. Este é o 54º ataque desde janeiro de 2011 em SC.

Quem mora perto ou circulava pela região central da cidade que fica a cerca de 40 quilômetros da fronteira com a Argentina, estranhou haver muitos homens nas esquinas perto da agência naquele horário e chamaram a Polícia Militar.

Quando a viatura chegou, um dos homens estava correndo para fora da agência e em seguida houve a explosão. Assim que os assaltantes viram os policiais, começaram a disparar contra o carro.

Segundo a PM e os moradores, os homens fugiram em três carros, um Ômega de cor escura, um Polo Sedan escuro e em uma S10 prata. Foram acionadas bases da PM de cidades vizinhas, que fizeram buscas na região, mas ninguém foi encontrado até o momento. Ainda não se sabe a quantia de dinheiro levado pelos assaltantes.

O policial Carlos Gheno foi baleado e encaminhado para o Hospital Regional em São Miguel do Oeste. Ele permanece internado e o  quadro é estável.


Cenário de destruição

Na agência há cinco caixas eletrônicos. Dois deles ficaram completamente destruídos e outros dois sofreram avarias na parte de cima, com as telas quebradas. Um quinto equipamento, que emite folhas de cheque, ficou parcialmente danificado.

A Polícia Civil investigará, nesta manhã, se havia dinheiro dentro dos terminais e quanto pode ter sido levado pela quadrilha.

O teto da agência veio abaixo. O local está isolado e não há previsão de quando o atendimento voltará a funcionar no local.

Comente aqui
29 fev11:54

Caixa abre edital para concurso público

A Caixa Econômica Federal publicou, no dia 17 de fevereiro no Diário Oficial da União, os editais de abertura dos concursos públicos de 2012 para formação de cadastro de reserva. Os editais prevêem concurso para cargos de nível médio e superior.

Para o cargo de Técnico Bancário Novo (TBN) é exigido nível médio dos candidatos e a remuneração inicial é de R$ 1.744,00, mais benefícios.

Para os cargos de nível superior haverá concurso para as carreiras de advogado, arquiteto e engenheiro – áreas civil, elétrica, mecânica e agronômica, em âmbito nacional. A remuneração inicial é de R$ 7.734,00, mais benefícios.

As inscrições estão abertas e vão até 13 de março. As taxas de inscrição são de R$ 37,00 para os cargos de nível médio e de R$ 73 para os de nível superior. Mais informações, incluindo os editais, estão disponíveis para consulta no site da Fundação Cesgranrio.


Comente aqui
11 fev08:01

Caixa eletrônico é explodido em Cunha Porã

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Esta é a quarta ocorrência registrada na região Oeste só em 2012. Em janeiro o alvo dos quadrilheiros foram caixas eletrônicos de Chapecó, São Domingos e Vargem Bonita.

Na madrugada desta sexta-feira, por volta das 1h20min, quatro homens explodiram um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil em Cunha Porã, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. Eles utilizaram dinamite e conseguiram levar uma quantia de dinheiro, que não foi revelada pelo banco. Na fuga, os assaltantes utilizaram um Corolla, com registro de furto em Xanxerê.

Durante a fuga, eles seguiram para a cidade gaúcha de Iraí. A Polícia Militar de Cunha Porã avisou a Brigada Militar e com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal fez uma barreira entre os municípios de Iraí e Frederico Westphalen. Os homens furaram esse bloqueio e trocaram tiros com a Polícia.

Mesmo com os pneus furados eles seguiram em fuga. O veículo foi abandonado em um matagal e os homens fugiram. Até o final da tarde desta sexta-feira ninguém havia sido preso. As buscas continuam.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) de Florianópolis foi acionado. Segundo o Delegado Pedro Warpechowski, eles devem chegar na madrugada deste sábado na cidade para explodir as cinco dinamites que foram encontradas intactas.

A área permaneceu isolada durante todo o dia e casou transtorno para a população, já que era dia de pagamento. Na agência, que fica no centro da cidade, segundo informações extra-oficiais havia cerca de R$ 15 mil.


Comente aqui
10 jan13:52

Praça de Alimentação será construída no Parque de Exposições de Concórdia

Na manhã desta terça-feira, o prefeito João Girardi recebeu na sala de reuniões de seu gabinete o superintendente regional da CEF (Caixa Econômica Federal), Ricardo Biertróglio, e o gerente regional da Construção Civil da CEF, Dilso Maximino Deitos para assinatura do contrato no valor de R$ 930 mil para a construção da Praça de Alimentação do Parque de Exposições e para a compra de uma retroescavadeira.

Para o prefeito João Girardi, este é um momento bastante importante. – Com os contratos, já poderemos encaminhar os projetos e brevemente iniciar a obra no parque, que faz parte do nosso planejamento – disse

Para a construção da Praça de Alimentação, que terá um total de 1.500m², a verba de R$ 780 mil vem do Ministério do Turismo, com a contrapartida da Administração Municipal de aproximadamente R$ 320 mil.

A Praça de Alimentação dará suporte para todos os eventos realizados no Parque de Exposições. No total, serão R$ 1.100.0000,00 investidos no Parque.

A compra da retroescavadeira pode ser feita imediatamente, pois o valor de R$ 150 mil já estará na conta da Prefeitura após a assinatura do contrato e conta com a contrapartida de mais R$ 70 mil do Governo Municipal.


Comente aqui
09 jan11:13

Caixa eletrônico é explodido em Chapecó

Na madrugada deste domingo três vigilantes de uma agroindústria de Chapecó foram rendidos por dois homens. Eles explodiram um caixa eletrônico da unidade. Ninguém se feriu.

Os homens fugiram em um veículo levando apenas a arma de um vigilante. O dinheiro ficou no local. A Polícia Militar continua as buscas. Até o final da manhã ninguém havia sido preso.

O caso vai ser investigado pela DIC de Chapecó.


Comente aqui
04 jan14:33

Agência da Caixa do centro de Chapecó tem nova gerência


Carlos Antonio Tissiani.


A Caixa Econômica Federal apresenta nesta quinta-feira, dia 05, o novo gerente geral da Agência Chapecó: Carlos Antonio Tissiani, vindo da cidade de Caçador. Ele assume no lugar de Vilmar Luiz Mattiello que vai gerenciar a agência Condá, que está sendo instalada na Rua Ruy Barbosa (entre as ruas Marechal Deodoro e a Barão do Rio Branco, próximo ao supermercado Celeiro Centro), cuja previsão de inauguração é para o mês de março deste ano.

Tissiani (mais conhecido por Caio) é formado em Administração de Empresas pela Faculdade da Cidade de União da Vitória (UNOESC/FACE), com Pós-Graduação em Consultoria Empresarial pela Universidade de Brasília (UnB). Entrou na Caixa em 1984, via concurso público. Há aproximadamente seis anos atua como gerente geral. Já trabalhou nas agências de Xaxim, Seara, Campos Novos, Porto União, Palmitos, São Lourenço do Oeste e nos últimos dois anos em Caçador.

A apresentação oficial do novo gerente está marcada às 9 horas, na agência de Chapecó (Rua Marechal Bormann), com a presença do superintendente regional do banco, Ricardo Bier Troglio.


Comente aqui
24 dez09:24

Mais 76 moradias em chapecó

A Caixa Econômica Federal assinou nesta sexta-feira, 23, contratos de financiamento do Programa Carta de Crédito FGTS Imóvel na Planta – Minha Casa Minha Vida, que vai beneficiar 76 famílias com a construção do Conjunto Popular Smart Place Azaléa, na Rua Rio do Janeiro, esquina com a Rua João Querubim, no Bairro Pinheirinho. A obra vai custar 8 milhões, sendo que as moradias serão financiadas com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, destinado a famílias cuja renda mensal não ultrapasse 10 salários mínimos.

O evento aconteceu na Lotérica Viasorte, no centro de Chapecó. A lotérica é correspondente imobiliário da Caixa e foi a responsável pela elaboração do processo documental do financiamento com as famílias beneficiadas. A Cooperativa Habitacional Chapecó (Cooperchap) participou com a organização do grupo de famílias e respectiva comercialização das moradias.

O novo conjunto residencial terá 76 apartamentos de aproximadamente 53 metros quadrados de área privativa com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e sacada com churrasqueira, além de uma vaga de estacionamento.

O empreendimento, de 5 blocos, terá ainda uma sala comercial e será construído pela Katedral Construções, num terreno de 4.049 metros quadrados. Até o momento já foi executado 9% da obra, sendo que o prazo para a entrega das chaves é de 18 meses. O programa Imóvel na Planta prevê que durante a construção, o mutuário paga apenas o juro e o seguro do financiamento e começa a amortizar o saldo devedor no momento em que recebe o imóvel pronto.

O superintendente regional da Caixa no oeste de Santa Catarina, Ricardo Bier Troglio lembrou que o Programa Minha Casa Minha Vida já atendeu 2.164 famílias chapecoenses com investimento de mais de R$ 140 milhões. – No oeste catarinense o investimento do Programa Minha Casa Minha Vida chega R$ 693,22 milhões, beneficiando 9.315 famílias – apontou.


Comente aqui
14 dez15:21

24,7 mil litros de leite arrecadados

A Organização Não Governamental (ONG) Moradia e Cidadania, formada por funcionários da Caixa Econômica Federal, divulgou nesta quarta-feira o resultado da campanha de doação de leite feita nas agências da Caixa e lotéricas de Chapecó. O evento foi na agência Desbravador e contou com a presença das entidades beneficiadas, parceiros da campanha, empregados e clientes da Caixa.

A ação, que consistia na abordagem dos clientes do banco, incentivando-os a fazer doação em dinheiro para compra de leite, teve o apoio dos empregados do banco e de mais quatro empresas (a própria Caixa, Terra Viva, J. Batirolla e Cooperativa Central Aurora). Em duas semanas de campanha foram arrecadados 24.768 litros do produto, superando em 45% as expectativas dos organizadores da ação, que tinha meta de arrecadar 17 mil litros do produto.


Rateio

O total do leite arrecadado foi doado proporcionalmente ao número de pessoas atendidas, para as seguintes entidades:

Associação de Voluntários do Hospital Regional (AVHRO): 6.420 litros;

Ação Social Diocesana (Albergue): 2.004 litros;

Centro de Convivência do Idoso – Asilo: 420 litros;

Sociedade Espírita Bezerra de Menezes: 4.284 litros;

Sociedade Espírita Nosso Lar: 1.716 litros;

Verde Vida: 4.212 litros;

Programa Viver: 2.148 litros;

Centro Terapêutico Dilso Cecchin: 600 litros;

Casa de Recuperação Renascer: 600 litros;

Centro Espírita Gotas de Luz: 2.364 litros.


Nestes doze anos que a ONG promove a campanha, 103.084 litros de leite foram arrecadados e distribuídos para entidades que atendem pessoas carentes da cidade e região.

Segundo o coordenador do Comitê Regional da ONG Moradia e Cidadania, João Guilherme Comerlatto, a parceria para a campanha que a ONG faz a cada final de ano vem dando certo. – Ficamos surpresos com o volume de doações feitas e isto mostra que as pessoas da nossa região estão envolvidas com o bem estar do próximo – frisou Guilherme.


Comente aqui