Calorias

21 jul10:30

Consumo de poucas calorias pode não ajudar na perda de peso

A dieta que apresenta melhor desempenho para o emagrecimento foi a de baixo consumo de carboidratos, mas alto nível de gorduras, conforme uma pesquisa divulgada em junho pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Muitas pessoas que perdem peso têm dificuldade em não recuperá-lo depois que a dieta acaba. Isso acontece, frequentemente, pela baixa motivação e comprometimento com a dieta e exercícios. Para piorar, o baixo consumo de calorias também torna mais difícil a queima das mesmas.

Portanto, uma equipe de pesquisadores coordenada pelos médicos Cara Ebbeling e David Ludwig avaliou os efeitos de diferentes dietas para a queima de calorias. A pesquisa foi feita com 21 adultos, entre 18 e 40 anos, que já haviam perdido peso inicialmente. Depois disso, três tipos diferentes de dieta foram aplicadas durante quatro semanas, respectivamente.

Os cardápios tinham o mesmo número calórico, mas variavam as proporções de carboidratos, gorduras e proteínas. A de baixa gordura era composta por 60% de carboidratos, 20% de gorduras e 20% de proteínas. A de baixo teor de açúcares previa a dieta de 40% de carboidratos, 40% de gorduras e 20% de proteínas. E a de nível muito baixo de carboidratos consumiria 10% de carboidratos, 60% de gorduras e 30% de proteínas.

A pesquisa apontou que os participantes queimaram o maior número de calorias durante a dieta que previa o consumo muito baixo de carboidratos. No entanto, notou-se também o aumento de fatores de risco para diabéticos e pessoas com risco cardíaco, além do aumento do cortisol, hormônio responsável pelo estresse. Já o baixo consumo de açúcares apresentou um resultado similar, porém sem comprometer a saúde.

— Além de não criar riscos para a saúde, a dieta de nível de açúcares é mais fácil de manter, já que não elimina grupos inteiros de alimentos — explica Cara.

BEM-ESTAR



Comente aqui
10 jun14:59

Aproveite as festas juninas sem descuidar da dieta

Amendoim, pipoca, milho verde e quentão são alguns dos itens obrigatórios das festas juninas, e também alguns dos mais calóricos. O clima frio e a variedade de iguarias induzem ao exagero e ao descontrole alimentar. Diante de tanta comida, a tendência é experimentar de tudo um pouco, o que é errado. Outro fator é o tempo frio, que faz aumentar o apetite por alimentos calóricos.

— A sensação de fome aumenta no frio. É um mecanismo natural do corpo para repor energias. O interessante é que nesses momentos, temos uma tendência a desejar alimentos mais calóricos, mas o ideal é optar pelas sopas e caldos que trazem conforto à temperatura do corpo — explica o nutrólogo Celso Cukier.

Segundo ele, os pratos mais famosos das festas juninas não são vistos como vilões para o organismo em geral, mas o que causa preocupação é o seu preparo.

— O milho, por exemplo, é rico em proteínas e carboidratos e não possui alto teor calórico, mas quando são acrescentados o sal e a manteiga, pode se tornar bem perigoso— explica Cukier.

O nutrólogo lembra também que o amendoim é, de todas as especiarias, a mais calórica, principalmente, o que possui a casquinha branca e é torrado com sal. O abuso dos doces deve ser controlado e é extremamente importante se hidratar frequentemente. Vinho quente e quentão costumam ter pouco teor alcoólico e trazem uma sensação de conforto. Ainda assim, quando são consumidos em grande quantidade, podem fazer mal à saúde, como qualquer outra bebida alcoólica.

Para comer menos no arraiá, a dica do médico é fazer um lanche antes de ir para a festa.

— Assim, nossa alimentação estará harmônica e nosso corpo reagirá bem — ensina.

BEM-ESTAR



Comente aqui
15 mai15:23

Sem pesar na balança: veja petiscos com até 100 calorias

A lista abaixo vai agradar quem está de dieta. Ela traz petiscos com até 100 calorias para apostar quando bate a fome fora de hora. Escolha o seu e não sabote a luta para perder aqueles quilos extras.

Pipoca de microondas: não estamos falando do pacote inteiro, mas de apenas 6 xícaras. A dica é mastigar bem devagar para ter maior sensação de saciedade. Coma aos poucos, sem colocar grandes quantidades na boca de uma só vez.

Bolacha com queijo: pegue 3 unidades de bolacha água e sal e coloque fatias finas de queijo sobre elas.

Maçã assada: a maçã assada é um petisco delicioso que agrada até mesmo quem não é o maior fã de frutas. Ela fica doce e macia e polvilhada com um pouco de canela, totalmente irresistível.

Manga congelada: já experimentou? Você congela a fruta cortada em cubinhos e saboreia como se fosse um picolé. 3/4 de xícara com cubos fica abaixo das 100 calorias e ainda garante 60% da sua necessidade diária de vitamina C.

Comente aqui
30 abr12:46

Estudo comprova que quem dorme menos come 550 calorias a mais por dia

Um alerta para quem tem problemas para dormir: horas a menos de sono podem significar quilos a mais. Um estudo feito feito pela americana Mayo Clinic comparou pessoas que dormiam o quanto queriam com outras que eram acordadas após poucas horas de sono. Resultado: o segundo grupo ingeriu mais calorias ao longo do dia.

- Quando as pessoas são privadas de seu sono comem cerca de 549 calorias a mais em um dia. Isso, no final de uma semana, pode resultado em aumento de peso – diz o Andrew Calvin, um dos pesquisadores.

A National Sleep Foundation sugere que uma pessoa adulta durma de 7 a 9 horas por dias. Quem tem problemas para alcançar esta indicação pode tentar adotar alguma das dicas abaixo:


- Fuja da luz azul: a luz da tevê, do celular ou da tela do rádio-relógio influenciam no sono.


- Evite sonecas: sonecas que duram mais de 20 minutos vão influenciar na sua capacidade de dormir à noite.


- Esconda o despertador: deixar o relógio virado para a cama faz com que você fique olhando para ele o tempo todo e calculando quanto tempo ainda tem de cama. A dica é virá-lo para a parede ou colocá-lo no chão.


- Diminua as luzes: duas horas antes de ir para a cama, reduza as luzes da casa e deixe de lado qualquer tarefa que envolva decisões complicadas. Acostume seu corpo com o relaxamento para conseguir pegar no sono com mais facilidade.


Comente aqui