Campeonato

27 jan11:42

Manhã de descanso, treino à tarde

A líder no Campeonato Catarinense se prepara para a terceira partida na competição. A Chapecoense recebe às 17h, do domingo, na Arena Condá,  o Camboriú no domingo.

Nesta sexta-feira o treino inicia às 15h30 na Arena Condá.

Comente aqui
27 jan09:38

Preparação física é um dos segredos da líder

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense voltou ontem de Brusque com os três pontos e a liderança do Campeonato Catarinense na mala. –Isso eleva o astral mas aumenta a responsabilidade- afirmou o técnico Gilberto Pereira.

Afinal a Chapecoense, único time com 100% de aproveitamento, passa a ser o time a ser batido no estadual. Mas qual o segredo do time do Oeste para a boa largada?

– A boa preparação física e a harmonia do elenco- revela o treinador Gilberto Pereira.

Ele afirmou que no início da preparação houve um foco na preparação física e ele trabalhou mais o emocional dos atletas do que propriamente a parte tática.

Dos favoritos ao título, o time do Oeste foi o que começou primeiro a pré-temporada, atrás somente dos clubes do vale do Itajaí. E, nas duas primeiras rodadas, a Chapecoense jogou mal no primeiro tempo e melhorou na segunda etapa, quando fez os gols das vitórias por 1 a 0 diante do Avaí e Brusque.

Para o preparador físico Anderson Paixão, é cedo para atribuir as vitórias a uma boa preparação física. Mas reconhece que houve tempo para um planejamento já prevendo a exigência dos jogos aos domingos e quartas-feiras.

Ele reconhece que, se não houvesse uma boa preparação física, os atletas não dariam boa resposta. Mas ressalta que os atletas têm mérito no comprometimento do trabalho e pela motivação e dedicação em campo. -A luta dos jogadores em campo é muito grande- avaliou Paixão.

Além de fazer uma boa base de fortalecimento muscular, ele agora trabalha a manutenção da musculatura na academia e tratamento de sete minutos em banheira de gelo após os jogos, para diminuir lesões.

Mesmo assim o treinador e o preparador físico destacam que o time tem muito a evoluir ainda. Gilberto Pereira afirmou que o time está marcando bem mas não fez boas apresentações nos dois jogos que venceu. –Os resultados foram bons mas não escondem o que precisa melhorar- reconheceu Pereira.

Por isso nada de ficar comemorando a liderança. Ontem mesmo o time chegou de viagem e já foi treinar no Índio Condá. Tudo para buscar mais uma vitória no domingo, diante do Camboriú. –Futebol não se ganha só no dia do jogo- argumentou o comandante da Chapecoense. Ele afirmou que a meta é alcançar 33 pontos durante a competição, para ficar entre os quatro finalistas. Seis já estão computados.


Preparação antecipada

Início dos trabalhos: 5 de dezembro

Amistosos: 30 de dezembro- São Luiz 2×3 Chapecoense

11 de janeiro- Santa Cruz 2x 3 Chapecoense




Comente aqui
26 jan00:13

Chapecoense vence a segunda partida e é líder

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense não jogou bem mas venceu o Brusque por 1 a 0, no Augusto Bauer, e assumiu a liderança isolada do Campeonato Catarinense. A atual campeã é a única com 100% de aproveitamento na competição. A exemplo da partida contra o Avaí, o time do Oeste foi mal no primeiro tempo mas melhorou na etapa final. Prova que a preparação física iniciada no início de dezembro está dando resultado.

No primeiro tempo o domínio foi do time da casa. Aos 10 minutos o goleiro da Chapecoense, Nivaldo, evitou o gol numa cobrança de falta. Aos 22 minutos, em falta cobrada por Roger, a bola foi na trave. A Chapecoense até tentou atacar em alguns lances, como numa investida do lateral direito Gilberto Matuto, que concluiu para boa defesa do goleiro João Ricardo. No contra-ataque a Chapecoense fez pênalti, aos 36 minutos. Cris foi para a cobrança e mandou a bola para fora.

No início do segundo tempo o Brusque teve nova chance de marcar, em boa jogada de Roger, mas Nivaldo salvou com os pés. Depois o jogo foi ficando mais morno. A Chapecoense sem muita criatividade mas segurando o adversário. E o Brusque sem força para chegar no gol adversário.

O jogo começou a mudar quando o técnico da Chapecoense, Gilberto Pereira ,colocou os atacante Nicolas e Tiago Cavalcanti no lugar de João Paulo e Gilberto Matuto. E as mudanças deram resultado. Aos 33 minutos Tiago Cavalcanti recebeu dentro da área e chutou cruzado para marcar o único gol da partida.

O próximo confronto é contra o Camboriú, domingo, na Arena Condá.


BRUSQUE-0

João Ricardo

Pereira

Cleyton

Heverton (Marcelo Gaúcho)

Marcelo Guerreiro

Roger

Luan

Willian Kaefer

Tiago Maestri

Felipe Oliveira (Teixeira)

Leandrão (Cris)


Técnico: Marcelo Caranhato


CHAPECOENSE-1

Nivaldo

Fabiano

Leonardo

Souza

Gilberto Matuto (Tiago Cavalcanti)

Gustavo

Wanderson

Neném

William

Eliomar (Diego Teles)

João Paulo (Nicolas)


Técnico: Gilberto Pereira


Gols: Tiago Cavalcanti (C), aos 33 minutos do segundo tempo.

Arbitragem: Roan Marques da Rosa, auxiliado por Nadine Bastos e Alex dos Santos

Cartões amarelos: Nivaldo, Tiago Cavalcanti (C).

Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque

Público e renda: Não divulgados

Comente aqui
25 jan17:00

Campeonato Catarinense de Arrancada em Chapecó

Chapecó recebe nos dias 28 e 29 de janeiro o Campeonato Catarinense de Arrancada. As provas acontecem na pista Dragway localizada no Parque da Efapi. A realização é do Motor Clube Chapecó. Apoio Chapecó Imóveis e Promoção exclusiva da Rádio Atlântida Chapecó.

Muita velocidade, adrenalina e emoção sobre rodas. As provas iniciam no sábado às 8h30 e seguem até as 20h. No domingo será das 8h30 às 17h30.

Ingressos no valor de R$ 10 para cada dia ou R$ 15 para os dias de competição. As vendas acontecem no local.

Maiores informações acesse www.chapecomotorclube.com.br.


Comente aqui
25 jan09:28

Chapecoense conta com um “salvador”

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A zaga da Chapecoense, que foi destaque na vitoria por 1 a 0 contra o Avaí, deve ser o ponto forte do time do Oeste no confronto de hoje, às 20h30, contra o Brusque. Além do zagueiro goleador Fabiano, o time conta com o experiente Souza e com Leonardo, que já vem sendo chamado de “Salvador”.

Tudo por causa do cabelo comprido e a barba, que levaram companheiros e torcedores a compará-lo com “Jesus Cristo”. No domingo, contra o Avaí, os torcedores gritavam: -Vai Jesus. Alguns companheiros também o apelidaram de Inri Cristo.

O gaúcho de Encantado disse que não se importa com as brincadeiras. –Não ligo- disse. Mas prefere ser chamado pelo nome. Ele afirmou que já recebeu o apelido em outros clubes, como o ABC de Natal, onde conquistou o título de campeão da Série C, em 2010. Mesmo assim não pretende mudar o visual.

Leonardo não quer ser o salvador do setor defensivo. –Tem o Fabiano e o Souza também- ponderou. Apesar de católico, não freqüenta muito a Igreja. –Não dá tempo- desculpa-se.

O jogador de 27 anos disse que sua meta é buscar outra vitória em Brusque para que o time fique bem na tabela de classificação. Para isso ele diz que não tem nenhum milagre. É trabalhar bastante e jogar bem.

A estreia foi boa. Mas sabe que precisa dar uma boa sequência para não ser crucificado. Para o jogo de hoje o técnico Gilberto Pereira poderá contar com o lateral-direito Gustavo Santos, que não jogou contra o Avaí devido a um acordo entre a Chapecoense e o time da capital, que o emprestou. Contra o Brusque Gustavo entra no meio, como volante. Quem sai é o atacante Tiago Cavalcanti. Eliomar, que jogou no meio, será adiantado para o ataque. São os movimentos de Gilberto Pereira em busca do time ideal. Mas, se isso não der certo, ele já sabe a quem chamar.


Ficha Técnica

BRUSQUE

João Paulo; Pereira, Cleyton, Heverton, Marcelo Guerreiro, Adriano Garça; Luan, Willian Kaefer, Roger, Felipe Oliveira, Leandrão.

Técnico: Marcelo Caranhato


CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano, Leonardo, Souza; Gilberto Matuto, Gustavo, Wanderson, Neném, William; Eliomar, João Paulo.

Técnico: Gilberto Pereira


Arbitragem: Ronan Marques da Rosa, auxiliado por Nadine Bastos e Alex dos Santos.

Horário: 20h30

Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque

Comente aqui
24 jan15:47

Chapecoense leva 19 atletas para Brusque

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense viajou no início da tarde de hoje com o vôo da Avianca para Florianópolis. Na capital o grupo pega um ônibus até Brusque, onde ficará hospedada até o jogo de amanhã, às 20h30, contra o Brusque, no estádio Augusto Bauer.

Não viajaram sete atletas que já estavam de fora da estreia contra o Avaí, entre eles os volantes Marcos Alexandre e Diogo Roque, o goleiro Rodolpho e o atacante Jean Carlos.

Na manhã desta terça-feira o técnico Gilberto Pereira fez um coletivo. Uma das prováveis mudanças é a entrada do lateral direito Gustavo como volante. Com isso o treinador deve tirar Tiago Cavalcanti do ataque e adiantar Eliomar, que estava jogando no meio.

Outra novidade no treino foi Esquerdinha no time titular. Mas o titular, William, viajou e deve jogar. Ele apenas foi poupado por cansaço muscular.

Em Brusque não será realizado nenhum treinamento, apenas descanso para o jogo.


1 comentário
24 jan08:46

Da roça para os gramados

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Uma versão 2012 de Douglas Groli, que foi da Chapecoense para o Grêmio. A comparação de Fabiano, destaque da Chapecoense na primeira rodada do Campeonato Catarinense, com o zagueiro revelação do clube no ano passado, é inevitável. Os dois têm cara de alemão, jogam na mesma posição, ambos são do Extremo Oeste de Santa Catarina, iniciaram em clubes amadores e também jogaram nos juniores da Chapecoense.

-Tem semelhança sim- reconhece Fabiano, que é amigo de Groli no Facebook. –Somos da mesma região e somos pessoas humildes- comparou Fabiano. Groli nasceu em São Miguel do Oeste e foi auxiliar de pedreiro do pai.

Fabiano Leismann nasceu em São João do Oeste, distante 54 quilômetros de São Miguel do Oeste, e ajudava os pais a tirar leite das vacas, alimentar os suínos e cuidar da lavoura de fumo.

Aos 12 anos começou a jogar nos aspirantes do Sete de Setembro, time da linha Medianeira, no interior de São João do Oeste. Lá defendeu ainda os times amadores São José e Aliança, vencendo três campeonatos microrregionais.

Depois foi treinar na escolhina Genoma Colorado, de Itapiranga, onde foi campeão estadual e terceiro no Campeonato Brasileiro Sub-16. Por indicação do técnico foi parar no São Luiz de Ijuí-RS, onde ficou duas temporadas nos juniores, em 2008 e 2009. Voltou para São João do Oeste, onde jogou quatro meses, até ser convidado para jogar na Chapecoense, pelo ex- atacante Índio, maior goleador da história da Chapecoense.

Fabiano chegou a ser relacionado por Mauro Ovelha em alguns jogos do Catarinense do ano passado. Mas somente começou a jogar no time titular no final da Série C, contra o Joinville e Brasiliense. –Depois que a Chapecoense não tinha mais chance o Mauro Ovelha me colocou para pegar experiência- disse o zagueiro, que está com 20 anos. Na época, pelos bons treinamentos, ele já era apontado como o substituto de Groli.

Com a boa estreia no catarinense, ele confirmou a expectativa. –Foi muito bom pois tive o apoio da família e o reconhecimento dos amigos- declarou. Após o jogo ele foi jantar com os familiares e a namorada, que foram assistir a partida. Ontem, ele conferiu as mensagens na internet e deu entrevistas. –Curti a vitória e o gol que foi muito importante- explicou. Foi o primeiro gol da carreira.

Agora seu objetivo é fazer um bom campeonato e quem sabe seguir os passos de Groli. –Mas sempre com humildade- concluiu. A expectativa é que o Extremo Oeste dê mais uma boa safra de zagueiro.



Comente aqui
23 jan11:56

Fabiano,nos passos de Groli

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O autor do gol da vitória da Chapecoense na partida contra o Avaí, o zagueiro Fabiano, tem uma carreira semelhante à do zagueiro Grolli, destaque do time do ano passado e que acabou indo para o Grêmio.

Os dois são do Extremo Oeste e começaram em clubes amadores. Grolli é de São Miguel do Oeste e Fabiano de São João do Oeste.

–Dá 54 quilômetros de distância- disse Fabiano.

Ele mesmo vê semelhança na carreira de ambos. E a exemplo de Grolli, espera se destacar no Catarinense.

Comente aqui
22 jan20:37

Um baleado e dois feridos em briga de torcidas

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um torcedor da Chapecoense foi baleado de raspão no braço e dois torcedores do Avaí saíram feridos em confrontos entre torcidas ocorridos no início da tarde deste domingo, em Chapecó. Eles foram conduzidos até o Hospital Regional do Oeste, medicados e liberados. De acordo com a Polícia Militar, foram três ocorrências antes da partida. Houve troca de pedradas, pauladas e garrafas quebradas.

Uma casa teve três vidraças quebradas.

Na rua Rui Barbosa um integrante da Torcida Organizada Garra Independente, da Chapecoense, levou um tiro de raspão no braço direito. O jovem, que não quis se identificar, disse que uma pessoa saiu de um bar onde estava concentrada a Torcida Jovem, também da Chapecoense, e deu três disparos para cima e outro que acabou lhe atingindo. Ele não conseguiu identificar o autor dos disparos.

O presidente da Torcida Jovem, Kleber Mello, disse que torcedores da Mancha Azul e das outras torcidas organizadas da Chapecoense, a Raça Verde e a Garra Indedpendente, chegaram na sede do clube jogando pedras e foguetes. -A gente estava fazendo o almoço- informou. Ele reconheceu que já havia um clima de provocação entre as torcidas organizadas da Chapecoense e que até as faixas que eles tinham para levar no estádio foram roubadas. -Recebi um email anônimo dizendo que nossa sede seria invadida- reclamou Mello.

Uma integrante da Garra Independente que estava junto com a torcida Mancha Azul disse que estavam indo comprar carne e pão quando passaram dois integrantes da Torcida Jovem provocando e aí iniciou a confusão.

O delegado da Polícia Civil, Danilo Fernandes, disse que 28 pessoas foram detidas, sendo 24 da torcida do Avaí e quatro da Chapecoense. Da torcida do Avaí quatro eram menores. Os detidos foram encaminhados para a delegacia e depois reencaminhados para equipe da Justiça Presente, no estádio Índio Condá. Lá eles fizeram uma audiência durante o jogo. O Conselho Tutelar acompanhou os menores.

No final da audiência foi proposta uma transação penal. Eles foram enquadrados no artigo 41 do Estatuto do Torcedor e terão ficar de três meses sem frequentar estádios. Nos dias do jogos de seus clubes os torcedores terão que comparecer na delegacia. Se não aceitassem a transação os torcedores reponderiam a inquérito policial, onde o Estatuto do Torcedor prevê penas de reclusão de um a dois anos e multa.


1 comentário
22 jan19:42

Chapecoense vence na estreia do Catarinense 2012

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na partida de estreia no Campeonato Catarinense  2012 a Chapecoense foi quem se deu melhor. Venceu o Avaí por 1 a 0, na Arena Condá. O confronto marcou também  a estreia do técnico Gilberto Pereira, 46 anos, no Catarinense e o reencontro de Mauro Ovelha com seu antigo time.




Fabiano comemora o gol.




Assim como o tempo que estava nublado em Chapecó, o jogo também estava fechado dentro de campo no primeiro tempo. Foram poucas as jogadas que empolgaram os mais de 4 mil torcedores que acompanharam a partida. As duas equipes sentiram a falta de entrosamento, normal no início de temporada.

Os dois times voltaram com a mesma formação para o segundo tempo. Quem mexeu primeiro foi Gilberto Pereira, que tirou João Paulo e colocou Nicolas. Na sequência, Mauro Ovelha tirou Leandro Silva que se machucou após uma dividida com Nicolas.


>> Assista ao gol da vitória do Verdão


O zagueiro Fabiano, um dos três remanescentes da Chapecoense no time titular, mas que fazia sua estreia em Campeonatos Catarinense, marcou o gol da vitória aos 25 minutos do segundo tempo. Ele aproveitou a cobrança de escanteio de Gilberto Matuto e cabeceou forte marcando o primeiro gol dele como profissional e do time na competição.

- Ajudar a equipe é bom, ainda mais com gol – disse Fabiano após a partida. O jogador se inspirou no zagueiro Grolli, que também é natural da região Oeste e foi destaque da zaga do Verdão no ano passado.

Prova de que o time do Oeste está novamente revelando jogadores. O jogo foi marcado pela distribuição de cartões amarelos, foram oito na partida.

O próximo jogo da Chapecoense será na quarta-feira, 25, contra o Brusque.


Ficha Técnica:

CHAPECOENSE

Nivaldo; Gilberto Matuto, Fabiano, Souza, Leonardo,William; Wanderson, Neném, Eliomar (Diego Teles); João Paulo (Nicolas), Tiago Cavalcanti (Barbosa).

Técnico: Gilberto Pereira


AVAÍ

Moretto; Leandro Silva (Cássio), Renato Santos, Bruno; Arlan, Marcinho Guerreiro, Pirão, Robinho, Aelson (Carreirinha), Cleverson (Neílson), Ronaldo Capixaba.

Técnico: Mauro Ovelha



Gols: Fabiano (25´2ºT) Chapecoense


Cartões Amarelos:

Wanderson(2ºT), Fabiano(2ºT), Eliomar(2ºT), Souza(2ºT), Diego Teles(2ºT), William(2ºT) – Chapecoense

Marcinho Guerreiro (1ºT), Arlan (2ºT) – Avaí



Arbitragem: José Acácio da Rocha, auxiliado por Josué Gilberto Lamim e José Roberto Larroyd

Local: Arena Condá – Chapecó/SC


1 comentário