Campeonato

28 dez07:31

Chapecoense: Um ontem e hoje mais dois

A Chapecoense segue anunciando reforços para o Campeonato Catarinense.

Ontem chegou o volante Janderson, 22 anos, que estava na Trofense, de Portugal. Ele fez exames médicos e hoje deve treinar com os demais. Ele é o décimo segundo reforço.

Hoje também são esperados o volante Diego Teles, do Atlético Paranaense, e o lateral esquerdo Rodrigo, do América-MG.

Comente aqui
22 dez09:22

Clubes preparam os gramados para o Campeonato Catarinense

Arrumar a casa antes de um grande evento é algo natural. Os clubes estão fazendo isso também. A um mês do Campeonato Catarinense, o momento é de cuidados e preparativos para que os gramados estejam prontinhos quando o Estadual começar, dia 22 de janeiro. Nem todos têm garantias de que seus campos estarão impecáveis. Certo mesmo é que os 10 clubes que disputam a competição estão empenhados para fazer com que eles estejam em boas condições quando a bola começar a rolar.

O trabalho é árduo. Os clubes precisam de equipes específicas para cuidar de seus “tapetes”, apelido dado àqueles considerados perfeitos, categoria em que poucos conseguem se enquadrar. O investimento pode ser alto e costuma ser ainda maior nesta época do ano, quando os jogadores recebem folga e o calendário para. Saem de cena os jogos, entra em cena uma equipe que cumpre rigorosos cronogramas, que vão do corte à adubação da grama.

O processo é longo e pode variar de um clube para o outro. Alguns possuem sistema mais modernos, têm acompanhamento de profissionais especializados, conseguem investir em produtos de mais qualidade e, consequentemente, garantem um resultado melhor. De qualquer forma, todos fazem o básico: proteger, adubar e irrigar o gramado.

Também é a hora de fazer uma boa análise, resolver problemas como desníveis, tapar buracos, cortar e garantir que a grama cresça forte para evitar que o ritmo intenso dos jogos, a partir de janeiro, castigue demais os campos, que receberão outras competições ao longo.

— Como temos um período maior de dias de folga, sem treino, este é um período ideal para fazer mais operações e recuperar o gramado — considerou o engenheiro agrônomo Jardel Gheller, do Figueirense.

É o que estão fazendo os 10 clubes da elite catarinense, quase todos certos de que tudo estará pronto até dia 22 de janeiro. O Criciúma pode atrasar um pouco mais porque precisou retirar toda a grama para instalar um novo sistema de drenagem, o que não deve ser problema porque o time só joga em casa dia 29 de janeiro.

— A drenagem anterior não era funcional. Já podemos perceber os resultados — afirmou o superintendente geral Domingos Cesca.

Os campos dos sonhos

CHAPECOENSE

Apesar da falta de qualidade do gramado da Arena Condá chegou a direção da Chapecoense pensar em investir cerca de R$ 400 mil na troca, mas os planos mudaram. Como o estádio é do município e havia um trâmite burocrático que atrasaria as obras, o time ficaria sem estádio na primeira fase do Estadual. A opção foi recuperar os pontos críticos e “maquiar” a falta de grama em algumas áreas, com manutenção diária. A expectativa é que esteja melhor em 2012.

AVAÍ

O gramado da Ressacada e os três campos de treino do Avaí passam por melhorias. O trabalho feito agora é importantíssimo para dizer em que condições o campo estará no restante do ano. É por isso que o investimento maior é nesta época, aproximadamente R$ 70 mil, segundo o superintendente de Esportes, Luciano Corrêa. O processo descompactação, raspagem, colocação de areia, adubação e irrigação para que cresça mais forte. O próximo corte está previsto para 10 de janeiro.

ATLÉTICO-IB

Em Ibirama, a direção do Atlético está investindo cerca de R$ 6 mil num tratamento de recuperação do gramado do Estádio da Baixada, que inclui adubo, areia e produtos químicos. O trabalho deve encerrar no dia 3 de janeiro, quando o grupo do técnico Giovani Nunes poderá voltar a trabalhar no estádio. Até lá, o time está treinando no campo da Sociedade Desportiva União, em Ibirama.

BRUSQUE

Após a enchente de setembro, que colocou mais de um metro de lama no Estádio Augusto Bauer, o principal trabalho da direção do Brusque foi retirar excesso de barro e sujeira do gramado. Nos próximos dias, está programada a passagem de um rolo no campo, para diminuir as irregularidades da grama.

CAMBORIÚ

A direção do Camboriú está promovendo uma série de reformas no Estádio Roberto Santos Garcia, o Robertão. Entre elas, um tratamento para melhorar a condição do gramado. Os dirigentes contrataram um engenheiro, que fez uma análise do solo, antes de iniciar o trabalho de recomposição. Para isso, a direção investiu R$ 21 mil. Em janeiro, o gramado receberá um novo tratamento, com adubo, que vai custar R$ 12 mil.

CRICIÚMA

O gramado do Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, passou por uma grande transformação. Como o clube trocou todo o sistema de drenagem, foi necessário retirar a grama. Concluído o novo sistema, o Tigre trabalha agora para recolocar a grama, o que deve terminar hoje, e recuperá-la. O processo deve demorar 30 dias, mas como o clube estreia fora no Estadual, acredita que tudo estará pronto até o primeiro jogo.

FIGUEIRENSE

O gramado do Orlando Scarpelli recebe os principais cuidados do ano nesta época. O trabalho forte é feito agora para facilitar a manutenção no restante do ano. O gramado passou por dois tipos de cortes e está em fase de recuperação, dentro de um processo necessário para controlar plantas daninhas, facilitar a drenagem e garantir um bom crescimento da grama. A próxima etapa é a fertilização e adubação.

JOINVILLE

Na Arena, em Joinville, o processo de revitalização do gramado termina hoje. Uma empresa de Curitiba foi contratada para fazer reparos e retoques na grama. Para dar nova vida ao gramado, uma mistura de areia e adubo foi introduzida em vários pontos abertos no solo. O processo se encerrará em 15 dias. A drenagem do gramado, muito criticada durante o último Estadual, deverá continuar com problemas. Foram feitos apenas reparos pontuais.

MARCÍLIO DIAS

Com o auxílio da prefeitura, a diretoria do Marcílio Dias está investindo R$ 176 mil em manutenção, reforma e novas instalações no Estádio Hercílio Luz. As melhorias incluem o gramado, onde foram aplicados produtos químicos, além do corte e a troca da grama em locais específicos, como nas laterais. No estádio, também será construído uma nova loja e vestiários e a sala da imprensa serão reformados.

METROPOLITANO

Em outubro, a direção do Sesi iniciou um tratamento para acabar com o fundo que atingiu e estragou o gramado do estádio, deixando-o todo queimado nos jogos do Metropolitano na Série D. Foram aplicados produtos químicos no solo. O gramado estará liberado para o uso ainda no fim desse ano, já que o tratamento exigia um período de dois meses de inutilidade da grama.

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
19 dez17:19

Definidos amistosos da Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Chapecoense definiu as datas e local dos amistosos que fará antes da estreia no Campeonato Catarinense 2012. Serão dois jogos fora e um em casa.

O primeiro amistoso será na sexta-feira, dia 30 de dezembro contra o São Luiz em Ijuí/RS. Depois da partida a equipe folga e retorna aos trabalhos no dia 02 de janeiro.

O segundo amistoso será na quarta-feira, dia 11 de janeiro contra o Santa Cruz, em Santa Cruz do Sul/RS.

E para fechar os amistosos, a Chapecoense recebe na Arena Condá, o Ipiranga de Erechim/RS. Partida está marcada para o sábado, dia 14 de janeiro.

Comente aqui
13 dez10:48

Chapecoense faz jogo treino dia 30 de dezembro

A Chapecoense está treinando desde o dia 05 de dezembro, quando a comissão técnica e jogadores foram reapresentados.

Segundo a diretoria do clube a intenção é realizar, antes da estreia no Campeonato Catarinense,  um jogo treino no dia 30 de dezembro e mais três amistosos no Rio Grande do Sul, de 7 a 14 de janeiro.

Comente aqui
16 nov09:08

Joaçaba abandona o Campeonato Catarinense

Daisy Trombetta| daisy.trombetta@diario.com.br

Impasses administrativos e financeiros tiraram o Joaçaba Atlético Clube (JAC), da Divisão Especial (a segunda divisão) do Campeonato Catarinense. Os jogadores que integravam o grupo abandonaram o time na semana passada. Todos eram mantidos por uma empresa terceirizada, que também deve romper o contrato com o clube.

Sem jogadores, o time não disputou a última partida do campeonato contra o Camboriú, no último sábado. A ausência em campo, somada às dívidas de cerca de R$ 4 mil com a Federação Catarinense de Futebol (FCF) devem render um processo administrativo que pode afastar o JAC de futuros confrontos.

A empresa que gerenciava o time, a Gol de Ouro, justifica a sequencia de confusões com a falta de dinheiro para pagar jogadores e estrutura financeira para se manter no campeonato. Para ter ideia, na última disputa que o JAC participou em Tubarão, os atletas precisaram viajar de carro porque não havia recursos para fretar um ônibus.

Conforme Leandro Brandão, gerente de Futebol da Gol de Ouro, a empresa tem contrato com o clube até 2016, mas deve negociar o rompimento da parceria. Na cidade, restam apenas dois jogadores, dos 26 que começaram treinar em abril. A dupla também deve embarcar para casa nos próximos dias e prefere não comentar o assunto.

Com resultados ruins no campo, o JAC terá de enfrentar também um confronto jurídico. O diretor jurídico da FCF, Rodrigo Capela, diz que a FCF vai nformar o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) sobre as irregularidades. Se a promotoria do órgão optar por oferecer denúncia, o clube será julgado e corre o risco de cair para a Divisão de Acesso.


Futuro do clube é incerto

A diretoria do JAC prefere não se manifestar. Por enquanto, o clube permanece de portas fechadas e sem definições para o próximo ano. Conforme Romeu Macedo, diretor de Futebo, a parceria deve ser desfeita.

— Vamos fazer uma reunião entre a diretoria para saber se Joaçaba continua tendo futebol profissional. Precisamos buscar mais incentivo — diz.

Macedo se refere ao fato de que o futebol tem pouco incentivo do município. Segundo ele, somente as escolinhas do JAC recebem ajuda do poder público, de cerca de R$ 18 mil por ano. Se fosse aplicado à categoria profissional, o dinheiro daria para custear a alimentação dos atletas por pouco mais de dois meses.

Além da falta de recursos, as más condições do Estádio Oscar Rodrigues da Nova também prejudicam algumas competições. Nos dias de chuva, por exemplo, o gramado fica submerso, em grande parte do campo.

Sobre as más condições do estádio, a prefeitura disse que no ano passado foi recuperada a iluminação do local, os banheiros e guarda-corpos para dar mais segurança à torcida. As melhorias foram uma exigência da FCF para liberação do estádio para os jogos.

O gramado também apresenta problemas, mas demandaria mais dinheiro para ser recuperado. A deterioração seria resultado de má utilização no passado. O local já serviu, inclusive, como pista de motocross. Conforme a prefeitura, grande parte da manutenção do estádio seria responsabilidade do time.


CLICESPORTES

Comente aqui
11 nov09:16

Federação Catarinense divulga calendário do Estadual 2012

Jean Balbinotti | jean.balbinotti@diario.com.br

O Campeonato Catarinense de 2012 já tem data e hora marcada para começar: dia 22 de janeiro, às 17h. Em reunião do Conselho Técnico, realizada na sede da Federação Catarinense de Futebol (FCF), nesta quinta, em Balneário Camboriú, a fórmula apresentada pela Associação de Clubes foi aprovada por maioria absoluta, com 46 votos a favor e sete contra — apenas Metropolitano e Marcílio Dias discordaram parcialmente da proposta.

O sistema de disputa terá algumas mudanças na comparação com o Estadual deste ano. Em vez de jogos eliminatórios no encerramento de cada turno para definir o campeão, agora, o time que somar mais pontos na fase classificatória conquistará o título do turno. O processo se repete no returno e ambos os vencedores se classificam para a fase semifinal da competição.

Outros dois clubes se classificam pelo índice técnico na soma geral de pontos. Se a mesma equipe ganhar os dois turnos, os três melhores pelo índice técnico avançam às semifinais.

Nesta fase, os clubes jogarão partidas de ida e volta e a equipe que somar mais pontos passa para a decisão. Caso haja igualdade de pontos, prevalece o saldo de gols. Persistindo a igualdade, o campeão do turno se classifica.

Na decisão, os critérios são os mesmos, com a diferença de que havendo igualdade em pontos e saldo, o campeão se define em cobranças de pênaltis. Para o presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho, a fórmula vai permitir um acréscimo de qualidade técnica a todos os participantes.

— Acredito que acertamos em cheio na escolha. Foi a melhor fórmula que poderíamos apresentar e todos sairão ganhando — afirmou.

O presidente da Associação de Clubes de SC, João Nilson Zunino, destacou que a ideia era manter a espinha dorsal da fórmula usada no último campeonato e agregar algumas mudanças que pudessem trazer vantagens aos clubes.

— Tenho a impressão de que evoluimos bastante em relação aos anos anteriores. É uma fórmula fácil de ser entendida — ressaltou.

Sobre o pedido feito por Imbituba e o Concórdia, que foram rebaixados em 2011 e queriam aumentar de 10 para 12 participantes, a proposta será discutida com mais cuidado nas próximas reuniões da associação de clubes. Contudo, nenhuma mudança ocorrerá até 2014, pois o Estatuto do Torcedor não permite alteração antes de duas edições.

— Estamos abertos para discutir o tipo de campeonato que podemos fazer a partir de 2014. Me preocupo bastante com essa questão e temos que encontrar uma fórmula que privilegie a todos — afirmou Zunino.


Confira a tabela do 1º turno


1ª rodada

22/01 – domingo

17h Atlético Ibirama x Criciúma

17h Chapecoense x Avaí

17h Metropolitano x Brusque

17h Joinville x Segundo time Divisão Especial

17h Figueirense x Marcílio Dias


2ª rodada

25/01 – quarta-feira

20h30 Segundo time Divisão Especial x Metropolitano

20h30 Avaí x Criciúma

20h30 Atlético x Figueirense

20h30 Marcílio Dias x Joinville

20h30 Brusque x Chapecoense


3ª  rodada

29/01 – domingo

17h Avaí x Atlético

17h Criciúma x Brusque

17h Chapecoense x Segundo time Divisão Especial

17h Metropolitano x marcílio Dias

17h Joinville x Figueirense


4ª rodada

1/02 – quarta-feira

20h30 Figueirense x Metropolitano

20h30 Marcílio Dias x Chapecoense

20h30 Atlético x Joinville

20h30 Segundo time da Especial x Criciúma

20h30 Brusque x Avaí


5ª rodada

5/02

17h Avaí x Segundo time Divisão Especial

17h Criciúma x Marcílio Dias

17h Brusque x Atlético

17h Chapecoense x Figueirense

17h Metropolitano x Joinville


6ª rodada

8/02

20h30 Atlético x metropolitano

20h30 Joinville x Chapecoense

20h30 Figueirense x Criciúma

20h30 Marcílio Dias x Avaí

20h30 Segundo time Divisão Especial x Brusque


7ª rodada

12/02 – domingo

17h Brusque x Marcílio Dias

17h Avaí x Figueirense

17h Criciúma x Joinville

17h Chapecoense x Metropolitano

17h Segundo time Divisão Especial x Atlético


8ª rodada

18/02 – sábado

17h Atlético x Chapecoense

17h Metropolitano x Criciúma

17h Joinville x Avaí

17h Figueirense x Brusque

17h Marcílio Dias x Segundo time Divisão Especial


9ª rodada

26/02 – domingo

17h Marcílio Dias x Atlético

17h Segundo time Divisão Especial x Figueirense

17h Brusque x Joinville

17h Avaí x Metropolitano

17h Criciúma x Chapecoense


CLICESPORTES

Comente aqui
29 out08:59

Thui busca mais um pódio nacional no MS

O Campeonato Brasileiro de Motocross chega a sua penúltima etapa e o piloto chapecoense Arthur Todeschini vai atrás de mais um pódio na categoria 65Cc. O evento será realizado em Nova Alvorada do Sul/MS depois de passar pelas cidades de Foz do Iguaçú/PR, Carlos Barbosa/RS, Canelinha/SC, Anchieta/ES e Aracajú/SE. Nas cinco provas, Thui esteve no pódio em todas elas.

O chapecoense está 24 pontos atrás do gaúcho Enzo Lopes já que chegou em segundo lugar em três etapas e foi terceiro nas outras duas. Aos 10 anos de idade Thui enfrenta três competições paralelas. Além do campeonato brasileiro, ele disputa o Arena Cross, onde lidera, e o campeonato catarinense onde também está na primeira colocação.

A cidade de Nova Alvorada do Sul fica à 113 Km de Campo Grande/MS e a quase 900 Km de Chapecó. A equipe de motocross chapecoense viajou na sexta-feira, dia 28, e enfrenta os primeiros treinos neste sábado pela manhã. Na parte da tarde serão realizados os treinos cronometrados e Thui entrará na pista valendo pontos para o campeonato às 13h de domingo. No total serão disputadas sete categorias na penúltima etapa do campeonato brasileiro de motocross.


Comente aqui
24 out10:08

Marista segue bem no Estadual Sub 11

Equipe do Marista voltou de Florianópolis neste final de semana com três pontos conquistados na bagagem. Os jogos foram válidos pelo turno do quadrangular semifinal do Campeonato Estadual de Futsal da categoria Sub 11.

Na sexta-feira, 21, a equipe de Chapecó perdeu para a equipe da Elase pelo placar de 6 a 1. No sábado, 22, pela manhã perdeu novamente para Jaraguá do Sul pelo placar de 7 a 5 e a tarde venceu Joinville pelo placar de 5 a 1. Com os demais resultados a classificação parcial ficou a seguinte: Em primeiro Jaraguá do Sul com nove pontos, em segundo Elase com seis pontos, em terceiro a equipe do Marista com três pontos e Joinville ainda não pontuou.

O professor do Marista, Rodrigo Somensi, fez uma breve avaliação dos jogos.

- Não realizamos um bom jogo com a Elase. Jogamos um jogo bem equilibrado com Jaraguá do Sul e vencemos Joinville com uma certa goleada, entretanto a equipe não jogou bem. Precisamos melhorar e muito para o returno desta fase – disse.

O returno do quadrangular semifinal será realizado em Jaraguá do Sul nos dias 11 e 12 de novembro. O jogo chave será já na sexta-feira com a Elase e a vitória é fundamental para a equipe continuar sonhando com a classificação para a fase final do evento.

- Agora conhecemos todos os nossos adversários e vamos trabalhar e muito nestas próximas semanas para acertar a equipe – completa Somensi.


Comente aqui