Capacita

15 fev09:58

Curso capacita agricultores familiares da região

A agricultura familiar, que é um dos motores da economia da região Oeste de Santa Catarina, é responsável pela produção de uma diversidade de alimentos. Como forma de aperfeiçoar e incentivar o trabalho dos produtores, a Unochapecó, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Quilombo, realiza a capacitação em Produção Leiteira e Boas Práticas de Fabricação de Alimentos. A atividade iniciou em fevereiro e conta com a participação de 100 agricultores.

A capacitação proporcionará aos agricultores acesso a instruções que melhoram a produção de alimentos sanitariamente seguros. Durante os dois dias de curso são discutidos temas que visam garantir a qualidade sanitária dos alimentos e também representam um conjunto de ferramentas, descritas conforme legislação vigente, para se obter condições que diminuam os riscos e contribuam para a garantia e qualidade final do produto.

As capacitações, com duração de 16h, envolvem todos os municípios que abrangem as SDR’s de Quilombo e São Lourenço do Oeste. A primeira capacitação ocorreu nos dias 6 e 7 de fevereiro, a segunda acontece nesta terça e quarta-feira, dias 14 e 15 de fevereiro, na Escola Estadual Jurema, em Quilombo. As próximas ocorrerão em São Lourenço do Oeste, sendo a primeira nos dias 1 e 2 de março, a segunda nos dias 6 e 7 de março e a última nos dias 8 e 9 de março. O projeto viabiliza transporte e alimentação dos agricultores.

Para os agricultores que participaram da atividade foi disponibilizada uma cartilha, que contém informações referentes ao manuseio, a conservação e ao transporte dos alimentos. A coordenadora destaca que a cartilha está dividida em duas partes.

- A primeira contempla o manejo de ordenha com profilaxia, medidas de higiene antes, durante e após ordenha. Já a segunda parte abrange métodos de conservação de alimentos, noções de microbiologia, higiene dos utensílios, higiene dos manipuladores, equipamentos, legislação e rotulagem – disse

Os agricultores, capacitados, poderão usufruir dos serviços que necessitam para verificar a qualidade de seus produtos no Laboratório de Análise de Alimentos da universidade, que está localizado no bloco G3 do campus Chapecó. A coordenadora do projeto, professora Rose Mendes, explica que quando são realizadas análises em alimentos, por meio dos resultados podemos observar indicadores que auxiliam na avaliação de possíveis anomalias provenientes do processo produtivo.


O laboratório

Localizado no bloco G3 do campus Chapecó, com área de 380 m2, o laboratório de Análise de Alimentos foi construído segundo as exigências legais, com a intenção de obter a certificação NBR ISO 17025. As obras do laboratório iniciaram em fevereiro de 2011, com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), da ordem de R$ 499,8 mil, conquistados através da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Quilombo, parceira do projeto. Já a Fundeste, mantenedora da Unochapecó, contribuiu com a contrapartida de R$ 482,8 mil, para que seja instalado um laboratório ao mesmo nível de outros de excelência existentes no país.


Comente aqui