catarinense

13 fev12:24

Chapecoense se reapresenta na terça

Após o empate no domingo por 1 a 1 com o Metropolitano, os jogadores da Chapecoense tem folga nesta segunda-feira.

Os atletas retornam aos trabalhos nesta terça-feira, dia 14. Eles se preparam para a penúltima rodada do turno do Campeonato Catarinense 2012.

O próximo desafio da equipe está marcado para o dia 22, contra o Atlético de Ibirama, em Ibirama.

Comente aqui
13 fev10:18

Oitava rodada do Catarinense é alterada

Segundo informações da Assessoria de Imprensa da Federação Catarinense de Futebol a oitava rodada do Turno, que aconteceria no sábado, dia 18, teve mais alterações. Conforme informado em nota no último dia 7, o jogo Joinville x Avaí foi alterado para quarta-feira, 22, às 22h, a pedido das emissoras detentoras dos direitos de transmissão do Campeonato Catarinense.

Havia sido divulgado, na ocasião, que o Departamento de Competições determinaria “que outros jogos que possam envolver o título do Turno aconteçam também nesta data e horário, conforme prevê o § 2º do art. 14 do Regulamento Geral das Competições da FCF para 2012:

“O Departamento de Competições da FCF poderá determinar que as partidas válidas pela penúltima rodada de uma fase ou etapa sejam realizadas simultaneamente, se porventura nessa rodada puder ser definida a associação campeã (…)”


Sendo assim, as seguintes partidas também acontecerão no dia 22 de fevereiro, às 22h:

- Metropolitano X Criciúma

- Atlético de Ibirama X Chapecoense

- Figueirense X Brusque


O jogo entre Marcílio Dias e Camboriú segue agendado para sábado, às 17h.


Fonte: Assessoria de Imprensa – FCF


Comente aqui
13 fev09:36

Empate embola a briga

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

No confronto entre os dois Verdões, o do Oeste e o do Vale, ninguém se sobressaiu. O empate por 1 a 1 não foi o que os times queriam, pois ambos marcaram passo na tabela. No entanto os dois continuam na briga pelo returno. A Chapecoense foi a 16 pontos e o Metropolitano a 13. Melhor para o Metropolitano, que empatou fora de casa. Só que o time do Vale do Itajaí poderia até ter saído com uma vitória.

Mesmo jogando fora de casa o Metropolitano tomou a iniciativa da partida e por pouco não abriu o marcador aos 30 segundos, com Rafael Costa, que cabeceou de dentro da pequena área. O goleiro da Chapecoense mostrou porque tinha uma faixa atrás do gol com os dizeres “Nivaldo Eterno” e praticou uma defesa de puro reflexo. Em seguida segurou o chute de Rodrigo Ninja. Só depois de seis minutos a Chapecoense teve sua primeira conclusão ao gol. A mais perigosa foi um chute de Neném, que passou perto do poste. Mas a melhor chance do primeiro tempo foi do Metropolitano, com Rafael Costa, que ficou cara a cara com Nivaldo e tirou o goleiro. O zagueiro Leonardo, que tem o apelido de Jesus devido ao visual cabeludo e barbudo, apareceu para salvar o time.

Até o técnico da Chapecoense, Gilberto Pereira, foi atropelado pelo atacante Pantico numa disputa com Souza. Prova que o dia não era bom para os donos da casa. Isso se confirmou no início do segundo tempo, quando Rafael Costa recebeu na esquerda e chutou cruzado, na saída de Nivaldo, para marcar 1 a 0. Thiago Cristian teve a chance de definir o jogo em seguida, num contra-atauqe, mas foi individualista e concluiu para fora.

Para tentar empatar Gilberto Pereira colocou Gustavo no lugar de Gilberto Matuto e Jean Carlos no lugar de Tiago Cavalcanti. E foi de Jean Carlos o passe para Esquerdinha fazer o gol de empate, aos 14 minutos. Com a expulsão de Thiago Couto, o técnico do Metropolitano, César Paulista, reforçou a defesa e segurou o resultado até o final. E poderia ter até vencido em outra chance desperdiçada por Thiago Cristian.

A Chapecoense até teve domínio do jogo no segundo tempo. Mas não conseguiu superar a marcação do adversário. Depois de uma largada com cinco vitórias, o time do Oeste vem de uma derrota para o Joinville e um empate em casa.

Restam duas partidas fora contra o Atlético e Criciúma. O Metropolitano também enfrenta o Criciúma, na próxima rodada.

–Se vencermos o Criciúma temos condições de brigar pelo título – argumentou César Paulista.

Já Gilberto Pereira ficou entre a decepção de ter perdido dois pontos e a alegria de não ter sido derrotado.

– Nosso time oscilou muito – avaliou. Resta à Chapecoense tentar reencontrar o caminho das vitórias, agora longe do Condá.


Liderança da competição

E com a vitória do Figueirense por 1 a 0 sob o Avaí, a Chapecoense, com 16 pontos, volta a liderança do Campeonato Catarinense.


Comente aqui
12 fev13:34

Duelo de verdes no Índio Condá em Chapecó

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um duelo verde na briga pelo título do turno inicia às 17 horas do domingo no Índio Condá. A vice-líder Chapecoense, com 15 pontos, enfrenta o terceiro colocado, o Metropolitano, que tem 12 pontos.

A partida está sendo encarada pelos dois times como um confronto “de seis pontos” tanto na briga pelo título do turno, quanto por uma vaga entre os quatro semifinalistas do campeonato.

— Esse jogo é um divisor de águas- avalia o meia Esquerdinha, que ganhou uma vaga no time titular no lugar de Willian. O técnico da Chapecoense, Gilberto Pereira, também considera a partida decisiva. Se a Chapecoense vencer, elimina um adversário na briga pelo turno e abre seis pontos de vantagem na soma geral.
Além disso é a última partida da Chapecoense em seu estádio no turno, pois depois parte para dois jogos fora.

— Chegamos num momento crucial do campeonato — avaliou Pereira.
Para este jogo ele conta com o retorno do zagueiro e capitão Souza, que cumpriu suspensão contra o Joinville. O time do Oeste quer retomar a liderança do turno, perdida no meio da semana para o Avaí. O Leão tem o clássico contra o Figueirense.

O Metropolitano não poderá contar com o atacante Maurinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O zagueiro Ribamar também desfalca o time. O atacante Rafael Costa, artilheiro do estadual com sete gols, foi poupado no treino de sexta-feira. Mas ele deve jogar. E vai receber atenção especial dos marcadores da Chapecoense.



FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano, Leonardo, Souza; Gilberto Matuto, Diogo Roque, Diego Teles, Neném, Esquerdinha; Tiago Cavalcanti e João Paulo.

Técnico: Gilberto Pereira


METROPOLITANO

Flávio; Nequinha, Thiago Couto, Elton, Rodrigo Ninja; Alex Albert, Andrei, Erlando, Thiago Cristhian; Rafael Costa e Pantico.

Técnico: Cesar Paulista


Arbitragem: Ronan Marques da Rosa, auxiliado por Nadine Schramm Câmara Bastos e Helton Nunes.

Horário: 17h

Local: Estádio Índio Condá – Chapecó/SC

Comente aqui
10 fev19:12

Ingressos para Chapecoense x Metropolitano estão à venda

Estão à venda os ingressos para Chapecoense x Metropolitano. O jogo será às 17h, do domingo, dia 12, na Arena Condá em Chapecó.


Valores

R$ 15 – estudantes, Aposentados e Crianças de 8 a 12 anos

R$ 30 – geral

R$ 40 – social

R$ 60 – cadeiras


Pontos de Venda

Palácio dos Esportes, Maidana Esportes e Posto de Marco.


No sábado, dia 11, será montada uma barraca em frente à Cansian, na Avenida Getúlio Vargas, para a comercialização dos ingressos. Ficará aberta das 8h30 às 17h.



Comente aqui
10 fev14:30

Chapecoense treina às 16h na Arena Condá

A Chapecoense treina nesta tarde a partir das 16h na Arena Condá.

A equipe comandada por Gilberto Pereira se prepara para a sétima rodada do Campeonato Catarinense. A Chapecoense perdeu a liderança com a vitória do Avaí, que chegou aos mesmos 15 pontos, mas ultrapassou o Verdão no saldo de gols.

Comente aqui
09 fev09:20

Chapecoense perde, mas segue na liderança

A Chapecoense sofreu a primeira derrota no Campeonato Catarinense. Mesmo assim o time segue na liderança da competição.


O jogo

Aos oito minutos, Ramon, em cobrança de falta, colocou a bola no meio da área. Bruno Rangel desviou com a cabeça e enganou Nivaldo: 1 a 0. Aos 18, Glaydson cruzou na cabeça de Bruno Rangel, que justificou o apelido de “Cruel” e ampliou.

Ainda antes do intervalo, a Chapecoense descontou. Neném cruzou a bola dentro da área do JEC e Rafael Lima, livre de marcação, cabeceou para o gol.

Na segunda etapa, o Tricolor voltou a cometer alguns erros de passes e a Chapecoense chegou a dar sinais de que empataria.

Aos 28 minutos, Lima foi derrubado dentro da área por Marcos Alexandre e o árbitro marcou pênalti. Lima bateu e marcou o terceiro.

Essa foi a primeira vitória do time do norte no Estadual e a primeira derrota da Chapecoense em 2012.

Agora a Chapecoense se prepara para o jogo de domingo, dia 12, contra o Metropolitano. A partida está marcada para às 17h na Arena Condá.


FICHA TÉCNICA

JOINVILLE

Ivan; Tiago Real, Pedro Paulo, Linno, Gilton, Glaydson, João Henrique (Aldair), Carlos Alberto (Fabiano Silva), Ramón (Tarcísio); Bruno Rangel, Lima.

Técnico: Argel Fucks


CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano, Leonardo, Rafael Lima; Gilberto Matuto, Diogo Roque (Marcos Alexandre), Diego Teles, Marcelinho (Esquerdinha), Neném, Willian (João Paulo), Tiago Cavalcanti.

Técnico: Gilberto Pereira


Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por José Roberto Larroyd e Alex dos Santos.


Gols: Bruno Rangel (7´ e 17´ 1ºT), Lima (28´2ºT)

Rafael Lima (40´ 1ºT)


Cartões Amarelos: Carlos Alberto e Linno (Joinville)

Leonardo, João Paulo, Marcos Alexandre e Fabiano (Chapecoense)


Local: Arena Joinville – Joinville/SC


Comente aqui
08 fev10:21

Chapecoense quer manter o embalo na competição

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um time embalado e que busca manter os 100% de aproveitamento e a liderança no Campeonato Catarinense. Essa é a Chapecoense que hoje enfrenta o Joinville, às 19h30, na Arena Joinville.

O time do Oeste tem 15 pontos na competição mas, em caso de derrota, pode ser alcançado pelo Avaí, que tem 12. Por isso o técnico Gilberto Pereira quer somar pontos. Mesmo com a arrancada fenomenal no Catarinense e a má colocação do Joinville na tabela, penúltimo colocado com dois pontos, ele prega muito respeito ao adversário. –Vai ser um jogo difícil- prevê.

Além de jogar em casa o Joinville conta com a estreia do técnico Argel Fucks. O meia Neném, que jogou em Joinville em 2010, sabe que não é fácil vencer o time do Norte em seu reduto. Também lembrou que Coelho tem aprontado pra cima da Chapecoense. No ano passado, na Série C, venceu os dois confrontos contra a Chapecoense. –Eles são uma pedra no sapato- lembrou Neném.

O zagueiro Rafael Lima, que faz sua estreia no time titular, também valoriza o adversário. –Eles tem 60 a 70% do grupo campeão da Série C do Brasileiro- lembrou. Lima era titular nos amistosos mas tinha ainda quatro jogos a cumprir de uma suspensão enquanto jogava pelo Hercílio Luz, na Segundona do Catarinense do ano passado.

Como a zaga vinha bem ele só voltou a ter uma chance pela suspensão de Souza, que levou o terceiro cartão amarelo contra o Figueirense. Lima pretende manter o bom desempenho do time. Ele afirmou que o diferencial da Chapecoense tem sido a união. –Quem está fora torce para quem está dentro- comentou.

Quem volta de suspensão é o lateral-esquerdo Willian. Ele entra no lugar de Esquerdinha. Pereira manteve Willian mesmo com o bom desempenho de Esquerdinha para não desvalorizar quem vinha jogando como titular.

No ataque ele tem uma dúvida. Ou jogam João Paulo e Tiago Cavalcanti, que marcaram gols contra o Figueirense, ou entra Marcelinho no lugar de um dos dois.

Confira o Minuto a Minuto da partida:




FICHA TÉCNICA


JOINVILLE

Ivan; Linno, Pedro Paulo, Carlos Alberto; Gilton, Tiago Real, Glaydson; Ramon, João, Lima e Bruno.

Técnico: Argel Fucks


CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano,Leonardo, Rafael Lima; Gilberto Matuto, Diogo Roque, Diego Teles, Neném, Willian; Tiago Cavalcanti (Marcelinho) e João Paulo.

Técnico: Gilberto Pereira

Comente aqui
07 fev16:57

Enxadrista de Concórdia é atual Campeã Catarinense de Xadrez Feminino

A final do Campeonato Catarinense Feminino de xadrez 2011, aconteceu entre os dias 2 a 5 de fevereiro de 2012, em Florianópolis .

A atleta do Clube Concordiense de Xadrez, Marciane Prior, foi a campeã depois de disputar seis partidas de alto nível. O evento contou a presença de 12 jogadoras de várias cidades do estado.

Entre os dias 8 a 12 de fevereiro acontece em Piratura a final do Campeonato Catarinense Abs de Xadrez 2011. O atleta Denisos da Silva, do Clube Concordiense, está classificado e vai representar o município.


Comente aqui
07 fev11:19

Escolinha para garimpar novos talentos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A fase da Chapecoense é tão boa que até na escolinha do clube, inaugurada em dezembro, há lista de espera. Atualmente são 430 alunos e cerca de 50 esperando vaga. A boa fase do time tem ajudado.

–A cada vitória da Chapecoense há um procura de 10 a 12 crianças- calculou um dos responsáveis pelo projeto, o treinador Júlio César da Silva.

As inscrições são feitas na sede do clube. É cobrada uma mensalidade de R$ 50 mais R$ 30 pelo uniforme. Isso dá direito a entrar no gramado nos dias de jogos. João Pedro Barbosa, de oito anos, e Jascon Sachet, de nove anos, estiveram no jogo contra o Avaí. João entrou com Neném e Jacson com Nicolas.

–Foi legal entrar com os jogadores- disse Jascon, que pretende um dia adentrar ao estádio não como visitante ou torcedor, mas como jogador da Chapecoense.

João Pedro gostou de pisar no gramado. E já tem noção de posicionamento e orientação dos companheiros. Ele também pretende ser jogadro.

Muitos pais acompanham os treinamentos, que são duas vezes por semana. Paulo Ianoski, que tem o filho João Marcos na escolinha, disse que as vitórias da Chapecoense estimulam a participação.

–É um espelho- afirmou. Seu filho foi no jogo contra o Avaí e, contra o Figueirense, ficou ouvindo a partida pelo rádio.

-É uma geração que cresce gostando da Chapecoense- disse o treinador Júlio César, que jogou no clube de 1986 a 1990. Ele afirmou que o projeto é social e atende crianças e adolescentes de sete a 15 anos. Mas também pretende garimpar potenciais jogadores para o time profissional.

Do jeito que está a campanha do time a escolinha terá que aumentar o número de vagas para dar conta da demanda. O certo é que as camisetinhas verdes estão proliferando pela cidade.


Comente aqui