catarinense

12 dez14:58

Chapecoense recebe Título de Comendador do Esporte Catarinense

A Comenda do Mérito Esportivo 2011 foi entregue no início de dezembro no Teatro Governador Pedro Ivo, Centro Administrativo em Florianópolis.

A Comenda do Mérito Esportivo foi instituída pelo Conselho Estadual de Esporte em 1994. O título de Comendador Esportivo é honroso, e destinado a brasileiros ou estrangeiros que tenham se destacado ou prestado relevantes serviços ao desporto catarinense ou nacional

Ela é outorgada através do Processo eleitoral realizado anualmente, e que , em sessão solene, confere o Título de Comendador do Esporte Catarinense.


Gesélio Catalan

Nascido em Joaçaba, Gesélio Catalan, mudou para Chapecó com apenas dois anos e desde cedo se envolveu com o esporte.

No início, sua participação foi no esporte comunitário, promoveu competições entre os funcionários da empresa do pai. Em 1974, iniciou a Faculdade de Educação Física, na Universidade de Passo Fundo/RS. Em 1992 concluiu a especialização em Esporte Escolar.

Em 1980, através de concurso público, inicia as atividades no Departamento de Esportes da Prefeitura de Chapecó. Entre os anos de 1980 a 1985 foi preparador Físico da Associação Chapecoense de Futebol, nos Campeonatos Catarinense e Campeonatos Brasileiro.

Em 1992 fez parte da comissão técnica da primeira conquista Estadual de Chapecó no Moleque Bom de Bola. Na conquista do Bi-campeonato em Joinville foi o técnico. Em 1998 na conquista do Tri-Campeonato em Concórdia fez parte da comissão técnica.

Em 1996 fez parte da comissão técnica da equipe de futebol até 16 anos que representou o Brasil no Torneio da cidade de San Diego na Califórnia- USA. A conquista do torneio foi importante para muitos atletas que depois fizeram parte da Seleção Brasileira Adulta do Futsal.

Sempre participou dos eventos da Secretaria de Esportes de Chapecó e Fesporte, em 2008 foi presidente da CCO, da quarta edição do Parajasc em Chapecó.

Atualmente aposentado das atividades esportivas, cursa o sexto período de jornalismo na Unochapecó. É comunicador de uma rádio local e colunista esportivo de jornais de Chapecó e de Nonoai/RS.


Comente aqui
03 dez20:22

Thui faz decisão no MotoCross

O campeonato Catarinense de Motocross 2011 entra na reta final com mais duas etapas em dois finais de semana seguidos. Neste domingo, os pilotos se enfrentam, em Tubarão/SC, pela quinta etapa da competição. No final de semana seguinte, dias 10 e 11, será a vez de Araranguá sediar a etapa final da temporada.

O chapecoense Arthur “Thui” Todeschini lidera a competição na categoria 65Cc e poderá sair campeão mesmo com uma prova de antecipação.

O jovem piloto, que completou 11 anos em novembro, entra na pista com 14 pontos de vantagem sobre o segundo colocado. Os primeiros treinos da categoria 65Cc foram realizados na tarde deste sábado e a prova está marcada para as 14h do domingo, sendo 15 minutos de corrida mais duas voltas.

Em todas as quatro etapas disputadas até agora, Thui somou o máximo de pontos em todas elas. Entre todas as categorias é o piloto que mais pontos somou.

Nesta temporada Thui Todeschini sagrou-se vice-campeão da Superliga Brasil de Motocross, vice-campeão brasileiro, e campeão do Arena Cross Brasil, todas as competições na categoria 65Cc.


Comente aqui
23 nov10:33

Female vence e está na final do Catarinense

A Female de Chapecó confirmou o bom momento na noite desta terça-feira, 22, quando venceu, novamente, o Brusque pela fase semifinal do Campeonato Catarinense. A equipe havia vencido em Brusque por 5 a 1 e agora, em Chapecó, ratificou com o placar de 5 a 2.

O confronto, realizado no ginásio Plinio de Nes/SER Aurora, teve a equipe anfitriã abrindo o marcador logo aos 2min58 com Brenda. Em seguida, aos 3min15, Jessika ampliou para 2 a 0. Contudo, o Brusque foi aos poucos criando bons lances e, aos 7min20, Carol desconta para 2 a 1.

Cometendo faltas desnecessárias, Chapecó estourou o limite de faltas e ofereceu um tiro livre que Bruna aproveitou, empatando o duelo. Mas, Vanessa em jogada individual aos 18min31, driblou a marcadora e chutou na saída da goleira, dando números finais ao primeiro tempo: 3 a 2 para Chapecó.

No segundo tempo o time chapecoense voltou melhor e desperdiçou boas oportunidades. Aos 10min06, Vanessa fez 4 a 2. A mesma Vanessa, aos 14min43, fechou o placar em 5 a 2.

Destaque da partida com 3 gols marcados, Vanessa disse que o resultado foi bom, mas criticou o desempenho.

- Faltou objetividade e em alguns momentos fomos até mesmo displicentes. Mas, valeu pela vitória que nos deu a classificação para a final – disse Vanessa.

As meninas esperam agora a definição do outro finalista. Caçador e Criciúma se enfrentam na quinta-feira, em Criciúma. No primeiro jogo, em Caçador, as donas da casa venceram por 2 a 1.

As finais serão realizadas nos dias 13 e 16 de dezembro, depois do Torneio Mundial de Seleções que acontecerá em Fortaleza/CE.


Comente aqui
16 nov09:08

Joaçaba abandona o Campeonato Catarinense

Daisy Trombetta| daisy.trombetta@diario.com.br

Impasses administrativos e financeiros tiraram o Joaçaba Atlético Clube (JAC), da Divisão Especial (a segunda divisão) do Campeonato Catarinense. Os jogadores que integravam o grupo abandonaram o time na semana passada. Todos eram mantidos por uma empresa terceirizada, que também deve romper o contrato com o clube.

Sem jogadores, o time não disputou a última partida do campeonato contra o Camboriú, no último sábado. A ausência em campo, somada às dívidas de cerca de R$ 4 mil com a Federação Catarinense de Futebol (FCF) devem render um processo administrativo que pode afastar o JAC de futuros confrontos.

A empresa que gerenciava o time, a Gol de Ouro, justifica a sequencia de confusões com a falta de dinheiro para pagar jogadores e estrutura financeira para se manter no campeonato. Para ter ideia, na última disputa que o JAC participou em Tubarão, os atletas precisaram viajar de carro porque não havia recursos para fretar um ônibus.

Conforme Leandro Brandão, gerente de Futebol da Gol de Ouro, a empresa tem contrato com o clube até 2016, mas deve negociar o rompimento da parceria. Na cidade, restam apenas dois jogadores, dos 26 que começaram treinar em abril. A dupla também deve embarcar para casa nos próximos dias e prefere não comentar o assunto.

Com resultados ruins no campo, o JAC terá de enfrentar também um confronto jurídico. O diretor jurídico da FCF, Rodrigo Capela, diz que a FCF vai nformar o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) sobre as irregularidades. Se a promotoria do órgão optar por oferecer denúncia, o clube será julgado e corre o risco de cair para a Divisão de Acesso.


Futuro do clube é incerto

A diretoria do JAC prefere não se manifestar. Por enquanto, o clube permanece de portas fechadas e sem definições para o próximo ano. Conforme Romeu Macedo, diretor de Futebo, a parceria deve ser desfeita.

— Vamos fazer uma reunião entre a diretoria para saber se Joaçaba continua tendo futebol profissional. Precisamos buscar mais incentivo — diz.

Macedo se refere ao fato de que o futebol tem pouco incentivo do município. Segundo ele, somente as escolinhas do JAC recebem ajuda do poder público, de cerca de R$ 18 mil por ano. Se fosse aplicado à categoria profissional, o dinheiro daria para custear a alimentação dos atletas por pouco mais de dois meses.

Além da falta de recursos, as más condições do Estádio Oscar Rodrigues da Nova também prejudicam algumas competições. Nos dias de chuva, por exemplo, o gramado fica submerso, em grande parte do campo.

Sobre as más condições do estádio, a prefeitura disse que no ano passado foi recuperada a iluminação do local, os banheiros e guarda-corpos para dar mais segurança à torcida. As melhorias foram uma exigência da FCF para liberação do estádio para os jogos.

O gramado também apresenta problemas, mas demandaria mais dinheiro para ser recuperado. A deterioração seria resultado de má utilização no passado. O local já serviu, inclusive, como pista de motocross. Conforme a prefeitura, grande parte da manutenção do estádio seria responsabilidade do time.


CLICESPORTES

Comente aqui
14 nov14:46

Female larga na frente na semi do Catarinense

A partida de ida da fase semifinal do Campeonato Catarinense de Futsal Feminino entre Brusque e Female foi realizada no domingo, dia 13, no ginásio do Sesc, em Brusque. O time de Chapecó, mesmo atuando na casa do adversário, se impôs em quadra e aplicou 5 a 1.

A partida iniciou com a Female criando boas oportunidades. Aos 9 minutos Vanessa abriu o marcador. Renata, aos 18min, ampliou para 2 a 0, definindo o placar da primeira etapa.

A postura do Brusque mudou na segunda etapa. Precisando fazer gols, o time brusquense se lançou ao ataque. Contudo, a Female respondia com contragolpes. Vanessa, aos 5min, fez o terceiro.

O técnico de Brusque, Esquerda, optou pela goleira-linha e, também, não surtiu efeito. Pelo contrário, as chapecoenses ampliaram o escore com Tampa, aos 11min, e Brenda, aos 14min. O Brusque descontou com Diana, aos 16min. Placar final: vitória de Chapecó por 5 a 1.

A vitória estabelece a vantagem de empate à equipe de Chapecó no jogo da volta, programado para o dia 22, após aos Jasc.


Jasc 2011

A equipe chapecoense seguiu viagem para Criciúma após o jogo. As meninas que representam Chapecó na competição, entram em quadra na terça-feira. Na estreia nos Jogos Abertos de Santa Catarina, elas enfrentam Itajaí, às 17h30 no ginásio da Unesc.


Comente aqui
13 nov14:04

Por nocaute, catarinense Junior Cigano conquista cinturão dos pesos-pesados do UFC

Daisy Trombetta |daisy.trombetta@diario.com.br

O catarinense Junior Cigano dos Santos é o melhor do mundo dos pesos-pesados do Ultimate Fighting Champioship (UFC). Ele conquistou o cinturão na madrugada deste domingo, após nocautear em pouco mais de um minuto o lutador norte-americano Cain Velásquez.

A luta começou por volta das 0h30min com Velásquez tentando partir para cima do brasileiro e arriscando chutes e quedas. Cigano acertou um golpe fulminante, que fez o adversário cair no octógono.

O árbitro John McCarthy interrompeu a luta com 1min04s.

Cigano é o primeiro brasileiro a ter o cinturão dos pesos-pesados do UFC.

Festa em família e na cidade natal de Cigano

Em Caçador, no Meio-Oeste catarinense, onde reside a família do lutador, a festa se espalhou pelas ruas, após parentes e amigos se reunirem para assistir ao combate.

A mãe do lutador, Maria de Lurdes dos Santos, tinha certeza que o filho venceria a luta e, há vários dias, havia reforçado os pedidos de proteção para Nossa Senhora Aparecida.

— Eu sabia que meu filho traria o cinturão para casa. Sempre estive muito confiante — disse.

A certeza da mãe se deve, em partes à ascensão meteórica de Cigano no UFC. Ele estreou contra o conceituado Fabrício Werdum no UFC 90, em outubro de 2008, com um nocaute espetacular. Depois, ele venceu Stefan Struve e a lenda croata Mirko Cro Cop.

As próximas vítimas foram Gilbert Yvel e o brasileiro Gabriel “Napão” Gonzaga. Antes de disputar o cinturão, ele derrotou o “gordinho” Roy Nelson e o poderoso Shane Carwin. Após esta última vitória, no UFC 131, ele ganhou a chance de enfrentar Velásquez.

Cigano estreou no MMA no Demo Fight, em 16 de julho de 2006. Sua única derrota ocorreu em 2007, para Joaquim Ferreira. Com a vitória deste domingo, ele chegou a um cartel de 14 vitórias e uma derrota.

Comente aqui
11 nov09:16

Federação Catarinense divulga calendário do Estadual 2012

Jean Balbinotti | jean.balbinotti@diario.com.br

O Campeonato Catarinense de 2012 já tem data e hora marcada para começar: dia 22 de janeiro, às 17h. Em reunião do Conselho Técnico, realizada na sede da Federação Catarinense de Futebol (FCF), nesta quinta, em Balneário Camboriú, a fórmula apresentada pela Associação de Clubes foi aprovada por maioria absoluta, com 46 votos a favor e sete contra — apenas Metropolitano e Marcílio Dias discordaram parcialmente da proposta.

O sistema de disputa terá algumas mudanças na comparação com o Estadual deste ano. Em vez de jogos eliminatórios no encerramento de cada turno para definir o campeão, agora, o time que somar mais pontos na fase classificatória conquistará o título do turno. O processo se repete no returno e ambos os vencedores se classificam para a fase semifinal da competição.

Outros dois clubes se classificam pelo índice técnico na soma geral de pontos. Se a mesma equipe ganhar os dois turnos, os três melhores pelo índice técnico avançam às semifinais.

Nesta fase, os clubes jogarão partidas de ida e volta e a equipe que somar mais pontos passa para a decisão. Caso haja igualdade de pontos, prevalece o saldo de gols. Persistindo a igualdade, o campeão do turno se classifica.

Na decisão, os critérios são os mesmos, com a diferença de que havendo igualdade em pontos e saldo, o campeão se define em cobranças de pênaltis. Para o presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho, a fórmula vai permitir um acréscimo de qualidade técnica a todos os participantes.

— Acredito que acertamos em cheio na escolha. Foi a melhor fórmula que poderíamos apresentar e todos sairão ganhando — afirmou.

O presidente da Associação de Clubes de SC, João Nilson Zunino, destacou que a ideia era manter a espinha dorsal da fórmula usada no último campeonato e agregar algumas mudanças que pudessem trazer vantagens aos clubes.

— Tenho a impressão de que evoluimos bastante em relação aos anos anteriores. É uma fórmula fácil de ser entendida — ressaltou.

Sobre o pedido feito por Imbituba e o Concórdia, que foram rebaixados em 2011 e queriam aumentar de 10 para 12 participantes, a proposta será discutida com mais cuidado nas próximas reuniões da associação de clubes. Contudo, nenhuma mudança ocorrerá até 2014, pois o Estatuto do Torcedor não permite alteração antes de duas edições.

— Estamos abertos para discutir o tipo de campeonato que podemos fazer a partir de 2014. Me preocupo bastante com essa questão e temos que encontrar uma fórmula que privilegie a todos — afirmou Zunino.


Confira a tabela do 1º turno


1ª rodada

22/01 – domingo

17h Atlético Ibirama x Criciúma

17h Chapecoense x Avaí

17h Metropolitano x Brusque

17h Joinville x Segundo time Divisão Especial

17h Figueirense x Marcílio Dias


2ª rodada

25/01 – quarta-feira

20h30 Segundo time Divisão Especial x Metropolitano

20h30 Avaí x Criciúma

20h30 Atlético x Figueirense

20h30 Marcílio Dias x Joinville

20h30 Brusque x Chapecoense


3ª  rodada

29/01 – domingo

17h Avaí x Atlético

17h Criciúma x Brusque

17h Chapecoense x Segundo time Divisão Especial

17h Metropolitano x marcílio Dias

17h Joinville x Figueirense


4ª rodada

1/02 – quarta-feira

20h30 Figueirense x Metropolitano

20h30 Marcílio Dias x Chapecoense

20h30 Atlético x Joinville

20h30 Segundo time da Especial x Criciúma

20h30 Brusque x Avaí


5ª rodada

5/02

17h Avaí x Segundo time Divisão Especial

17h Criciúma x Marcílio Dias

17h Brusque x Atlético

17h Chapecoense x Figueirense

17h Metropolitano x Joinville


6ª rodada

8/02

20h30 Atlético x metropolitano

20h30 Joinville x Chapecoense

20h30 Figueirense x Criciúma

20h30 Marcílio Dias x Avaí

20h30 Segundo time Divisão Especial x Brusque


7ª rodada

12/02 – domingo

17h Brusque x Marcílio Dias

17h Avaí x Figueirense

17h Criciúma x Joinville

17h Chapecoense x Metropolitano

17h Segundo time Divisão Especial x Atlético


8ª rodada

18/02 – sábado

17h Atlético x Chapecoense

17h Metropolitano x Criciúma

17h Joinville x Avaí

17h Figueirense x Brusque

17h Marcílio Dias x Segundo time Divisão Especial


9ª rodada

26/02 – domingo

17h Marcílio Dias x Atlético

17h Segundo time Divisão Especial x Figueirense

17h Brusque x Joinville

17h Avaí x Metropolitano

17h Criciúma x Chapecoense


CLICESPORTES

Comente aqui
09 nov09:40

Catarinense 2012 pode ser disputado com 12 clubes

Segundo o presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim Pádua Peixoto Filho, os dois times rebaixados no campeonato do ano passado — Concórdia e Imbituba — são os que postulam a entrada de mais dois clubes na disputa. Assim, em vez de 10 participantes, o Catarinense teria 12 participantes, proposta que precisa ser acolhida em votação aberta na sua maioria. Hoje, cada clube tem direito a um determinado número de votos.

Com base nos resultados da última disputa — a campeã Chapecoense tem 10 votos; o vice Criciúma, nove, e assim por diante — os clubes votam e a proposta que tiver a maior soma é aceita. Para Delfim, o que deve prevalecer neste momento o bom senso.

— Não esperem de mim virada de mesa. As regras existem para ser respeitadas. Em 26 anos à frente da federação, nunca concordei com esse tipo de coisa nem vou concordar — afirmou.

Conforme o dirigente, o Imbituba e o Concórdia têm todo o direito de reivindicar, o que não significa que serão atendidos, pois o regulamento e o Estatuto do Torcedor não autorizam a manutenção de equipes rebaixadas na competição.

— Acho muito difícil que isso ocorra. Eles foram rebaixados e terão de disputar a Divisão Especial. Se aumentar o número de clubes, vamos ter de mudar a fórmula, redistribuir cotas de televisão, vai esculhambar tudo — disse.

O diretor jurídico da FCF, Rodrigo Capella, informou que se o Conselho Técnico aceitar a proposta, nem Imbituba nem Concórdia serão beneficiados. Neste caso, os quatro primeiros colocados da Divisão Especial é que conquistariam o direito às vagas. Até agora, apenas o Atlético, de Ibirama, campeão do turno da Divisão Especial, está confirmado. É uma situação diferente da que ocorreu com a Chapecoense, em 2010.

— Naquele ano, o Atlético foi rebaixado porque cometeu uma infração, deixou de disputar a Copa Santa Catarina e a Chapecoense foi beneficiada. Hoje não vejo qualquer possibilidade jurídica de os rebaixados continuarem.

O presidente da Associação do Clubes de SC, João Nilson Zunino, também acha pouco provável a mudança. De acordo com ele, as conversas mantidas com dirigentes de outros clubes não indicam trocas.

— Queremos valorizar a melhor disputa e, com 12 times, teríamos um retrocesso. Por isso, não acredito que isso ocorra — destacou.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
01 nov09:24

Criciúma é campeão da Olesc

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O município de Criciúma entrou no seleto grupo dos campeões da Olimpíada Estudantil Catarinense. O título se confirmou na tarde da segunda-feira, dia 31, um dia antes do término da competição disputada em Chapecó, após dois troféus no tênis-de-mesa masculino e feminino, com a paratleta Bruna Alexandre. Como o município ainda disputaria na segunda a final do futsal masculino não poderá mais ser alcançada pelos demais. Com isso a cidade do sul se junta ao seleto grupo que contava com Joinville (seis títulos), Jaraguá do Sul (dois títulos) e Blumenau (um título).



Mesatenista Bruna Alexandre.



Nem as duas derrotas nas semifinais do basquete masculino, por 65 a 62, e do futsal feminino, 5 a 4 para Chapecó, impediram a comemoração.

-Já somos campeões- confirmou o diretor técnico da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma, Márcio Marcos da Silva. Na segunda ele previa encerrar com mais de 90 pontos e, até o final da competição, deve passar dos 100.

O gerente técnico da Fundação de Esportes de Joinville, Carlos Israel, reconheceu a vitória de Criciúma, já que sua equipe deve ficar entre 82 e 86 pontos. Ele afirmou que algumas modalidades como futsal masculino e basquete feminino não chegaram nas finais, como era esperado.

-A disputas estava bem nivelada- disse.

A expectativa é de terminar em segundo. Nesta terça-feira Joinville faz a final do basquete masculino, contra Florianópolis. No futsal feminino, Chapecó enfrenta Caçador. No voleibol masculino quem decide é Florianópolis e Palhoça e, no handebol masculino, Caçador contra Itajaí.

O diretor técnico da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma, Márcio Marcos da Silva, disse que o título é fruto de um trabalho de base nas escolinhas do município, que tem quatro mil atletas de nove a 16 anos. Quem participa de competições da Fesporte ganha bolsa de estudo ou um salário mínimo com percentual de 100% para medalha de ouro, 75% para prata e 50% para bronze. O título dá moral para o município, que vai sediar os Jogos Abertos de Santa Catarina a partir do dia 10.


Festa de encerramento

A chama que foi acessa no dia 25 de outubro será apagada na festa de encerramento da Olesc 2011, nesta terça-feira. No ato, além das apresentações, será realizada a entrega da Bandeira da competição para a Fesporte.

A programação deve iniciar depois da final do voleibol masculino, por volta das 12h30 no Ginásio Ivo Silveira.


Comente aqui
28 out09:04

Resultados parciais Olesc 2011

Confira o quadro de medalhas, pontos e troféus da competição realizada em Chapecó. A 11ª Olimpíada Estudantil segue até o dia primeiro de novembro.



















Fonte: Fesporte

Comente aqui