catarinense

25 jun14:00

Catarinense atua como guia na busca pelo equilíbrio da mente com o corpo

Pablo Gomes | pablo.gomes@diario.com.br

Compreender um “não”, um fracasso, uma perda. Tudo isso é fundamental para uma vida saudável. Tão importante quanto se alimentar corretamente, praticar exercícios físicos e não fumar. A mente precisa estar em perfeita harmonia com o corpo. E tem gente que ensina como fazer isso.

Shirayam Solkin, 35 anos, é uma catarinense nascida em Lages, na Serra, e desde os 19 dedica-se a orientar pessoas sozinhas, casais e famílias inteiras de todo mundo a encontrar este equilíbrio. Atualmente vivendo em Miami, nos Estados Unidos, e membro da Organização Internacional Condor Blanco, sediada em uma reserva ecológica de condores no sul do Chile, ela ministra conferências e seminários nos quais estimula a autonomia no processo de pensar, sentir e atuar no dia a dia.

O público-alvo é formado por pessoas que buscam mais intimidade com o diálogo interno e com os pensamentos diários que levam ao êxito ou ao fracasso. Um redesenho na linguagem cotidiana, a substituição de palavras que causam estresse por sinônimos que geram paz, a consciência de miséria e abundância, a purificação e a positivação da mente, as relações com as pessoas, o próprio corpo e o dinheiro, o redesenho da identidade a partir da quebra de limites ou medos e a compreensão de quem somos e do que somos capazes. Tudo isso é abordado nos encontros.

Necessidades humanas

Shirayam explica que todo ser humano tem três necessidades: as básicas (casa, comida e dinheiro), as médias (família, lazer, estudo e turismo) e as elevadas (autoconhecimento). E durante todo o processo são trabalhados intensamente os sonhos e as metas dos participantes.

A Organização Internacional Condor Blanco atua com seis escolas de liderança, dentre as quais, a Free Mind (em inglês, Mente Livre), da qual a lageana Shirayam é produtora mundial. O programa é dividido em quatro módulos, que vão de seminários nas cidades onde os participantes moram a megaeventos anuais – neste ano será em agosto, em Fortaleza (CE) – e um acampamento de oito dias com pessoas de 11 países diferentes nas montanhas dos Andes.

O resultado de tudo isso, garante Shirayam, é o fato de muitas pessoas terem parado de fumar e tomar antidepressivos, recuperarem casamentos falidos, encontrarem o emprego ideal, emagrecerem, curarem a insônia e livrarem-se da síndrome do pânico.

– Ensinamos a, cada vez que se reclamar de algo, agradecer por três coisas na vida. Só sofre e é triste quem quer. O sofrimento é opcional – sentencia Shirayam.


Serviço

- Em Santa Catarina, os próximos encontros do Free Mind ocorrem de 17 a 19 de agosto, em Lages; e no mês de setembro, em data ainda a ser definida, em Chapecó;

- Informações pelo site www.freemindcb.com, pelo e-mail shirayamcb@aol.com ou pelos telefones (49) 3222-9092 e 9122-0076, com Silvia;

- Todo o dinheiro arrecadado nos programas é destinado a manter a Fundação Condor Blanco, uma reserva ecológica de 350 hectares localizada ao sul do Chile e onde estão 40% dos ninhos de condores da América Latina; a edição de livros, com 19 mil exemplares lançados nos últimos quatro anos em cinco diferentes idiomas; um projeto de permacultura (energias renováveis na montanha) e a banda Nyma Project, que transforma em música os ensinamentos da organização.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
22 jun14:45

Female perde invencibilidade em Criciúma

Jogando em Criciúma, na noite desta quinta-feira, dia 21, a Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora perdeu a invencibilidade no Catarinense Adulto de futsal feminino. As chapecoenses perderam de 4 a 1 para a Unesc. A partida foi disputada no ginásio do adversário.

Apesar do resultado adverso na abertura do returno, a situação de Chapecó na tábua de classificação não mudou. A equipe continua líder, com 10 pontos, Criciúma está em segundo com 9. Kindermann/Caçador (7), Barateiro/Brusque (6) e Vasto Verde/Blumenau (0) completam a lista.

Após a derrota, a Female concentrará suas forças no 1º Sul-Americano de Clubes Campeões, a ser disputado em Assunção (Paraguai), de 25 a 30 deste mês. A delegação parte de Chapecó no domingo, dia 24 de junho, às 8 horas.


Comente aqui
10 jun17:14

Female empata em 3 a 3 com o Kindermann

Mais uma vez, uma grande partida entre dois clubes com muitos títulos. Pelo Catarinense Adulto de futsal feminino, a Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora empatou em 3 a 3 com o Kindermann. O Clássico do Oeste foi na noite do sábado, dia 9, em Caçador, no Ginásio Paulo Schieffler.

A igualdade deixou Chapecó com 10 pontos ganhos e na liderança ao fim do turno. O rival ficou com 7, em segundo lugar. Criciúma e Brusuqe dividem a terceira posição, com 6. A lanterna, sem pontuar, é de Blumenau. Lembrando que, ao fim do returno, quatro equipes vão às semifinais.

Antes de começar a ronda de volta, a Female viajará para a fase final da Liga do Desporto Universitário. Assim como o Kindermann, estará em Goiânia de 11 a 16 de junho.


Virada e empate

A partida já começou em ritmo forte. Aproveitando falha na metade da quadra, Caçador saiu em contra-ataque, tendo duas jogadoras contra a goleira Giga, e abriu o placar com Gisa aos 28 segundos. As mandantes queriam mais. Roubando bola da defesa chapecoense, chegou ao segundo com Camilinha, aos seis minutos.

A Female não abaixou a cabeça, e foi se reencontrando aos poucos. Aos 12 minutos, Jéssika puxou contra-ataque e acionou Brenda na segunda trave para concluir. Empolgadas, as atuais hexa do Estado rondavam a área caçadorense. Até que, faltando 38 segundo para o intervalo, uma jogada pela direita e Valéria, dentro da área, tocou para as redes, igualando o jogo em dois.

No segundo tempo, duas equipes atacando bem e marcando com precisão, oferece um belo espetáculo ao público. Aos 13, a virada de Chapecó. Brenda recebeu na esquerda, na entrada da área, e deu um leve toque de cobertura na saída da goleira Van, marcando seu segundo na noite. Por sinal, Brenda sempre marca gols neste clássico.

Caçador utilizou Camilinha de goleira-linha. A tática deu resultado e, aos 17, Gisa finalizou, marcando seu segundo gol e igualando a contagem em 3 a 3. Ainda houveram algumas chances, mas o placar permaneceu nesta bela peleja de futsal.


Comente aqui
04 jun12:21

Female termina em primeiro do Grupo A no Catarinense Sub 20

Além de qualidade, um clube marcado pela superação. O futsal feminino da Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora terminou a primeira fase do Catarinense Sub 20 como líder do Grupo A. Com três vitórias e um tropeço da Unesc/Araranguá, a equipe chegou à ponta ao fim do returno em Chapecó. Os jogos foram realizados no Ginásio Plínio Arlindo de Nes na sexta-feira, dia 1º e no sábado, dia 2.

As chapecoenses estão qualificadas para a segunda fase como a segunda melhor campanha geral, superada apenas pelo Barateiro/Brusque, líder do Grupo B. Classificaram-se também a própria Unesc, o Kindermann/Caçador (vice-líder da chave B), ADAE/Itajaí e AD Jaraguá (por índice técnico).

Na próxima etapa, as equipes serão divididas em dois grupos de três, disputados em turno e returno, passando as duas melhores de cada ao quadrangular final. A montagem das chaves e datas serão confirmadas nos próximos dias pela Federação Catarinense.


Comente aqui
28 mai08:05

Arabutã, a Capital Catarinense da Cuca

O município de Arabutã já pode ser considerado como Capital Catarinense da Cuca, desde a votação em plenário, na Assembleia Legislativa, ocorrida na quarta-feira, dia 23, do projeto de lei (PL 36/12) apresentado pelo deputado Moacir Sopelsa (PMDB) em reconhecimento à tradição culinária daquela comunidade.

A matéria foi aprovada por unanimidade dos parlamentares presentes. Sopelsa, que presidiu a sessão, explica que o projeto visa estimular a produção local, pois o consumo de cuca artesanal sempre se fez presente na vida do povo de Arabutã, desde a sua colonização em 1927. O município tem colonização predominantemente de descendentes de imigrantes alemães e emancipou-se de Concórdia em 1991.

No dia 12 de dezembro de 2010 foi instituído o Dia da Cuca, conforme a Lei municipal nº 604, de 19 de outubro de 2010.

- Atualmente as cucas de Arabutã, com suas receitas aprimoradas e diversificadas, atendem os mais diversos gostos e são reconhecidas e procuradas por muitas cidades catarinenses até mesmo em outros estados, divulgando Arabutã – argumentou o deputado.


2 comentários
27 mai12:04

Catarinense Sub 17: Female vence em casa

O futsal feminino da Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora largou no Catarinense Sub 17 com três vitórias na primeira fase da competição. Jogando o Grupo A em casa, no Ginásio Plínio Arlindo de Nes, venceu todos os compromissos na sexta-feira, dia 25 e sábado, 26 de maio, ficando na liderança isolada ao fim do turno, com nove pontos.

As ‘ferinhas’ chapecoenses saíram com resultados positivos contra o Kindermann/Caçador, Balneário Camboriú e Forquilhinha. Marcaram 27 gols e sofreram sete. O estadual desta categoria conta com 11 equipes, divididas em três grupos. Como passam à segunda fase as duas melhores de cada chave mais duas melhores por índice técnico, somente um desastre tiraria a vaga de Chapecó.

Agora, o Sub 17 aguarda o returno em Caçador, inicialmente agendado para 8 e 9 de junho. Antes disso, a Female disputará o returno da primeira fase do Catarinense Sub 20 em casa, nos dias 1º e 2 de junho, contra a Unesc/Araranguá, ADAE/Itajaí e AD Jaraguá.


Comente aqui
25 mai18:14

Chapecó sedia turno da primeira fase do Catarinense Sub 17

O futsal feminino da Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora já está encarando seus desafios no Campeonato Catarinense Adulto e Sub 20. No Sub 15 e 13, a parceria com a Escola Lourdes Lago também está em ação. Agora, chegou a vez do clube multicampeão disputar o Sub 17 do estadual. Nesta sexta-feira, dia 25 e sábado, 26, Chapecó recebe o turno da primeira fase, no Grupo A.

Todas as partidas serão no Ginásio Plínio Arlindo de Nes. Além da Female, a chave é composta por Kindermann/Caçador, Forquilhinha e Balneário Camboriú. O returno será em Caçador, nos dias 8 e 9 de junho. Onze equipes estão disputando esta fase inicial, divididas em três grupos. As duas primeiras colocadas mais as duas melhores terceiras passam à segunda fase.


Treinador Sílvio Faccin conta com jovens que já encaram o adulto

A equipe é comandada por Sílvio Faccin, auxiliar do treinador Éder Popiolski na categoria adulta. Experiente, com títulos nacionais e estaduais na base, Sílvio aproveitou esta semana para fazer os últimos acertos táticos na equipe. A Female busca o tri na competição, vencendo as edições de 2007 e 2005.

Os destaques são a fixa Estela, a ala Débora e a pivô Susi – todas já atuando no elenco adulto do clube. A fixa Kemolin e a ala Amanda Rossato são duas outras que chamam a atenção, tendo atuado na equipe Sub 20 – que disputou o turno da primeira fase, em Jaraguá do Sul.

Em termos de desempenho no Catarinense, a Female vem tendo bom rendimento em todas as categorias. No adulto, é líder isolado. No Sub 20, tem a vice-liderança do Grupo A na fase inicial. No Sub 15, em parceria com o Lourdes Lago, está na ponta do Grupo E da segunda fase, não tendo sofrido gols no turno. E, com a mesma franquia, está classificado ao quadrangular final do Sub 13.


Programação de jogos do Catarinense Sub 17 em Chapecó


Grupo A – Turno – Ginásio Plínio Arlindo de Nes

25/05

Rodada 02

20:15 – Kindermann/Caçador x Balneário Camboriú

21:15 – Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora x Forquilhinha


26/05

Rodada 03

09:00 – Balneário Camboriú x Forquilhinha

10:00 – Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora x Kindermann/Caçador


Comente aqui
24 mai10:22

Associação Catarinense de Imprensa lamenta falecimento de Jorge Mattos

A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) comunica e lamenta profundamente o falecimento, em Chapecó, do radialista Jorge Roberto da Silva Mattos.

O comunicador faleceu por volta das 22 horas desta quarta-feira, dia 24 no Hospital Regional de Chapecó, vítima de falência múltipla de órgãos. O velório acontece na Capela “A” da Funerária Stürmer e será sepultado às 15 horas no Cemitério Jardim do Éden em Chapecó.

Jorginho foi homenageado pela Associação Catarinense de Imprensa em agosto de 2011.

Jorge Mattos faria 59 anos em agosto, era comunicador de grande responsabilidade social, teve forte atuação nos meios de comunicação de Chapecó. Graduado em educação física, foi radialista por 34 anos com passagens inesquecíveis pelas emissoras gaúchas, paranaenses e catarinenses.

Uma seqüela de Mielite Transversa afetou seus membros inferiores que o impediu de caminhar nos últimos anos.

Nos festejos dos 180 anos da imprensa barriga-verde, em 27 de agosto de 2011, o profissional Jorge Mattos recebeu homenagem especial da Associação Catarinense de Imprensa pelo conjunto dos serviços prestados a radiodifusão e à comunicação social brasileira.


Trajetória profissional de Jorge Mattos

Jorge nasceu no dia 28 de dezembro de 1953, em Sapucaia do Sul/RS, era casado com Vera Regina Brum Mattos e pai de quatro filhos: Fernando, Márcio, Jorge Junior e Mateus. Graduou-se em Educação Física, com licenciatura plena pela Faculdade Integrada Católica de Palmas/PR em 1986.

Em 1972 iniciou a carreira profissional de radialista na Rádio Sideral, na cidade gaúcha de Getúlio Vargas. Nos anos seguintes trabalhou nas rádios Erechim, Difusão e TV Erechim.

Em 1976 integrou a equipe pioneira que inaugurou a Radiodifusão Índio Condá, a Super Condá AM, onde atuou até 1981. Trabalhou em outros prefixos, mas retornou em 1986, onde permaneceu por vinte anos.

Jorge Mattos também exerceu a profissão na Rádio Educadora de Laranjeiras do Sul em duas oportunidades e, também, na Rádio Chopinzinho, da cidade paranaense do mesmo nome.

Com uma exemplar folha de serviços, Jorge Mattos dedicou ininterruptamente 34 de sua vida ao Rádio. Passou por todos os setores como profissional da área, desde operador de som até a gerência de emissoras, especializando-se em redação, programação artística e apresentação de programas de radiojornalismo e de entretenimento.

Desde 1979 era conhecido pela alcunha artística de “Jorginho do Sertão” em Laranjeiras do Sul, em razão da música “Jorginho do sertão, de Inezita Barroso.

Como repórter, Jorge Mattos desde o início fez cobertura jornalística do Poder Legislativo. Foi assim em Laranjeiras do sul, Chopinzinho e Erechim.

Em Chapecó, à convite do vereador presidente da Câmara Municipal, Márcio Ernani Sander, foi assessor de imprensa por cinco anos, passando pelas administrações de Márcio Sander, Antonio Varella do Nascimento e Amarildo de Bairros.

Uma sequela de uma mielite transversa afetou seus membros inferiores que o impede de caminhar, mas como ele sempre dizia: “ruim das pernas, mas não da cabeça”. Sua última atividade profissional foi a parceria com Sérgio Doutél na editoração do jornal “Nossa Gente”.


Comente aqui
23 mai09:02

Female Futsal goleia e tem 100% no Catarinense

Terceiro jogo, terceira vitória no Campeonato Catarinense Adulto de futsal feminino. Jogando em casa na noite desta terça-feira, dia 22, no Ginásio Plínio Arlindo de Nes, a Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora goleou ao Barateiro/Brusque por 9 a 1 e continuou 100% na competição.

As feras chapecoenses se isolaram na liderança com nove pontos ganhos. Com esta segunda goleada em três dias, chegaram a 22 gols marcados e três sofridos. O Kindermann/Caçador está em segundo, com seis e um jogo a menos. O terceiro lugar continua com Brusque, com três. A lanterna é de Unesc/Criciúma e Vasto Verde/Blumenau, com zero.

As meninas voltam a disputar o estadual somente no dia 9 de junho às 16 horas. A partida para fechar o turno será contra o Kindermann e o primeiro fora de casa.

Antes a Female terá um amistoso internacional. Em Santa Rita, a equipe enfrentará ao OV Futsal Feminino. A partida será na sexta-feira, dia 25, às 20h30 local (21h30 de Brasília).


Jéssika e Tampa fizeram três de novo

Antes da partida, uma surpresa. A ala Vanessa foi relacionada para o jogo. Ainda que lesionada no tornozelo direito (confirmada a ruptura total de dois ligamentos), apresentava condições de jogo. O técnico Éder Popiolski optou por colocá-la no banco, utilizando-a caso fosse necessário. Brusque tinha o desfalque de Diana, mas trazia sua surpresa também: contratou Gláucia, experiente paulista que fez carreira pelo Palmeiras e pela Sabesp, com vários títulos.

Logo após o apito inicial, a Female exerceu o seu costumeiro domínio das ações. Com pouco mais de um minuto, roubo de bola no ataque e Tampa concluiu na esquerda. Dois minutos depois, Jéssika carregou e mandou uma bomba no ângulo superior de Marielle. Um autêntico golaço! Com seis, lá estava Jéssika de novo, em arrancada que só parou com o gol.

O Barateiro criou chances com Amandinha, na trave, e Luísa, na área. A resposta foi outro gol de Jéssika, aos 11, driblando a arqueira visitante. Ela chegava aos três tentos, assim como contra o Vasto Verde/Blumenau.

Tampa também queria mais, fazendo outro aos 13. A honrada e boa equipe brusquense buscava reduzir. Giga salvou chance de Gláucia e, aos 15 minutos, Renata cometeu pênalti em Amandinha. Ela mesma foi para a cobrança e Giga defendeu no seu lado esquerdo, para delírio da torcida.

Tinha mais. Depois do pênalti, contra-ataque mortal que Bruninha mandou para as redes num “sem-pulo”. Intensa e criativa, a Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora fez mais um tento com Tampa, aos 16, tocando no meio das pernas de uma marcadora e batendo na saída de Marielle. E a camisa 5 chapecoense repetia os três gols de sábado.

Na etapa final, Jéssika colocou bola no travessão logo de início. Com cinco, Débora concluiu lance na área e ampliou a diferença. Brusque buscava reagir até que, aos nove, Gláucia bateu cruzado pela direita, e contou com a infelicidade de Débora, fazendo contra.

Mas, tudo bem. Era noite da Female. E uma das estrelas adentrou o palco. Sim, Vanessa foi para o jogo. Queria aproveitar as últimas horas antes da cirurgia que fará no tornozelo direito na quarta-feira – e que a afastará de três a cinco semanas. Inclusive, teve chance de gol, batendo pelo meio.

Havia espaço para mais um gol. E tento da capitã é sempre especial. Valéria completou manobra ofensiva, faltando pouco mais de um minuto, e comemorou esbanjando alegria.


Ficha técnica

Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora – 9

Giga (goleira); Valéria (capitã), Jéssika, Tampa e Renata. Entraram: Brenda, Débora, Bruninha, Mariana, Estela e Vanessa.

Técnico: Éder Popiolski


Barateiro/Brusque – 1

Marielle (goleira e capitã); Nega, Amanda, Luísa e Gláucia. Entraram: Japa, Amandinha, Iporã e Daniele.

Técnico: Esquerda


Gols: Tampa, 2′ 1t (1-0); Jéssika, 4′ 1t (2-0); Jéssika, 7′ 1t (3-0); Jéssika, 12′, 1t (4-0); Tampa, 14′ 1t (5-0); Bruninha, 16′ 1t (6-0); Tampa, 17′ 1t (7-0); Débora, 6′, 2t (8-0); Débora (contra), 10′ 2t (8-1); Valéria, 19′ 2t (9-1)


Cartões amarelos: Bruninha (Chapecó) e Nega (Brusque)

Local: Ginásio Plínio Arlindo de Nes – Chapecó/SC

Árbitros: Cláudia Morozo e Laércio Minusculi



Comente aqui
21 mai17:01

17º Festival Catarinense de Teatro em Concórdia

O prefeito João Girardi recebeu na manhã desta segunda-feira integrantes da diretoria da Federação Catarinense de Teatro (Fecate) e superintendência da Fundação Municipal da Cultura para tratar sobre a organização do 17º Festival Catarinense de Teatro. O maior evento de teatro de Santa Catarina será realizado em Concórdia no mês de novembro.

- Estamos orgulhosos em ter este evento na nossa cidade, pois Concórdia ficará no centro das atenções em todo o estado e no mundo da arte – destacou o prefeito. Para Girardi, são eventos como este que credenciam o município a continuar a busca por outros deste porte ou ainda maior.

Segundo a superintendente da Fundação, Sandra Mara Roman, devem participar em torno de 30 grupos de teatro do Estado, filiados à Fecate. – A população viverá momentos inesquecíveis e Concórdia se transformará em um grande cenário, já que teremos artistas hospedados em todos os hotéis e transitando pelos restaurantes e comércio da cidade – disse.

Para o presidente da Fecate, Willian Sieverdt, importante também é que a arte estará disponível para toda a população. – Os espetáculos serão gratuitos e estarão sendo apresentados em vários locais, dando a oportunidade para todos assistirem – disse.

O Festival Catarinense de Teatro é financiado pelo Funcultural com o apoio da Prefeitura Municipal.


Tecendo o Riso

A abertura do II Festival de Teatro tecendo o Riso, que é nesta quarta-feira, dia 23, às 20h, contará com a presença de membros da diretoria da Fecate.

- Vamos prestigiar o evento promovido pelo poder público municipal e conhecer um pouco do trabalho que é desenvolvido aqui – disse o diretor de comunicação da Fecate, Qiah Salla.

>> Confira a programação na AGENDA


Comente aqui