catarinense

28 mar11:34

Chapecoense x Joinville

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Indignação. Esse foi o sentimento na Chapecoense com a suspensão preventiva do zagueiro Souza, determinada pelo Tribunal de Justiça Desportiva, em virtude do lance em que o atacante Heber fraturou a tíbia e a fíbula. Com isso o jogador não enfrenta o Joinville, hoje, às 19h30, no Índio Condá. A Chapecoense tenta um efeito suspensivo para ele possa jogar. Souza, que na segunda-feira deu entrevista alegando que o lance foi uma fatalidade, ontem à tarde não quis falar.

A direção do clube emitiu uma nota reclamando da forma como vem sendo tratado o caso. –Foi a pressão da imprensa que puniu o Souza – disse o vice-presidente de futebol, João Carlos Maringá.

O presidente Sandro Pallaoro disse que dirigentes do Figueirense já anunciavam após o jogo que o zagueiro seria punido, enquanto o árbitro nem falta havia marcado. Além disso os diretores deram uma coletiva reclamando das constantes falhas de arbitragem. –Estamos sendo roubados- bateu com mão na mesa Sandro Pallaoro. Ele questionou o pênalti de Wanderson contra o Figueirense e sua expulsão na sequência. –Já deram seis pênaltis contra nós e nenhuma a favor- contou.

Ele lembrou também de um gol de mão do Atlético em Ibirama e um pênalti não marcado contra o Metropolitano. –O goleiro deu uma voadora no Gustavo e o árbitro não marcou nada- explicou. O diretor de futebol Mauro Stumpf reclamou que a arbitragem deu 18 cartões amarelos para a Chapecoense nos 20 minutos iniciais. Pallaoro questionou também os sorteios da arbitragem, afirmando que José Acácio da Rocha disse que iria apitar o jogo no domingo, na quarta-feira, um dia antes do sorteio. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol, Cadu Gaúcho.

O técnico Itamar Schulle também mostrou indignação. –Se quiserem a gente já começa com 10- lamentou, lembrando da expulsão de Wanderson contra o Figueirense. –Espero que as coisas sejam decididas dentro de campo- completou. A partida contra o Joinville é considera uma decisão. –Uma vitória é fundamental- disse o zagueiro Fabiano. A Chapecoense conta com a volta do zagueiro Dema e também pode ter a estreia do lateral Rafael Mineiro, contratado junto ao Juventude.

MINUTO A MINUTO

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano, Dema, Leonardo; Eliomar, Diego Telles, Diogo Roque, Athos, Neném; Esquerdinha e João Paulo.

Técnico: Itamar Schulle


JOINVILLE

Ivan; Eduardo, Ênio, Pedro Paulo, Gilton; Natan, Glaydson, Ricardinho, João Henrique; Bruno Rangel e Lima.

Técnico: Argel Fucks


Arbitragem: Ronan Marques da Rosa apita o jogo auxiliado por Josué Gilberto Lamim e Eder Alexandre.

Horário: 19h30

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

Comente aqui
26 mar11:14

Instituto Federal Catarinense Concórdia tem vagas abertas para professores de Artes e Informática

Estão abertos no IF Catarinense – Campus Concórdia os processos seletivos simplificados para contratação de professor substituto de Artes e temporário de Informática. As inscrições serão recebidas até o dia 3 de abril, no setor de Recursos Humanos do campus, mediante pagamento de taxa de R$ 20.

Para professor de Artes, a vaga é para 20 horas semanais. Os requisitos são: ter Licenciatura em Educação Artística, Artes Plásticas, Artes Visuais ou afins, e disponibilidade de trabalhar à noite com grupos de dança, teatro, ou oficinas de artes.

Para professor de Informática, pede-se Graduação em Informática, ou Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação ou áreas afins à informática.

A remuneração varia conforme a vaga, carga horária e titulação. O edital completo do processo seletivo está disponível para download no site www.ifc-concordia.edu.br.


Comente aqui
24 mar16:00

Figueirense x Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Para enfrentar o melhor ataque da competição neste domingo, fora de casa, a Chapecoense conta com a melhor defesa, ao lado do Avaí, com 14 gols sofridos. Mesmo com os desfalques de Fabiano, suspenso, e Dema, poupado, o time do Oeste conta com o “xerifão” Souza.

O jogador de 30 anos é o capitão do time devido à sua liderança no grupo. Ele apoiou o atacante João Paulo quando perdeu um gol. Também tem sido seguro na defesa. E não é só isso. O jogador é o vice-artilheiro do time na temporada, com quatro gols.

Na quarta-feira, ele foi decisivo na classificação da Chapecoense para a segunda fase da Copa do Brasil, ao marcar dois gols na vitória por 3 a 1 diante do São Mateus. Ele também havia marcado um na vitória por 2 a 1 diante do Marcílio Dias, em Itajaí. E outro no empate por 2 a 2 contra o Atlético, em Ibirama.

Souza disse que nunca tinha marcado tantos gols. –A bola tem se preparado para mim- brincou o zagueiro. Ele também atribui a boa fase do setor defensivo ao empenho de todo o time na marcação, desde o ataque e o meio. –O Neném tem sido espetacular taticamente- revelou.

Natural de Alagoas, Souza foi vice-campeão Catarinense em 2003 e, em 2010, ajudou o Figueirense a conquistar a vaga para a Série “C” do Campeonato Brasileiro. –Naquele ano tivemos a melhor defesa do campeonato- lembrou.

Souza disse que o segredo para ir bem em Florianópolis é respeitar o time do Figueirense, por ser um time de Série “A”. Aliás, a Chapecoense é o único time que derrotou o alvinegro no campeonato, aplicando 3 a 1 no primeiro turno, no Índio Condá.

O time do Oeste deve ter uma novidade para o confronto. O meia Athos, que estava no Juventude, deve fazer sua estreia. –Estou à disposição- afirmou o jogador, que foi campeão catarinense em 2005, pelo Criciúma. O técnico Itamar Schulle reconhece que o adversário é difícil mas pretende manter a boa marcação da equipe e buscar a vitória. Para isso conta com a boa fase de Souza.


Duelo com gostinho de revanche

Apesar de o técnico Branco descartar o clima de revanche na partida deste domingo, contra a Chapecoense, às 18h30, no Orlando Scarpelli, para o torcedor, o duelo tem, sim, um jeito de revanche. Foi para a equipe do Oeste, na quinta rodada, que a equipe de Branco perdeu a invencibilidade e quase ficou fora da disputa pelo título. A partir daquele jogo, tudo mudou. O time engatou quatro vitórias seguidas e sagrou-se campeão do turno.

- A Chapecoense é uma equipe forte, sempre foi. Está passando por uma boa fase, vem com moral por causa da classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, então, não podemos relaxar. Não existe revanche pela partida do turno, só precisamos nos concentrar -afirmou o treinador, que pode poupar o atacante Aloisio neste confronto.

No time do Oeste, o técnico Itamar Schulle aposta na melhor defesa do campeonato, ao lado do Avaí, com 14 gols sofridos, para segurar o melhor ataque, o do Figueirense, que já fez 41 gols. Mesmo com os desfalques dos zagueiros Fabiano, suspenso, e Dema, poupado, o time do Oeste conta com o “xerifão” Souza, que ajudou a Chapecoense a conquistar a vaga para a Série C do Brasileiro, em 2010.



MINUTO A MINUTO



FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE

Wilson; Pablo, Canuto, João Paulo Goiano, Guilherme Santos; Túlio, Doriva, Botti, Roni; Aloisio e Julio Cesar.

Técnico: Branco


CHAPECOENSE

Nivaldo; Diogo Roque, Leonardo, Souza, Esquerdinha; Diego Teles, Wanderson, Eliomar, Neném; Leandrinho e João Paulo.

Técnico: Itamar Schulle


Arbitragem: José Acácio da Rocha, auxiliado por Rosnei Hoffmann Scherer e Eder Alexandre

Horário: 18h30

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Comente aqui
22 mar18:34

Chapecoense está mais confiante

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Depois de garantir a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil na quarta-feira, ao vencer em casa o São Mateus por 3 a 1, a Chapecoense busca agora somar pontos no Campeonato Catarinense.


Juliano Zanotelli / Agência RBS


Pensando nisso a Diretoria está em busca de reforços para a equipe. Na tarde desta quinta-feira o meia Athos, 31 anos, foi apresentado. Ele já atuou no Criciúma e estava no Juventude, que o emprestou até o final do Catarinense. O atleta vem para suprir uma carência no setor de criação da Chapecoense. Athos disse estar feliz no time. – Pra mim é uma honra fazer parte da atual campeã do estado e torço para que seja novamente – disse. Ele será uma opção para Itamar Schulle no domingo.

O diretor de futebol, Cadu Gaúcho, disse que o time está em busca ainda de um lateral. – O prazo de inscrição encerra nesta sexta-feira, mas não temos nada definido ainda – disse.

A Diretoria procurava também um atacante, mas Eber, que teve problemas cardíacos, está recuperado da cirurgia e, segundo o médico da equipe, Carlos Mendonça, está liberado. – Nesta semana ele pode treinar com a equipe – disse o médico.

Copa do Brasil x Estadual

O próximo compromisso do Verdão na Copa do Brasil, será daqui a 20 dias, no dia 11 de abril. A Chapecoense recebe o Cruzeiro, às 21h50 na Arena Condá. Antes a equipe tem quatro partidas contra adversários diretos no Campeonato Catarinense.

- O pensamento está no Estadual. Temos que ficar entre os quatro primeiros – disse o diretor de futebol.

Cadu disse ainda que as viagens de ônibus, em virtude da interdição do aeroporto de Chapecó, não devem trazer problemas. – Vamos viajar dois dias antes da partida, assim os jogadores podem descansar, treinar e jogar bem – disse.

Comente aqui
22 mar12:30

Chapecoense treina às 15h na Arena Condá

Depois da manhã de folga os jogadores do Verdão, que garantiram a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, treinam durante a tarde. Os trabalhos estão marcados para às 15h na Arena Condá.

Itamar Schulle prepara a equipe para o jogo de domingo, dia 25, contra o Figueirense pelo Campeonato Catarinense.

Athos, que será apresentado nesta tarde, pode ser mais uma opção para o técnico.

A equipe viaja na tarde desta sexta-feira de ônibus para Florianópolis.

Comente aqui
19 mar15:53

Figueirense x Chapecoense será no domingo dia 25

O próximo compromisso da Chapecoense no Campeonato Catarinense é no domingo, dia 25. O Verdão enfrenta o Figueirense, às 18h30 no Orlando Scarpelli.

A alteração do horário foi confirmada na tarde desta segunda-feira no site da Federação Catarinense de Futebol.

Comente aqui
19 mar09:57

Verdão reencontra a vitória

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Na estreia do técnico Itamar Schulle a Chapecoense quebrou uma sequência de oito jogos sem vitória, sendo sete pelo Campeonato Catarinense, ao vencer o Marcílio Dias por 2 a 0, no Índio Condá. O time do Oeste não apresentou um futebol inspirador, mas transpirou o suficiente retomar o caminho das vitórias e a terceira colocação na classificação geral do Catarinense, com 24 pontos .

Parecia que o time estava jogando com mais vontade de que nos tempos de Gilberto Pereira. Mas foi numa jogada que era treinada pelo ex-comandante, em cobrança de falta de Neném, que João Paulo abriu o marcador, aos oito minutos. João Paulo que havia sido barrado pelo ex-técnico nos últimos jogos, voltou a ganhar confiança com o novo treinador.

>> Chapecoense venceu o Marinheiro em casa

Itamar Schulle gesticulou menos que seu antecessor. Várias vezes levava a mão ao queixo, como se analisasse o time. Algumas vezes gritava pedindo marcação. Schulle ficou preocupado quando seu time ficou com um a menos, aos 31 minutos, com a expulsão de William. Aí ele tirou o atacante Jean Carlos e colocou Leandrinho no meio.

A Chapecoense conseguiu manter a vantagem, principalmente pela atuação vibrante de um jogador que voltou após quase sete meses sem disputar uma partida oficial. O “gigante” Dema mostrou a mesma vibração nos desarmes e fez a torcida gritar seu nome. –Esse é o Dema- foi ao delírio um torcedor, quando o zagueiro tirou duas bolas seguidas.

O Marcílio Dias tentou uma pressão até a expulsão de Anelka, no início do segundo tempo. Com 10 jogadores cada lado, Eliomar ampliou a vantagem para 2 a 0. Depois disso houve mais duas expulsões, Fabiano, da Chapecoense, e Thomaz e Cadu Mineiro, do Marcílio Dias.

A situação do Marinheiro, na zona de rebaixamento, é cada vez mais complicada. –Vamos tentar vencer os confrontos diretor- disse o técnico José Galli Neto, afirmando que a equipe está descompassada.

Na Chapecoense, Dema comemorou o bom retorno, com o reconhecimento da torcida.

-A torcida sempre me apoiou e eu procuro retribuir com vitórias- disse. O técnico Itamar Schulle destacou a luta e empenho do time e que o mais importante foi quebrar a série de oito jogos sem vitória. Assim ele recebeu o agradecimento da arquibancada: -Valeu Itamar- gritaram os torcedores.

O próximo compromisso da Chapecoense é na quarta-feira, contra o São Mateus, em casa, pela Copa do Brasil.

1 comentário
19 mar09:37

Chapecoense folga de manhã e treina à tarde

Os jogadores da Chapecoense que venceram o Marcílio Dias por 2 a 0, no Campeonato Catarinense, neste domingo na Arena Condá em Chapecó tem folga na manhã desta segunda-feira.

A reapresentação da equipe está marcada para às 15h na Arena Condá.

O time comandado por Itamar Schulle se prepara para o jogo de volta com o São Mateus pela Copa do Brasil. A partida está marcada para às 20h30 desta quarta-feira na Arena.

Comente aqui
17 mar15:52

Chapecoense X Marcílio Dias na Arena Condá

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense conta com estreia o técnico Itamar Schulle neste domingo, contra o Marcílio Dias, para acabar com o jejum de sete jogos sem vitória no Campeonato Catarinense. O jogo inicia às 18 horas, no Índio Condá, que teve a ala Oeste interditada pelo Ministério Público.

O novo comandante teve apenas dois treinamentos para definir a equipe. Por isso não deve fazer muitas alterações em relação ao time que vinha jogando. Ele não poderá contar com o zagueiro Leonardo e o volante Diego Teles, que estão suspensos. Em compensação voltam o zagueiro Souza e o volante Diogo Roque, que não atuaram contra o Camboriú.

A grande mudança deverá ser na atitude do time. Schulle disse que conversou com os jogadores com o objetivo de resgatar a confiança deles e remotivar o grupo. O treinador disse que não pode faltar empenho no jogo de domingo. –A Chapecoense não pode fugir de sua característica de ser uma equipe aguerrida- destacou o treinador.

Ele quer resgatar a força do time no Índio Condá. –Sempre quando estive aqui tínhamos uma dificuldade a mais que era a pressão da torcida- lembrou. Agora ele quer ter esse apoio a seu favor.

Schulle afirmou que mesmo o Marcílio Dias estando numa situação difícil na tabela, a Chapecoense não pode diminuir a atenção, para não tropeçar novamente em casa, contra Metropolitano e Brusque.

Ele encara a partida como a primeira de uma série de seis decisões. A Chapecoense está em terceiro na classificação geral, com 21 pontos, mas pode sair do grupo dos quatro melhores em caso de derrota.


MINUTO A MINUTO


FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE

Nivaldo; Fabiano, Souza, Dema; Eliomar, Willian, Wanderson, Neném, Esquerdinha; Jean Carlos e João Paulo.

Técnico: Itamar Schulle



MARCÍLIO DIAS

Segalla; Willian, André Luiz, Anelka, Leandro Melo, Nelson Sergipano, Amaral, Valdir, Thomaz e Rafael Moretto.

Técnico: José Galli Neto.



Horário: 18 horas

Arbitragem: Clodoaldo Jusviack, auxiliado por Eberval Lodetti e Neusa Inês Back

Local: Estádio Índio Condá, em Chapecó.

Ingressos: R$ 15 (estudante) e R$ 30 (Geral). Sociais e Cadeiras estão interditadas.





Comente aqui
15 mar16:13

Definida arbitragem de Chapecoense x Marcílio Dias

A Federação Catarinense de Futebol divulgou o trio de arbitragem para Chapecoense X Marcílio Dias.

Clodoaldo Jusviack será auxiliado de Eberval Lodetti e Neuza Ines Back.

A partida está marcada para às 18h, domingo, dia 18 de março, na Arena Condá. Esse será o jogo de estreia do técnico Itamar Schulle no comando do time no Campeonato Catarinense.


Comente aqui