Chapecó

16 nov14:38

Banda de Chapecó lança primeiro videoclipe

A banda chapecoense “Santograau” lança no dia 19 de novembro o primeiro videoclipe da carreira. A música escolhida foi “Se você chorar”. O clipe poderá ser conferido no site da banda.

De acordo com o guitarrista, Fernando Baldissera, o vídeo marca uma nova fase.

- Queremos apresentar o hit já conhecido no sul, para todo Brasil – disse Fernando. O guitarrista disse ainda que essa será uma prévia do novo disco da banda em 2013.

As imagens foram captadas no show da festa STO Prive realizada em Chapecó. O roteiro e produção são de Juliano Cortuah e equipe.

Santograau é formada por Ricardo Avlis (vocalista), Cleber Souza (guitarra e vocal), Fernando Baldissera (violão e guitarra), Edinho Vidal (baixo) e Allan Vieira (bateria).


Comente aqui
16 nov11:30

Blog Atlântida Chapecó: Rihanna e Chris Brown juntos?

Rihanna perdoou o ex-namorado. Os dois já lançaram uma dueto e ele participa do novo disco da cantora, “Unapologetic”, que será lançado ainda em novembro. Há rumores de que eles estariam vivendo um romance novamente.

Mais informações sobre o mundo da música no Blog da Atlântida Chapecó.




Comente aqui
15 nov17:15

Empresas de câmaras frigoríficas ampliam investimentos no Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A crise do milho não afetou o mercado de câmaras frigoríficas para caminhões, que está com grande demanda e levando empresas a novos investimentos e contratação de mão de obra. Somente duas empresas sediadas em Chapecó, a Randon Branctech e a Niju, estão investindo R$ 13 milhões e abriram recentemente 75 vagas para contratação. Isso é um termômetro do setor pois esse tipo de câmara é utilizada para transportar a produção das agroindústiras.

A Randon iniciou nesta semana o segundo turno e para isso contratou 45 funcionários. A partir do dia 19 de novembro, a meta é ampliar em 50% a produção na unidade de Chapecó, passando de duas câmaras frigoríficas por dia para três.

-Queremos antecipar nosso prazo de entrega pois temos encomendas até maio de 2013- afirmou o gerente, Geison Werner. Ele informou que a empresa está investindo R$ 6 milhões em ampliações. A Randon, que tem matriz em Caxias do Sul-RS, adquiriu em novembro do ano passado a Folle Indústria de Implementos Rodoviários Ltda. Na época, a indústria tinha 48 funcionários e a produção era de 0,6 unidade por dia. Agora tem 110 funcionários e fabrica duas unidades por dia.

-Essa aquisição foi um gol senão não teríamos como atender a demanda- afirmou Werner. Ele afirmou que, apesar de alguns problemas enfrentados pelas agroindústrias, os investimentos no setor de frigoríficos continuam.

No próximo ano a Randon deve investir mais R$ 12 milhões na unidade de Chapecó e abrir outras 40 vagas. A atual produção de três câmaras frigoríficas por dia em Caxias do Sul, será transferida para Santa Catarina.

Werner disse que a Randon detém 53% do mercado nacional de câmaras frigoríficas para caminhões. A produção da unidade de Chapecó fica 70% em Santa Catarina. Já a produção da unidade gaúcha tende outros mercados, principalmente São Paulo.

A Niju também está com 30 vagas abertas e investiu R$ 7 milhões em ampliações. De acordo com o presidente da empresa, Sextílio Hans, houve um incremento de 30% na produção no segundo semestre. –Há uma recuperação do mercado que foi ruim no início do ano- explicou.

A empresa está fabricando 65 unidades por mês. E suspendeu as exportações para atender o mercado interno. Os pedidos vão até março de 2013. A meta da Niju é aumentar mais 10 a 15% até o final do ano, chegando a 75 unidades/mês. –Nosso limitante é a falta de mão de obra- explicou Hans.


Comente aqui
15 nov15:12

Dois homicídios em menos de sete horas em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Em menos de sete horas dois homicídios foram registrados em Chapecó, entre a noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira.

Por volta das 22 horas de quarta-feira, Claiton Ivair Veiga, 19 anos, morreu com três tiros na cabeça. O crime ocorreu na linha São Rafael, interior de Chapecó. Um morador da localidade ligou para a Polícia Militar dizendo que havia ouvido disparos de arma de fogo. Chegando no local, os policiais encontraram indícios de que alguém teria entrado no mato. Eles andaram cerca de 100 metros mata adentro e localizaram o corpo de Claiton.

O segundo homicídio ocorreu por volta das cinco horas da manhã desta quinta-feira na frente de um bar na Avenida Fernando Machado, no Bairro Bela Vista, em Chapecó. André Luiz Machado, 30 anos, foi atingido com um disparo de arma fogo, também na cabeça. Ele foi socorrido pelo Samu e morreu a caminho do Hospital Regional de Chapecó.

Até o começo da tarde ninguém havia sido preso pela Polícia Civil, que investiga os casos. A Polícia acredita que não há relação entre os dois homicídios.



Comente aqui
15 nov10:48

SDR de Chapecó vai centralizar serviços

A Secretaria de Desenvolvimento Regional de Chapecó vai centralizar o atendimento do Sine, Iprev, SC Saúde e Fatma no prédio do antigo Fórum, ao lado da SDR e próximo à Praça Coronel Bertaso, no centro da cidade. A iniciativa é para reduzir gastos em aluguéis. De acordo com a SDR a economia anual será superior a R$ 170 mil.

Os trabalhos de reforma da estrutura, como readequação do sistema elétrico, hidráulico e implantação de redes para informática iniciaram na sexta-feira, dia 9. A previsão que tudo esteja pronto para receber os órgãos estaduais até o dia 20 de dezembro.

De acordo com o secretário da SDR Chapecó, Eldimar Jagnow, a iniciativa atende a expectativa do governo em reduzir gastos e atender melhor a população.


Comente aqui
15 nov09:34

SC terá quatro novas malhas ferroviárias

Alessandra Ogeda | alessandra.ogeda@diario.com.br

O governo federal confirmou que Santa Catarina terá quatro novas ferrovias percorrendo o Estado por meio do Programa de Concessões de Ferrovias e Rodovias. Duas delas confirmadas para passar por Mafra, com projetos que haviam sido divulgados em agosto. Outras duas, que vão partir ou passar por Chapecó, estão em fase de estudo pela Valec, empresa pública vinculada ao Ministério do Transporte.

A ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, esclareceu nesta quarta-feira, através de nota, que as duas novas malhas ferroviárias do programa previstas para passar por Mafra estão confirmadas. E informou a novidade sobre a decisão de ser feita a Ferrovia do Frango.

Por telefone, o presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, confirmou que está em fase de estudo, pela Valec, a execução da Ferrovia do Frango e uma nova malha ferroviária Norte-Sul através do Oeste — informação divulgada pelo DC em reportagem no último dia 7. Esta última obra sairia de Panorama (SP), passaria por Cascavel (PR), Chapecó, Erechim (RS) e finalizaria no porto de Rio Grande (RS).

— Todos estes projetos são de bitola larga. Prevemos ferrovias modernas, diferente das que existem hoje em Santa Catarina — explicou Figueiredo.

De acordo com o presidente da EPL, já existe uma decisão do governo de que os dois projetos que incluem Chapecó serão feitos. A dúvida está sobre o traçado para a Ferrovia do Frango.

— Teremos uma ferrovia ligando Chapecó aos portos de São Francisco do Sul e Itajaí. O que estamos discutindo é se esta ligação será feita pelo Vale do Itajaí ou por Mafra. A ideia preliminar é a segunda opção, porque utilizaríamos a ferrovia atual entre Mafra e São Francisco, mas modernizando-a — contou.

Segundo Figueiredo, a escolha sobre um trajeto ou outro será determinada pelo estudo técnico que será contratado pela Valec em dezembro. O assunto será debatido com o governo catarinense. As duas ferrovias previstas para passar por Chapecó seriam feitas através do novo modelo de concessão lançado pelo governo, por intermédio da iniciativa privada, nos mesmos moldes dos dois novos projetos previstos para Mafra.

— O presidente da EPL me confirmou esta boa notícia. Esta será a quinta malha ferroviária em Santa Catarina, que passará a ser um dos estados brasileiros com melhor infraestrutura instalada de transporte de carga por trilhos — declarou, através de nota da assessoria de imprensa, Ideli Salvatti, ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República.

O deputado Pedro Uczai esteve, nesta quarta-feira, em uma reunião com Paulo Sérgio Passos, ministro dos Transportes, para tratar sobre o tema. De acordo com o deputado, a audiência foi positiva, porque deu a segurança de que os projetos previstos pelo governo vão atender aos estados com ramais pelo litoral e pelo interior.


Novas ferrovias em SC

Já incluídas no Programa de Concessões de Ferrovias e Rodovias:

— Saindo de São Paulo, passando por Ponta Grossa (PR), Mafra, Porto Alegre (RS) e chegando no Rio Grande (RS);

— Saindo de Maracaju (MS), passando por Cascavel (PR) e chegando até Mafra.

Que serão incluídas no programa de concessões após finalizados os estudos de viabilidade pela Valec:

— Chapecó até os portos de São Francisco do Sul e Itajaí — neste caso, o traçado ainda será definido pelo estudo, podendo passar pelo Vale do Itajaí ou por Mafra;

— Panorama (SP), Cascavel (PR), Chapecó, Erechim (RS) e chegando a Rio Grande (RS).


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
15 nov09:29

Gilmar Dal Pozzo quer seguir no Verdão

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Com a conquista do acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro Gilmar Dal Pozzo entrou para a galeria dos treinadores vencedores da Chapecoense, onde recentemente figuraram Agenor Piccinin (campeão Catarinense de 2007) e Mauro Ovelha (campeão de 2011 e comandante do acesso da Série D para a Série C em 2009).

Natural de Quilombo-SC, onde morou até os dois anos antes de ir para o Rio Grande do Sul, Dal Pozzo tem estilo similar ao de Tite, técnico do Corinthians, com quem Dal Pozzo foi campeão Gaúcho de 2000. Na época, ele era goleiro. Atuou também como goleiro do Avaí. Entre 2004 e 2005.

Em 2008, iniciou a carreira de treinador, no Veranópolis. No mesmo ano venceu a Copa RS pelo Pelotas. Foi contratado pela Chapecoense na metade do returno da Série C, quando o time, então treinado por Itamar Schulle, perdeu para o Vila Nova e deixou a zona de classificação.

Dal Pozzo estreou com vitória por 4 a 0 contra seu ex-time, o Caxias. E seguiu vencendo em casa, com cinco vitórias em cinco jogos, todas por goleada. Só o desempenho fora que ainda não está bom, com três derrotas e um empate em quatro jogos. Mesmo assim garantiu a tão sonhada vaga na Série B.

Para o treinador a conquista é reflexo da qualidade do grupo, que adotou uma postura diferente após sua chegada. Ele mudou o posicionamento, reforçou a marcação e incutiu vibração num time que parecia desanimado.

O resultado é que atualmente o treinador já foi convidado para continuar no clube pela atual diretoria, embora ainda ocorra uma eleição no dia 28 de novembro. Para coroar o sucesso, resta agora buscar o título da Série C, o que representaria incluir a Chapecoense entre os times catarinenses com títulos nacionais.


Entrevista com Gilmar Dal Pozzo

Diário Catarinense: Você sendo natural de Quilombo, aqui do Oeste Catarinense, como é conquistar o acesso por um clube da região?

Dal Pozzo: Para mim é a sensação do dever cumprido. A minha família me ligou depois da conquista. Eles estavam muito felizes pois moraram muito tempo na região. Eu saí com dois anos daqui. Comemoramos muito. Mas agora já é hora de trabalhar. Sou irrequieto. Tenho obsessão por conquistas.

DC: Como você vai encarar o Oeste, que é um adversário que a Chapecoense já enfrentou duas vezes, com uma vitória e uma derrota?

Dal Pozzo: As duas equipes já se conhecem e dificilmente terão grandes mudanças. O Oeste tem um sistema diferente de jogar, que é um 3-6-1, que às vezes se transforma num 3-5-2. Tivemos muitas dificuldades contra eles. O que vai fazer a diferença é o foco, o nível de concentração e o nível de eficiência.

DC: A tentativa é novamente de abrir uma boa vantagem no primeiro jogo para administrar nos segundo, como fez com o Luverdense?

Dal Pozzo: A ideia sempre é apresentar um bom futebol. O importante é não tomar gol em casa nos 90 minutos. Uma a zero para nós já é goleada.

DC: Você pretende continuar no clube em 2013.

Dal Pozzo: Tenho uma vontade de continuar e a diretoria também. Mas essa eleição da diretoria não veio numa boa hora. Alguma coisa a gente está conversando. Mas isso não pode atrapalhar a nossa preparação para a semifinal. Não podemos tirar o foco.



Comente aqui
14 nov17:08

Duas máquinas caça-níqueis são apreendidas em Chapecó após denúncia de furto

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

De acordo com a Polícia Militar de Chapecó duas máquinas caça-níqueis foram apreendidas na manhã desta quarta-feira, após uma denúncia de furto. Uma pessoa ligou para a PM dizendo que teria visto três homens armados saindo do local.

Ao chegar no estabelecimento, localizado na Rua Guaranis, no Bairro Esplanada, os policiais encontraram a porta aberta e realizaram buscas no local. Questionada sobre o furto a proprietária, de 27 anos, disse que nada havia sido roubado.

Verificando um cômodo reservado do local, os policiais encontraram as máquinas entre engradados de cerveja.

Foi realizado um Termo Circunstanciado contra a proprietária pela exploração de jogos de azar, conforme previsto no artigo 50 da Lei de Contravenções Penais. Após ser ouvida, ela foi liberada e deve comparecer no Fórum de Chapecó no dia 15 de janeiro de 2013.

As máquinas foram apreendidas e deve ficar num depósito no Batalhão da Polícia Militar em Chapecó.


Comente aqui
14 nov16:09

Hapkido de Chapecó e Concórdia é destaque no Latino Americano

As equipes de Hapkido, uma arte marcial coreana especializada em defesa pessoal, de Chapecó e Concórdia conquistaram três medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze no Latino Americano realizado, nos dias 10 e 11 de novembro, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Eles ficaram em quinto lugar na categoria nacional dentro da competição internacional.

Ademir Junior Matiello trouxe a medalha de ouro para Chapecó, seguido de Flávio Pasa Brandt, William Veloso e Darcio Magrin – com as pratas, e Luiz Inácio Remos levantou a bronze. Representando o Instituto Federal de Concórdia, José Paulo Viater e Guilherme de Mello também ficaram com medalhas de ouro.

Completaram a equipe Ari Antunes, Flavio Maron (professor) Deise Carraro e Karine Schwendler.

De acordo com o professor, Flavio Maron, a integração com os países do Mercosul foi um dos pontos positivos na busca de experiências em eventos internacionais.

- Queremos fortalecer cada vez mais a modalidade oeste catarinense – disse Maron.

Agora a equipe catarinense se prepara para o mundial da juventude. A competição acontece de 27 de julho a 4 de agosto de 2013 em Santiago de Cali, na Colômbia.


Comente aqui
14 nov15:17

Saga Crepúsculo chega ao fim

[Atualizado 15h39]

Uma das franquias comercialmente mais bem-sucedidas do cinema está chegando ao fim. Nesta quinta-feira, dia 15, mais precisamente à 00h01, acontecem as duas primeiras exibições da A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2, no cinema Arcoplex do Shopping Pátio Chapecó. Ingressos para o derradeiro episódio da série sobre vampiros e lobisomens juvenis estão à venda na bilheteria do cinema.

A estratégia de lançamento é ambiciosa: o filme vai entrar em cartaz em cerca de 1,3 mil salas no Brasil, em cópias legendadas e dubladas, com estimativa de público superior a 10 milhões de espectadores. Para aguçar ainda mais a expectativa dos fãs, o ator Taylor Lautner esteve no Rio de Janeiro recentemente para uma série de entrevistas.

No último segmento de Crepúsculo, Bella (Kristen Stewart) desperta já como vampira após dar a luz a Renesmee (Mackenzie Foy). A felicidade da mocinha ao lado do vampiro Edward Cullen (Robert Pattinson), porém, está ameaçada por causa do nascimento dessa menina com poderes especiais, o que coloca a família Cullen novamente no alvo do clã Volturi.

Com o apoio do lobisomem Jacob Black (Taylor Lautner) e de sua alcateia, os Cullen decidem convocar todos os vampiros da região para uma batalha final contra os sanguessugas do mal. Em Amanhecer – Parte 2, Jacob vai revelar a Bella que teve um “imprint” com Renesmee antes mesmo do nascimento da vampirinha. No encontro com jornalistas recentemente, em um hotel de luxo na zona sul carioca, a reportagem pediu a Lautner que explicasse o que é um “imprint”.

>> Confira a Programação completa do CINEMA

– Eu me fiz essa pergunta muitas vezes e pedi para Stephenie Meyer (autora dos livros da saga Crepúsculo e produtora do filme) me explicar. Ela me disse: “Taylor, é muito simples, é uma ligação de vida inteira entre duas pessoas. Não faça elucubrações, não pense no que isso vai se tornar. Não pense em nada mais”. Em Amanhecer – Parte 2, acho que a relação Jacob e Bella é de irmão e irmã, de proteção – esclareceu o jovem astro de 20 anos.

Lautner encontrou-se também com os admiradores que fizeram campana na frente do hotel na Cidade Maravilhosa – e lembrou da agitada vinda anterior ao Brasil, em 2009, com Kristen Stewart, para divulgar Lua Nova, com fãs desesperadas tentando invadir o prédio em São Paulo onde a dupla estava hospedada:

– Elas foram incríveis, são muito apaixonadas. É divertido. Elas são muito agressivas, mas eu adoro. Nossas fãs têm o mesmo nível de paixão no mundo inteiro, mas expressam isso de maneiras diferentes. Na América Latina, elas são mais físicas.

O menino lobo não escondeu a tristeza pelo fim da série, revelando que vai sentir falta:

– Foi uma experiência incrível e totalmente inesperada desde o começo. Nunca imaginei que estaria falando sobre o quinto filme. Para mim, o melhor de tudo foram as amizades que fiz, com todo o elenco e a equipe. Também vou sentir falta de interpretar esse personagem, que vivi por quatro ou cinco anos. Fiquei muito ligado a Jacob. O que não vou sentir falta mesmo é de ter que tirar minha camiseta o tempo todo. Não vou mesmo!


Cenas rodadas no Brasil

O filme anterior teve cenas rodadas no Brasil, para onde os personagens Bella e Edward vão depois do casamento – e a reportagem quis saber de Taylor se Amanhecer – Parte 2 também tem referências ao país:

– Acho que sim, não lembro ao certo, mas acho que eles falam da lua-de-mel no Brasil… Eu fiquei com muita inveja porque Kristen e Robert vieram para o Rio filmar e eu tive que ficar preso no frio de Vancouver.

O simpático ator comentou ainda o final da franquia – que já arrecadou US$ 2,5 bilhões no mundo todo – e os boatos sobre uma eventual continuação com algum personagem:

– É extremamente triste ver que tudo está terminando. Mas acho que termina de maneira ótima, acho que os fãs vão adorar. Não sei nada sobre um possível desdobramento da história, mas é uma ideia interessante. Tudo o que Stephenie considerar eu vou querer fazer. Ela é um gênio!

* Roger Lerina, repórter da Zero Hora viajou a convite da Paris Filmes.


Comente aqui