Chapecó

31 ago17:15

Escola estadual de Chapecó sediou Feira de Ciências e Tecnologia

Estudantes de 11 escolas estaduais participaram nesta sexta-feira, (31), no ginásio de esportes da escola estadual Tancredo Neves, em Chapecó, da quarta edição da Feira Regional de Ciências e Tecnologia. A promoção foi da Gerência Regional de Educação da SDR Chapecó, em parceria com escolas dos nove municípios de abrangência da secretaria regional. Três trabalhos serão escolhidos para representar a Gered na Feira Estadual, que ocorrerá em Lages de 17 a 19 de outubro.

Os estudantes usaram toda a criatividade para apresentar soluções para o meio ambiente. Da escola estadual Valesca Parizotto, de Chapecó, saiu o projeto de reciclagem de óleo de cozinha.

-No início do projeto fizemos a coleta do material. Os estudantes traziam de casa e pudemos transformar o material em barras de sabão – disse o jovem Lucas Chaves, de 15 anos, acompanhado da colega Daili dos Santos, de 13 anos, que também apresentou o trabalho aos visitantes.

Os alunos da escola estadual Rudolfo Luzina, de Nova Erechim, montaram um trabalho juntamente com o professor de física, Evandro Cunha, para automatizar e facilitar o trabalho dos criadores de frango. Através de um programa de computador o trabalho braçal foi informatizado.

- O agricultor pode aquecer o aviário, manter a temperatura, subir as cortinas. É levar a tecnologia para o campo – disse o estudante Allan Kornell.

Com um trabalho artesanal os alunos da escola estadual Tancredo Neves mostraram como é possível gerar energia através do sol e do vento. Com uma maquete gigante, eles utilizaram um ventilador para simular uma torre aeólica.

- O vento faz girar a turbina que fornece energia para esta mini cidade – disse a estudante Andreza Partichelli.

A colega Patrícia Oliveira, do mesmo grupo, também explicava aos visitantes a importância destes tipos de energia. O ginásio da escola ficou tomado de maquetes e experimentos. Alunos da APAE também desenvolveram um trabalho relacionados a fontes de energia.

Alunos da Escola Estadual Luiza Santin, de Chapecó, montaram um sistema de automação em uma maquete, que possibilitava mudar a tabela do basquete ou a posição das arquibancadas de um ginásio de esportes com apenas dois comandos eletrônicos. Da EEB Lígia Remus, da comunidade de Alto da Serra em Chapecó, veio o projeto “Fazendo a nossa parte”, onde os alunos realizavam a reciclagem do papel durante a exposição. Participaram da feira regional, estudantes da partir do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

- O que nos chamou a atenção foi a criatividade dos alunos e a qualidade dos trabalhos. O que eles desenvolveram em sala de aula com os professores está sendo muito bem apresentado na feira regional – elogiou a gerente regional de educação Ana Vedana.


Comente aqui
31 ago17:04

Maratona Fotográfica de Chapecó premia participantes

Foram premiados na noite da quinta-feira, dia 30, os participantes da 8ª edição da Maratona Fotográfica – Cidade de Chapecó. A premiação foi destinada aos registros que se destacaram entre aproximadamente 750 fotografias. A avaliação envolveu um representante da área de fotografia e publicidade, um jornalista e fotógrafo e um representante da área de artes visuais.

Para a análise das fotos foram considerados os seguintes critérios: criatividade, coerência com o tema, técnica e plasticidade. A Maratona Fotográfica foi promovida pela Prefeitura de Chapecó, através da Escola de Artes, no dia 19 de agosto. Todas as fotos ficarão expostas na Escola até o dia 27 de setembro. Após este período, as fotografias vencedoras serão expostas no Espaço Comunidade do Museu de História e Arte de Chapecó.

As premiações ocorreram para categorias Júnior e Sênior, colorida e preto e branco. Além das premiações em dinheiro, foram entregues 12 menções honrosas para fotos que se destacaram.


Premiados

Melhor fotografia por temas (R$ 200 cada fotografia)

Tema 1 – Alexandre Leonardo Stakonski

Tema 2 – Helena Sbeghen

Tema 3 – Jéssica Ariane Castagna Comper

Tema 4 – Caroline Pellegrini

Tema 5 – Daniela Pillmann

Tema 6 – Nadia Fonseca Ferreira

Tema 7 – Jaqueline Zolet

Tema 8 – Cristina de Oliveira

Tema 9 – Helena Sbeghen

Tema 10 – João Vicente Zanella

Tema 11 – Andressa Sarana Santin

Tema 12 – Antonio Luiz Pellegrini


Melhor ideia (R$ 200 + foto estampará a camiseta da 9ª Maratona Fotográfica)

Vencedora escolhida com o tema 2: Amália Candiotto


Melhor Conjunto de Obra P&B – Júnior (R$ 300)

Marcela Debona Laskoski


Melhor Conjunto de Obra Colorida – Júnior (R$ 300)

Armando Francisco Boniati Neto


Melhor Conjunto de Obra Colorida – Sênior (R$ 500,00)

Diana Letícia Chiodelli


Melhor Conjunto de Obra P&B – Sênior – (R$ 500)

João Vicente Zanella


Comente aqui
31 ago16:39

Estação Mundo Feliz no Shopping Pátio Chapecó

Uma nova e divertida atração para as crianças está no Shopping Pátio Chapecó. Considerada como um verdadeiro circuito de brincadeiras, a Estação Mundo Feliz permanecerá a disposição de crianças de 3 a 12 anos até o dia 9 de setembro, na praça de eventos do shopping.

O novo atrativo para a criançada ensina valores através de atividades lúdicas e educativas. Com a utilização de brinquedos infláveis, tem o intuito de motivar as crianças para que adotem uma rotina diária que contemple a realização de atividades físicas, voltadas para uma vida mais saudável, desde a infância.

A Estação Mundo Feliz está aberta, gratuitamente, de domingo a quinta-feira das 12h às 20h e nas sextas-feiras e sábados das 11h às 21h. Nos dias 8 e 9, entre 14h e 16h, terá a presença do mascote Ronald McDonald’s, que irá animar as crianças com muita música e interação com a platéia por meio da técnica de ilusionismo corporal, efeitos sonoros e uma sátira sobre números circenses.

O programa da Estação Mundo Feliz, que chega ao oeste pela primeira vez, é uma iniciativa conjunta entre o Shopping Pátio Chapecó e a rede McDonald´s.


Comente aqui
31 ago16:28

Social: Comitiva italiana visitou Acic em Chapecó

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) recebeu nesta semana a visita de empresário italianos, liderada por Oscar De Bona, ex-governador da Província de Belluno por três mandatos.

O objetivo da visita foi estabelecer um intercâmbio de negócios e tecnologia, com intenções de investimentos e parcerias com empresários locais, nos segmentos de equipamentos e soluções para a construção civil, energias renováveis, instalações elétricas, tratamento e recuperação de águas, design e aproveitamento de madeiras para móveis, arquitetura, prevenção de enchentes e contenção de encostas, máquinas e equipamentos, turismo e aportes de capital.

Os empresários italianos foram recebidos pelo diretor de Feiras e Eventos da ACIC, Vincenzo Francesco Mastrogiacomo, acompanhado pelos demais diretores e conselheiros.

Os dirigentes formularam o convite aos empresários italianos para a MercoAgro 2012, nessa que é a maior feira do segmento na América Latina e uma das maiores do mundo no setor de processamento de carnes. A comitiva também recebeu da ACIC amplo material estatístico e de divulgação da cidade de Chapecó e região.

- Os italianos também retribuíram o convite para a Feira Internacional de Belluno (Longarone Fiere) – expôs Mastrogiacomo.

Lá os eventos dos diferentes setores são organizados por uma iniciativa privada que administra o parque de exposições, onde são realizadas 12 feiras internacionais por ano, que tem à frente o atual presidente Oscar De Bona, também ex-ministro Regional da Imigração.

- Fomos muito bem recebidos nesta cidade e esperamos retribuir toda a hospitalidade no nosso País – comentou De Bona.


Comente aqui
31 ago16:07

Chapecó terá sábado “Dia D” no comércio

O comércio varejista é alicerçado no contato consumidor-lojista-colaboradores-fornecedores. Com o objetivo de fortalecer esta relação e oportunizar momentos de compra e lazer, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) promove duas edições do “Dia D”, neste sábado dia 1º e no próximo dia 8, com horário livre de atendimento dos estabelecimentos comerciais.

Os “Dias D” representam comodidade e diversão aos consumidores de toda a região que aproveitam o horário especial para procurar os mais variados produtos e serviços no comércio local. Além de impulsionar o setor, essa população movimenta outros segmentos como restaurantes, hotéis, lanchonetes, cafeterias, entre outros.

Neste mês de setembro o comércio do município prepara promoções com prazos diferenciados de pagamento para homenagear e reconhecer a importância dos consumidores.

- As ações dos lojistas surpreenderão porque marcam as comemorações do Dia do Cliente, celebrado em 15 de setembro. Incentivamos os empresários a desenvolverem homenagens, decorações especiais e ofertas atrativas com o intuito de demonstrarem o quanto eles são importantes para o negócio – antecipa o presidente da entidade, Gilberto João Badalotti.

De acordo com o dirigente lojista, o consumidor é responsável por movimentar a economia, pois o consumo incentiva a produção da indústria, gera novos postos de trabalho nas empresas e nos estabelecimentos comerciais, mantém todas os segmentos e é responsável pela melhoria da qualidade de vida.

A data comemorativa foi idealizada pelo administrador João Carlos Rego e a iniciativa já foi adotada por importantes entidades, a exemplo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).


Datas comemorativas

Neste mês de setembro outras datas também podem ser celebradas e utilizadas para homenagear: profissional de educação Física (dia 1o), repórter fotográfico (2), guarda civil (3), biólogo (3), alfaiate (6), administrador (9), médico veterinário (9), servidor municipal (20), contador (22), soldador (23), técnico em edificações, encanador (27) e secretária (30).


1 comentário
31 ago14:56

Há 24 anos não era registrada uma estiagem tão forte no mês de agosto em Chapecó

[Atualizado 15h12]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Chapecó não tinha registrado um mês de agosto tão seco desde 1988. Neste ano, além do calor acima do normal foram registrados apenas dois dias de chuva neste mês, dia 7 e 14. Foram apenas 2,3 milímetros, bem distante da média histórica para o mês, que é de 146 milímetros.

– Esse número é recorde. Desde 1988, quando foram registrados 21 milímetros, não era registrado um número tão baixo de chuva – disse o observador metereológico da Epagri em Chapecó, Francisco Schervinski. O volume de chuva na cidade é registrado diariamente desde 1969.

Francisco disse ainda que a última chuva significativa registrada em Chapecó foi no dia 30 de julho, quando choveu 57 milímetros.

De acordo com o levantamento feito pela Epagri/Ciram,órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina, esta anormalidade registrada durante agosto se deu por um bloqueio atmosférico que favoreceu o predomínio de uma massa de ar seco no estado. Este bloqueio estava previsto para os primeiros 15 dias do mês, mas se estendeu pela segunda quinzena.

Para os últimos vinte dias do inverno, a previsão é de que as temperaturas fiquem ainda mais elevadas.

Setembro, normalmente, registra mais chuva do que agosto. Apesar de o mês começar sob a influência da massa de ar seco, a Epagri/Ciram indica um período de chuva que deve começar no dia sete, se estendendo até o fim da primeira quinzena.



Chuva registrada no mês de agosto em Chapecó

2012 – 2,3 mm

2011 – 266 mm

2010 – 66 mm

2009 – 240 mm

1988 – 21 mm

1969 – 93 mm

Comente aqui
31 ago12:17

Projeto Ideias Além do Giz reuniu professores de Chapecó

Cerca de 700 profissionais do ensino fundamental das Escolas Básicas Municipais, reuniram-se na quarta-feira, dia 29, para trocar conhecimentos e experiências pedagógicas desenvolvidas em sala de aula.

A socialização das atividades tem como objetivo valorizar e divulgar os exercícios desenvolvidos nas instituições educativas que apresentaram resultado positivo no processo de ensino aprendizagem. O evento aconteceu simultaneamente no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, EBM Rui Barbosa e Secretaria Municipal de Educação.

A terceira edição do projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação de Chapecó faz parte da Formação Continuada dos professores da Rede Municipal de Ensino.

Para a Secretária Municipal de Educação, Sueli Sutilli, essa troca de experiências incentiva o professor a sempre trazer novidades para dentro da sala de aula.


Comente aqui
31 ago10:31

Moveleiros voltam a apostar na exportações

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Os moveleiros do Oeste de Santa Catarina voltaram a olhar para o mercado externo graças à recuperação do dólar, que está acima dos R$ 2,00. Tanto que durante a Mercomóveis, feira que iniciou na segunda-feira e encerra hoje, no Parque Tancredo Neves, em Chapecó, já foram firmados cerca de R$ 15 milhões em contratos de exportações e perspectivas de mais R$ 50 milhões.

-Nós fechamos cerca de R$ 1 milhão- informou Anderson Simão, da Serpil, de Pinhalzinho. Ele espera aumentar a fatia de exportação de 20 para 30%. O presidente da comissão organizadora da Mercomóveis, Nivaldo Lazaron Júnior, disse que há duas edições da feira não eram fechados contratos durante o evento. A feira recebeu representantes de 15 países e as empresas já acertaram vendas para Chile, Colômbia e Peru.

Nivaldo Lazzaron Júnior disse que o principal fator para o aumento das exportações é alta do dólar. Na feira passada o dólar estava entre R$ 1,50 e R$ 1,60 e, ontem, estava em R$ 2,04. Além disso as empresas de Santa Catarina começaram a abrir mercados novos, como América do Sul e África. –Os empresários antes só olhavam para Estados Unidos e Europa- lembrou Lazzaron Júnior.

Na América do Sul há vantagens como menos custo de transporte e tarifas de exportação. O coordenador da Mercomóveis também destaca o crescimento das empresas junto com o crescimento da feira. Ele afirmou que o aumento das exportações vai aumentar o investimento das emrpesas.

Ilseo Rafaelli, da Sonetto Móveis, quer aumentar de 20 a 25% para 30% a produção destinada à exportação. Para isso investe em máquinas novas e em produtividade. Adir Luiz Kist, diretor administrativo da Móveis Daico, quer passar de 15% para 30% as vendas para o mercado externo. Atualmente ele tem 140 funcionários e embarca três contêineres por mês.

Os expositores demonstraram estar contentes com a feira. Tanto que a meta de R$ 200 milhões em negócios e 20 mil visitantes deve ser atingida.


Mesa com tampo de vidro e cadeira Iolanda

Países compradores: Era vendida para o Paraguai e, durante a feira, foi acertada a venda para o Uruguai

Características: A torre de madeira e o suporte das cadeiras é de madeira de eucalipto de área reflorestada, com assento estofado e boa ergonometria

Público: Classes C e D

Fabricação: Daico, de Nova Erechim

Projeção: A empresa exportava cerca de 50% da produção até 2005,caiu para menos de 5% em virtude do câmbio. Atualmente exporta cerca de 15% da produção e quer chegar a 30%. Além do Paraguai e Uruguai já vende beliches, camas, mesas e cadeiras de pinus para Inglaterra e Estados Unidos, além de cozinhas para o Chile.



Jogo de mesa de sala

Países compradores: África do Sul, Angola e países latino-americanos como Equador

Características: produto em MDF produzido em escala que alia design ao preço atrativo e representa 10% da produção da indústria

Público: Classes populares

Fabricação: Sonetto, de Chapecó

Projeção: A empresa começou a exportar significativamente há dois anos. Entre 20 a 25 % da produção vai para o exterior. A meta é chegar a 30% com os novos contratos fechados na Mercomóveis, com empresas da África e América do Sul.






Cristaleira e cômoda da linha wood

Países compradores: Estados Unidos, Espanha, Paraguai e Uruguai

Características: Os móveis são em madeira de pinus, maciço, com estilo rústico, graças a um equipamento que dá essa característica no acabamento.

Público: Classe média alta

Fabricação: Serpil, de Pinhalzinho

Projeção: A empresa tem 300 funcionários e exporta 20% da produção. Com os negócios fechados na Mercomóveis pretende incrementar em 10% as exportações.



Estofado frapê em módulos

Países compradores: Chile e Colômbia

Características: Estofado em frapê, modulado, que pode ser adequado ao tamanho do ambiente e à necessidade do cliente

Público: Classe alta (B e A)

Fabricação: Enele, de São Lourenço do Oeste

Projeção: A empresa exportava para quase 20 países até 2008 e depois, devido ao câmbio, ficou com apenas um cliente, no Chile. Atualmente exporta 3% da produção. Com novos contratos para Chile, Colômbia e Peru, firmados durante a Mercomóveis, pretende chegar a 5 a 6%.




Sofá Aruba

Países compradores: China, Estados Unidos e Canadá

Características: Estofado de fibra siliconada com estrutura em madeira maciça de eucalipto e sustentação em couro.

Público: Classe A

Fabricação: Móveis Verona, de Chapecó

Projeção: A empresa que focava no mercado interno, tendo vários móveis utilizados em novelas, agora vai começar a exportar. A expectativa inicial é de três contêineres por mês.



Comente aqui
31 ago09:26

Primeiras árvores da Tree Parade são entregues

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Cinco árvores, que integram o Projeto Tree Parade foram entregues na tarde da quinta-feira em Chapecó. Além da Apae, as árvores foram entregues nas escolas estaduais Bom Pastor, Marechal Bormann e Rui Barbosa e na escola rural Alípio José da Rosa, que fica na Linha Faxinal dos Rosas.

Agora os alunos têm até a metade do mês de setembro para elaborar os projetos e pintar as árvores em fibra de vidro, que medem 1,5 metros.

Depois do trabalho feito nas escolas as árvores serão expostas, a partir do dia 18 de setembro, no Calçadão de Chapecó em comemoração ao dia da árvore, celebrado no dia 21 de setembro.

A Tree Parade, que é uma intervenção artística, busca através da arte promover a busca pela sensibilização e preservação ambiental. O projeto é desenvolvido pela Ong SOS Terra, Projeto Mata Ciliar, do Consórcio Iberê de Chapecó, Fundema, Sesc Chapecó, Coriarte, Scalvi, RBS TV Chapecó, Rádio Atlântida Chapecó e clicRBS Chapecó.

Empresários interessados em patrocinar uma árvore podem entrar em contato através do telefone 49 9986-2455.


Comente aqui
30 ago17:04

Chapecó vai receber a Tree Parade

Para comemorar o dia da árvore, celebrado no dia 21 de setembro, o Consórcio Iberê de Chapecó, através do Projeto Mata Ciliar, desenvolveu uma programação de atividades para a data. Uma delas é a Tree Parade.

A Tree Parade é uma intervenção artística com fundo educacional que através da arte promove a busca pela sensibilização ambiental.

O projeto consiste na confecção de uma árvore de fibra de vidro, com tamanho de 1,50 metros, que servirá de base para intervenções artísticas desenvolvidas por escolas de Chapecó.

Depois do trabalho feito nas escolas as árvores serão expostas, a partir do dia 18 de setembro, no Calçadão de Chapecó.


1 comentário