chapecoense

03 set18:36

Neílson é a aposta da Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


O atacante Neílson é a aposta da Chapecoense para vencer o Joinville, neste domingo, às 15 horas, na Arena Condá. Uma vitória encaminha a classificação para a segunda fase da competição.

O paulista Neílson vive seu melhor momento no clube. Marcou cinco gols nos últimos três jogos e é um dos vice-artilheiros da competição, ao lado de Laércio, do Marília. O goleador é Ronaldo Capixaba, do Joinville, com seis gols.


Neílson disse que sua prioridade é a classificação. –O mais importante é a vitória da Chapecoense- disse. Mas, se der para ser com um gol seu, melhor.


–Se tiver a oportunidade de marcar ficarei feliz- confessou.


Neílson já marcou três gols contra o adversário. Um deles foi na derrota por 2 a 1, em Joinville, na Série C. Outro foi na vitória por 2 a 1, na semifinal do returno do campeonato Catarinense, em Chapecó. E o terceiro foi na última derrota do clube no Índio Condá, em maio do ano passado, por 2 a 1.


O atacante já tem 19 gols pela Chapecoense. Ele chegou no clube em março do ano passado mas não conseguiu ter uma boa sequência devido a duas lesões. Agora espera dar continuidade ao bom momento e conseguir o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro.


Neste jogo ele terá um companheiro de gols de outros três clubes em que atuou: Cianorte, Nacional de Rolândia e Mirassol. O lateral esquerdo Fabinho entra no time no lugar de Aelson. E espera fazer algum cruzamento para que Neílson alcance Capixaba na artilharia.


O técnico Mauro Ovelha considera que o jogo é importantíssimo e será definido em detalhes. Por isso conta com o apoio do torcedor. Além de Aelson ele não terá Dema, teve uma lesão no joelho direito. Em compensação voltam o zagueiro Groli e o volante Diogo Roque. São as opções do treinador para encarar mais este clássico Catarinense, em que um deles dará um passo importante para a segunda fase.


Chapecoense X Joinville

Horário: 15h

Local: estádio Arena Condá, em Chapecó

Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado Rosnei Scherer e Neuza Inês Back

Ingressos: R$ 50 (Cadeiras), R$ 40 (Social), R$ 30 (Geral). Estudantes pagam R$ 15 na Geral e R$ 20 na Social. Aposentados pagam R$ 15 e Crianças de 8 a 12 anos pagam R$ 5. Ingressos antecipados no Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco, Oeste Celulares, Davi Esportes.

Comente aqui
02 set16:32

Jogo decisivo no Oeste

Jogo decisivo. Os dois times precisam da vitória para se classificar à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C. A Chapecoense está em primeiro na chave D com 10 pontos e tem um jogo a menos que o Joinville. O time do norte, com seis jogos e 9 pontos, precisa do resultado positivo.

O técnico Mauro Ovelha faz um treinamento com portões fechados, nesta sexta-feira, na Arena Condá. O motivo é dificultar que algum informante do Joinville observe o treinamento tático.


O treinador tem duas dúvidas. Na zaga pode escalar Kleber Goiano ou Marcos Alexandre. No meio, há uma disputa entre Diogo Roque e Diego Felipe. Diogo Roque seria o titular mas vem sentindo dores no joelho.


O Verdão realiza mais um treino na manhã de sábado.


Joinville


O time do norte comandado pelo técnico Arturzinho, chegou na tarde desta sexta-feira em Chapecó. O JEC está hospedado num hotel no centro da cidade. A equipe treina no campo do bairro Belvedere.


Na manhã de sábado, Arturzinho comanda o último trabalho antes da partida. O jogo começa às 15 horas na Arena Condá, no domingo.


Ingressos:

Cadeira: R$50

Social Coberta: R$40

Geral: R$30

Meia Social Coberta: R$ 20

Estudante (Geral): R$ 15

Aposentados: R$15

Crianças (oito a 12 anos): R$ 5


Postos de Venda:

Palácio dos Esportes – Maidana Esportes – Posto de Marco – Oeste Cel TIM da Avenida – Davi Esportes

Comente aqui
02 set07:39

Fabinho vai reeditar dupla com Neílson

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


O lateral esquerdo Fabinho vai fazer sua estreia na Chapecoense no domingo, às 15 horas, contra o Joinville, pela Série C do Campeonato Brasileiro. Apesar disso ele não deve ter problema de entrosamento com pelo menos um jogador, o atacante Neílson.


–A Chapecoense é o quatro clube em que atuamos juntos- contou. Eles se conheceram no Cianorte-PR e depois atuaram no Nacional-PR e Mirassol-SP. –Um indica o outro- confessou Fabinho. Até no DVD dos lances de Fabinho o atacante Neílson aparece. –Ele está nuns 10 a 12 lances de gol- calculou o lateral.


Fabinho disse que gosta de apoiar o ataque mas, no jogo contra o Joinville, sua principal preocupação será com a marcação do time adversário. Mas, se der uma escapada, pretende cruzar alguma bola para a área procurando Neílson.


–Nos outros times eu fazia com gol com os cruzamentos dele- lembrou o atacante.


No domingo, ambos querem ver se repetem alguma jogada que resulte em gol. Fabinho vai substituir Aelson, que está suspenso.


No coletivo da tarde de quinta, Ovelha também promoveu os retornos de Groli e Diogo Roque, que estavam suspensos no jogo contra o Brasil-RS. Groli entra no lugar de Dema, que está lesionado. Diogo Roque entrou no lugar de Diego Felipe, mas Ovelha também pode deixar o segundo no time titular.


–Tenho algumas dúvidas- revelou o treinador. Na defesa, Marcos Alexandre e Kleber Goiano disputam uma vaga.


Ovelha também testou Lucca no lugar de Neném e Rafael Bitencourt no lugar de Medina. O treinador da Chapecoense disse que o confronto de domingo é de muita importância para os dois times e prevê um confronto equilibrados.


–Neste ano todos os jogos contra o Joinville foram decididos nos detalhes- lembrou.


No primeiro confronto da Série C, o Joinville venceu por 2 a 1. Agora a Chapecoense quer dar o troco para encaminhar a classificação. Uma vitória deixa o time do Oeste com um pé na segunda fase. Mas Ovelha quer evitar falar sobre isso.


–Temos que nos preocupar é com o jogo- declarou, bem ao seu estilo.

Comente aqui
01 set19:28

Lucca pode ser opção de Ovelha

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


O atacante Lucca, que perdeu espaço no ataque devido às boas atuações de Neílson e Jean Carlos, pode ganhar um espaço no time atuando como meia.


No coletivo desta quinta-feira o técnico Mauro Ovelha testou Lucca no lugar de Neném. Ovelha disse que quer ter uma opção de um jogador de velocidade na posição, para jogos em que tiver essa necessidade. O jogador para fazer esta função seria Leozinho, mas ele se lesionou antes de estrear e deve ficar parado mais um mês. Quem tinha essa característica no estadual era Cléverson, que foi para o Avaí.


O atual titular da posição, Neném, tem como ponto forte o toque de bola mais curto e as cobranças de faltas e cruzamentos para a área, que já resultaram em vários gols.


Contra o Joinville, no domingo, às 15 horas, Neném começa como titular.


Ovelha disse que tem somente duas dúvidas. Uma na zaga, entre Kleber Goiano e Marcos Alexandre, e outra no meio, entre Diogo Roque e Diego Felipe.


Groli, que cumpriu suspensão, volta no lugar de Dema, lesionado. No lugar do suspenso Aelson, joga Fabinho. O restante do time é o mesmo que venceu o Brasil por 1 a 0, no domingo passado, em Pelotas.


Comente aqui
01 set16:06

Dupla oestina tem carro novo

A próxima parada da Família Stock Car será na capital baiana. A prova marcada para os dias três e quatro de setembro começa a definir as posições finais do Mini Challenge 2011. Esta é a penúltima etapa da competição.

Mais uma vez, os pilotos catarinenses Felipe Tozzo e Davi Dal Pizzol, entram na pista para levar o carro 57 as primeiras posições.


Na última prova em Interlagos, no início de agosto, a dupla reclamou que o carro perdia rendimento. A empresa responsável pela preparação dos veículos fez algumas mudanças mas mesmo assim o Mini não ficou bom. Por isso na próxima corrida eles correm com outro carro.


Para Dal Pizzol, competir em Salvador, num circuito de rua é uma incógnita para a maioria dos competidores. – É a segunda edição na Bahia e poucos pilotos conhecem o traçado. A corrida de rua sempre é complicada porque não tem muita opção de ultrapassagem, então o negócio é largar o mais na frente possível – disse o piloto de Tangará.


A dupla catarinense está na sétima colocação, 63 pontos atrás do líder. Restam ainda 100 pontos em disputa somando as provas de Salvador e Brasília, que fecha a temporada.


1 comentário
01 set11:38

Chapecoense X Joinville

Os ingressos para a partida já estão à venda.

 



Na manhã desta quinta os jogadores realizaram treinamento físico na academia do clube. A tarde esta programado treinamento técnico/tático.



A Chapecoense recebe neste domingo, quatro de setembro, o Joinville. O jogo pela segunda rodada do returno do Campeonato Brasileiro da Série C, está marcado para às 15h na Arena Condá.


Valores:

Cadeira: R$50

Social Coberta: R$40

Geral: R$30

Meia Social Coberta: R$ 20

Estudante (Geral): R$ 15

Aposentados: R$15

Crianças (oito a 12 anos): R$ 5


Postos de Venda:

Palácio dos Esportes – Maidana Esportes – Posto de Marco – Oeste Cel TIM da Avenida – Davi Esportes

Comente aqui
01 set08:04

Marcos Alexandre pode ser opção para defesa

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


Depois de três meses sem jogar o volante Marcos Alexandre voltou a disputar uma partida oficial no domingo passado, contra o Brasil de Pelotas.

 




Groli, Marcos Alexandre e Sagaz.




Ele entrou no segundo tempo do jogo contra o time gaúcho no lugar do zagueiro Dema, que saiu lesionado.


Como Dema vai passar por cirurgia no joelho direito e ficará até seis meses parado, Marcos Alexandre vira alternativa para o técnico Mauro Ovelha. Até porque ele já atuou várias vezes como terceiro zagueiro, inclusive no Campeonato Catarinense.


O volante também fez uma cirurgia de menisco e cartilagem no joelho esquerdo, após o campeonato Catarinense. Sua última partida havia sido a final contra o Criciúma, vencida por 1 a 0, no dia 15 de maio.


O jogador agradeceu o trabalho dos departamentos médico, de fisioterapia e preparação física, que proporcionaram uma recuperação rápida em virtude da gravidade da cirurgia.


-Estou feliz por poder novamente ajudar o time- disse o jogador.


Ele não deve iniciar a partida de domingo contra o Joinville, já que o zagueiro Groli volta de suspensão e os outros dois jogadores do setor, Amaral Rosa e Kleber Goiano, foram bem.


Além disso ele precisa de um pouco mais de ritmo de jogo, mesmo tendo atuado bem contra o Brasil.


Mesmo assim o jogador acredita que já tem condições de atuar os 90 minutos. Por isso está treinando forte. Ele considera o jogo de domingo, contra o Joinville, um clássico. Por isso prevê uma partida bem disputada. Quem ganhar encaminha a classificação para a segunda fase.


–Será uma decisão – prevê o volante.

Comente aqui
31 ago16:50

Ovelha começa a definir time que enfrenta o Joinville

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


O técnico Mauro Ovelha realizou na tarde desta quarta-feira um minicoletivo onde começou a definir o time que enfrenta o Joinville, no próximo domingo, às 16 horas, na Arena Condá.

Sem contar com o zagueiro Dema, lesionado, e sem o ala Aelson, suspenso, ele fará três mudanças. Groli, que retorna de suspensão, entra na zaga. Fabinho joga no lugar de Aelson. A outra mudança é o retorno do volante Diogo Roque, que cumpriu suspensão contra o Brasil-RS. Com isso Diego Felipe volta para o banco.


O time que iniciou o coletivo foi Rodolpho, Kleber Goiano, Groli e Amaral Rosa; Medina, Diogo Roque, Everton Cezar, Neném e Fabinho; Jean Carlos e Neílson.

Comente aqui
31 ago10:13

Convênio beneficia Sócio Torcedor do Verdão

Na tarde da terça-feira, dia 30, a Associação Chapecoense de Futebol recebeu representantes das torcidas organizadas e imprensa para a assinatura do convênio com a rede de farmácias São Lucas.

Gilson Vivian (presidente Conselho Deliberativo), Renato Zonta (proprietário Farmácia São Lucas), Sandro Pallaoro (presidente ACF), Plínio Davi de Nes Filho (presidente de Honra) e Davi Dávi (empresário).

De acordo com a Assessoria de Imprensa do time, agora todo sócio torcedor que comparecer às seis lojas da rede, munido da carteira de associado e RG, terá descontos de 15% nos medicamentos genéricos, 7,5% nos demais medicamentos e 5% nos produtos.

Segundo o presidente Sandro Pallaoro, este é o primeiro de uma série de benefícios que serão repassados para os associados. Em breve novos convênios devem ser firmados.

Comente aqui
31 ago08:03

Dema só volta em 2012

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O zagueiro Dema vai voltar a atuar pela Chapecoense só em 2012. O jogador saiu lesionado no primeiro tempo do jogo contra o Brasil, no domingo. De acordo com o fisioterapeuta Guilherme Dias Carli, o zagueiro teve ruptura de um dos ligamentos e lesões no menisco e cartilagem do joelho direito.

Na terça-feira, 30, o jogador foi submetido a um tratamento com gelo para desinchar a lesão. A cirurgia está marcada para segunda-feira, dia cinco. A previsão é de seis meses para recuperação.

-Vou sofrer um pouco mas faz parte da profissão- resignou-se Dema.

O atleta disse que agora vai reforçar a torcida pelos companheiros para que conquistem uma das vagas na Série B do Campeonato.

Além de Dema, o Departamento Médico da Chapecoense conta com outro cliente do setor defensivo. O zagueiro De Lazzari está com uma lesão no tendão de Aquiles e também vai desfalcar o time, mas por menos tempo, por 15 dias.

Mesmo com essas baixas, mais a do meia Leozinho, o clube não pretende anunciar nenhum reforço em breve. –Vamos aguardar a classificação- disse o diretor de futebol do clube, Cadu Gaúcho.

O jogador explicou que não adianta trazer alguém se o time não chegar na segunda fase. Para tentar a classificação, ele acredita que existem alternativas no próprio grupo. O zagueiro Groli volta de suspensão na próxima partida. Kleber Goiano e Amaral Rosa devem seguir no time. Os volantes Marcos Alexandre e Diogo Roque também podem atuar na defesa.

Outra alternativa é Fabiano, das categorias de base, que chegou a ficar no banco em alguns jogos do Campeonato Catarinense. A Chapecoense joga no domingo, contra o Joinville, no Índio Condá. Os ingressos custam R$ 30 (Geral), R$ 40 (Social) R$ 50 (cadeiras). Estudante paga R$ 15 na Geral e R$ 20 na Social.

Comente aqui