Chuva

13 ago09:18

Frente fria se aproxima e tempo muda em parte de SC nesta segunda-feira

A segunda-feira ainda deve ser um dia de muito calor em Santa Catarina com temperaturas que podem chegar a 28ºC no Extremo-Oeste e até 27ºC na Grande Florianópolis. No entanto, a aproximação de uma frente fria deixa o tempo instável entre o Oeste e o Sul.

::: Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski

Esta instabilidade deve provocar chuva isolada no Oeste, Meio-Oeste, Serra e Litoral Sul. Nas demais regiões continua a influência da massa de ar seco com predomínio de sol entre poucas nuvens.

Conforme a Epagri/Ciram, a primeira semana de agosto foi marcada por uma condição de tempo seco em Santa Catarina, bem diferente do observado na segunda quinzena de julho. A causa disso é um bloqueio na atmosfera, que muda o padrão de escoamento da atmosfera, no momento fazendo com que as frentes frias desviem para o oceano.

A previsão é que o bloqueio se estenda até o inicio desta semana, o que vai deixar a primeira quinzena de agosto mais seca em todo o Estado. Até o momento, os indicativos são de temperaturas mais elevadas durante o dia e amenas à noite, sem influência de massas polares.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
01 ago12:32

Chuva dá uma trégua e começa período de tempo firme em Santa Catarina

O mês de agosto começa com o fim da instabilidade que começou ainda na semana anterior em SC. A previsão da Epagri/Ciram é que o dia comece a ficar com tempo firme a parte do interior do Estado. No Litoral esta condição deve ocorrer a partir do meio da tarde.

Segundo a meteorologista da Epagri/Ciram Gilsânia Cruz, a melhora será gradativa e deve durar pelo menos até o início da próxima semana. Ela ainda destaca que pairam sobre as regiões litorâneas nuvens mais carregadas, que só devem se deslocar em direção ao oceano ao longo do dia.

Esta mudança deve fazer com que a quarta-feira termine com tempo firme em praticamente todo o Estado, apesar de pequena possibilidade de chuvas isoladas em alguns pontos. Além do nevoeiro registrado logo cedo em todas as regiões, não há previsão de outro fenômeno climático para o dia.

>> Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski

Os ventos sopram de leste a nordeste e podem chegar a 65 Km/h na Serra e 60 Km/h no Meio-Oeste. Para as demais regiões, a velocidade deve oscilar entre 45 Km/h e 55 Km/h.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
31 jul12:13

Acumulado de chuva está acima da média em quase todas as regiões de SC

A chuva que cai de forma persistente sobre todas as regiões de SC desde o início da semana faz com que os registros de precipitação ultrapassem a média esperada para todo o mês. Os números mais impressionantes ficam para o Alto Vale, Litoral e Grande Florianópolis.

Conforme os dados da Epagri/Ciram, até as 12h de segunda-feira, Indaial tinha registrado 83% a mais do que o esperado. Enquanto a média para julho é de 113 mm, mais de 208mm de chuva caíram na cidade. A situação é semelhante em Itajaí e toda a Grande Florianópolis, onde choveu 78% acima do previsto.

Estes dados levam em conta apenas as medições convencionais, feitas pelos técnicos, o que descarta os dados coletados pelas estações automatizadas. Uma atualização destes números deve ser feita na tarde desta terça-feira.

— Com exceção do Planalto Sul e do Litoral Sul, todas as regiões já passaram da média para o mês. Nossa previsão é de que os números atualizados indiquem que todo o Estado teve mais chuva do que a média histórica para um mês de julho — explica o meteorologista Marcelo Martins.

Apenas nos três últimos dias, Xanxerê teve 77,4 mm de chuva, enquanto Novo Horizonte registrou 69,4mm. De domingo até esta terça, Campos Novos e Água Doce, ambas no Meio Oeste, tiveram respectivamente 68,9mm e 67,7mm. Em todo o Vale do Itajaí, Rio do Campo recebeu 50,2mm e Ituporanga marcou 42 mm acumulados em três dias.

Confira o acumulado de chuva (em mm) segundo a Epagri Ciram durante as 72 horas encerradas às 7h desta terça-feira:


Região Cidade 24 h(mm) 48h (mm) 72h (mm)
Alto Vale do  Itajaí Aurora 17,1 32,4 32,6

Ituporanga * 40,8 42

Vidal Ramos 17,5 35,3 35,5

Rio do Campo * 50,2 50,2





Grande Florianópolis Alfredo Wagner 21,5 35,9 38,1

Florianópolis 16,9 29 29

São José * 17,6 17,6

Rancho Queimado 33,1 49,2 49,5





Litoral Norte e Vale Itajaí * 20,2 21,4

Indaial * 29,4 31,4

Itapoá * 7,8 9,8





Litoral Sul Urussanga * 4,8 *

Criciúma 0,4 2,6 3,2

Laguna * 7 7,2

Forquilhinha 0,4 0,6 0,6

Timbé do Sul 6,8 31,6 31,6

Turvo 1,2 2 3,2





Meio Oeste e Vale Joaçaba * 48,2 51,2

Campos Novos 20,4 68,1 68,9

Água Doce 26,5 67,4 67,7

Caçador * 39,8 39,8

Curitibanos * 28,8 28,8

Tangará * * *





Oeste São Miguel D’Oeste * 58,4 58,6

Novo Horizonte * 69,2 69,4

Dionísio Cerqueira * 63,8 65,2

Xanxerê * 76,2 77,4





Planalto Norte Papanduva 5 24 25

Canoinhas 3,8 24,8 25,4

Major Vieira 10,8 31 36,2

Rio Negrinho 10 27,4 27,6

São Bento do Sul 19,4 32,8 33





Planalto Sul Urupema 3,6 28,6 28,8

São Joaquim 3,1 25,4 29,2

Bom Jardim da Serra 3,8 8,4 8,6

Morro da Igreja 1,2 13 21,6


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
31 jul10:37

Cinco casas ameaçam desabar e Piratuba decreta situação de emergência

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Por risco de desmoronamento de terra, cinco casas foram interditadas em Piratuba, no Meio-Oeste. As famílias tiveram que deixar os locais durante o final de semana e estão na casa de parentes. A quantidade de chuva que cai sobre a região aumenta o risco e a cidade decretou situação de emergência.

A desocupação das casas ocorreu depois que as estruturas começaram a apresentar rachaduras. A terra também cedeu e há uma grande fissura na rua que passa em frente às casas. O tráfego de veículos está impedido no local.

A causa do problema ainda está sendo investigada, mas a suspeita é de que uma escavação que fica nos fundos das casas tenha provocado as rachaduras. No local, seria construída uma creche municipal, mas a obra também está interditada.

Mesmo sem o laudo final, a prefeitura decretou situação de emergência ontem, já que o problema está sendo agravado pelos altos volumes de chuva dos últimos dias. Somente alguns moradores puderam retirar os pertences das casas.

Conforme o presidente da Comissão Municipal da Defesa Civil de Piratuba, Fábio Matzenbacher, o órgão está acompanhando a situação e, além das cinco casas interditadas, outras duas permanecem em observação devido aos riscos de desabamento.

Ele salienta que um geólogo já esteve no local para avaliar o problema e determinou a desocupação imediata das áreas, principalmente diante da previsão de mais chuva para os próximos dias.

— Vamos aguardar o laudo e continuar observado os locais. As famílias já deixaram as casas e é difícil apontar a causa somente com levantamento preliminar — diz.


Problema é antigo

Embora não tenham causado danos, outras rachaduras já haviam aparecido no local no ano passado. Na época, um laudo de geólogos contratados pela prefeitura atestou que não haveria risco de desmoronamento.

O policial militar Claércio Huf mora no local há quatro anos e disse que, desta vez, notou as primeiras fissuras no sábado, quando resolveu deixar a casa por questão de segurança. Ele e a esposa saíram apenas com as roupas e alguns pertences pessoais. Alguns móveis puderam ser retirados de casa na tarde de ontem.

— Estamos aguardando um parecer, mas não tenho mais segurança para morar aqui. Pretendo procurar outro local para morar — afirma.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
31 jul09:51

Previsão indica que chuva e temperaturas baixas

Os dias de tempo fechado e com chuva e frio devem continuar pelo menos até a próxima quarta-feira em SC. A previsão da Epagri/Ciram indica que até lá, a presença de uma área alongada de baixa pressão deve fazer com que as características do tempo não mudem.

>>  Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski

Nesta terça-feira, as temperaturas começam a subir gradativamente a partir do Extremo-Oeste e Oeste, onde pode chegar a 21ºC. Nas demais regiões, a máxima prevista varia entre 16ºC e 18ºC, como é o caso da Grande Florianópolis.

Apesar disso, os fortes ventos e a chuva deixam a sensação térmica mais baixa. Com velocidade de até 70 Km/h na Serra e 60 Km/h em todo o Oeste, os ventos sopram de sudeste a leste no Litoral e de leste a nordeste nas demais regiões.


>>Veja a previsão completa no ClicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
30 jul15:38

Julho registra chuva 60% acima do normal em algumas regiões de SC

Choveu em julho em Santa Catarina, é o que informa a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições climáticas no Estado. Apesar de o mês ter registrado menos chuva do que o mesmo período no ano passado, em algumas localidades chegou a chover 60% a mais do que a média — em 2011 esse numero chegou a 80%.

Só nas últimas 48 horas, Rio do Campo, no Alto Vale, registrou 41,2 mm; Capos Novos, no Meio-Oeste, 48,5 mm e Dionísio Cerqueira, no Oeste, 65 mm. De acordo com a Epagri/Ciram, a chuva volumosa foi causada pela presença de um cavado — área alongada de baixa pressão — aliada a passagem de uma frente fria pelo Sul do Brasil.

Esse cavado mantém o tempo instável com chuva desta segunda-feira ao inicio da quarta-feira. O acumulado de chuva, entre a noite desta segunda-feira e a madrugada de quarta-feira, deve variar entre 20 a 40mm em média no Planalto Sul e no Litoral Sul, e entre 50 a 80mm em média nas demais regiões, sendo o Vale do Itajaí e o Litoral Norte as regiões mais preocupantes devido a chance de alagamentos e deslizamentos.


Volume da chuva em julho, até o dia 30/07

> Médio Vale e Litoral Norte – 185mm / 60% acima do normal

> Lages – 144 mm / 12% acima do normal

> São Joaquim – 162 mm / normal

> Urussanga – 95 mm / normal

> Campos Novos – 148 mm / normal

A Grande Florianópolis registrou 130 mm até está segunda-feira e a média histórica indica 110 mm.

Temperatura não deve subir

As temperatura segue amena e não devem passar muito dos 20ºC na terça-feira. A mais alta deve ser registrada no Oeste, onde pode chegar a 21ºC. Na Grande Florianópolis a máxima deve chegar a 18ºC e não passa dos 14ºC no Planalto Sul.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
26 jul09:32

Quinta-feira será de nuvens, aberturas de sol e possibilidade de chuva isolada

A quinta-feira será de tempo instável em todas as regiões de SC segundo a Epagri/Ciram e a previsão indica que haverá um pouco de cada aspecto ao longo desta quinta-feira. O dia começa com muitas nuvens, há possibilidade de rápidas aberturas de sol e a indicação de que o dia terminará com chuva isolada em todas as regiões.


A quinta-feira começou com muita umidade associada a forte nevoeiros em grande parte das cidades. A imagem mostra a presença deles através do pontos em azul.


A instabilidade ocorre devido a presença de um cavado sobre o Sul do Brasil. Por conta de um sistema de massa de ar frio e seco a caminho do Estado, a temperatura baixa deverá ter pouca variação entre a mínima e a máxima.

>> Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski

Os nevoeiros foram registrados no amanhecer em todas as regiões. As temperaturas máximas devem chegar a 21ºC na Grande Florianópolis e Litoral Norte e não passar de 16ºC na Serra catarinense. Os ventos sopram de nordeste a noroest passando a sudoeste no decorrer do dia com até 50 Km/h.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
25 jul09:51

Chuva perde força com o avanço de massa de ar frio e seco sobre SC

A chuva que cai sobre boa parte de Santa Catarina nesta quarta-feira deve perder força ao longo do dia em função do avanço de uma massa de ar seco e frio sobre o Sul do Brasil. As temperaturas também mudam e voltam a cair a partir do fim da tarde.

>> Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski

Apesar de constante, o acumulado de chuva em SC foi baixo segundo a Epagri/Ciram. Desde o amanhecer de terça até as 7h desta quarta-feira o volume mais alto foi registrado em Xanxerê com 33,8 mm, seguido por 31,2 mm em São Joaquim e 30,2 mm em Timbé do Sul. Na Grande Florianópolis o total chegou a 7,1 mm na Capital e 10,6 mm em São José.

Apenas as regiões Litoral Norte e Planalto Norte ainda devem ter chuva até o fim do dia e com possibilidade pequena de se manter no início da quinta-feira, segundo a Epagri/Ciram, órgão que monitora as condições climáticas no Estado.

As temperaturas não devem passar de 20ºC no Litoral Norte, Grande Florianópolis, Oeste e Meio-Oeste. A mínima registrada na Serra deve ser de 7ºC, onde os ventos podem chegar a 80 Km/h devido ao avanço da massa de ar frio e seco.

Na quinta-feira, as nuvens devem dar espaço para pequenas aberturas de sol. A exceção fica para o Planalto Norte e Litoral Norte, onde há possibilidade de chuva isolada devido a um cavado (área alongada de baixa pressão).


DIÁRIO CATARINENSE




Comente aqui
24 jul08:49

Frente fria chega e traz chuva em SC

A chuva chegará a todas as regiões do Estado nesta terça-feira. Há possibilidade de trovoadas entre o Oeste e o Litoral Sul devido a chegada de uma frente fria. Nas demais regiões, a chuva mal distribuída deve ocorrer entre a tarde e a noite, conforme a previsão da Epagri/Ciram.

>>  Confira mais detalhes no blog do meteorologista Leandro Puchalski


Em Chapecó o dia amanheceu nublado.


O alerta do órgão que monitora as condições climáticas é para a intensidade. Isto porque, em alguns momentos, a chuva pode ser moderada a forte, especialmente nas regiões mais próximas ao RS.

A temperatura deve permanecer estável, a exemplo do registrado na última segunda-feira. A indicação é que a máxima alcance os 25ºC no Vale do Itajaí e Litoral Norte, e fique em até 24ºC Na Grande Florianópolis e Planalto Norte.

Ainda por causa da chegada da frente fria, os ventos aumentam de intensidade. Soprando de nordeste/noroeste a sudoeste, a velocidade máxima pode chegar a 70 Km/h entre o Meio-Oeste e o Litoral Sul e até 60 Km/h nas demais regiões.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
17 jul15:11

Chuva em SC vai acabar amanhã, indica previsão

A instabilidade em Santa Catarina, que começou ainda na segunda-feira em grande parte das regiões, deve permanecer até a próxima quarta-feira, quando um vórtice que está sobre o Estado começará a se deslocar rumo ao oceano.

Em Chapecó, grande parte da cidade ficou coberta por uma neblina durante a manhã. Em alguns pontos da cidade houve precipitação. Na cidade a temperatura máxima não deve passar dos 9ºC.

Ao longo desta terça-feira, as temperaturas continuarão baixas em todas as regiões, com a máxima prevista de 17ºC na Grande Florianópolis e Litoral Norte. Na Serra e Meio-Oeste há uma pequena possibilidade de neve nas áreas mais altas, segundo a Epagri/Ciram.

Os ventos sopram de sudeste a sul, com intensidade fraca a moderada e algumas rajadas fortes, principalmente no Litoral Norte. A velocidade pode chegar a 60 Km/h durante o dia.


Chuva em Chapecó

Segundo o observador Metereológico da Epagri, Francisco Scherviski, foram registrados oito milímetros de chuva desde a noite da segunda-feira, até a tarde desta terça em Chapecó. Até o momento o acumulado na cidade é de 42 milímetros. A média histórica é de 155 mm.




Comente aqui