Chuva

25 jan11:05

Chuva no Oeste

A instabilidade nesta quarta-feira deve provocar chuvas isoladas. Pela manhã, há chance de chuva com intensidade moderada a forte no Oeste. A partir da tarde deve chover também nas demais regiões de SC. Em Chapecó a chuva veio no meio da manhã.

Segundo o observador metereológico da Epagri de Chapecó, Roque Sulzbacher, foi registrado apenas 2,3 milímetros de chuva de ontem até às 10h da manhã de hoje.

– O valor acumulado até o momento é de 84 mm, bem longe da média histórica na cidade que é de 184 mm – disse.


Previsão do Tempo

A quarta-feira amanhece com sol na maioria das regiões em Santa Catarina, mas no decorrer do dia uma frente fria intensifica as áreas de baixa pressão, causando chuva. Pode haver temporais isolados e queda de granizo.

Segundo a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições climáticas em Santa Catarina — a chuva ocorre com força , já pela manhã, do Oeste ao Litoral Sul. O acúmulo de chuva deve variar entre 30 e 60 mm, podendo ser maior em algumas localidades.

As temperaturas seguem estáveis, podendo chegar a 30ºC na Grande Florianópolis e no Vale do Itajaí. No Litoral Norte, os termômetros podem marcar 32ºC. No Oeste as máximas chegam aos 28ºC.



Comente aqui
23 jan09:29

Previsão de chuva para SC não deve reverter a estiagem

A previsão para o início desta semana é de sol, calor e pancadas de chuva em todo o Estado, segundo a Epagri, órgão que monitora as condições climáticas em Santa Catarina. No entanto, os meteorologistas alertam que a precipitação prevista não é suficiente para reverter a estiagem que assola pelo menos 84 cidades.



Em Belmonte, no Extremo-Oeste, rios, açudes e pastagens estão secando. Cerca de 50 famílias dependem da água vinda de caminhões-pipas.




Entre terça e quarta-feira, o deslocamento de uma frente fria por Santa Catarina em direção ao Litoral do Paraná deve facilitar a ocorrência de pancadas de chuva, inclusive com a possibilidade de queda de granizo.

A chuva prevista para os próximos dias, segundo a Epagri, ocorrerá de forma muito isolada e com curta duração. Mesmo a mais significativa chuva prevista para quarta-feira, que deve ficar entre 30mm a 50mm, pode não atingir todos os municípios do Estado, por isso não reverte a situação da estiagem no Oeste de Santa Catarina.

Comente aqui
21 jan10:57

Temporal deixa estragos em Concórdia

RBS TV CONCÓRDIA

Um temporal ocorrido no fim da tarde da sexta-feira, dia 20, causou estragos em Concórdia. Pelo menos 30 casas foram destelhadas e o vento também comprometeu a estrutura de um centro comunitário. Uma das paredes do clube cedeu o local teve que ser interditado.

O local mais atingido foi a parte alta da cidade. O Corpo de Bombeiros atendeu pelo menos 30 pedidos de auxílio em função de destelhamento e outras 10 chamadas envolvendo o corte de árvores que, em função do vento forte, podem cair sobre as residências.

O vento foi tão forte que esta parede do Centro Comunitário do Bairro Petrópolis cedeu e o clube teve que ser interditado.

O pedreiro Liceu Tiemann disse que há quatro anos não via algo assim na cidade. – Vi uma espécie de redemoinho acompanhado de pedra. As pedras eram pequenas e não fizeram muita coisa, mas o vento foi forte – lembra Liceu.

Muita gente aproveitou a manhã de sol deste sábado para limpar os estragos causados pelo temporal.


Comente aqui
13 jan10:44

Chuva traz a alegria de volta ao campo

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br *

A chuva que chegou na noite de ontem e prossegue hoje pela manhã, em todo o Oeste, trouxe a alegria de volta ao campo. O agricultor Natalino de Bortoli chegou a acordar às 2 horas com os pingos no telhado. –Ouvi um tchich, tchic- contou. Depois disso nem dormiu mais direito.

Ele estava feliz por salvar a lavoura de milho que está na floração. –Mais oito a 10 dias as plantas iriam secar e ia perder tudo – observou. Ele já tinha feito silagem com outra lavoura de seis hectares de milho, onde perdeu a metade da produção. Mas no pedaço que sobrou ele espera colher pelo menos 80 a 90 sacas por hectere, uma quebra de apenas 10 a 20%.

Além de salvar a atual lavoura ele ainda pretende plantar uma segunda safra nos outros seis hectares.

–Vou plantar mais milho e talvez um pouco de sorgo- explicou.

Fazia quase dois meses que não chovia bem. Ele calculava em cerca de 30 milímetros a chuva. –Bota boa nisso, tenho que agradecer a Deus- comemorou.

>> Rios estão secos no Extremo Oeste

A umidade também vai ajudar os seis hectares de pastagem, onde tem 44 bovinos. A produção de leite já havia caído 20%. A partir de agora ela começa a recuperar.

De acordo com o observador meteorológico da Epagri em Chapecó, Roque Sulzbacher, até às 10 horas de hoje havia chovido 24,2 milímetros. O acumulado do mês é de 34,6 milímetros. Ainda está longe da média para o mês, que é de 184 milímetros.


*Colaborou Juliano Zanotelli


Comente aqui
13 jan09:47

Sexta-feira 13 traz alegria para os agricultores do Oeste

A população de Planalto Alegre acordou mais feliz nesta sexta-feira, 13. Depois de 60 dias sem chuva considerável, a tão esperada chuva chegou. Claro que os prejuízos na agricultura já não têm como recuperar, mas é uma esperança para os que precisam plantar. Agora torcer para que chova mais para resolver os problemas de abastecimento de água.

Conforme registro de pluviômetros de moradores locais, choveu aproximadamente 33 milímetros no período das 20h do dia 12 até às 8h30 de hoje. Mas como a chuva continua, as expectativas são boas.


Sexta-feira 13 traz alegria para os agricultores do Oeste
Em Planalto Alegre já foram registrados 33 mm de chuva

A população de Planalto Alegre acordou mais feliz nesta sexta-feira, 13.  Depois de 60 dias sem chuva considerável, a tão esperada chuva chegou. Claro que os prejuízos na agricultura já não têm como recuperar, mas é uma esperança para os que precisam plantar.  Agora torcer para que chova mais para resolver os problemas de abastecimento de água.  
Conforme registro de pluviômetros de moradores locais, choveu aproximadamente 33 milímetros no período das 20h do dia 12 até às 8h30 de hoje. Mas como a chuva continua, as expectativas são boas.

Comente aqui
13 jan09:00

Fim de semana será de tempo instável em SC

O tempo fica instável em Santa Catarina nesta sexta-feira. No Oeste e no Meio-Oeste, predomínio de céu encoberto com chuva. No Sul, nebulosidade variável com chuva isolada. Nas demais regiões, chuva no inicio e no fim do dia, com aberturas de sol em alguns momentos. Há risco de temporal e queda de granizo isolado.



Chapecó amanheceu com chuva. Previsão é que continue no fim de semana no Oeste..


As máximas chegam entre 25ºC e 26ºC na Grande Florianópolis, no Oeste, no Sul, no Vale do Itajaí e no Planalto Norte. No Litoral Norte, os termômetros atingem 27ºC. Na Serra, ficam por volta dos 20ºC, segundo a Epagri/Ciram, órgão estadual que monitora as condições climáticas.


>> Confira a previsão completa do tempo

No sábado, no Oeste e no Meio-Oeste, chuva na madrugada com melhora do tempo no decorrer do dia. Nas demais áreas do Estado, deve ocorrer predomínio de nuvens e chuva em boa parte do estado.

O domingo continua com condição de chuva e nebulosidade variável, melhorando no decorrer do dia no Oeste. Nas outras regiões, o dia segue com nebulosidade variável e chuva isolada. As temperaturas permanecem estáveis no fim de semana.



DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
11 jan15:19

Estiagem provoca situação de emergência em 70 cidades de Santa Catarina

Mais três cidades no Oeste de Santa catarina decretaram situação de emergência devido à estiagem. Com o decreto de Abelardo Luz, Paraíso e Saltinho, o número de cidades que sofrem com a escassez de chuva chegou a 70 nesta quarta-feira.

Na próxima sexta-feira, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, anunciou que virá ao Sul para anunciar um pacote de medidas contra a seca.

>> Açude seca e animais perdem 20% do peso

Por conta da estiagem no Estado, a Epagri/Ciram emitiu um boletim sobre o clima na região. A previsão para quinta-feira é que o tempo fique instável nas regiões do Extremo Oeste, Oeste e Meio Oeste, devido ao deslocamento de uma frente fria pelo Sul do Brasil, o que causará chuva fraca na madrugada e manhã.

Os volumes de chuva esperados para o dia variam entre 10 e 20 mm, podendo ser superados em pontos isolados. As temperaturas continuam altas e o vento será fraco com alguma rajadas mais intensas.

Comente aqui
10 jan08:52

Chega a 67 número de municípios em situação de emergência devido à estiagem em SC

Itapiranga e Tunapólis foram as últimas cidades a assinar o decreto de situação de emergência devido à estiagem. O número de municípios que sofrem com a escassez de chuva no Oeste de Santa Catarina chegou a 67 nesta segunda-feira.

Açude do agricultor Leonir Fiabani, de Planalto Alegre, secou e ele recebe agora água de um caminhão pipa da Prefeitura.

A Epagri/Ciram emitiu um boletim apontando o aumento da nebulosidade na região Oeste e a possibilidade de pancadas de chuva isoladas na terça-feira. No Extremo Oeste as chances de preciptação são muito pequenas, mas há algum risco nas áreas que fazem divisa com o Paraná.

>> Secretaria da Agricultura estima perdas de mais de R$ 400 milhões devido a estiagem

>> Dilma recebe ministros para discutir danos causados pela estiagem no Sul

As temperaturas continuam altas e o vento será fraco com alguma rajadas mais intensas.



Visualizar Cidades em situação de emergência em um mapa maior

Comente aqui
06 jan14:37

Lajeado Grande decreta situação de emergência

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A prefeitura de Lajeado Grande também assinou decreto de situação de emergência, devido a estiagem que assola a região Oeste. Agora são 59 municípios nessa situação. E o número deve aumentar, já que a previsão de chuva abaixo da média vai até o mês de março.

No relatório das 16h da Defesa Civil, 57 municípios haviam registrado situação de emergência. Outros dois municípios da região, Palmitos e Guarujá do Sul, também decretaram situação de emergência, mas a documentação ainda não chegou à Defesa Civil do Estado.

Pela manhã o governador Eduardo Pinho Moreira esteve em Chapecó e anunciou a liberação de R$ 1,25 milhão para os municípios atingidos com a estiagem.

Segundo Moreira, o recurso já está na conta das SDR´s e os municípios vão firmar convênios para a contratação de serviços como de caminhão pipa e retro escavadeiras. O dinheiro será distribuído conforme o número de propriedades.

O governador e representantes da Defesa Civil também viajaram para Maravilha e São Miguel do Oeste.




O produtor rural Ernesto Tochetto de Seara aproveitou a chuva desta quinta-feira para armazenar água em balde. "Vai resolver por uns três ou quatro dias".




>> Torneiras Secas: quatro cidades estão com rodízio no abastecimento de água na região Oeste.

A Defesa Civil recebeu uma projeção da estiagem para Estado onde aponta que podem ser atingidos entre 132 e 140 municípios. A situação mais grave foi em 2009, quando 194 cidades decretaram emergência por falta de água.

O relatório também aponta chuvas abaixo do normal até março. Mas os efeitos dela podem chegar até abril, segundo o major Neto. O Governo do Estado apontou com o auxílio na perfuração de poços, transporte de água e nos relatórios de perdas.


59 Cidades em situação de emergência

Águas de Chapecó

Águas Frias

Anchieta

Bandeirante

Bom Jesus

Bom Jesus do Oeste

Caibi

Campo Erê

Caxambu do Sul

Chapecó

Coronel Freitas

Coronel Martins

Cunhataí

Cunha Porã

Descanso

Entre Rios

Faxinal dos Guedes

Formosa do Sul

Flor do Sertão

Galvão

Guaraciaba

Guarujá do Sul*

Guatambu

Ipuaçu

Iraceminha

Irati

Jardinópolis

Jupiá

Lajeado Grande

Maravilha

Marema

Modelo

Nova Erechim

Nova Itaberaba

Ouro Verde

Palma Sola

Palmitos*

Passos Maia

Planalto Alegre

Pinhalzinho

Ponte Serrada

Quilombo

Riqueza

Romelândia

Santa Terezinha do Progresso

Santiago do Sul

São Carlos

São Domingos

São José do Cedro

São Miguel da Boa Vista

São Miguel do Oeste

Saudades

Seara

Serra Alta

Sul Brasil

Tigrinhos

União do Oeste

Vargeão

Xanxerê


*Defesa Civil ainda não recebeu a documentação dos decretos destes municípios. Dados do relatório das 16h da Defesa Civil, do dia 06/01.


Comente aqui
06 jan09:12

Do banho de balde ao banho de chuva

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Quando começou a garoa na tarde da quinta-feira, 05, em Seara, Stefani dos Santos, 12 anos, pediu para a mãe. – Posso tomar banho de chuva? Diante de dias tão secos Giane Bianchin não quis frustrar a filha de desfrutar da alegria de sentir uns pingos de água.

No dia anterior a família havia tomado banho de balde por falta de água na torneira. Eles estavam sem água desde segunda-feira e somente ontem receberam 500 litros com caminhão-pipa.

– Faz mais de uma semana que não lavo roupa- disse Giane.

Muitas vezes ela aproveita para tomar banho no trabalho. – No final de ano nem pudemos receber os familiares pois não tínhamos água- lamentou.


Comente aqui