Ciclismo

04 dez12:45

Taça de Ciclismo supera expectativas em Xanxerê

A Taça Carlos Hacker/Unimed realizada no domingo, dia 2, em Xanxerê, atraiu duzentos atletas dos três estados da região Sul do Brasil.

- É um novo recorde de participação em provas de ciclismo no Oeste catarinense – disse o diretor da prova, Douglas Moi Bueno.

Profissionais, amadores, iniciantes e crianças enfrentaram o sol forte e a temperatura de 30º C em três percursos.

A Taça Carlos Hacker/Unimed teve a participação de um ciclista olímpico. Daniel Rogelin, que disputou a Olimpíada de Atlanta (EUA), em 1996, pedalou no percurso principal (52 quilômetros) e elogiou a prova.

- Foi um trajeto bem seletivo, com um visual bacana, para competir e usufruir a natureza – comentou o atleta, que reside em Chapecó.

A largada e a chegada ocorreram na praça central de Xanxerê, que também sediou a premiação.


Comente aqui
18 jul17:49

Prova de ciclismo será realizada em Faxinal dos Guedes

O município de Faxinal dos Guedes recebe, no domingo, dia 29 de julho, ciclistas dos três estados do Sul do Brasil para uma competição inédita, a 1ª Copa Avelino Bragagnolo. Com expectativa de sucesso, a empresa que denomina e patrocina o evento tem o objetivo de tornar a prova tradicional.

O diretor da empresa, Marcos Bragagnolo afirma que o incentivo à prática esportiva faz parte da política de responsabilidade sócio-ambiental da empresa.

- O esporte deveria ser mais incentivado pela iniciativa privada, porque proporciona a integração da comunidade e o bem estar das pessoas – declarou Marcos.

A Copa envolverá atletas profissionais, amadores e escolares. Para as bicicletas speed, a corrida será de 50 quilômetros, enquanto as bicicletas mountain bike vão percorrer 25 quilômetros. O circuito compreende a cidade e o distrito de Barra Grande, em estrada asfaltada, com largada (às 9h) e chegada no Centro de Faxinal dos Guedes. Vai estar em disputa R$ 4 mil, mais troféus e medalhas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ciclismobragagnolo.blogspot.com.br.


Comente aqui
22 mai11:15

Douglas Moi conquista segundo lugar na Volta da Guatemala

O ciclista chapecoense Douglas Moi Bueno encerrou em grande estilo sua participação na Volta Internacional da Guatemala, país da América Central. Na última etapa, disputada neste domingo, dia 20, o atleta cruzou a linha de chegada em segundo lugar.

Segundo o atleta a oitava e última etapa foi a mais difícil. Ele lembra que os ciclistas largaram a 200 metros acima do nível do mar e finalizaram o trecho a dois mil metros de altitude, após 50 quilômetros de percurso – destes, 40 Km apenas de subida.

- Além do aclive acentuado eu e os competidores encaramos chuva, neblina e frio – disse.

Apesar das dificuldades, Moi fez um grande prova e por detalhes não venceu.

- Lancei-me em fuga com mais seis ciclistas. Ficamos juntos até o início da subida, quando ataquei. Liderei a prova até faltar 15 Km para a chegada, quando a fadiga começou a me castigar. Neste momento, fui ultrapassado por um ciclista que tinha intimidade com a montanha e terminei em segundo – conta o chapecoense. A prova teve como vencedor o guatemalteco Manuel Rodas.

Moi não conseguiu um resultado expressivo na classificação geral, devido a problemas com a bicicleta em duas importantes etapas. A Volta da Guatemala iniciou no dia 13 de maio, percorreu cerca de mil quilômetros e envolveu mais de 100 ciclistas de sete equipes locais e sete de outros países. A Funvic/Pindamonhangaba, de Douglas Moi, foi a única do Brasil presente no evento, que teve como campeão geral o colombiano Ramiro Rincón.

Esta foi a terceira competição fora do Brasil em que Moi participou nesta temporada. Antes, ele disputou provas na Argentina e no México.


Comente aqui
12 mai10:10

Chapecoense encara mais um desafio internacional

Depois de competir na Argentina e no México, o ciclista chapecoense Douglas Moi Bueno disputa a partir deste domingo, a Volta da Guatemala, país da América Central. O atleta viajou na madrugada da sexta-feira, dia 11, para a competição, que terá cerca de mil quilômetros divididos em oito etapas. O campeonato segue até o dia 20 de maio.

Douglas, 30 anos, está preparado para uma prova muito dura. – O terreno é bastante acidentado. Vamos enfrentar subidas de até 30 quilômetros e trechos a três mil metros acima do nível do mar – conta o atleta, que vai vestir a camisa do Funvic/Pindamonhangaba, de São Paulo.

A Volta da Guatemala vai reunir 14 equipes, sete nacionais e sete estrangeiras. O time de Douglas é o único do Brasil inscrito no evento, que conta pontos para o ranking das Américas.

Otimista, Douglas acredita que poderá finalizar o percurso na parte de cima da tabela. – Meu objetivo é ficar entre os dez melhores – disse o chapecoense. A Volta da Guatemala será disputada por mais de 100 competidores.

Além da profissão de atleta, Douglas também se dedica à organização de competições no Oeste catarinense. Ele é membro da Associação Pró Ciclismo de Chapecó, a Aprocicli.


Comente aqui
26 mar16:10

Concordiense vence etapa de ciclismo em São Paulo

O atleta concordiense, Jean Marcel da Silva venceu a 3ª etapa da média paulista de ciclismo, no domingo, dia 25, em Limeira/SP. Mais de 80 ciclistas participaram na categoria principal. Eles percorreram 60 Km em 1h25 minutos.

- Foi uma prova desgastante com média horária de 45 km/h. Tivemos que traçar uma estratégia durante a prova, pois éramos minoria e o pelotão esperava a gente tomar iniciativa. Correr assim é difícil, mas estávamos cientes do que tínhamos que fazer -comentou Jean após a vitória.


Comente aqui
06 mar17:26

Concórdia Pedala com Sucesso

A Galeria Municipal de Artes resgata a história do ciclismo na mostra “Concórdia Pedala com Sucesso”. A exposição apresenta troféus e medalhas conquistadas nos Jogos Abertos de Santa Catarina e competições nacionais, seja por equipes ou individual. Os troféus conquistados pelo renomado ciclista Daniel Rogelin, além de três bicicletas e fotografias, imagens e vídeos das conquistas do ciclismo de Concórdia compõem a mostra.

A exposição “Concórdia Pedala com Sucesso” pode ser visitada até o dia 10 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30m, 14h às 18h e nos sábados no horário das 10h às 12h30.


Bici e Radici

Projeto “Bici e Radici”, ou seja, Bicicleta e Raízes, idealizado pela Associazione Veneti Nel Mondo, com sede em Vicenza, Itália. O projeto objetiva uma viagem, em bicicleta, de 10 jovens italianos, procedentes do Vêneto, acompanhados durante todo o percurso por três técnicos, estes em veículo.

O Projeto “Bici e Radici” prevê a permanência dos jovens vênetos no Brasil, Argentina e Chile por, no mínimo, 20 dias e busca conjugar dois aspectos: o conhecimento e a interação com as comunidades venetas que encontrarão ao longo do trajeto e o aspecto esportivo da corrida em bicicleta. A aventura conta com o patrocínio da Região do Vêneto, através do ‘Assessorato alle Politiche dei Flussi Migrratori’, em favor das comunidades vênetas na América do Sul.

A iniciativa é resultado do intercâmbio com a Associação Italiana-Vêneta de Concórdia, que articulou localmente a colaboração da Fundação Municipal de Esportes de Concórdia, através do Setor de Ciclismo e a Secretaria de Desenvolvimento Regional, por sua Gerência de Turismo, Cultura e Desporto.

O Grupo chegou em Concórdia no dia 2 de março, e viajara rumo à Argentina e Chile no domingo, dia 4. A saída foi na Rua Dr. Maruri, em frente ao monumento em homenagem à imigração italiana, no Quiosque Central.

Acompanhe a viagem dos italianos pelo blog Bici e Radici.



Concórdia Pedala com Sucesso

Exposição pode ser visitada até o dia 10 de março

 

 

A Galeria Municipal de Artes resgata a história do ciclismo na mostra “Concórdia Pedala com Sucesso”. A exposição apresenta troféus e medalhas conquistadas nos Jogos Abertos de Santa Catarina e competições nacionais, seja por equipes ou individual. Os troféus conquistados pelo renomado ciclista Daniel Rogelin, além de três bicicletas e fotografias, imagens e vídeos das conquistas do ciclismo de Concórdia compõem a mostra.

A exposição “Concórdia Pedala com Sucesso” pode ser visitada até o dia 10 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30m, 14h às 18h e nos sábados no horário das 10h às 12h30.

 

Bici e Radici

Dez ciclistas da Itália, estiveram em Concórdia de 2 a 4 de março eles fazem parte do

Projeto “Bici e Radici”, ou seja, Bicicleta e Raízes, idealizado pela Associazione Veneti Nel Mondo, com sede em Vicenza, Itália. O projeto objetiva uma viagem, em bicicleta, de 10 jovens italianos, procedentes do Vêneto, acompanhados durante todo o percurso por três técnicos, estes em veículo.

 

O Projeto “Bici e Radici” prevê a permanência dos jovens vênetos no Brasil, Argentina e Chile por, no mínimo, 20 dias e busca conjugar dois aspectos: o conhecimento e a interação com as comunidades venetas que encontrarão ao longo do trajeto e o aspecto esportivo da corrida em bicicleta. A aventura conta com o patrocínio da Região do Vêneto, através do ‘Assessorato alle Politiche dei Flussi Migrratori’, em favor das comunidades vênetas na América do Sul.

 

A iniciativa é resultado do intercâmbio com a Associação Italiana-Vêneta de Concórdia, que articulou localmente a colaboração da Fundação Municipal de Esportes de Concórdia, através do Setor de Ciclismo e a Secretaria de Desenvolvimento Regional, por sua Gerência de Turismo, Cultura e Desporto.

 

O Grupo chegou em Concórdia no dia 2 de março, e viajara rumo à Argentina e Chile no domingo, dia 4. A saída foi na Rua Dr. Maruri, em frente ao monumento em homenagem à imigração italiana, no Quiosque Central.

Comente aqui
13 dez10:23

Ciclista de Concórdia é destaque

O Ciclista concordiense Jean Marcel da Silva participou no domingo, dia 11, em Botucatú/SP, da Copa São Paulo de Ciclismo. No evento realizado na Unesp-Lageado, em um Circuito de 50 Km, o Ciclista Jean ficou com a segunda colocação da prova, na categoria elite.

No domingo, dia 18, Jean Marcel da Silva e Daniel Rogelim, participam da última prova do ano em Brasília/DF, prova válida para o Ranking Brasileiro de Ciclismo.

A prova será transmitida ao vivo no Esporte Espetacular da Rede Globo a partir das 09h30.


Comente aqui
10 dez09:56

I Desafio da Integração Corrida Rústica e Prova de Ciclismo

Será realizado no dia 11 de dezembro o I Desafio da Integração Corrida Rústica e Prova de ciclismo em comemoração ao 20º aniversário do Município de Guatambu.

O 1º Desafio da Integração tem por finalidade promover e incentivar o entretenimento esportivo e a confraternização de atletas locais e regionais.

A corrida rústica terá um percurso de 5,5 Km e a prova de ciclismo terá um percurso de 11,0 Km, e serão realizadas no centro da cidade de Guatambu. Haverá ao longo do percurso postos de água

Data: domingo – 11 de dezembro de 2011

Local: Centro da cidade de Guatambu

Largada Corrida Rústica: 08h30

Largada Prova de Ciclismo: 09h30


Categorias

As idades para as Referidas Categorias são as seguintes:

Juvenil – Nascidos entre 1995 a 2000.

Livre – Nascidos entre 1994 a 1972.

Sênior – Nascidos até o ano de 1971.

Estas idades valem tanto para a Corrida Rústica quanto pra a Prova de Ciclismo.


Premiação

Serão premiados os atletas até o 5º lugar nas duas modalidades da seguinte forma:

do 1º ao 3º lugar, premiação em dinheiro mais premiação simbólica; 4º e 5º lugar, apenas premiação simbólica.


Premiação para a Corrida Rústica:

Premiação Categoria Juvenil Atletas Guatambuenses Masculino e Feminino

1º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 30,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 20,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Categoria Juvenil Masculino e Feminino Atletas Não-Guatambuenses

1º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 30,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 20,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Categoria Livre Atletas Guatambuenses Masculino e Feminino

1º Lugar = R$ 120,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 80,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Categoria Livre Masculino e Feminino Atletas Não-Guatambuenses

1º Lugar = R$ 120,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 80,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Categoria Sênior Atletas Guatambuenses Masculino e Feminino

1º Lugar = R$ 100,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 70,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Categoria Sênior Masculino e Feminino Atletas Não-Guatambuenses

1º Lugar = R$ 100,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 70,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 50,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Premiação Prova de Ciclismo

Premiação Categoria Juvenil Atletas Guatambuenses Masculino e Feminino

1º Lugar = R$ 30,00 + premiação simbólica

2º Lugar = R$ 20,00 + premiação simbólica

3º Lugar = R$ 10,00 + premiação simbólica

4º Lugar = Premiação simbólica

5º Lugar = Premiação simbólica


Comente aqui
30 nov11:04

Copa Itá de Mountain Bike Marathon 2011

Cinquenta ciclistas aderiram ao desafio de encarar 68 quilômetros, entre as cidades de Chapecó e Itá, por estradas de terra, no domingo, 27.

- O sol forte e o calor, que em alguns momentos da prova ultrapassou os 30 graus, aumentaram as dificuldades. Enfim, a Copa Itá de Mountain Bike Marathon (competição de longa distância), testou a resistência dos atletas – disse o presidente da Associação Pró-Ciclismo (Aprocicli) de Chapecó, Douglas Moi.

Competidores catarinenses e gaúchos largaram as 10h, em frente a catedral Santo Antônio, em Chapecó. Os primeiros 10 Km foram percorridos no asfalto. Já em estradas de terra eles passaram pela antiga comunidade de Sede Trentin e seguiram até a cidade de Paial, onde havia um ponto de hidratação, no Km 35. O restante do trajeto foi disputado no vale do Rio Uruguai. Depois de 54 Km de prova, os ciclistas encontraram mais um ponto de hidratação. A chegada aconteceu na praça Aldo Ivo Stumpf, no centro de Itá.

Daniel Rogelin cruzou a linha de chegada em primeiro lugar.

Atleta Olímpico

O atleta olímpico participou dos Jogos de Atlanta/1996 e foi bicampeão da Volta de Santa Catarina, uma de suas conquistas. Daniel completou o percurso em 2h43min.

Daniel é natural de Concórdia, reside em Chapecó e integra a equipe de São José dos Campos/SP.

Quem também se destacou foi o ciclista Moisés Padilha. Enquanto alguns desistiram no meio do caminho, o chapecoense de 63 anos pedalou até o fim. Destaque, ainda, para Priscila Rosa, de Chapecó, a única mulher na prova. Ela completou o percurso na posição 23 geral na frente de muitos homens.


Organização

Na chegada, em Itá, os atletas foram recepcionados por familiares e amigos. Um banquete de frutas e água foi oferecido aos competidores. A competição teve organização da Aprocicli de Chapecó sob direção de Douglas Moi e apoio do poder público de Itá através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.



Comente aqui
28 out11:02

Dia do atletismo na Olesc

Nesta quinta começam as provas do atletismo, no Complexo Esportivo Verdão. Outra modalidade que inicia é o ciclismo, com prova de Cross Country, na SC 283. Também seguem as disputas no basquete, futsal, handebol, judô, natação, xadrez, tênis, tênis-de-mesa e voleibol.

A competição vai até primeiro de novembro.


Atletismo





















Ciclismo

Comente aqui