Conab

06 set11:42

Conab confirma safra recorde de grãos

A produção de grãos na safra 2011/12 deve alcançar recorde de 165,9 milhões de toneladas, o que corresponde a um crescimento de 1,9% (3,09 milhões de toneladas) em comparação com a safra anterior 2010/11 (162,8 milhões de toneladas).

Os dados fazem parte do 12º e último levantamento sobre a safra 2011/12, divulgado nesta quinta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O próximo levantamento sobre safra de grãos ocorrerá no dia 9 de outubro e será o primeiro relativo ao período 2012/2013.

A última pesquisa sobre a safra 2011/12 confirmou o destaque para a segunda safra de milho, cuja produção deve crescer 73%, ou o equivalente a 16,4 milhões de toneladas sobre a última safra, alcançando 38,86 milhões de toneladas. No ano passado foram colhidas 22,46 milhões de toneladas na segunda safra do cereal.

O levantamento também confirmou a queda da soja, cuja produção deve recuar 11,9% (-8,9 milhões de t), para 66,38 milhões de t. A safra de arroz deve cair 14,8%, para 11,6 milhões de t (-2 milhões de t).

— As condições climáticas desfavoráveis foram as principais causadoras desta redução, principalmente nas fases de desenvolvimento das culturas, quando as mais prejudicadas foram as lavouras de milho e de soja nos Estados da região Sul, parte do Sudeste e no sudoeste de Mato Grosso do Sul — informa a Conab.


AGÊNCIA ESTADO

Comente aqui
08 mai18:29

Agricultores atingidos pela estiagem em SC devem receber sementes de milho

Nesta terça-feira o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues esteve reunido em Brasília com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro. O objetivo do encontro foi discutir medidas de auxiliar os agricultores familiares atingidos pela estiagem no Estado.

No encontro, Rodrigues pediu apoio do Ministério para o fornecimento de sementes de milho, azevém, aveia e adubo para a safra 2012/2013, principalmente para o Oeste de Santa Catarina. O levantamento feito pela Secretaria da Agricultura e Epagri mostra que mais de 135 municípios foram atingidos pela estiagem, abrangendo 95,2 mil propriedades agrícolas e 391 mil pessoas ligadas ao meio rural, com prejuízo de aproximadamente R$ 778 milhões.

>> Segundo a Defesa Civil do Estado 138 municípios estão em situação de emergência devido a estiagem

Segundo o Ministro Mendes Ribeiro, a Conab deverá liberar 58 mil toneladas de semente de milho ao preço de R$ 21 a saca para 19 municípios catarinense. O milho deve chegar a Santa Catarina em 72 horas. Os municípios beneficiados serão: Campo Erê; Pinhalzinho; São Miguel do Oeste; Descanso; Itapiranga; Palmitos; Coronel Freitas; Maracajá; Braço do Norte; Quilombo; Tangará; Herval do Oeste; Mondaí e Palmitos.

- Nosso pedido tem o intuito de auxiliar os pequenos produtores mais prejudicados pela estiagem em Santa Catarina – destacou João Rodrigues. O secretário disse que a liberação das sementes será bem vinda para amenizar o drama dos agricultores atingidos pela estiagem e dar maior segurança, produtividade e rentabilidade nas lavouras e criações.


Comente aqui
10 abr12:28

Safra de grãos deve ser 2,2% menor do que a passada, prevê Conab

A produção nacional de grãos da safra 2011/2012 deverá atingir 159,2 milhões de toneladas, segundo estimativa divulgada nesta terça-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Esse número é 2,2%, ou 3,63 milhões de toneladas, menor do que a safra 2010/2011, quando foram colhidos 162,84 milhões de toneladas.

De acordo com a Conab, a projeção de área plantada está em 52,29 milhões de hectares, 4,8% maior do que a do ciclo anterior (49,89 milhões de hectares). Segundo a estatal, a soja e o arroz são as culturas que devem apresentar a maior redução na produção, 9,72 milhões de toneladas e 1,95 milhão de toneladas, respectivamente.

A Conab atribui essa queda principalmente às condições climáticas desfavoráveis no período de novembro de 2011 a janeiro deste ano. A companhia considera que as lavouras de milho e soja foram as mais afetadas, principalmente no Sul, em parte do Sudeste e no sudoeste de Mato Grosso do Sul.

A Conab estima que a produção de milho segunda safra, no entanto, terá crescimento de 35,1%, o que equivale a 7,54 milhões de toneladas a mais.


AGÊNCIA BRASIL



Comente aqui
08 mar11:19

Safra de grãos 2011/2012 deve chegar a 157,8 milhões de toneladas

A produção de grãos brasileira deve chegar a 157,8 milhões de toneladas, de acordo com o sexto levantamento da safra 2011/2012, feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado nesta quinta-feira. O volume é 3,1%, ou cerca de 5 milhões de toneladas, menor que os 162,9 milhões de toneladas colhidas na safra anterior. No entanto, em relação ao quinto levantamento, publicado há um mês, houve aumento de 0,5%, ou 744,2 mil toneladas.

Segundo a Conab, o acréscimo em relação ao último levantamento se deve à recuperação da lavoura do milho primeira safra e do crescimento do milho segunda safra. No total, a produção de milho deve crescer 7,5%, chegando a uma safra de 61,7 milhões de toneladas. Considerando apenas o milho segunda safra, deverá haver crescimento de 20,1%, com estimativa de 25,8 milhões de toneladas.

A soja, no entanto, que junto com o milho compõe mais de 80% do volume de grãos, deve ter sua produção reduzida em 8,7%, ficando em 68,7 milhões de toneladas.

A área plantada deve chegar a 51,68 milhões de hectares, 1,79 milhão de hectares, ou 3,6% a mais, que os 49,88 milhões de hectares da última safra. De acordo com a Conab, o milho e a soja são responsáveis pela ampliação de área. O Arroz e o feijão, no entanto, apresentaram redução na área plantada.

A pesquisa foi realizada por 60 técnicos da Conab, entre os dias 23 e 29 de fevereiro, ouvindo representantes de órgãos públicos e privados ligados à produção agrícola dos todos os estados produtores.


AGÊNCIA BRASIL



Comente aqui
27 jan10:08

SDR Seara busca soluções para milho de baixa qualidade fornecido pela CONAB

O milho disponibilizado pela Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, em Quilombo, é alvo de grandes reclamações por parte de produtores da região de Seara.

Para buscar soluções a estas constantes queixas, o Diretor-Geral da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional de Seara, Ademar Petry e o Gerente de Agricultura, Andrei Tecchio, participaram do 14º Itaipu Rural Show, realizado em Pinhalzinho.

Na oportunidade, houve entrega de uma amostra do milho ao Deputado Federal, engenheiro agrônomo e vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Valdir Colatto.

O deputado demonstrou indignação com a qualidade do milho apresentado e se comprometeu em apurar os fatos para buscar soluções cabíveis.


Comente aqui
10 jan10:55

Conab reduz previsão para safra 2011/2012

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu a projeção para a safra de grãos 2011/12 em seu quarto levantamento, divulgado hoje, por causa de fatores climáticos adversos, principalmente no Sul do país, cujas lavouras enfrentam período de estiagem.

Safra de milho poderá crescer 2,9%.

A produção nacional está estimada em 158,45 milhões de t, o que representa queda de 2,8% (4,51 milhões de t) em comparação com a safra anterior 2010/11, que foi de 162,96 milhões de t. Em relação ao levantamento anterior, do mês passado, houve redução de 0,4% (646 mil t).

As culturas de maior representação – milho e soja – somam 83% de toda a safra, com uma produção de 130,962 milhões de toneladas. O milho pode crescer 2,9%, considerando apenas a participação do de primeira safra.

Segundo os técnicos da Conab, o plantio da segunda safra só será definido a partir deste mês. A área de plantio deve totalizar 50,66 milhões de hectares, representando pequena elevação de 1,5% ante a safra anterior (49,92 milhões de hectares).

De acordo com a Conab, o crescimento da área pode ser atribuído principalmente ao milho primeira safra e à soja, com um aumento de 9,1% e 1,9%, respectivamente. Em compensação, o arroz deve ter redução de plantio, para 2,55 milhões de hectares, perdendo 267,3 mil hectares em relação ao período anterior.


AGÊNCIA BRASIL

Comente aqui
21 set11:13

Abastecimento de milho em SC será retomado

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) decidiu revogar o contrato de transporte de 35 mil toneladas de milho com a empresa Transvale que, após 90 dias, entregou em SC somente 13, 5 mil toneladas. A informação é do diretor de operações e abastecimento da Conab, Marcelo de Araújo Melo, após inúmeros pedidos pela liberação urgente de milho para Santa Catarina.

O diretor disse que, em função disso, a Conab fez nova licitação no dia nove de setembro para remoção de milho de outros estados para Santa Catarina, acrescentando mais 40 mil toneladas as 13,5 mil já distribuídas. Duas empresas ganharam a concorrência para transporte que começa na segunda-feira, dia 26.

O milho vai custar aos produtores R$ 24 a saca de 60 kg. Para o deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC) vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) no Congresso Nacional, espera que a burocracia não atrapalhe o transporte e que a Conab seja ágil e as empresas cumpram o contrato removendo com urgência o milho para Santa Catarina. – A demora desencadeia prejuízo ainda maior aos produtores que arcam com o ônus de mais uma crise da suinocultura catarinense. – disse Colatto.


40 mil toneladas de milho do Paraná vão abastecer  Santa Catarina. A distribuição será para os seguintes locais:

2 mil toneladas de Assis Chateaubriand/PR para São Miguel do Oeste/SC;

3 mil toneladas de Assis Chateaubriand/PR para Descanso/SC;

1 tonelada de Assis Chateaubriand/PR para Ipuaçu/SC;

3 mil  toneladas de Assis Chateaubriand/PR para Quilombo/SC;

2 mil toneladas de Assis Chateaubriand/PR para Campos Novos/SC;

1,5 toneladas de  Santa Helena/PR para Mondaí/SC;

3,5 mil toneladas de Santa Helena/PR para Itapiranga/SC;

1,6 toneladas de Santa Helena/PR para Chapecó/SC;

833 toneladas de Palotina/PR para Chapecó/SC;

1,6 toneladas de Palotina/PR para Joaçaba/SC;

3,8 mil toneladas de Maripá/PR para Joaçaba/SC;

166 mil toneladas de Maripá/PR para Herval D’ Oeste/SC;

293 mil toneladas de Itaipulândia/PR para Campos Novos/SC;

4 mil toneladas de Itaipulândia/PR para Campos Novos/SC;

1,8 toneladas de Campo Mourão/PR para Herval D’ Oeste/SC;

3,2 mil toneladas de Campo Mourão/PR para Campos Novos/SC;

4 mil toneladas de Piraí do Sul/PR para Braço do Norte/SC;

1 tonelada de Mamboré/PR para Braço do Norte/SC;

2 mil toneladas de Mamboré/PR para Campos Novos/SC.


Comente aqui