Concórdia

29 set08:22

Governo Federal libera R$ 10 milhões em equipamentos para 100 municípios atingidos pela estiagem

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O Governo Federal anunciou a liberação de R$ 10 milhões para a compra de tratores e distribuidor de adubo líquido para 100 municípios catarinenses atingidos pela estiagem. A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse que o dinheiro já está na conta do Governo de Santa Catarina. Os equipamentos servirão para o transporte de água nos municípios, em caso de nova estiagem. Os tratores tem potência de 75 cavalos e o distribuidor tem capacidade para seis mil litros. O Governo do Estado dará uma contrapartida de R$ 1,15 milhão nesse projeto.

De acordo com o secretário de Agricultura, João Rodrigues, o edital de licitação será lançado nos próximos dias e os equipamentos devem ser adquiridos em 60 dias.

Os municípios foram escolhidos pelo número de decretos de emergência, entre cinco e sete nos últimos dez anos. Alguns municípios como Chapecó, Abelardo Luz e Concórdia vão receber dois tratores, por terem maior extensão territorial e maior número de produtores.

>> Confira a lista dos municípios beneficiados

Ideli afirmou que outros R$ 10 milhões do Ministério da Integração Nacional devem ser disponibilizados nos próximos dias, para a perfuração de 336 poços artesianos. O edital de licitação já está pronto e deve ser lançado em outubro.

Além disso o Governo de Santa Catarina tem um empréstimo de R$ 60 milhões já aprovado no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. De acordo com João Rodrigues falta só a autorização para Santa Catarina lançar a licitação. Com este recurso serão adquiridos mais 162 distribuidores de adubo líquido, construídas quatro mil cisternas de 10 mil litros e perfurados outros 200 poços artesianos.

Metade dos recursos serão utilizados para subsidiar 30% dos custos de irrigação de até dois hectares, ou construção de cisternas grandes ou açudes. Neste caso os agricultores farão financiamento e o governo bancará parte dos projetos.

Os beneficiados serão os municípios que nos últimos anos tiveram decreto de emergência em virtude da estiagem.

Na estiagem do verão passado, foram 152 municípios em situação de emergência e perdas de mais de R$ 700 milhões na agropecuária.




Comente aqui
27 set11:22

Bancários do Oeste voltam ao trabalho nesta quinta-feira

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Depois de nove dias de paralisação bancários do Oeste aceitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Febraban). Mais de 2 mil bancários de 100 agências privadas e públicas devem voltar ao trabalho a partir desta quinta-feira.

A categoria aceitou a proposta que eleva para 7,5% o índice de reajuste dos trabalhadores (aumento real de 2.02%); para 8,5% o aumento do piso salarial e dos auxílios-refeição e alimentação (ganho real de 2,95%); e para 10% no valor fixo da regra básica e no limite da parcela adicional da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

O presidente do Sindicato dos Bancários de Concórdia e Região, Luiz Júnior Gubert, disse que a negociação ficou dentro das expectativas.

- Iremos receber 2.02% de ganho real, isso é resultado da forte mobilização da categoria em todo o país – afirmou Gubert. Ele disse ainda que no ano passado, foram necessários 21 dias de greve para conseguir 1,5% de aumento real.


Em Chapecó e Concórdia algumas agências seguem fechadas

Em Chapecó, seguem em greve funcionários da Caixa Econômica Federal e do Banrisul. De acordo com o Sindicato dos Bancários de Chapecó, Xanxerê e Região, a categoria rejeitou as propostas específicas, durante assembleia na manhã desta quinta, por entender que não continham avanços significativos.

As agências do Banco do Brasil de Concórdia também seguem com as portas fechadas. Os bancários vão se reunir na manhã desta sexta-feira para decidir se vão acatar a proposta e retomar o trabalho.


Comente aqui
23 set18:54

Mais de duas mil mudas de árvores foram entregues em Concórdia

Para celebrar o dia da Árvore em Concórdia, o Sicoob Transcredi em parceria com a Planflora e a RBS TV realizou a entrega de 2,5 mil mudas em escolas da cidade. Na data foi realizada também a entrega de folder com informações sobre educação cooperativista e uma semente.

Segundo a presidente do Sicoob Transcredi, Ana Rauber Balsan, esta atividade representa a preocupação da cooperativa com o desenvolvimento sustentável.

- Aliada a nossa responsabilidade ambiental, definimos por difundir esta cultura cooperativista para as crianças e adolescentes – comentou a presidente.

Os associados que visitaram a cooperativa também receberam mudas de árvores.

As espécies distribuídas foram: Guabiroba, Cereja, Pitanga, Ingá feijão, Ingá anão, Araçá vermelho, Goiaba, Cabreúva, Tarumã, Ipê Amarelo, Ipê Roxo.


Comente aqui
19 set19:46

Galeria casa de carnes em Concórdia

Pensando em incentivar o consumo de carne suína o Instituto Nacional da Carne Suína (INCS) em Concórdia apresenta uma proposta diferente de casa de carnes. A Galeria Casa de Carnes, inaugurada nesta quarta-feira, tem como proposta trazer para a população cortes e derivados exclusivos de carne suína.

No mix de produtos, o destaque é para marcas de pequenos frigoríficos da região do Alto Uruguai Catarinense, que oferecem produtos de qualidade, com sabor artesanal, e que fazem parte de um grupo que busca para seus produtos uma certificação de qualidade e o Selo de Indicação Geográfica da Carne Suína do Meio Oeste Catarinense, ambos os projetos em parceria com INCS.

O Afrib e Frigolaste de Seara, Friprando de Jaborá e Varpi de Concórdia, são os frigoríficos que vão oferecer cortes suínos temperados, recheados, defumados e embutidos. Todos produtos que vão fazer da refeição uma verdadeira experiência de sabor e mostrar que a carne suína é um alimento saudável, de fácil preparo, que pode ganhar a mesa dos brasileiros no dia-a-dia.

O conceito da Galeria Casa de Carnes, porém, ainda vai além da carne suína e também oferece uma gama de produtos sem lactose, que levam a marca Casa da Ovelha. Carnes bovinas e de cordeiro, queijos finos e temperados, geleias e antepastos requintados, cremes balsâmicos, molhos, temperos e conservas também estão a disposição dos clientes. Para acompanhar a refeição, apresenta também uma carta de vinhos nacionais e importados, licores, sucos orgânicos e sucos.


Comente aqui
19 set18:23

Concórdia recebe o Guarani de Palhoça

O Guarani de Palhoça, já garantido na Primeira Divisão em 2013, vai com força máxima enfrentar o Concórdia, hoje, às 20h, no Estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia.

Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético Tubarão, no último domingo, o técnico Hudson Coutinho decidiu recolocar os titulares em campo.

– Optamos em poupar os titulares em função do cansaço dos atletas, mas a partir da próxima partida já estaremos com força máxima em busca do título da Divisão Especial – garantiu Hudson.

O meia Gustavo, poupado nos dois primeiros jogos, o atacante Leandrinho e o zagueiro Cleyton devem retornar ao time principal.


HORA DE SANTA CATARINA



Comente aqui
18 set10:41

Bancários do Oeste aderem à greve nacional

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A greve dos bancários pegou clientes de surpresa no início da manhã desta terça-feira em oito cidades do Oeste. Bancários de Chapecó, Concórdia, Quilombo, Seara, São Miguel do Oeste, Iporã do Oeste, Maravilha e Pinhalzinho, pertencentes à três sindicatos da categoria, aderiram ao movimento nacional. Em Santa Catarina a projeção é de que pelo menos 10 regiões devem aderir à greve deflagrada por tempo indeterminado.

Os bancários esperavam uma contraproposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A proposta de 6% de reajuste apresentada pelos banqueiros em agosto foi rejeitada pela categoria.

De acordo com o presidente em exercício do Sindicato dos Bancários de Concórdia e Região, Luiz Junior Gubert, a categoria reivindica 10,25% de aumento e melhores condições de trabalho, saúde e atendimento.

- A greve é sempre o último passo, buscamos o diálogo e esperamos que as negociações sejam retormadas – disse Gubert.

Com a paralisação ficam fechados os caixas para saques, pagamentos e todas as movimentações bancárias. O acesso ao autoatendimento deve estar disponível em algumas das agências bancárias de cada região, segundo o sindicato.

Até a noite de segunda-feira ao menos 11 sindicatos confirmaram que os trabalhadores irão cruzam os braços a partir desta terça-feira nas cidades de Araranguá, Balneário Camboriú, Chapecó, Concórdia, Xanxerê, Blumenau, Criciúma, Florianópolis, Joaçaba, São Miguel do Oeste e Tubarão. Em Videira a greve começará na próxima sexta-feira, 21.


Panorama da greve no Oeste

Banco do Brasil

5 agências em Chapecó

1 agência em Quilombo

1 agência em Concórdia

1 agência em Seara

1 agência em São Miguel do Oeste

1 agência em Iporã do Oeste

1 agência em Maravilha



Caixa Econômica Federal

8 agências em Chapecó

1 agência em Pinhalzinho


HSBC

1 agência em Concórdia


Santander

1 agência em Concórdia


Paralisação é nacional

Em todo o país, bancários deflagraram greve, por tempo indeterminado, a partir de terça-feira. Desde a primeira semana do mês, quando a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) apresentou proposta de reajuste salarial muito distinta da reivindicação dos bancários, os trabalhadores ameaçam cruzar os braços.

Ao todo, a categoria reúne cerca de 500 mil funcionários no país.


Alternativas à greve

Correspondentes

Estão espalhados em todo o país em pontos como supermercados, casas lotéricas e postos dos Correios. As casas lotéricas, por exemplo, funcionam durante o horário comercial.


Operações

— Pagamento de contas de água, luz, telefone (com ou sem fatura), tributos municipais e estaduais, boletos de bancos. carnês, INSS/GPS, FGTS-GRF/GRRF/GRDE (com código de barras) e contribuição sindical (em dinheiro).

— Saque de dinheiro e benefícios como bolsa família, INSS, FGTS, seguro desemprego e PIS. O saque com com cartão magnético é limitado a R$ 1 mil ou três transações diárias.

— Depósito em conta corrente ou em conta poupança. A operação limitada a R$ 1 mil ou até três transações por dia.

— Consulta de saldos e extratos de contas correntes e poupanças, entrega de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados, pensionistas do INSS, empregados de empresas conveniadas e recarga de celular pré-pago.


Internet Banking

Operações

— Consultas de saldo, extrato, lançamentos futuros, extrato de compras com cartões de débito, informe de rendimentos, investimento, poupança, aplicações e transações agendadas.

— Pagamentos de Débito Direto Autorizado (DDA), agendamento de pagamento de conta (água, luz, telefone e gás), boleto de cobrança DARF/DARF Simples, Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), GFIP-FGTS, GPS-INSS, IPVA, DPVAT, IPTU/, GRCS, ISS, licenciamento de veículos e recarga de celular.

— Transferências entre outros bancos, TED e DOC eletrônico

— Solicitação e desbloqueio de talão de cheques, solicitação, consulta e cancelamento de débito automático e empréstimos.


Mobile banking

Para ter acesso a este serviço, o cliente deve baixar o aplicativo (app) da instituição diretamente no celular, a partir do site do banco e das lojas virtuais de aplicativos.


Operações

— Por este canal, geralmente é possível consultar saldos, verificar extratos, contas de investimentos, home broker (compra e venda de ações) e pagar títulos via Débito Direto Autorizado (DDA). O serviço, no entanto, varia conforme a instituição e o relacionamento com o cliente.


Telefone

Todos os bancos oferecem um serviço telefônico por meio do qual o cliente pode tirar dúvidas sobre serviços e realizar transações financeiras.


Operações

—Pagamento de boleto a vencer da mesma instituição e de outras, de contas (água, luz, telefone, gás) e de imposto e taxas.




1 comentário
17 set09:06

Selo de certificação da carne suína foi apresentado

O Presidente do Instituto Nacional da Carne Suína, Wolmir de Souza, juntamente com representantes da Cugnier Certificadora, participaram de uma reunião com o presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Enori Barbieri, e com o gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Sérgio Borges. O objetivo do encontro foi buscar o apoio do órgão governamental para efetivar a certificação da carne suína brasileira.

O gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Sérgio Borges, afirma que a Cidasc reconhece o projeto de certificação como uma ideia muito boa. O Selo de Qualidade da Carne Suína pretende certificar as plantas frigoríficas que atenderem aos requisitos técnicos de controle de segurança alimentar.

- A Cidasc está avaliando os requisitos do projeto e pensando em como validar o Selo de certificação. As empresas que obtêm o selo são empresas diferenciadas, pois além de atender a mais requisitos do que os solicitados pela Inspeção Estadual, elas demonstram preocupação com a qualidade alimentar e o fazem por iniciativa própria – afirmou Borges.

Para o representante da Cugnier Certificadora, Dante Dauer, o interesse e aval positivo da Cidasc para a certificação da carne suína é muito importante.

Wolmir de Souza, presidente do INCS, frisa que é muito importante este espaço conquistado junto a Cidasc.

- Esperamos que nosso projeto de certificação da carne suína, assim como o regulamento técnico que o acompanha, sejam referência no estado e no Brasil. E uma ação que vai valorizar as pequenas plantas frigoríficas e mostrar que elas são tão qualificadas quanto as grandes marcas para oferecer segurança alimentar e produtos saborosos – afirmou o presidente.


Carne Suína de Qualidade

O projeto de certificação da carne suína é carro chefe do Instituto Nacional da Carne Suína. Esta ação pretende qualificar as plantas frigoríficas de pequenas agroindústrias dentro de normas técnicas rígidas que garantam a segurança alimentar do produto, além de agregar valor a cortes e derivados de carne suína, que irá impactar diretamente para a geração de renda e crescimento destes frigoríficos e dos suinocultores independentes.

O trabalho de certificação já foi realizado em um Frigorífico paranaense. O Primaz Alimentos, localizado em Rio Negrinho, será o primeiro a carregar o selo nas embalagens dos produtos. Em dezembro de 2011 a planta passou por uma auditoria piloto realizada pela Cugnier Certificadora. O resultado foi positivo e a planta atendeu a mais de 70% dos requisitos técnicos para receber o Selo. Agora, o INCS e o Primaz aguardam o parecer do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sobre a adequação do selo ao rótulo das embalagens dos produtos.

Com o primeiro frigorífico certificado, o INCS começou a implantar o projeto no Oeste catarinense. Quatro frigoríficos da região já concluíram a primeira etapa do projeto, que é a consultoria e preparação para a auditoria da Cugnier. Em breve estes frigoríficos também poderão receber em seus produtos o selo de certificação de qualidade da carne suína.


Comente aqui
14 set18:12

Show do Sorriso Maroto é cancelado em Concórdia

Devido a apresentação do Grupo Sorriso Maroto com o cantor Michel Teló, ao vivo, no programa do Faustão da Rede Globo, o show que aconteceria no domingo, dia 23 de setembro, foi cancelado.

Quem já adquiriu ingresso pode procurar os pontos de venda e receber o dinheiro da compra.


Comente aqui
14 set16:26

Comércio de Concórdia aberto em horário especial neste sábado

Neste sábado dia 15 de setembro os consumidores de Concórdia e região poderão aproveitar o horário especial de atendimento do comércio da cidade. As lojas ficam abertas das 8h às 17h sem fechar ao meio dia.

Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Concórdia –CDL, Leocergio Sarturi, o horário especial tem atraído ainda mais os consumidores, principalmente neste início de mês.

- Estamos nos recuperando de uma crise, o movimento tem aumentado aos poucos – disse.

Ainda de acordo com ele com a redução das taxas de juros também vem contribuindo para a melhora no cenário.

- Sempre no segundo semestre do ano há um aquecimento significativo nas vendas de todos os setores. Nas lojas de vestuário, calçados e acessórios surgem às novas coleções de primavera e verão, além das famosas liquidações de final de inverno que atraem os olhos principalmente das mulheres – comenta Sarturi.

A primavera só começa oficialmente no dia 20 de setembro, mas as lojas já estão em busca das novidades para apresentar para os clientes. Em Concórdia as lojas apostam em artigos variados, coloridos e cheios de estilo. Nas vitrines é possível observar as mudanças.


Comente aqui
13 set12:12

Festival Catarinense de Teatro pode ser cancelado por falta de recursos

Nane Pereira | Especial

Tudo encaminhado para o 17º Festival Catarinense de Teatro, mas, parafraseando o poeta Drummond, no meio do caminho havia uma pedra. Faltando apenas dois meses para o evento, os organizadores estão à espera do repasse da verba do Governo do Estado, que é o principal patrocinador através do Funcultural. O projeto foi reconhecido pelo Conselho Estadual de Cultura e aprovado no dia 31 de julho, no valor de R$ 250 mil.

Mas, em nota oficial da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, devido a uma queda na arrecadação de ICMS neste ano, que gerou um déficit de cerca de R$ 70 milhões na previsão orçamentária para pagamentos de projetos do ano de 2012, o Governo do Estado irá honrar apenas os projetos que fazem parte do calendário oficial de eventos de Santa Catarina, como, por exemplo, as Festas de Outubro.

Ainda conforme o comunicado, somente se ocorrer um aumento na arrecadação haverá outros repasses, mesmo que o projeto tenha tramitado e considerado apto a receber o valor requisitado, não significa que irá ser efetivamente pago.

Segundo o secretário da diretoria executiva da Federação Catarinense de Teatro (Fecate) e diretor do grupo blumenauense O Grito Cia de Teatro, Leandro de Assis, os organizadores do evento não estão parados:

– Nós estamos acompanhando de perto, indo a Florianópolis constantemente falar com o presidente da Fundação Catarinense de Cultura. Estamos sempre em contato direto com o conselheiro Luciano Cavichiollo, que nos mantém informados.

Assis comenta ainda que no ano passado o festival ocorreu em Rio do Sul com um mês de atraso, porque não houve repasse da verba na data prevista:

– Com muita pressão recebemos o recurso do Funcultural. Sem a verba, a realização do evento não é possível. Mesmo com parceria da prefeitura, o evento tem custos que só podem ser pagos com a verba do fundo, conforme orçamento do projeto apresentado e contemplado pelo Funcultural.


Organizadores têm esperança de receber o recurso

Mesmo diante da crise, Assis tem esperança de que o repasse será feito até o fim de outubro. A expectativa para que o festival ocorra é compartilhada pelo presidente da Fecate, Willian Sieverdt:

– Os artistas de teatro passam o ano todo atuando em prol da nossa população, contribuindo para a formação dos nossos cidadãos. Já damos nossa contrapartida para o Estado através de inúmeros outros projetos desenvolvidos com recursos de outras fontes, até mesmo recursos próprios. Temos que acreditar que o Governo de Santa Catarina vai fazer a sua parte.

Sieverdt acrescenta que o festival teve número recorde de inscrições, qualidade dos espetáculos propostos, representatividade das diversas regiões do Estado e o momento de união pelo qual a classe teatral passa são indícios do merecimento.

A nota oficial da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte serve também para outros projetos catarinenses. Recentemente, o Diário Catarinense divulgou a reportagem Cultura também aperta o cinto, citando, além do XXII Festival de Dança de Salete, outros eventos e grupos de Santa Catarina que passam pelo mesmo problema.

Confira os espetáculos selecionados em www.17fecate.blogspot.com.br.


JORNAL DE SANTA CATARINA



Comente aqui