Concórdia

04 jul08:01

Crise da suinocultura afeta comércio no Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A crise na suinocultura já está afetando a economia dos municípios do Alto Uruguai Catarinense, onde á uma das principais atividades. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Xavantina, Dirceu Casarotto, estima em 50% a queda no movimento em relação ao ano passado.

– Até o dinheiro do leite sumiu para tapar os furos do porco- comentou.

Balduíno Tonatto, dono de uma loja de confecções, afirma que o movimento caiu 30% de R$ 11 mil a R$ 12 mil para R$ 7,5 mil. Além disso, tem entre 70 e 80 clientes com dívidas. –Já suspendi as compras- afirmou.

Na loja de material esportivo de Dilceu Seghetto, já são R$ 15 mil em dívida de clientes, praticamente todos relacionados com a suinocultura.

Márcio Foralosso disse que a queda nas vendas caiu 40%.

Na agropecuária onde trabalha Dalvan Spagnol parte da mercadoria está sendo paga em suínos vivos. E na agropecuária de Márcio Foralosso a queda na venda de produtos da suinocultura caiu 40% e as dívidas dos clientes já superam R$ 300 mil.

– Estamos nos atolando junto com eles- constatou Foralosso.

O secretário de Agricultura Leonir Caus estima que mais de 200 produtores desistiram da atividade nos últimos cinco anos, somente no município. Restam pouco mais de 400 dos 650 criadores. –Se a crise continuar vão sobrar só uns 200- afirmou disse o secretário.

Até sua família está fechando uma das duas granjas. Das 300 matrizes devem sobrar apenas 115. O sobrinho Welinton Caus pretendia cursar um Colégio Agrícola e seguir na suinocultura. Agora desistiu e deve ir para a cidade. –Sem renda não dá, vou tentar eletromecânica ou Educação Física- declarou.

Diante dessas perdas os municípios estão decretando situação de emergência. Ontem três municípios do Alto Uruguai Catarinense, Irani, Presidente Castelo Branco e Alto Bela Vista decretaram situação de emergência. Já são 13 no Estado. De acordo com o prefeito de Alto Bela Vista e presidente da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense, Sérgio Luiz Schmitz, as perdas na arrecadação do seu município, que devem refletir nos próximos dois anos, já passa dos R$ 2 milhões. Isso representa dois meses de arrecadação do município. A recomendação é que outras cidades também decretem emergência.

A Associação dos Municípios do Extremo Oeste Catarinense também convocou os 19 prefeitos para um ato na quinta-feira, às 14 horas, na praça Walmir Botaro Daniel. De acordo com a secretária executiva da Associação, Sandra Franco, alguns prefeitos devem assinar o decreto durante o ato.

O secretário de Administração de São João do Oeste, Wilson Weber, disse que o município vai assinar o decreto. No Meio-Oeste o prefeito de Videira, Wilmar Carelli, também vai decretar situação de emergência hoje.

O presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos, Losivânio de Lorenzi, disse que até o final de semana já devem somar 50 decretos. O objetivo é pressionar as autoridades para tomar medidas de apoio ao setor. O preço base do suíno está em R$ 1,90 por quilo, contra um custo de R$ 2,57. No dia 12 de julho está previsto um ato e uma reunião com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, em Brasília.


Ministério anuncia que Argentina vai retomar compras

O ministério da Agricultura do Brasil anunciou no final da manhã de ontem que as exportações de carne suína para o país vizinho está liberada. No início do ano a Argentina tomou medidas de restrição de alguns produtos brasileiros, o que ajudou a agravar a crise da suinocultura. De acordo com o ministro Mendes Ribeiro Filho foram realizados vários encontros com lideranças do governo vizinho para recuperar esse mercado. A expectativa é que sejam exportados um volume similar às 27 mil toneladas vendidas no segundo semestre do ano passado.

A medida é considerada boa pelas lideranças de Santa Catarina mas insuficiente para amenizar a crise do setor. Os suinocultores querem subsídio no transporte de milho do Centro Oeste para Santa Catarina, renegociação das dívidas e um preço mínimo. –Queremos que o governo banque a diferença de 67 centavos entre o custo e valor de mercado- explicou o presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS), Losivânio de Lorenzi.

O secretário de Agricultura do Estado, João Rodrigues, informou que o Governo do Estado deve incrementar em 15 a 20 toneladas o consumo de carne suína na merenda escolar, hospitais e presídios.

Além disso foi articulada uma ação com a Associação Brasileiras dos Restaurantes, para incrementar os pratos à base suína, e outra ação com a Associação Catarinense dos Supermercados (Acats), para fazer promoção do produto.

Rodrigues marcou ainda duas reuniões, segunda-feira, às 10 horas, em Concórdia, e na terça-feira, às 10 horas, em Braço do Norte. O objetivo é verificar a demanda dos suinocultores para levar ao ministro Mendes Ribeiro, no dia 12, quando uma comitiva catarinense vai à Brasília.


Comente aqui
03 jul14:25

Chiqueiro vira loja de roupas em Concórdia

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A estrutura de uma propriedade modelo na criação e suínos na década de 70, na linha Fragosos, em Concórdia, atualmente serve para outro tipo de criação: roupas de moda. A granja foi desativada há mais de duas décadas, em outra crise da suinocultura. Até que em 2008 o casal de administradores Odílio Lins Júnior e Mônica Brancher Lins, decidiu transformar as pocilgas numa fábrica de roupas. Eles tinham uma indústria e quatro lojas em Florianópolis onde pagaram R$ 12 mil de aluguel por mês.

Foi então que Odílio decidiu utilizar os chiqueiros abandonados pelo seu pai, para produzir novamente. Onde era a maternidade dos porquinhos foram retiradas as baias e instalada uma loja. A estrutura das paredes e o teto permanecem, o que alia o rústico à leveza e delicadeza das peças que são vendidas no local.

– Os clientes adoram- conta Mônica. Tem pessoas que vão até o local só para conhecer.

Parte da madeira das divisórias foi aproveitada para os cabides, chamados “araras”. Em outro galpão que servia para a criação, foi instalada a sala de cortes, não de carnes, mas sim de tecidos. O piso é o mesmo onde circulavam os porquinhos. Mas as canaletas de escoamento dos dejetos foram fechadas. Os troféus que o sogro de Mônica conquistou na produção agropecuária, agora servem de peso para os moldes de papel.

>> Suinocultor transfere criação para o Centro-Oeste

>> Crise assombra o Oeste catarinense

O que foi considerado loucura por amigos e professores do casal, só trouxe benefícios. Como eles moram ao lado da indústria, podem atender melhor os dois filhos e a produção, em vez de minguar, triplicou. O Grupo Lemon, que tinha 11 colaboradores em Florianópolis, agora conta com 24. E neste mês deve abrir uma loja da marca Maria Catarina em Chapecó. Se o porco não estava mais dando lucro a produção de roupas vai muito bem.





1 comentário
02 jul14:50

Fenal foi realizada neste domingo em Concórdia

Mais de oito mil pessoas participaram da Festa Nacional do Leitão Assado (Fenal), realizada neste domingo em Concórdia. Segundo o presidente da Comissão Organizadora, Cézar Pellizzaro, o dia de sol e temperatura agradável contribuiu para que o público estivesse presente e degustassem pratos a base de carne suína

Neste ano 200 equipes participaram do concurso nas categorias leitão em pedaços assado no espeto, leitão à Concórdia assado inteiro na churrasqueira e leitão Inteiro assado no forno. A Fenal abriu o mês de aniversário do município, que conta com vários eventos na programação.


Comente aqui
02 jul12:56

Abraça SC: “O dia em que o Brasil for parecido com Concórdia será um país mais equilibrado, adiantado e justo”

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um dos concordienses mais ilustres, Luiz Fernando Furlan, ex-ministro da Indústria e Comércio do Governo Lula, ex-presidente do Conselho de Administração da Sadia conselheiro da Telefonica, deu uma entrevista para o Diário Catarinense para falar de sua cidade natal.

Diário Catarinense: Quando o senhor era Ministro da Indústria e Comércio declarou que gostaria que o Brasil fosse como Concórdia, gostaria que comentasse sobre essa frase?

Furlan: Santa Catarina está acima da média nacional em muitos indicadores sociais e econômicos e Concórdia também está acima da média em indicadores como emprego e envolvimento da comunidade. Mesmo no interior é possível ter uma boa qualidade de vida. As pessoas que se aposentam tem uma vida digna. Os serviços funcionam. O dia em que o Brasil for parecido com Concórdia será um país mais equilibrado, adiantado e justo.


Diário Catarinense: É perceptível que o senhor tem um carinho especial por Concórdia, que lembranças que a cidade lhe traz?

Furlan: Eu nasci em Concórdia, tem a casa que foi do meu avô e da minha avó, tenho um carinho pela cidade pois ela me traz boas lembranças. Sempre é prazeroso visitá-la. Relembro meus tempos de juventude. A gente vê os efeitos da prosperidade nas pessoas. Tem universidade regional, pessoas preparadas para os empregos, possibilidade de estudar idiomas e inclusão digital. Nossa realidade do Oeste de Santa Catarina é muito boa. Tem seus problemas mas é muito melhor que outras regiões do país.


Diário Catarinense: Seu avô, Attilio Fontana, teve grande influência nesse desenvolvimento, com a criação da Sadia.

Furlan: Ele era um visionário e enxergava muito mais longe que a maioria das pessoas. Ele foi em busca de tecnologia. Seu tripé era o Homem, a Terra e a Técnica. Ele juntou tudo isso e transformou uma pequena empresa numa líder nacional.


DC: O que você espera da cidade, o que gostaria que ela tivesse?

Furlan: Imagino Concórdia cada vez mais parecida com o interior da Europa, com o asfalto chegando até o interior. Espero que as pessoas vão aumentando a qualidade de vida e investindo em produtividade e produtos de mais valor agregado. No mundo inteiro está crescendo o consumo de produtos com certificação de origem, como vinhos, presuntos, produtos orgânicos. Em Concórdia poderiam ser desenvolvidos esses produtos artesanais com denominação de origem.


DC: Voltaria a morar em Concórdia?

Furlan: Meu coração está em Concórdia. Mas passo a maior parte do meu tempo viajando e, por questão de logística, São Paulo é melhor. Além disso é o centro da economia do país. Pretendo passar algum tempo em Concórdia mas quero ficar próximo de onde moram meus pais e meus filhos. Meu pai fará 90 anos no próximo mês e minha mãe tem 88.



Comente aqui
01 jul19:02

Concórdia perdeu para o Cerâmica

O Concórdia estreou com derrota na Série D do Campeonato Brasileiro. Hoje, em Gravataí-RS, o Galo do Oeste levou 3 a 1 do Cerâmica. Cidinho, Rogerinho e Geninho marcaram para os gaúchos. Xipote descontou. O time catarinense tomou dois gols e ainda no final do primeiro tempo, descontou com Xipote.

A equipe de Nestor Simionato teve a chance de empatar aos 17 minutos do segundo tempo, num pênalti, que foi desperdiçado por Tinga. No lance seguinte o Cerâmica ampliou.

Comente aqui
27 jun19:21

Festa Nacional do Leitão Assado terá a participação de 200 equipes em Concórdia

A 27ª Festa Nacional do Leitão Assado (FENAL) programada para o próximo domingo, 1º de julho, no Parque de Exposições Attílio Fontana, deve contar com a participação de 200 equipes. A previsão é que sejam consumidas mais de 10 toneladas de carne suína. As equipes participantes podem efetuar o descarregamento do material das 3h às 7h de 1º de julho. A programação está inserida no Calendário Oficial dos 78 anos de Concórdia.

As categorias em disputa são leitão em pedaços assado no espeto (A), leitão à Concórdia assado inteiro na churrasqueira (B), leitão Inteiro assado no forno (C). As equipes classificadas de 1º ao 5º lugar, em cada categoria, receberão troféus e prêmios em dinheiro.

Também vão ser premiados os três pratos de cada categoria que tiverem com melhor ornamentação. Quem não participar de alguma equipe vai ter à disposição um restaurante funcionando no Anexo Multiuso. O resultado vai ser conhecido às 14h30, no palco alternativo, montado próximo à entrada do Centro de Eventos.


Comente aqui
25 jun20:06

Concórdia confirma participação na Série D

O Metropolitano não é mais o único catarinense na disputa da Série D. A Federação Catarinense de Futebol confirmou na tarde desta segunda-feira que o Concórdia também vai participar da competição. O Galo do Oeste entra no lugar do Marcílio Dias, que desistiu de participar da quarta divisão do Campeonato Brasileiro.

A Confederação Brasileira de Futebol já foi informada e confirmou o ingresso do clube na competição como segundo representante de Santa Catarina. Esta será a primeira vez na história que Concórdia terá um clube disputando o Campeonato Brasileiro.

A estreia do Concórdia será no domingo diante do Cerâmica, em Gravataí/RS.

O Departamento de Competições da Federação Catarinense de Futebol fará nesta terça-feira algumas readequações à tabela da Divisão Especial do Campeonato Catarinense, em virtude dos jogos do Concórdia na Série “D”.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
22 jun09:33

Encerram nesta sexta as inscrições para o Festival Canto Livre 2012 de Concórdia

Restam poucas vagas para as inscrições do Festival da Canção Municipal e Intermunicipal “Canto Livre” Concórdia 78 anos, cujas inscrições, gratuitas, encerram nesta sexta-feira, dia 22 de junho de 2012.

Segundo Kellen Cristina Casado, integrante da comissão organizadora do Festival, os interessados em preencher as vagas nas categorias: Infanto Juvenil Municipal; Adulto Municipal Sertanejo; Adulto Intermunicipal Popular; Adulto Intermunicipal Sertanejo e categoria Composições Inéditas Municipal e Intermunicipal Livre, podem se dirigir a Fundação Municipal de Cultura de Concórdia, setor Ofícinas Artísticas.

O Festival será realizado nos dias 23, 24, 25 de julho de 2012, no Centro de Eventos Concórdia, nesta edição com premiação de mais de R$ 20 mil aos candidatos vencedores.

Maiores informações podem ser obtidas na Fundação Municipal de Cultura de Concórdia, que fica na Rua Abramo Eberle, 322 – Centro. Telefone: 49.3442.3930 ou pelo email: cantolivre@concordia.sc.gov.br.


Comente aqui
19 jun16:55

NHT estuda nova rota em Santa Catarina

[Atualizado 09h35 - 20/06/12]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A possibilidade da criação de uma nova rota aérea em Santa Catarina foi discutida na manhã desta terça-feira na sede da NHT Linhas Aéreas em Porto Alegre. O voo, com destino à Florianópolis, sairia de São Miguel do Oeste e faria escalas nos aeroportos de Concórdia e Lages. Participaram do encontro o diretor do Grupo Acauã, Jorge Barouki e representantes de Concórdia e São Miguel do Oeste

Segundo o diretor de planejamento da empresa, Jeffrey Kerr, a reunião foi produtiva e o grupo estuda a possibilidade de disponibilizar o voo ainda neste ano.

O aeroporto Pedra Ferro, de Concórdia, está preparado para receber o voo pois, desde o fechamento do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, a NHT voltou a operar um voo de Concórdia para Curitiba. O voo chega às 13h20 e decola às 13h40, de segunda à sexta-feira.

Porém os aeroportos Hélio Wassun de São Miguel e Federal de Lages precisam cumprir algumas adequações exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

– Precisamos agora que sejam regularizados esses pontos – disse o diretor.

Horários e periodicidade de voos ainda não foram definidos. – Vamos ter mais reuniões com os representantes dos municípios para definir esses pontos – comentou Jeffrey.

Para o secretário de desenvolvimento econômico de São Miguel do Oeste, Paulo Cuccarollo, esse que pode ser o primeiro voo comercial da cidade, será um avanço para São Miguel e para os 30 municípios da região do Extremo-Oeste.

- Antes não tínhamos a demanda, mas hoje percebemos que já se faz necessário – disse.

Participaram ainda da reunião o presidente da CDL de São Miguel do Oeste, José Carlos Gerhardt, o presidente da Associação Comercial e Industrial de São Miguel do Oeste (Acismo), Irton Lamb, o prefeito de Concórdia, João Girardi e o assessor de comunicação de Concórdia, Antonio Benini.

A empresa gaúcha NHT foi comprada pelo grupo catarinense. O negócio ainda depende da aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O pedido foi protocolado no dia 18 de maio.


Voo em Xanxerê

O diretor de planejamento disse ainda que a empresa estuda a criação de um voo na cidade de Xanxerê, ainda neste ano.


Comente aqui
19 jun14:30

Convention Bureau lança Marca Turística Regional em Concórdia

O Convention Bureau – Águas do Alto Uruguai se prepara para o lançamento de sua Marca Turística Regional. O evento, que deve reunir representantes de toda a Amauc, autoridades, imprensa e parceiros, será nesta quinta-feita, dia 21 de Junho, às 20h, no Anexo Multiuso, em Concórdia. Representando a primeira fase da roteirização da região como destino turístico em Santa Catarina e no País, o lançamento deve promover o potencial que cada um dos municípios da região possui, em relação às suas belezas naturais e atrações turísticas.

O trabalho pertence ao desenvolvimento do Projeto de Roteirização Turística Integrada para os 16 municípios da Microrregião da Amauc, inscrito em 2010 no Seitec – Sistema Estadual de Incentivo à Cultura, Turismo e Esporte, aprovado pelo Conselho Estadual de Turismo, no final do ano passado.

De acordo com a presidente do Águas do Alto Uruguai – Convention Bureaou, Vânia Stempensinski, o projeto foi eleito como alta prioridade para o conselho responsável.

- Por ser o único projeto inscrito na Região Turística do Vale do Contestado possui essa importância, que felizmente é reconhecida por todos os envolvidos nos 16 municípios de atuação – destaca.

Desde que as atividades iniciaram, no início deste ano, foram realizadas reuniões de sensibilização e mobilização turística, um diagnóstico da situação estrutural dos municípios, colhido material base para o roteiro turístico, iniciou o desenvolvimento da Marca Turística Regional, o site e folder bilíngue, para atingir turistas não apenas do Brasil, mas também de outros países.

- São ações consideradas histórias para a região. Conseguimos, através desse importante projeto turístico, unir políticas públicas dos governos estaduais e federais e por conseqüência incentivar ainda mais os Roteiros Turísticos Regionais Integrados – completa Vânia.

De acordo com o Convention, durante o evento de Lançamento da Marca Turística Regional, os convidados também terão acesso ao Material Promocional do Projeto.

- A partir de 21 de junho, a nossa belíssima região terá o seu nome representado em âmbito nacional, fazendo parte do Mapa Turístico de Santa Catarina e do Brasil – finaliza a presidente.


Comente aqui