Contra

21 mai15:29

Chapecó sedia ciclo de debates para combater violência contra a mulher

A Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina juntamente com o Ministério Público realiza neste mês audiências públicas em sete regiões do estado, com o objetivo de debater o enfrentamento à violência contra a mulher.

Na segunda-feira, dia 21, Chapecó sedia uma das audiências públicas, no auditório da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), antigo Colégio Bom Pastor. A deputada Luciane Carminatti coordena nesta tarde a audiência de Chapecó. Segundo ela, estes encontros são importantes no sentido de debater a situação por região sobre a violência contra a mulher.

- Vamos fazer um levantamento dos índices de violência em cada região e encaminhar propostas para se concretizar as políticas públicas para mulheres – disse.


Comente aqui
17 mai15:22

Dia Nacional Contra a Violência e Exploração Sexual

O dia 18 de maio é o “Dia Nacional Contra a Violência e Exploração Sexual”. E a Prefeitura de Xaxim através das secretarias de Assistência Social, Educação e Cultura, Mulher, Juventude e Terceira Idade realizam uma ação na sexta-feira. Deve ser realizada panfletagem, informações, apresentações artísticas, pintura de rosto, e muitas outras atividades. O evento acontece na Praça Frei Bruno durante todo o dia.

A presidente do Fórum Contra a Violência e Exploração Infanto Juvenil, Silvia Morás Piana disse que é fundamental que não somente as entidades se organizem, mas que toda a comunidade xaxiense também participe.

- Infelizmente muitas pessoas, e na maioria delas crianças e adolescentes continuam sendo vítimas de violência e exploração sexual. Por isso precisamos fazer com que nossa população tenha conhecimento, denuncie e nos ajude a combater – disse Silvia.


Comente aqui
21 out17:05

Resultados positivos

O Programa Agente Mirim Contra a Dengue, desenvolvido pela Administração Municipal, através da Secretaria Municipal da Saúde, tem alcançado números positivos. Em 35 dias de ação, os 115 alunos de 5ª e 6ª séries das 25 escolas municipais repassaram orientações, materiais explicativos e distribuíram questionários a 11.648 estudantes (colegas) que integram a rede municipal de educação. Com os pais, apontaram o cenário dos cuidados que estão sendo tomados em cada residência para evitar focos do mosquito. Foram devolvidos 4.717 questionários, 40% do total distribuído.

Conforme as respostas, em 50% das residências tinham pelo menos um problema que pode se transformar em criadouro do mosquito; 33% Terrenos baldios com lixo; 26% dois ou mais problemas; e 9% cinco ou mais problemas. Relatos de potencial criadouro em áreas internas: 13% caixas d’água sem limpeza, 9% pratinhos de vasos com água, 6% ralos, 3% caixa d’água sem tampa e 1% aquário. Relatos de potencial criadouro em áreas externas: 11% lixo, calhas 11%, lonas 9%, outros 8% em bebedouros, 6% garrafas, 5% pneus, cisternas 4%, piscinas e bromélias 1% de cada.

A partir desses dados serão planejadas as próximas ações do programa, que a partir de agora contam com apoio de alunos da rede estadual de educação.


Agente Mirim

Programa da Secretaria Municipal de Saúde, o Agente Mirim Contra a Dengue visa ser um multiplicador na escola através do repasse de material informativo e de prevenção (folders, questionários, adesivos, etc.) em todas as salas de aula. Neste primeiro momento são 115 alunos de 5ª e 6ª séries das escolas municipais estão capacitados. As tarefas incluíram distribuição e coleta dos questionários e remessa à Secretaria da Educação e a aplicação de cinco questionários aos moradores do quarteirão de sua casa.


Comente aqui