Criança

26 set12:20

Abertas inscrições para membros do Conselho Tutelar em Chapecó

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Chapecó está com a inscrição aberta para o processo de escolha dos cinco membros titulares e seus suplentes para o Conselho Tutelar da Região Norte de Chapecó. As inscrições para atuar no segundo Conselho Tutelar do Município estão abertas até a sexta-feira, dia 28. O mandato dos conselheiros será de três anos, iniciando em janeiro de 2013.

Para se inscrever é necessário preencher os seguintes requisitos: reconhecida idoneidade moral; ser brasileiro nato ou naturalizado, com idade superior a 21 anos; residir no município nos últimos dois anos; ter experiência de no mínimo um ano na área de atendimento da criança e adolescente; ter formação de nível superior; demonstrar conhecimento sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e de informática básica, através de prova escrita.

A remuneração dos Conselheiros Tutelares será de R$ 2.255,03, mais adicional de hora de sobreaviso.

As inscrições devem ser feitas junto a Secretaria Executiva dos Conselhos, localizada na Avenida Nereu Ramos, 75 D, Edifício CPC, Sala 705, bloco B, Centro, Chapecó.

Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone: (49) 2049-9264, das 13h às 18h30. O edital completo está no site: www.chapeco.sc.gov.br.


Comente aqui
05 set10:16

Criança de seis anos morreu atropelada em Abelardo Luz

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Uma menina de seis anos morreu atropelada no final da tarde da terça-feira em Abelardo Luz. Andriele Cristiane Camargo Pires chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu à caminho do Hospital da cidade. O motorista do caminhão, que fugiu do local após o atropelamento, já foi identificado pela Polícia Civil.

- Ele deve se apresentar ainda nesta quarta-feira na delegacia – disse o delegado João Luiz Miotto. O delegado disse ainda que caso ele não se apresente durante o inquérito poderá ser solicitada a prisão preventiva do motorista.

A ocorrência foi por volta das 17 horas na Rua 1400, no bairro São João Maria em Abelardo Luz. Segundo o soldado Elivar Backes do Corpo de Bombeiros, a menina foi encontrada inconsciente.

- Tentamos levá-la para o Hospital Nossa Senhora Aparecida, mas ela não resistiu aos ferimentos – disse Backes.

A Polícia Civil foi chamada e ouviu testemunhas que moram próximo ao local. O caminhão de transporte de frangos que teria atropelado a menina foi encontrado estacionado em um posto de combustível. Os policiais identificaram o proprietário do veículo que disse quem estaria dirigindo o caminhão naquele horário.

A menina que completaria sete anos no próximo dia 20 está sendo velada na Capela da Igreja do Bairro São João Maria. O enterro está programado para as 16h desta quarta-feira, no cemitério municipal.

A polícia investiga o caso.


Comente aqui
29 ago12:00

Suspeito de estuprar criança de quatro anos foi preso em Concórdia

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Polícia Civil de Concórdia prendeu preventivamente na tarde da terça-feira, dia 28 de agosto, um homem de 20 anos, acusado de praticar estupro contra uma criança de quatro anos.

Conforme informações apontadas no Inquérito Policial que apurou o caso, o crime teria sido praticado em março de 2012 na casa do acusado. Após o cumprimento do Mandado de Prisão, ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Concórdia, onde permanece à disposição da Justiça.

Segundo a delegada da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Concórdia, Ediana Grenzel Person, este foi um dos 12 casos registrados neste ano no município.


Comente aqui
20 jul11:54

Sancionada Lei sobre a Política Municipal dos Direitos da Criança em Chapecó

Foi sancionada nesta quinta-feira, dia 19 de julho, pelo prefeito de Chapecó, José Caramori, a lei nº. 6.296, sobre a Política Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e as normas gerais de sua aplicação. Essa legislação prevê um conjunto articulado de ações governamentais da União, do Estado, do Município e de entidades não governamentais para o atendimento dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Aprovada na Câmara de Vereadores, a lei estabelece políticas sociais básicas de educação, saúde, habitação, recreação, esportes, cultura, lazer, profissionalização e outras que assegurem o desenvolvimento físico, afetivo, mental, moral, espiritual e social da criança e do adolescente, em condições de liberdade e dignidade, bem como à convivência familiar e comunitária. Também acrescenta políticas e programas de assistência social, em caráter supletivo, para aqueles que dela necessitem.

O Município destinará recursos e espaços públicos para programações culturais, esportivas e de lazer voltadas para a infância e a juventude. Poderá firmar consórcios e convênios com entidades públicas e privadas ou outras esferas governamentais para atendimento regionalizado, com prévia manifestação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Entre os serviços especiais, a lei prevê proteção e atendimento médico e psicológico às vítimas de negligência, maus tratos, exploração, abuso, crueldade e opressão; identificação e localização de pais, crianças e adolescentes desaparecidos; proteção jurídico-social.


Comente aqui
04 jul15:37

Pai que adotar criança sozinho poderá ter licença e salário durante 120 dias

A Comissão de Assuntos Sociais aprovou nesta quarta-feira o direito a licença-paternidade de 120 dias ao homem que sozinho adotar uma criança, bem como o pagamento pela Previdência Social, no período de afastamento, do valor atualmente pago às mulheres.

A matéria foi aprovada em caráter terminativo, mas antes de seguir para a Câmara passará por uma votação suplementar. A proposta estabelece que a licença será remunerada para homens e mulheres, independentemente da idade da criança adotada, assim, acaba o escalonamento do benefício pago de acordo com a idade da criança como prevê a legislação em vigor. Também terão direito ao benefício os adotantes que ainda estiverem no período de guarda judicial.

Atualmente, pelo escalonamento do benefício pago, em decorrência licença-maternidade, os 120 dias de remuneração valem apenas às mães que adotarem crianças até um ano de idade. Entre um e quatro anos, esse período cai para 60 dias, e em relação a crianças adotadas entre quatro e oito anos de idade a licença-maternidade fica em 30 dias.


AGÊNCIA BRASIL


Comente aqui
22 jun10:56

João Pedro deve receber alta nesta sexta-feira

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O bebê encontrado em Chapecó deve receber alta nesta sexta-feira. João Pedro segue internado no Hospital da Criança, desde o dia 19 de junho, quando foi encontrado em uma sacola de papel. O médico Ani Werlang que atende o menino disse que aguarda o resultado de alguns exames necessários para que ele possa ir para adoção.

- São exames para comprovar que ele não está com nenhuma doença infectocontagiosa – disse.

João Pedro, com 3,8 quilos e 52 centímetros foi encontrado por Junior Everton Menegildo, de 14 anos quando ia para o Centro comprar roupas. O estudante disse que ouviu uma espécie de miado e quando abriu a sacola viu que era um bebê.

Assim que receber alta o menino será encaminhado para o Abrigo Municipal. De acordo com a coordenadora do Serviço de Acolhimento, Lilian Guntzel, 21 crianças, de 0 a 11 anos estão no Abrigo. Outras 64 crianças e adolescentes, de 12 a 18 anos, estão em quatro casas lares e 18 famílias acolhedoras da cidade.

Segundo a coordenadora, estão inscritas e aptas para adoção no Fórum de Chapecó 112 famílias.


Polícia Civil investiga o caso

Uma solicitação, para levantar o número de mulheres grávidas e que poderiam dar a luz neste período, deve ser encaminhada para a Secretaria Municipal de Saúde.

A delegada Isabel Fauth, disse que com a ajuda desses dados, e se a mãe fez o pré-natal, existe a possibilidade de encontrar a mãe do menino.

- É um caso difícil e vamos fazer de tudo para encontrar a mãe do menino – disse a delegada.


Comente aqui
20 jun17:49

Bebê abandonado em Chapecó está bem

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O pequeno João Pedro, como é chamado pela equipe do Abrigo de Chapecó e pelas enfermeiras do Hospital da Criança, está bem e segue internado em observação. O bebê de cinco dias, 3,8 quilos e 52 centímetros o menino não corre risco e deve receber alta nesta quinta-feira. Ele foi encontrado em uma sacola de papel na tarde da terça-feira por um garoto de 14 anos.

– Ele está bem nutrido e fora de risco – disse o médico Ani Werlang, que atendeu o bebê.

João estava enrolado com uma manta e dentro de uma sacola de papel jogada num terreno baldio, na rua Eurico Gaspar Dutra, no bairro São Cristovão. No local é comum os moradores depositarem lixo.

Quem encontrou o menino foi Junior Everton Menegildo que faltou a aula para ir ao centro comprar roupas com alguns amigos. No caminho eles ouviram uma espécie de miado.

– Pensei que era um gato – disse Junior.


Junior mostra a sacola onde encontrou o pequeno João Pedro.


Curioso ele chegou perto da sacola e viu que era um bebê.

– Num primeiro momento achei que era uma boneca, mas quando vi que era um bebê de verdade peguei no colo e ele parou de chorar – contou o menino emocionado.

O jovem ‘anjo da guarda’ de João, disse que a família duvidou da história. A mãe dele, Rosane Sales, só se convenceu quando viu o menino no colo do filho.

- Tinha passado pelo local minutos antes e não havia nenhuma sacola ali – disse Rosane, mãe de quatro filhos e que chamou o Corpo de Bombeiros.

Antes da chegada dos bombeiros, o menino foi levado para um pronto-socorro particular que fica próximo ao local, onde foi aquecido. A guarnição dos bombeiros chegou e levou o bebê, que ainda tinha sangue e líquido amniótico pelo corpo, para o Hospital da Criança de Chapecó.

- O cordão umbilical estava com início de cicatrização – disse a soldado do Corpo de Bombeiros de Chapecó, Daliane Daleaste.

Segundo a conselheira tutelar, Terezinha Lunelli, que acompanhou a chegada do bebê no final da tarde desta terça-feira no Hospital, foi registrado Boletim de Ocorrência na Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAM).

A delegada Isabel Fauth, disse que as investigações da Polícia Civil estão em andamento e que devido ao tamanho da cidade, pode ser complicado levantar o número de mulheres grávidas e que poderiam dar a luz neste período.

- Vamos aguardar os dados da secretaria municipal de saúde e se a mãe fez o pré-natal vamos encontrá-la – disse a delegada. Ela disse ainda que podem ser feitas denúncias anônimas sobre o caso.

- É um caso difícil e vamos fazer de tudo para encontrar a mãe do menino – disse

De acordo com a coordenadora do Serviço de Acolhimento, Lilian Guntzel, o bebê, assim que receber alta, será encaminhado para o abrigo.

– Recebemos na noite da terça uma comunicação sobre o caso. E ele ficará conosco até a decisão da justiça – disse Lilian.

Junior, que encontrou o bebê e a mãe Rosane, tem vontade e visitar o menino.

– Se der eu quero muito ver ele – disse Rosane que até pensou na hipótese de tentar adotar o bebê.

- Os meus estão grandes já e ficaria feliz em ter mais um – disse.



Números em Chapecó

No Abrigo Municipal estão acolhidas 21 crianças, de 0 a 11 anos. Outras 64 crianças e adolescentes, de 12 a 18 anos, estão em quatro casas lares e 18 famílias acolhedoras da cidade.

Segundo a coordenadora do Abrigo, estão inscritas e aptas para adoção no Fórum de Chapecó 112 famílias.


Sobrevivência

Para o médico Jorge Hazin, no geral, o tempo de sobrevivência de um recém-nascido é variável.

– Depende de diversos fatores como a gestação, condições do parto, idade gestacional e grau de nutrição. Além das condições de exposição a fatores ambientais, como temperatura e umidade – disse o médico.


1 comentário
04 jun16:32

Caramori recebe Prêmio “Prefeito Amigo da Criança”

O Prefeito de Chapecó José Caramori receberá o Selo de “Prefeito Amigo da Criança” neste mês de junho. O prêmio é concedido pela Fundação Abrinq e refere-se à Gestão Municipal 2009/2012. De acordo com a organização, este é um reconhecimento aos Administradores Municipais que investiram em ações voltadas à melhoria das condições de vida das crianças e dos adolescentes nos últimos três anos. Dos mais de cinco mil municípios brasileiros, apenas 182 serão premiados.

>> Prefeito de Concórdia vai receber prêmio “Prefeito Amigo da Criança”

Na cidade são cerca de 19 mil alunos atendidos pelas Escolas e Centros Infantis Municipais em Chapecó. Segundo o Prefeito, receber este Selo demonstra que as políticas públicas educacionais implantadas no município nos últimos anos, apresentam de fato resultados positivos e de grande impacto na melhoria do processo de ensino e aprendizagem das crianças.

A solenidade oficial de premiação será realizada em Brasília, Distrito Federal, no dia 27 de junho de 2012, na Câmara dos Deputados, no Palácio do Congresso Nacional. O Selo será entregue ao Prefeito pelos membros do Conselho da Abrinq.


Comente aqui
30 mai12:21

Prefeito de Concórdia vai receber prêmio “Prefeito Amigo da Criança”

O prefeito João Girardi foi contemplado com o Prêmio Prefeito Amigo da Criança na categoria Reconhecimento Pleno. A Fundação Abrinq (Save the Children) entregará o prêmio aos municípios que desenvolveram ações exitosas em benefício de crianças e adolescentes na Gestão 2009-2012.

O evento de premiação do Programa Prefeito Amigo da Criança será realizado em Brasília, no próximo dia 27 de junho, na Câmara dos Deputados no Palácio do Congresso Nacional.

- Estamos muito orgulhosos do nosso trabalho e, principalmente pelo reconhecimento vindo através deste prêmio. Nossas crianças merecem o que há de melhor – disse Girardi após ser informado sobre a premiação na tarde desta terça-feira.

A cada quatro anos, ao final de cada gestão do Programa Prefeito Amigo da Criança, são reconhecidos os Gestores Municipais que investiram em ações voltadas à melhoria das condições de vida das crianças e dos adolescentes. Esta é a terceira gestão (2001/2004, 2005/2008 e 2009/2012) que a Prefeitura Municipal de Concórdia recebe a homenagem.


Comente aqui
25 mai17:17

Hospital da Criança um ano em Chapecó

No mês de maio, o Hospital da Criança (HC), o qual é administrado pela Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, mesma entidade filantrópica que administra o Hospital Regional do Oeste (HRO), completa um ano de atividades. Neste primeiro ano, foram realizados mais de 47 mil atendimentos no Pronto Socorro, 1.067 internações e 742 cirurgias. Em percentuais isso representa que dos mais de 47 mil atendimentos no PS do HC, apenas 2,27% foram casos que necessitaram de internação.

Com base no banco de dados do HC, nestes primeiros 12 meses de ininterrupto funcionamento daquele nosocômio, em média já foram atendidos 3.917 pacientes por mês, perfazendo 130 atendimentos por dia, o que representa uma média de 5,44 pacientes por hora. Quando a ala pediátrica funcionava junto ao HRO, a média de atendimento na especialidade pediátrica era de apenas 50 por dia. Mesmo com a demanda que aumentou em 100%, os casos de urgência e emergência representam apenas cerca de 1,3%. Por outro lado, nestes 12 meses, onde mais de 47 mil atendimentos foram prestados, o índice de óbitos em 2011 fora de apenas 0,01%. Já em 2012, a taxa de mortalidade registrada no Hospital da Criança, é 0% (zero), o que representa alto índice de resolutividade no atendimento aos pequeninos.

Hoje atendem no espaço 112 funcionários, os quais desempenham atividades nos serviços de enfermagem e administrativo, juntamente com 19 médicos pediatras. Os 19 pediatras estão assim distribuídos em suas funções: oito atuam na escala de plantão 24 horas no pronto socorro; oito clínicos em sobreaviso; e, três são cirurgiões que atuam na demanda de procedimentos no Centro Cirúrgico.

O HC mantém 24 horas plantão médico com toda equipe de apoio, em diversas especialidades em sobreaviso. Devido ao fato de agora existir uma ala especial para as crianças, com um atendimento direcionado para esse público, houve reflexo positivo na redução de internações.

Quando a Pediatria estava instalada no Hospital Regional do Oeste (HRO), eram registradas cerca de 30 internações/mês, sendo que agora no Hospital da Criança (HC) são 12 por mês. Isso é reflexo de um conjunto de ações desde a humanização até a alta dos pequenos pacientes, reflexo extremamente positivo em termos de resolutividade. No HC os atendimentos são especificamente para atender casos de Urgência e Emergência a crianças de zero a 13 anos, 11 meses e 29 dias.

De acordo com Rajá Elias, Diretor Médico do Hospital da Criança, esses números mostram o avanço na saúde e no atendimento as crianças.

- Estamos preocupados com o atendimento de qualidade e não com a quantidade de atendimentos. Queremos atender bem e a todos – destacou.


Comente aqui