Cristiano

13 jul08:03

Chapecoense sem Eliomar, Lê e Cristiano

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense viaja no início da tarde de hoje, para Caxias do Sul/RS, sem o meia-atacante Eliomar e o atacante Cristiano. Eliomar está acompanhando a filha Sofia, que nasceu prematura e continua hospitalizada. Cristiano viajou para Minas Gerais onde casa no sábado. Como o atacante Lê está com o nariz fraturado, Thuram e Neném devem ser os titulares.

O confronto contra o Caxias é no domingo, às 15 horas, no estádio Francisco Stédile.

Comente aqui
25 mai16:45

Cristiano, novo atacante da Chapecoense, é apresentado

A Diretoria da Associação Chapecoense de Futebol apresentou na tarde desta sexta-feira, 25, a nona contratação da equipe para a disputa da Série C.

O atacante Cristiano da Silva Santos, natural de Pedro Leopoldo/MG, tem 25 anos, 1,76 m e 76 Kg.

Cristiano começou a carreira no Atlético Mineiro, teve passagens por clubes como: CBR, Inter/SP, Náutico, Vila Nova, Mogi Mirim, Ipatinga e defendia o Joinville.

1 comentário
25 mai09:11

Chapecoense dispensa um e contrata outro

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense anunciou ontem a dispensa do meia Renan Meduna e a contratação do atacante Cristiano, 25 anos, que estava no Joinville. Cristiano deve ser apresentado hoje no clube.

Já o meia Meduna, 22 anos, que veio do Rio Branco-PR, passou nos exames médicos mas o técnico Itamar Schulle verificou que o atleta ainda tem algum resquício de uma cirurgia no joelho, realizada no ano passado. –Ele ainda está mancando e precisa tratar isso-disse Schulle. Com isso o clube vai atrás de outro atleta para o meio.

Schulle disse ainda que está próximo do acerto com mais um atacante. No entanto ele lamentou que a Chapecoense perdeu vários jogadores para outros clubes, pela limitação financeira. Ele reconheceu o esforço e a seriedade da direção, mas considera que não há como competir com o investimento de outros clubes da Série C, que deve ter uma folha de R$ 1 milhão, contra R$ 250 mil da Chapecoense. –Nosso investimento é um dos menores do grupo- disse. Ele citou que vários jogadores estavam acertados verbalmente com a Chapecoense, mas receberam propostas melhores. Um exemplo foi o atacante Juba, do Novo Hamburgo, que chegou a desembarcar em Chapecó mas acabou desistindo e rumando para o Caxias-RS.

A Chapecoense também tentou contratar o atacante Schwenk, que jogou com Schulle no Criciúma, mas a proposta salarial estava acima dos padrões da Chapecoense. Por isso a primeira meta do treinador na Série C é não cair. Depois ele vai pensar em vaga na Série C. –Temos que fazer um bom campeonato para não ser rebaixado e um ótimo campeonato para subir- explicou.

Para isso ele está montando uma equipe com jogadores que queiram estar no clube. Ele está mesclando atletas de outras regiões do país, mas que tenham uma postura de empenho dentro de campo, como é característica da Chapecoense.

Para Schulle a meta é não perder pontos em casa e somar fora. Ele vai aproveitar o adiamento da Série C, enquanto persiste a briga judicial entre Santo André e Brasil-RS, para testar novas formações no time. Incialmente ele pretendia manter o esquema 3-6-1 usado no Catarinense. Agora, com a possibilidade de retorno de alguns jogadores que estavam em recuperação, como Neném, William e Rafael Mineiro, já pode testar o 4-4-2. Para isso vai realizar um jogo treino no início da próxima semana, com uma equipe da região.


Comente aqui
24 mai16:31

Chapecoense dispensa Renan Meduna

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O meia Renan Meduna, 22 anos, que veio do Rio Branco/PR, não ficará na Chapecoense. Ele fez os exames médicos e chegou a treinar com o grupo, mas acabou sendo dispensado nesta quinta-feira.

De acordo com o técnico Itamar Schulle, o jogador teve uma lesão no joelho no ano passado e, apesar de estar sem nenhum problema clinico, a recuperação da lesão não foi bem encaminhada.

– Ele ainda manca um pouco e isso pode prejudicar seu desempenho – explicou Schulle.

Agora a direção busca mais um jogador para o meio. Schulle também confirmou a contratação do atacante Cristiano, 25 anos, que estava no Joinville.

Além disso a Chapecoense está negociando com outro atacante. Houve tentativa com Schwenk, que atuou no Criciúma, mas o salário era alto para os padrões do clube.


1 comentário
24 mai10:53

Atacante Cristiano, que estava no JEC, pode vir para a Chapecoense

O atacante Cristiano não faz mais parte do elenco tricolor. O jogador conversou na manhã desta quinta-feira com a diretoria para acertar a rescisão do contrato.

Sem chances no clube, Cristiano preferiu aceitar a proposta da Chapecoense e disputar a série C pelo time do Oeste.  A Diretoria da Chapecoense não confirma a contratação do atacante.

O atacante foi contratado pelo JEC durante o Catarinense, mas não ganhou grandes oportunidades com o técnico Argel Fucks. O técnico Leandro Campos já pediu a contratação de um atacante de velocidade.


BLOG JEC NA REDE

Comente aqui