Deputado

11 jun10:53

Polícia Civil prende acusado de receptador objetos roubados da casa de deputado em Cordilheira Alta

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Divisão de Investigação Criminal de Chapecó (DIC), após investigação, prendeu em flagrante na tarde do sábado, dia 9 de junho, Dian Carlos Vieira, 24 anos. Ele é acusado de receptar objetos roubados na casa do deputado estadual Daniel Tozzo. O assalto foi em Cordilheira Alta no dia 2 de junho.

Após informações de que Dian estaria oferecendo produtos para venda agentes da DIC localizaram o acusado no Distrito do Bormann. Com ele foi apreendido um talonário de cheques roubados na casa do deputado.

Segundo o delegado Ronaldo Moretto, na residência da sogra de Dian, onde ele morava, foram localizados armas e joias. Ela foi encaminhada para a Delegacia de Polícia, prestou depoimento e foi liberada.

Os policiais encontraram em uma escola abandonada no Porto Goio-Ên, interior de Chapecó, armas, munições, televisores, calçados, telefones, perfumes, bijuterias, malas, instrumentos musicais, entre outros.

A mercadoria e Dian foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Chapecó. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação, porte/posse ilegal de arma/munição, (de uso restrito). Após os procedimentos ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó e está à disposição da Justiça.


Comente aqui
04 jun15:42

Casa do deputado Daniel Tozzo é assaltada em Cordilheira Alta

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

A casa do deputado estadual Daniel Tozzo foi assaltada por volta das 21h30min de sábado no interior de Cordilheira Alta, no Oeste catarinense. Além dele, familiares e empregados foram rendidos.

Tozzo relatou à polícia que três elementos armados e encapuzados teriam invadido a casa e rendido a empregada e o filho dela. Depois disso, renderam o deputado, a mulher, duas filhas e o genro. Todos passam bem.

Os bandidos roubaram eletrônicos, eletrodomésticos, joias, perfumes e dois carros: uma S-10 da família e um Honda Civic, que era utilizado pelo deputado e pertence à Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

Os veículos foram utilizados pelos criminosos na fuga. Ambos foram abandonados e localizados pela polícia no domingo. O Honda estava distante cerca de 2 quilômetros da casa do deputado e a caminhonete foi achada no interior de Chapecó, perto da divisa com o Rio Grande do Sul.

Conforme o boletim de ocorrência, os bandidos estavam armados com revólver, pistola e uma espingarda com luneta. A Divisão de Investigação Criminal de Chapecó investiga o caso.

A assessoria do deputado informou, na tarde desta segunda-feira, que todos passam bem e que os bandidos não teriam agredido nenhuma das vítimas.


Comente aqui