Dionísio Cerqueira

22 dez18:45

Polícia ainda procura suspeitos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Polícia Civil prossegue com as buscas aos dois suspeitos da morte do gerente de infraestrutura da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Dalmar Libardoni, morto no final da tarde de terça-feira, em seu local de trabalho.

Um dos suspeitos foi identificado como Mário Duarte, um dos proprietários da Construtora MD, que fazia a obra de uma escola fiscalizada pela vítima. Ele e outra pessoa, que ainda não foi identificada, estavam na sala do gerente no momento do crime. Havia expectativa que um deles se apresentasse nesta quinta-feira, o que acabou não ocorrendo. O delegado Claudir Stang disse que está ouvindo testemunhas e buscando informações com efetivo catarinense e também com o apoio da Polícia Civil do Paraná.


Comente aqui
22 dez10:00

Gerente é enterrado e polícia busca suspeitos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Foi enterrado na tarde de ontem o gerente de infraestrutura da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Dalmar Libardoni, 51 anos. Ele foi morto na tarde de terça-feira, em sua sala, no prédio da secretaria.

Duas pessoas são suspeitas do homicídio, que foram flagradas por câmaras de monitoramento de segurança. Uma delas foi identificada. Trata-se de Mário Duarte, um dos proprietários da Construtora MD Edificações e Saneamento LTDA, responsável pela construção da Escola Estadual Irineu Bornhausen, que deveria estar sendo concluída. A outra pessoa que acompanhava Duarte ainda não foi identificada.

O secretário Flávio Berté em agosto já havia notificado a empresa por atrasos na obra, que custa R$ 2,5 milhões. O secretário disse que foi pago pouco mais da metade do valor, que era o que tinha sido executado. Mas a construtora queria mais valores alegando que a medição não estava certa. Berté acusou a empresa até de falsificar um laudo para participar de licitações de construção de outras escolas, o que foi denunciado pelo secretário e resultou na desclassificação da empresa. –Eles informaram que tinham concluído a escola, o que não é verdade- explicou.

Berté afirmou ter sido ameaçado de morte por Duarte há dois meses e registrou boletim de ocorrência. As ameaças teriam se estendido ao gerente. –Ele era um servidor que defendia o bem público- lamentou, com tristeza. Berté não estava na secretaria na hora do homicídio.

>> Secretário de Dionísio Cerqueira recebe escolta da PM

O diretor geral da secretaria, Sedi Zanella, estava na sala com Libardoni quando chegaram os dois homens. Zanella disse que terminou o assunto e caminhou cerca de 20 metros em direção à cozinha, onde iria tomar água, quando ouviu os disparos. –Não deu um minuto- explicou. Aí começou uma gritaria na repartição, onde estavam 20 pessoas. Um funcionário foi na janela e gritou para chamarem a polícia.

O funcionário de uma loja que fica em frente à secretaria disse que ouviu os estampidos do tiro e, em seguida, viu um senhor correndo em direção a uma Strada de cor prata. –Tinha um adesivo da construtora- afirmou.

Ontem a sede da construtora, em Barracão/PR, estava fechada. A Polícia Civil segue as investigações e tenta localizar os suspeitos.

O comandante da Polícia Militar de Dionísio Cerqueira, tenente coronel José Leopoldo Alves de Moura, disse que há informações de que o advogado de Duarte teria prometido apresentar seu cliente nesta quinta-feira, para esclarecer os fatos.


Comente aqui
21 dez15:32

Homicídio de gerente em Dionísio Cerqueira tem dois suspeitos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Duas pessoas são suspeitas do homicídio do gerente de infraestrutura da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Dalmar Libardoni, ocorrida no final da tarde de terça-feira. Uma delas foi identificada tanto pelos funcionários da secretaria, quanto pelas câmaras de segurança. Trata-se de Mário Duarte, um dos proprietários da Construtora MD Edificações e Saneamento LTDA, responsável pela construção da Escola Estadual Irineu Bornhausen, que deveria estar sendo concluída.

A outra pessoa que acompanhava Duarte ainda não foi identificada. O diretor geral da secretaria, Sedi Zanella, estava na sala com Libardoni quando chegaram os dois homens. Zanella disse que terminou o assunto e caminhou cerca de 20 metros em direção à cozinha, onde iria tomar água, quando ouviu os disparos.

– Não deu um minuto- explicou. Aí começou uma gritaria na repartição, onde estavam 20 pessoas. Um funcionário foi na janela e gritou para chamarem a polícia.

>> Secretário de Dionísio Cerqueira recebe escolta da PM

O funcionário de uma loja que fica em frente à secretaria disse que ouviu os estampidos do tiro e, em seguida, viu um senhor correndo em direção a uma Strada de cor prata. –Tinha um adesivo da construtora- afirmou.

A Polícia Civil segue as investigações e tenta localizar os suspeitos.


3 comentários
21 dez09:44

Secretário de Dionísio Cerqueira recebe escolta da PM

[atualizado 10h24]

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br*

O secretário de desenvolvimento regional de Dionísio Cerqueira Flávio Berté está recebendo escolta da Polícia Militar após a morte do gerente de infraestrutura Dalmar Libardoni, 51 anos, ocorrida no final da tarde da terça-feira quando dois homens entraram  no prédio da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira e pediram pela sala do gerente. A Polícia não tem certeza de quem fez os disparos.

O velório está sendo realizado na Câmara de Vereadores da cidade e o enterro está previsto para as 16h desta quarta-feira no cemitério municipal.

Cerca de 30 pessoas estavam no local e fugiram quando ouviram os tiros. O prédio foi interditado pela Polícia para a realização da perícia. De acordo com informações levantadas pela Polícia Militar e Polícia Civil o suspeito dos disparos pode ser Mario Duarte, da família proprietária da Construtora MD Edificações e Saneamento LTDA. A empresa era a responsável pela construção da nova unidade da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Dionísio Cerqueira, tenente coronel José Leopoldo Alves de Moura, o secretário de desenvolvimento regional Flávio Berté já havia registrado um boletim de ocorrência, há cerca de dois meses, por ter recebido ameaças da mesma pessoa suspeita de ter matado o engenheiro civil. Ele não quis comentar sobre o crime.

No momento dos disparos o secretário não estava no local. Moura disse que a vítima era os “olhos técnicos” do secretário na obra.

Foram mobilizados policiais militares e civis da região, a Força Nacional e até a Gerdameria Argentina para controlar os acessos e tentar localizar o suspeito, o que não aconteceu até a manhã desta quarta-feira. O delegado Claudir Stang informou que está ouvindo as testemunhas do caso para tentar esclarecer o crime.

No final da tarde da terça-feira o Governador Raimundo Colombo enviou nota lamentando a morte do secretário. – A trágica morte do servidor, Dalmar Libardoni, no exercício da função, enluta a todos que acreditam no trabalho exercido com espírito de missão. À família minha solidariedade e meu compromisso de fazer com que esta tragédia não reste impune – disse.


Obra em escola teria motivado o crime

As suspeitas da Polícia é que as obras de construção da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen, que está sendo executada no bairro Três Fronteiras, em Dionísio Cerqueira, foram o estopim para o crime. A vítima era fiscal da obra.

A escola com dois pavimentos tem 16 salas de aula, laboratório de informática, laboratório de ciências, sala de artes, cozinha, banheiros 3,3 mil metros de área construída e custo estimado em R$ 2,5 milhões. A construção iniciou há cerca de dois anos e a previsão de conclusão era prevista para o final deste ano. A obra chegou a ficar paralisada por alguns meses. O secretário de Desenvolvimento Regional, Flávio Berté, estava descontente com andamento dos trabalhos realizados pela empreiteira.


* Colaborou Juliano Zanotelli




Comente aqui
21 dez00:02

Gerente de infraestrutura é morto dentro da secretaria

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um homem armado de revólver entrou no final da tarde da terça-feira no prédio da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira e matou a tiros o gerente de infraestrutura, Dalmar Libardoni, 51 anos.

Cerca de 30 pessoas estavam no local e fugiram quando ouviram os tiros. O prédio foi interditado pela Polícia para a realização da perícia. De acordo com informações levantadas pela Polícia Militar e Polícia Civil o suspeito dos disparos é Mario Duarte, da família proprietária da Construtora MD Edificações e Saneamento LTDA. A empresa era a responsável pela construção da nova unidade da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Dionísio Cerqueira, tenente coronel José Leopoldo Alves de Moura, o secretário de desenvolvimento regional Flávio Berté já havia registrado um boletim de ocorrência, há cerca de dois meses, por ter recebido ameaças da mesma pessoa suspeita de ter matado o engenheiro civil. Ele não quis comentar sobre o crime.

No momento dos disparos o secretário não estava no local. Moura disse que a vítima era os “olhos técnicos” do secretário na obra.

Foram mobilizados policiais militares e civis da região, a Força Nacional e até a Gerdameria Argentina para controlar os acessos e tentar localizar o suspeito, o que não tinha acontecido até o início da noite de terça. O delegado Claudir Stang informou que está ouvindo as testemunhas do caso para tentar esclarecer o crime.


Obra em escola teria motivado o crime

As suspeitas da Polícia é que as obras de construção da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen, que está sendo executada no bairro Três Fronteiras, em Dionísio Cerqueira, foram o estopim para o crime. A vítima era fiscal da obra.

A escola com dois pavimentos tem 16 salas de aula, laboratório de informática, laboratório de ciências, sala de artes, cozinha, banheiros 3,3 mil metros de área construída e custo estimado em R$ 2,5 milhões. A construção iniciou há cerca de dois anos e a previsão de conclusão era prevista para o final deste ano. A obra chegou a ficar paralisada por alguns meses. O secretário de Desenvolvimento Regional, Flávio Berté, estava descontente com andamento dos trabalhos realizados pela empreiteira.

Comente aqui
20 dez17:35

Gerente de Infraestrutura da SDR de Dionísio Cerqueira é assassinado

O Gerente de Infraestrutura da SDR de Dionísio Cerqueira, Dalmar Libardoni, foi assassinado por volta das 16h30 desta terça-feira no prédio da Secretaria.

Dalmar Libardoni.

Polícia Civil e Militar confirmam que o atirador é Mário Duarte, pai do dono da construtora DM Edificações, que realizava a obra de um colégio na Cidade.

Segundo informações preliminares um homem entrou armado na SDR e disparou quatro tiros contra o secretário.

Mais de 30 funcionários da Secretaria tiveram que sair do prédio. O local tem câmeras de vigilância que podem ajudar no caso.

A área foi isolada pela Polícia Militar, Polícia Civil e pela Força Nacional.



1 comentário
20 dez17:14

Programa SC Alfabetizada

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira divulgou na segunda-feira, o resultado da chamada pública número 30, para seleção e credenciamento para alfabetizadores, tradutores/intérpretes de libras e coordenadores de turma do programa Brasil/SC Alfabetizada. A informação é da integradora de Ensino Médio, Simone Niedermaier.

Foram selecionados 28 alfabetizadores que vão atuar nos próximos oito meses no programa nos municípios da Regional. Simone explica que também foram escolhidos nove coordenadores de turmas. Aproximadamente 250 alunos serão alfabetizados no período de oito meses.

De acordo com a integradora de Ensino Fundamental da SDR Dionísio Cerqueira, Gelcy Lauxen da Rosa, o programa de alfabetização de jovens e adultos existe desde o ano de 2008 e tem por objetivo diminuir o índice de analfabetismo em toda Santa Catarina.

- Ele funciona graças a uma parceria do Governo do Estado com o Ministério da Educação (MEC) – explica a integradora.

O programa atende pessoas maiores de 18 anos que não tiveram a oportunidade de freqüentar a escola na idade adequada. Os trabalhos do SC Alfabetizada tem parceria das Secretarias Municipais de Educação e do Centro de Formação de Jovens e Adultos (CEJA). As aulas tem previsão de iniciar em fevereiro de 2012.



Comente aqui
19 dez14:44

2ª Edição Festival Esportivo Regional

No final de semana, foram disputadas as partidas finais nas modalidades de bocha masculina, 48 masculino e bolão 23 masculino da 2ª Edição do Festival Esportivo Regional, competição organizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira.

De acordo com o integrador esportivo da SDR Dionísio Cerqueira, professor Nivaldo Pontin, na sexta-feira, 16, na bocha, em partida realizada no Centro dos Idosos de Palma Sola, os donos da casa ficaram campeões, vencendo, pelo placar de 2 a 1, o município de São José do Cedro. Em terceiro lugar na bocha ficou a equipe de Princesa.

No sábado a tarde, também em Palma Sola, foram realizadas as disputadas do 48 masculino. São José do Cedro venceu os donos da casa, por uma diferença de apenas 12 pontos e ficou com o caneco do certame. Em terceiro lugar novamente ficou o município de Princesa.

Já no domingo, 18, pela parte da manhã, foi realizada a decisão do bolão 23 masculino. Na Sociedade Esportiva Cedro, São José do Cedro venceu Anchieta e ficou com o título.

- Foram grandes disputas. As equipes que participaram puderam entrar no espírito da competição que foi integrar os municípios por meio do esporte. As próximas modalidades disputadas no Festival Esportivo serão futebol de campo e voleibol – disse Nivaldo Pontin.


Comente aqui
17 dez09:12

Mulheres são flagradas transportando cocaína do Paraguai em cintas-ligas

Duas mulheres foram flagradas transportando 2,1 quilos de cocaína em ônibus na BR-163, em Dionísio Cerqueira, no Oeste de Santa Catarina. A droga estava presa em cintas-ligas junto ao corpo das suspeitas.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal pararam o coletivo por volta de 1h deste sábado. O veículo saiu de Foz do Iguaçu (PR) e seguia para Porto Alegre (RS). Maria Dominga Dias, 61 anos, natural de Ponta Porã (MS), Aparícia Caceres, 43, natural de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, foram presas em flagrante.

Aparícia tentou se passar por outra pessoa, apresentando um documento de identidade falsificado do estado do Mato Grosso do Sul. As suspeitas e as drogas foram encaminhadas para a Polícia Federal em Dionísio Cerqueira. Suspeita-se que a droga veio do Paraguai.

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
01 dez15:59

Municípios do Extremo-Oeste realizam atividades no dia Mundial de Combate a Aids

Os municípios de Anchieta, Palma Sola, Princesa, Guarujá do Sul, Dionísio Cerqueira e São José do Cedro, que fazem parte da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, realizam nesta quinta-feira, 1, atividades alusivas ao Dia Mundial de Luta ao Vírus HIV/Aids.

De acordo com a gerente de saúde, Eila Aparecida Labres, faixas com o slogan: “A vida é mais forte que a Aids. Gerência de Saúde: eu abraço essa causa”, foram colocadas em pontos estratégicos do município afim de orientar a população.

Guarujá do Sul programou para hoje uma caminhada pelas principais ruas da cidade envolvendo os servidores da secretaria de saúde. Nos outros municípios da Regional, os servidores de saúde utilizam em suas roupas o laço vermelho, símbolo mundial na luta contra a Aids. O laço vermelho, criado em 1991, em Nova York, nos Estados Unidos, simboliza a luta de solidariedade e de comprometimento contra a doença.

Em Santa Catarina, neste Dia Mundial de Luta contra a Aids, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), irá distribuir 4,3 milhões de preservativos masculinos para os 293 municípios de Santa Catarina. O objetivo é a formação de uma rede de solidariedade e o fortalecimento das ações de prevenção da infecção pelo HIV, com ajuda das secretarias municipais de Saúde.


Números catarinenses

Com o slogan “Lutando a favor da prevenção”, a ideia da campanha este ano é mostrar à população que a Aids não tem cura. A necessidade de intensificar a prevenção é compreendida quando é observado o número de pessoas que foram notificadas. No Estado, desde 1984, já foram registrados 25.950 casos. Os adultos totalizam 25.021 registros. No sexo masculino, os casos chegam a 15.776 e, no feminino, 9.245. Em crianças menores de 13 anos, as ocorrências são de 929 casos, e as gestantes contaminadas atingiram a marca de 4.756.

As principais categorias de exposição são os heterossexuais que correspondem a 62%, seguido dos usuários de drogas injetáveis 20,9% dos casos. As faixas etárias mais atingidas são as que variam de 20 a 49 anos, população jovem e sexualmente ativa.

O Dia Mundial de Luta contra a Aids foi criado pela Organização Mundial de Saúde, com o apoio da Organização das Nações Unidas, para relembrar o combate à doença e despertar a consciência da necessidade da prevenção, aumentar a compreensão sobre a síndrome e reforçar a tolerância e a solidariedade às pessoas infectadas. No Brasil, as manifestações e as campanhas são realizadas há 23 anos.


Comente aqui