Diretoria

29 nov17:58

Zaga titular continua na Chapecoense em 2013

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense anunciou na tarde desta quinta-feira a listas dos jogadores que permanecem no clube para 2013. São 11 jogadores que permanecem, sendo seis do time titular: o goleiro Nivaldo, os zagueiros André Paulino, Fabiano e Rafael Lima, o volante Wanderson e o meia Neném. Também renovaram o atacante Thuram e os goleiros Juliano e Gustavo. Outros dois jogadores para o grupo são formados na base do clube: o golerio César e o meia Marcos Vinícios.



Cadu Gaúcho (diretor de futebol), Mauro Stumpf (diretor de futebol), Sandro Pallaoro (presidente) e João Carlos Maringá (vice-presidente futebol).



O goleiro Rodolpho, o volante Marcos Alexandre, o atacante Mateus Paraná, o zagueiro Gustavo, e o lateral William estão no departamento médico e seguem pelo menos até a recuperação.

O clube está em tratativas com os meias Athos e Dudu Figueiredo, o volante Paulinho Dias, o lateral Galiardo e os atacantes Henrique, Jô e Rodrigo Gral. O zagueiro Souza também está em negociação.

Foram dispensados o goleiro Vanderlei, os laterais Gilton e Rafael Mineiro, o zagueiro Dema, os volantes Dudu Lima e Chicão, o e os atacantes Cristiano e Lê. O atacante Eliomar, que vai para o Figueirense, e o zagueiro Leonardo, que vai para o interior paulista, interessavam mas receberam propostas melhores.


Comente aqui
10 nov15:57

Chapecoense quer manter grupo do acesso para 2013

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um dia após conquistar a vaga para a Série B do Campeonato Brasileiro, ainda na viagem de volta do Mato Grosso para Chapecó, a Chapecoense já começa a pensar em 2013. A intenção é manter o grupo que está na semifinal da Série C.

Jogadores durante carreata na Avenida Getúlio Vargas.

Na próxima semana a direção vai tratar da renovação com o técnico Gilmar Dal Pozzo.

- Nossa intenção é manter a comissão técnica – afirmou o presidente do clube, Sandro Pallaoro.

Além do treinador, o preparador físico Anderson Paixão vem tendo seu trabalho elogiado. Dal Pozzo disse na manhã do sábado, durante a comemoração da conquista da vaga na B, que tem vontade d permanecer na equipe, porém tudo depende do planejamento da diretoria para 2013.

A intenção é manter a base do atual grupo.

– A direção vai conversar com todos eles – afirmou o diretor de futebol Mauro Stumpf.

Mesmo assim alguma mudança no time é natural, porque alguns, como o atacante Henrique, estão valorizados pela conquista. Por outro lado há jogadores que não corresponderam à expectativa e devem ser dispensados.

>> Acompanhe mais informações do Verdão no Blog da Chapecoense

Há também fatores de lesão que podem influenciar. O atacante Rodrigo Gral, uma das peças importantes na conquista do acesso, disse que vai avaliar com os médicos, treinador e familiares se vai continuar. Ele ficou de fora do segundo jogo contra o Luverdense em virtude de uma lesão na coxa esquerda.

Mas entrou no clima de comemoração e ontem pintou o cabelo de verde.

– Foi uma promessa que fiz quando cheguei caso a Chapecoense conquistasse o acesso – afirmou.

Atualmente a Chapecoense tem uma folha de R$ 257 mil mensais e um custo total de R$ 400 mil por mês. A intenção é não elevar muito os custos para 2013. –Não vamos fazer loucura- disse Pallaoro. A política de tentar montar time bom e barato, com um teto salarial para evitar disparidades, vai continuar

Mas em meio à comemoração o clube está passando por um processo eleitoral. De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo, Gilson Vivian, pela primeira vez em 39 anos a Chapecoense terá duas chapas. A situação lançou Sandro Pallaoro à reeleição. Já a oposição, vai de Moacir Tiecher, que tem o apoio do empresário Izair Gambatto.

Isso refltete o bom momento do clube, que em alguns anos não tinha ninguém querendo assumir. A eleição está marcada para o dia 28 de novembro, das 18 horas às 20 horas, na Associação Comercial e Industrial de Chapecó.

No entanto o presidente do conselho, Gilson Vivian, ainda trabalha para compor uma chapa de consenso. Para Vivian, o momento da Chapecoense seria para união de forças.


Comente aqui
10 set15:58

Itamar Schulle não é mais o técnico da Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Itamar Schulle não é mais o técnico da Chapecoense. Ele deixou o cargo no começo da tarde desta segunda-feira, após uma reunião com a Diretoria do Clube. No sábado, após a derrota por 1 a 0 para o Vila Nova/GO, Schulle fez algumas declarações que incomodaram a diretoria. Uma delas foi dizer que deixaria o cargo a disposição.

- Resolvemos manter a decisão dele e agora estamos atrás de um novo nome – disse o diretor de futebol Mauro Stumpf.

Na sexta-feira, dia 14 de setembro o técnico completaria seis meses no comando da Chapecoense.

- Só tenho a agradecer a diretoria, equipe, torcida e a imprensa por esse período em Chapecó – disse Schulle. Ele disse ainda que quer o bem a equipe e pediu desculpas caso tenha ofendido alguém com as suas declarações.

- Quero pedir desculpas, mas a minha intenção não foi essa – disse Itamar que vai ficar morando em Chapecó com a família até aparecer uma nova proposta.

- Neste período vou aproveitar para cuidar da minha saúde – completou.


Comente aqui
08 set19:38

“Ele não é o Salvador da Pátria”, frase de Schulle após a partida contra o Vila Nova

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Após a derrota para o Vila Nova/GO por 1 a 0, o técnico da Chapecoense Itamar Schulle disse em entrevista na rádio que abriria mão de parte do salário dele para a contratação de reforços no ataque.

- Ele não é o Salvador da Pátria – disse Schulle se referindo ao atacante Rodrigo Gral, que foi contratado e até agora não vestiu a camisa do clube em jogos oficiais.

- Precisamos ter outras opções no ataque – completou.

De acordo com o diretor de futebol Mauro Stumpf, a liberação do atleta ainda não saiu porque Gral tem ainda uma restrição com o DPMM, de Brunei.

O presidente da Chapecoense Sandro Pallaoro, que ouviu a declaração pelo rádio, ficou surpreso com as declarações do técnico.

- Vamos esperar ele chegar e conversar pessoalmente – disse Pallaoro. O encontro deve ser na manhã desta segunda-feira, na Arena Condá.


Jogo em casa no sábado

Na terceira partida do returno o Verdão recebe em casa o Caxias, às 16h, do sábado, dia 15, na Arena Condá.

Comente aqui
04 set11:29

Técnico do Concórdia foi dispensado

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Diretoria do Concórdia Atlético Clube (Cac) deve anunciar ainda nesta terça-feira o nome do novo técnico e do treinador de goleiros. A informação é do vice-presidente do clube, Roberto Detoni.

- Estamos em negociações e os nomes devem ser anunciados ainda hoje – disse Detoni.

Até o anúncio, o diretor de futebol Joseílton de Almeida, assume o cargo de treinador interinamente. O técnico Nestor Simionato e o treinador de goleiros Gilban Andrade Gonçalves foram dispensados na noite da segunda-feira, dia 3 de setembro.

O time, que não passou da primeira fase Série D do Campeonato Brasileiro, está na disputa apenas o Campeonato Catarinense da Divisão Especial.

- Fizemos a melhor campanha e agora esperamos o segundo turno – disse Detoni.

O vice-presidente disse ainda que o principal projeto da equipe é o acesso a Divisão Principal.


Comente aqui
14 ago11:45

Vanderlei pode ser o novo goleiro da Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Vanderlei Hofstatter pode ser o novo goleiro da Chapecoense. Em entrevista por telefone ele confirmou o contato com a Diretoria do Clube e deve ser apresentado nesta quinta-feira. O atleta de 31 anos e 1,85 m, natural de Joaçaba, que estava no Rio Branco/AC, vem com a esposa e a filha de um ano e nove meses para Chapecó. A Diretoria ainda não confirmou a contratação.

Vanderlei participou da categoria de base do Internacional de Porto Alegre e iniciou a carreira profissional em 1999 no Joaçaba. Em Santa Catarina ele defendeu também o Lages em 2004. Nos últimos sete anos, Vanderlei disputou o Campeonato Gaúcho defendendo times como Veranópolis, São Luiz de Ijuí, Esportivo de Bento e o Brasil de Pelotas.

Vanderlei, que já jogou com o meia Athos e o volante Marcos Alexandre, conhece o trabalho do técnico Itamar Schulle.

- Estou contente em voltar para a minha região e jogar na Chapecoense – disse o goleiro.

Vanderlei disse ainda que a oportunidade apareceu em uma boa hora e vai lutar com a equipe pela vaga na Série B.


Comente aqui
27 jul08:56

Novo relatório aponta 72 mortes por Gripe A em Santa Catarina

O novo relatório da Gripe A em Santa Catarina aponta 72 mortes pela doença e 741 casos registrados. Os dados foram divulgados ontem pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). São 10 mortes a mais em relação ao documento da semana passada. Morreram cinco mulheres com idades entre 27 e 82 anos e cinco homens entre 31 e 88 anos. Todas as vítimas apresentavam problemas crônicos ou fumavam.

São Bento do Sul registrou o primeiro caso de morte, uma mulher de 82 anos. Um homem de 67 anos também foi a primeira vítima em Cunha Porã. Com os dois casos—um homem de 39 anos e um de 31—, o número de mortes em Lages chegou a três. Videira já registra a quinta morte, um homem de 88 anos.

Uma mulher de 58 anos é a terceira vítima em Fraiburgo, e um homem de 38, a primeira de Orleans. Indaial registrou seu primeiro caso de morte pelo vírus H1N1, uma mulher de 59 anos, assim como Forquilhinha, uma mulher de 27 anos. Em São José, na Grande Florianópolis, uma mulher de 58 anos foi a segunda vítima.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
25 jul07:50

Direção cobra mais atenção da Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Mesmo após a derrota para o Caxias e o empate em casa contra o Macaé, que gerou protesto de alguns torcedores, o técnico Itamar Schulle segue bem cotado com a direção.

– Precisamos ter calma- afirmou o presidente Sandro Pallaoro. O diretor de futebol Mauro Stumpf, que criticou as substituições contra o Macaé, disse que sua reclamação foi pontual.

–Não contesto o trabalho dele, que considero um dos melhores, só achei que ele errou nas substituições – explicou.

O outro diretor de futebol do clube, Cadu Gaúcho, disse que ontem foi realizada uma conversa com o grupo no vestiário, que é normal nas terças-feiras, onde foi cobrado resultado. Mas em nenhum momento foi questionado o trabalho do treinador.

- O trabalho dele é bom o que houve foi uma cobrança do grupo por mais atenção nos jogos- disse Cadu.

Ele citou o gol de empate do Macaé, no domingo, que foi numa cobrança de falta que a defesa não cortou e a bola entrou direto.

– Nos últimos jogos tomamos muito gol besta – lembrou o diretor.

O próprio técnico concedeu ontem uma entrevista coletiva onde reconheceu a pressão.

–É um momento difícil em que temos que buscar a vitória pois ela muda tudo – explicou.

No próximo sábado a Chapecoense enfrenta o Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Schulle disse que vai buscar fora os pontos perdidos em casa. E afirmou que está em busca do time ideal e por isso fará algumas mudanças.

– Não vou sair da Chapecoense por falta de trabalho ou omissão – declarou.

Mas o treinador disse saber que, na falta de vitórias, o treinador geralmente acaba sendo a vítima. Mas ele assume que a pressão é só com ele.

– Preciso dar tranquilidade para os jogadores – afirmou.

Na segunda-feira os jogadores da Chapecoense que não atuaram contra o Macaé fizeram um amistoso em Erechim/RS, contra o Ypiranga. O time catarinense venceu por 2 a 1


Números de Schulle

Jogos: 15

Competições: 8 pelo Catarinense, 3 pela Copa do Brasil e 4 pela Série C

Vitórias: 6

Empates: 4

Derrotas: 5

Pontos: 22

Aproveitamento: 48,8%




Comente aqui
18 jul15:26

Diretoria da Acic de Concórdia toma possa nesta sexta-feira, dia 20

A nova diretoria da Associação Empresarial de Concórdia, ACIC, gestão 2012/2014, será empossada nesta sexta-feira, dia 20 de julho. Assumem a presidência da associação Dagnor Roberto Schneider ao lado da vice Maria Luisa Lasarim, no lugar dos atuais presidente e vice, Juliano Zandonai e Michel Poy Olmi. O evento será no salão social do Clube 19 de Julho, com recepção às 20h e início às 20h30.

As eleições da diretoria aconteceram no final do mês de abril. De acordo com a coordenadora executiva da ACIC, Maria de Lourdes Dal Piaz, o evento é feito especialmente para os associados da ACIC.

- São eles que fazem acontecer dentro da associação – disse.

Segundo a coordenadora, esse ano o governador do Estado, Raimundo Colombo, e o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado estadual Gerson Merísio, foram convidados para o evento.


Comente aqui
13 jul16:34

Chapecoense próxima do acerto com Jô, do Cruzeiro/RS

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense está em tratativas com o atacante Jô, do Cruzeiro/RS. A negociação foi confirmada pelo diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf.

- Estamos próximos do acerto, pretendo fechar até às 20 horas – declarou Stumpf.

O Jô que Chapecoense busca não é o mesmo que foi dispensado do Inter/RS e está no Atlético Mineiro. Mas também passou pelo Internacional, em 2011. Atuou ainda no Vila Nova/GO e Luverdense.

Stumpf disse que o atleta só está disponível porque não confirmou a transferência do jogador para a Alemanha.

Comente aqui