Dive

27 jul08:56

Novo relatório aponta 72 mortes por Gripe A em Santa Catarina

O novo relatório da Gripe A em Santa Catarina aponta 72 mortes pela doença e 741 casos registrados. Os dados foram divulgados ontem pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). São 10 mortes a mais em relação ao documento da semana passada. Morreram cinco mulheres com idades entre 27 e 82 anos e cinco homens entre 31 e 88 anos. Todas as vítimas apresentavam problemas crônicos ou fumavam.

São Bento do Sul registrou o primeiro caso de morte, uma mulher de 82 anos. Um homem de 67 anos também foi a primeira vítima em Cunha Porã. Com os dois casos—um homem de 39 anos e um de 31—, o número de mortes em Lages chegou a três. Videira já registra a quinta morte, um homem de 88 anos.

Uma mulher de 58 anos é a terceira vítima em Fraiburgo, e um homem de 38, a primeira de Orleans. Indaial registrou seu primeiro caso de morte pelo vírus H1N1, uma mulher de 59 anos, assim como Forquilhinha, uma mulher de 27 anos. Em São José, na Grande Florianópolis, uma mulher de 58 anos foi a segunda vítima.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
08 mar19:43

Três casos de dengue foram confirmados em São Miguel do Oeste

Sirli Freitas | sirli.freitas@diario.com.br

Três casos de dengue importada, ou seja, a doença foi contraída em outro estado, foram confirmados em São Miguel do Oeste, no Extremo Oeste Catarinense.

Segundo a secretaria de saúde do município, Beatriz Soares, as três pessoas da mesma família se mudaram no mês de fevereiro para a cidade, que tem 38 mil habitantes. Eles moravam em Guarantã do Norte, Mato Grosso. Dois dias depois que chegaram em São Miguel do Oeste procuraram o posto de saúde. Silvio, Tatiane e Géssica da Silva apresentavam sintomas típicos da doença e após a realização de exame de sangue os casos foram confirmados.

O pai, mãe e filha receberam tratamento e passam bem. Silvio disse que essa foi a terceira vez que contraiu a doença. – Já fiquei 20 dias internado, dessa vez foi mais leve – contou o marceneiro.

O trabalho de monitoramento e eliminação de focos e criadouros de mosquitos será intensificado na cidade. Foram instaladas 153 armadilhas pelo município e 11 agentes realizam visitas. – A preocupação maior é com as pessoas que armazenam água da chuva, devido a estiagem. – disse Célio Silva, supervisor do programa de combate a dengue.

São Miguel do Oeste é terceiro município do estado em número de focos, com 31 registros até o início de março. Joinville está em segundo com 36 e Chapecó em primeiro lugar com 106 focos, no mesmo período.



Casos importados confirmados no Estado

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive)foram registrados, somente em 2012, 21 casos confirmados de dengue em Santa Catarina. Todos são importados. Segundo a Dive a procedência desses casos são estados como Acre, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rio de Janeiro, Rondônia e São Paulo.

Desses casos 10 foram adquiridos por homens e 11 e por mulheres.



Casos confirmados em municípios catarinenses:

São Miguel do Oeste – 3

Florianópolis – 3

Joinville – 2

Pomerode – 2

São José – 2

Vargeão – 2

São José do Cedro – 1

Porto União – 1

Lages – 1

Caçador – 1

Caibi – 1

Descanso – 1

Itajaí – 1


Fonte: Dive


Comente aqui