Educação

05 ago15:26

Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação em Chapecó

Com o slogan “Para inovar, Para ensinar”, a 3ª edição do Seminário FACE de Formação Educacional vai trazer, nos dias 26 e 27 de setembro, ao Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, uma ótima oportunidade de aperfeiçoamento e troca de experiências aos profissionais de educação e interessados na área. Serão dois dias em que os participantes poderão desfrutar de palestras com profissionais de renome nacional, compartilhando os mais diversos conhecimentos a partir de assuntos atuais e inovadores.

O seminário integra a Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação – FACE 2012 – que ocorre de 26 a 28 de setembro, com o apoio do Sebrae/SC, Sicom, Sinepe/SC, Ampesc e Chapecó & Região Convention Bureau. A feira reunirá estudantes, professores, gestores de educação e pesquisadores, terá 45 expositores e atrairá 12 mil visitantes.

Ao todo serão 11 palestras sobre os temas “Gestão do Conhecimento: Um desafio necessário”, e “Qual é a tua Obra: Inquietações Propositivas sobre Gestão, Liderança e Ética”, com o Doutor em Educação e autor de diversas obras, Mario Sergio Cortella, “Vencendo a Inércia na Escola: O Planejamento na melhoria dos processos e resultados”, com o professor Ademir Basso, “Convivência na Escola: O papel do educador, com a professora Mayra de Castro Araújo, “Novas Tendências na Educação: Temas transversais como componentes curriculares obrigatórios (Diversidade e Direitos Humanos)”, com o educador Reinaldo Bulgarelli, “O Professor Inesquecível: A emoção em sala de aula”, com o professor e consultor, Geraldo Almeida, “Para ser um professor de sucesso”, com o professor Dirceu Ruaro.

E, ainda, “Comunicação Não violenta: A via para o entendimento, boa convivência e fomento à aprendizagem”, com o consultor alemão Sven Fröhlich Archangelo, “Desafios da Ação Docente na Educação Infantil”, com a professora Ana Trinconi, “A tecnologia pode transformar a educação?”, com a pesquisadora Betina Von Staa, e “Dislexia: O que os pais e educadores devem saber”, com o ex-presidente da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia e Doutor em Educação, Jaime Luiz Zorzi.

Além das palestras, o evento trará a “escola do futuro” com inovações para as salas de aula, e a sala tecnológica, onde estarão expostos produtos e tecnologias para o setor da educação.


Inscrições

As inscrições estão abertas até o dia 3 de setembro no site minhaface.com e podem ser feitas de forma individual ou coletiva (grupos acima de 20 pessoas). Os interessados podem efetuar a inscrição em palestras únicas ou adquirir os pacotes com um ou dois dias de evento.

As palestras ocorrem nos períodos de manhã, tarde e noite. Mais informações no telefone 3361 9200 ou no e-mail seminário@minhaface.com.


Comente aqui
17 jul16:32

Feira de Conhecimento, cultura e educação acontece em setembro em Chapecó

As profissões e os mercados de trabalho serão objeto de informação, difusão e debate na Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação – FACE 2012 – programada para os dias 26 a 28 de setembro, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó. A feira reunirá estudantes, professores, gestores de educação e pesquisadores, terá 45 expositores e atrairá 12.000 visitantes.

- A FACE é um evento plural, multicultural que reúne o que há de melhor nas áreas do conhecimento, cultura e educação em um mesmo espaço, contribuindo para gerar mudanças na vida das pessoas e da sociedade. É um lugar para trocar experiências, onde os conhecimentos são multiplicados -resume o coordenador geral Leonardo Rinaldi.

A feira estimula jovens, estudantes e acadêmicos a criar e desenvolver projetos, a pensar e a decidir sua carreira, encaminha-os ao mercado de trabalho, permitindo o acesso a oportunidades e inclusão social. O público-alvo é formado pelos alunos finalistas do ensino fundamental, médio e superior.

A programação da FACE contempla 44 palestras além de oficinas, aulões preparatórios, apresentações artístico-culturais, competições e bate papos. Essas atividades são gratuitas mediante inscrição no site da feira www.minhaface.com ou durante o evento. As palestras terão a duração média de 40 minutos e serão distribuídas em horários e locais de acordo com os temas e públicos.

Para satisfazer aos interesses e anseios de cada um deles, a feira terá uma inovação este ano: foram criados cinco núcleos com ações, atrações, palestras e informações sobre o que mais interessa a esse público. Os núcleos focalizarão profissões e mercado de trabalho, ciência, tecnologia e inovação, intercâmbios (feira de intercâmbio e estudo no exterior), empreendedorismo e escola para inovar, para ensinar.

O núcleo de profissões e mercado de trabalho oferecerá um ambiente vivencial e interativo para que os estudantes tenham a oportunidade de trocar informações que os auxiliarão a compreender, decidir, planejar e aprimorar a carreira. Esse espaço unirá segmentos empresariais e acadêmicos sob o conceito de que a educação e os jovens são a chave para o futuro.


Comente aqui
10 jul07:51

Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação será realizada em setembro em Chapecó

Programada para os dias 26 a 28 de setembro, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, a Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação – FACE 2012 – está com 90% dos espaços comercializados. A previsão inicial de 45 expositores será superada, de acordo com o coordenador geral Leonardo Rinaldi. A feira reunirá estudantes, professores, gestores de educação e pesquisadores e atrairá 12 mil visitantes.

Entre os expositores, neste ano, estarão cursos profissionalizantes, de graduação, pós-graduação, idiomas e programas de intercâmbio.

- A FACE é um evento plural, multicultural que reúne o que há de melhor nas áreas do conhecimento, cultura e educação em um mesmo espaço, contribuindo para gerar mudanças na vida das pessoas e da sociedade. É um lugar para trocar experiências, onde os conhecimentos são multiplicados – resume Rinaldi.

A feira estimula jovens, estudantes e acadêmicos a criar e desenvolver projetos, a pensar e a decidir sua carreira, encaminha-os ao mercado de trabalho, permitindo o acesso a oportunidades e inclusão social. O público-alvo é formado pelos alunos finalistas do ensino fundamental, do ensino médio e do ensino superior.

A programação da FACE contempla 44 palestras além de oficinas, aulões preparatórios, apresentações artístico-culturais, competições e bate-papos. Essas atividades são gratuitas mediante inscrição no site da feira ou durante o evento. As palestras terão a duração média de 40 minutos e serão distribuídas em horários e locais de acordo com os temas e públicos.

Para satisfazer aos interesses e anseios de cada um deles, a feira terá uma inovação este ano: foram criados cinco núcleos com ações, atrações, palestras e informações sobre o que mais interessa a esse público. Os núcleos focalizarão profissões e mercado de trabalho, ciência, tecnologia e inovação, intercâmbios (feira de intercâmbio e estudo no exterior), empreendedorismo e escola para inovar, para ensinar.


Comente aqui
15 jun11:50

Inscrições para mestrados nas áreas de educação e saúde encerram nesta sexta

As inscrições para os mestrados nas áreas de Educação e de Ciências da Saúde encerram nesta sexta-feira, 15 de junho, na Unochapecó. Esses dois cursos, recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, objetivam ampliar a formação de profissionais na região e incentivar o desenvolvimento de pesquisas.

O mestrado em Educação possui linhas de pesquisa com os temas “Formação de professores, produção do conhecimento e processos pedagógicos” e “Desigualdades sociais, diversidades socioculturais e práticas educativas”. Já o mestrado em Ciências da Saúde tem linhas de pesquisa sobre “Formação e trabalho em saúde” e “Saúde, sociedade e ambiente”.

A inscrição pode ser realizada na Central de Soluções Unochapecó (SOL), até às 22h. Os interessados também podem enviar a inscrição via Sedex. Informações detalhadas sobre os dois cursos em nível stricto sensu estão no site da Unochapecó. Podem ser acessados os endereços www.unochapeco.edu.br/educacao e www.unochapeco.edu.br/cienciasdasaude


Comente aqui
11 jun15:39

Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação será realizada em Chapecó

Está confirmada para os dias 26 a 28 de setembro, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, a Feira das Áreas do Conhecimento, Cultura e Educação – FACE 2012 – reunindo estudantes, professores, gestores de educação e pesquisadores. O anúncio foi feito pelo coordenador geral Leonardo Rinaldi A feira reunirá 45 expositores e atrairá 12 mil visitantes.

- A FACE é um evento plural, multicultural que reúne o que há de melhor nas áreas do conhecimento, cultura e educação em um mesmo espaço, contribuindo para gerar mudanças na vida das pessoas e da sociedade. É um lugar para trocar experiências, onde os conhecimentos são multiplicados – resume Rinaldi.

A feira estimula jovens, estudantes e acadêmicos a criar e desenvolver projetos, a pensar e a decidir sua carreira, encaminha-os ao mercado de trabalho, permitindo o acesso a oportunidades e inclusão social. O público-alvo é formado pelos alunos finalistas do ensino fundamental, do ensino médio e do ensino superior.

A programação da FACE contempla 44 palestras além de oficinas, aulões preparatórios, apresentações artístico-culturais, competições e bate papos. Essas atividades são gratuitas mediante inscrição no site da feira ou durante o evento. As palestras terão a duração média de 40 minutos e serão distribuídas em horários e locais de acordo com os temas e públicos.

Para satisfazer aos interesses e anseios de cada um deles, a feira terá uma inovação este ano: foram criados cinco núcleos com ações, atrações, palestras e informações sobre o que mais interessa a esse público. Os núcleos focalizarão profissões e mercado de trabalho, ciência, tecnologia e inovação, intercâmbios (feira de intercâmbio e estudo no exterior), empreendedorismo e escola para inovar, para ensinar.

Facilidades

Para atender a nova demanda e otimizar o evento, tornando-o mais atrativo para visitantes e expositores, a FACE aumentará seu horário de funcionamento e passará a acontecer das 8h30 às 12h e das 14h às 22h, durante os três dias. Esta mudança tem por objetivo aproveitar o turno de aula dos alunos e a parceria fechada com a Secretaria de Educação, no sentido de liberar todos os seus alunos das 8ª e 9ª séries e Ensino Médio para visitarem a feira em seus respectivos turnos de aula.

Também foi viabilizado o transporte para os estudantes do ensino médio da rede estadual nos turnos matutino, vespertino e noturno.

Outra inovação é a distribuição gratuita do “Guia FACE”: publicação destinada aos jovens e estudantes com informações de todos os expositores, calendário dos principais vestibulares, dicas de estudo, sugestões de livros e outros conteúdos segmentados para este público.

A FACE tem o apoio do Sebrae/SC, Sicom, Sinepe/SC, Ampesc e Chapecó & Região Convention Bureau.


Comente aqui
06 jun11:09

Curso de Medicina da UFFS será oferecido em Passo Fundo

O Ministério da Educação (MEC) anunciou no final da tarde desta terça-feira, dia 5, o plano de expansão das vagas para cursos de Medicina em todo o país. A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) foi a única instituição contemplada no Sul do Brasil, com 40 vagas. O curso, que estava sendo disputado pelas cidades de Chapecó e Passo Fundo/RS, será oferecido na cidade gaúcha.

- O fato da UFFS ter sido contemplada no plano de expansão do curso de Medicina representa o reconhecimento dos poderes da República, e específico do Ministério da Educação, ao Dinamismo da instituição e aos princípios que orientam suas ações – afirmou o reitor da UFFS, Jaime Giolo, que reuniu a imprensa nesta manhã.

O reitor agradeceu também o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, pela confiança depositada na instituição.

Ao todo são 2.415 vagas, distribuídas em instituição públicas federais 355 vagas em cursos existentes e 1.260 vagas em cursos novos, totalizando 1.615 vagas. Em instituições privadas, 800 vagas.

Das vagas em cursos novos das universidades federais, 140 foram destinadas para a região norte, 640 para a região nordeste, 220 para a região centro-oeste, 220 para a região sudeste e 40 vagas para a região sul.


Histórico

A UFFS encaminhou uma proposta de inclusão da instituição no plano de expansão dos cursos de Medicina, em 17 de maio de 2012, ao Ministério da Educação. O projeto, enviado pelo reitor, trazia duas demandas de cidades para sediar o curso: Passo Fundo/RS e Chapecó/SC. A decisão foi tomada pelo próprio Ministério da Educação.

Veja a íntegra da apresentação do plano de expansão dos cursos de medicina no site do MEC.


Comente aqui
30 mai15:41

Posto de Saúde será inaugurado nesta quinta-feira em Seara

A Prefeitura de Seara através das Secretarias da Saúde e Educação inauguram nesta quinta-feira, dia 31 de maio, a reforma, ampliação e melhorias do posto de saúde e do prédio da Educação Infantil do Distrito de Caraíba. O ato está marcado para as 15h30.

Na Intendência, onde funciona o posto de saúde, o espaço foi remodelado, com a criação de uma sala específica para a vacinação, colocação de forro em PVC e pintura interna e externa do posto, num investimento de R$ 7 mil entre materiais e mão-de-obra.

O prédio da Educação Infantil também foi melhorado, a Secretária da Educação Rosana Tochetto Petry comenta que este era um pedido antigo dos pais.

- Fizemos a troca do forro, climatização e pintura interna e externa, num investimento de mais de R$ 5 mil – disse.



Comente aqui
25 mai14:12

Projeto orienta sobre educação econômica

Levar ao público conhecimentos sobre como fazer um orçamento, mediante o planejamento das receitas e gastos das famílias, e ensinar como poupar e valorizar o dinheiro. Esses são objetivos do projeto de extensão Educação Econômica, mantido pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó. A iniciativa é dirigida para trabalhadores, empresários, donas de casa, estudantes e profissionais em geral.

O projeto promove palestras semanalmente, de forma conjugada com ações do Laboratório de Mercado de Capitais. São proporcionadas informações sobre como organizar um orçamento e com o utilizar uma planilha para as famílias controlarem seus gastos. Nessa atividade, são fundamentados o conhecimento quanto ao valor do dinheiro e como consumir sem se endividar.

- Desta forma, vamos fazer com que as pessoas consigam gerir seu dinheiro e futuramente conseguir fazer aplicações, ou seja, gerar poupança para investimento – indica o professor Frederico Damasceno.

Um dos argumentos para a manutenção do projeto é de que, atualmente, para cada três brasileiros endividados dois não sabem o quanto pagam de juros. Outra estatística considerada é de que, para cada cinco pessoas endividadas, uma tem menos de 25 anos. Isso ocorre, conforme o professor Frederico, porque o controle da inflação e o crescimento do país, sobretudo do crédito, levam as famílias a se endividarem mais. Acrescenta que esse tipo de iniciativa de orientação é comum nos países desenvolvidos ou emergentes, como Estados Unidos, Alemanha e Coréia do Sul.

- No Brasil ainda é pouco comum, mas com o aumento da inadimplência e do endividamento das famílias está havendo grande mobilização, sobretudo dos meios de comunicação, no sentido de mostrar como poupar para gerar investimento – indica o professor.


Cartilha orienta

As palestras organizadas para orientar sobre orçamento pessoal e familiar são realizadas na universidade, nas empresas interessadas e em escolas. Também ocorrem nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Para o desenvolvimento de suas atividades, o projeto Educação Econômica conta com uma cartilha, que apresenta dicas para serem colocadas em prática no dia a dia. Além disso, podem ser agendadas visitas ao Laboratório de Mercado de Capitais. Quem estiver interessado nas ações do projeto pode manter contato com o curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, pelo telefone 3321-8243 ou pelo e-mail economia@unochapeco.edu.br.



Comente aqui
22 mai14:22

Laptop serão entregues para alunos da rede municipal em Ipuaçu

Nas próximas semanas devem chegar em Ipuaçu os 400 laptop adquiridos com recursos próprios através da Secretaria Municipal de Educação. O investimento de mais de R$ 150 mil vai beneficiar alunos do 5º ao 8º ano.

A Secretária Municipal de Educação de Ipuaçu Lucimar Ribeiro salienta que o laptop educacional, na sala de aula, vai servir como uma ferramenta pedagógica que promove, instiga e viabiliza a aprendizagem permanente.

- A proposta é de que cada aluno tenha seu próprio computador, conectado à internet – disse a secretária.

A sala do telecentro recebeu 11 computadores, uma impressora e mobiliário. Segundo Lucimar, a sala vai estar aberta para que as pessoas possam realizar pesquisas.


Comente aqui
17 mai15:17

Palestra para pais e professores em São Carlos tratou do tema limites

Pais e professores estiveram reunidos no auditório municipal para assistir uma palestra, proposta pelo Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Criança Feliz de São Carlos, com o tema “limites na educação dos filhos”. A palestra faz parte de um projeto que está sendo executado nesta unidade de ensino, através do Programa A União Faz A Vida (PUFV), desenvolvido em parceria com a Cooperativa de Crédito Sicredi Alto Uruguai. O evento, que foi realizado na noite do dia 16 de maio, contou com a presença da coordenadora pedagógica do Sistema Aprende Brasil, a pedagoga Marisa Alves.

Conforme a secretária municipal de educação, Gorete Wickert, os professores de uma maneira geral, sentem dificuldades em trabalhar com adolescentes nas escolas nos dias de hoje. Para ela, estes comportamentos podem ter herança de algumas atitudes tomadas na infância destes jovens.

Para a pedagoga Marisa Alves, o tema “limites” sempre é polêmico, pois muitas vezes pais e educadores não sabem até onde eles podem ser abertos ou então dosá-los, e até onde a família e a escola caminham buscando estes limites.

- As famílias sentem uma espécie de culpa por hoje em dia passarem pouco tempo com os filhos, em função do cotidiano agitado. Nos poucos momentos que passam com as crianças, sentem receio de dizer “não”. Mas dizer não às vezes é muito importante. Quem ama educa, e amar também é dar limites – afirmou.


Lei da palmada

Marisa destaca que praticamente todos já levaram palmadas, e este fato por si não teria problema, não fosse as proporções que tomaram.

- Em alguns casos, a palmada se transformou em violência. Mais importante que a própria palmada, é o dialogo. Na época em que eu era criança, o diálogo vinha primeiro – comparou. Segundo ela, as famílias estão na busca por corrigir, castigando, substituindo isto, pela conversa.

A pedagoga ainda salientou que as crianças estão bem informadas, conhecem seus direitos e sabem que são respaldadas pela lei. Por isso, há necessidade da educação e do limite desde o momento do nascimento.


Comente aqui