Empate

24 set08:01

Chapecoense valoriza empate

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Jogadores, técnico e dirigentes da Chapecoense valorizaram o empate sem gols contra o Macaé, sábado, em Macaé.

-Agora temos dois jogos em casa e podemos encaminhar a classificação- afirmou o atacante Eliomar. Os próximos dois jogos são contra o Duque do Caxias, dia 30 e, contra o Brasiliense, dia 6 de outubro.

- O ponto em Macaé nos deu condições de buscar a liderança em Chapecó- afirmou o técnico Gilmar Dal Pozzo. Ele destacou que o espírito do grupo é de que serão duas decisões. Por isso já pede o apoio da torcida.

Dal Pozzo disse que a Chapecoense marcou bem e praticamente não foi pressionada pelo time que é vice líder e até o início da rodada tinha o melhor ataque da competição, com 25 gols. Prevaleceu a melhor defesa, a da Chapecoense, que até agora tomou apenas oito gols em 13 jogos.

O diretor de futebol Mauro Stumpf afirmou que a Chapecoense poderia ter vencido, mas o resultado pode ser comemorado.

– Temos que valorizar esse ponto- explicou.

Stumpf lembrou que a equipe acordou às 4 horas da manhã de sexta-feira, embarcou para Florianópolis, treinou na capital catarinense, depois pegou voo até São Paulo e fez conexão para o Rio de Janeiro, de onde foi de ônibus até Macaé, chegando próximo da meia noite.

O time só retornou na tarde de domingo para Chapecó. Para o próximo confronto a equipe não terá o atacante Crisitano, que levou o terceiro cartão amarelo. O ala esquerdo Willian, que saiu lesionado, também é dúvida.

Em compensação deve voltar o atacante Rodrigo Gral, que se recupera de lesão, e pode estrear o ala esquerdo Gilton, contratado junto ao Joinville.

Comente aqui
09 jul10:11

Chapecoense futsal estreou com empate na Divisão Especial 2012

A Chapecoense Futsal entrou em quadra no sábado, dia 7 de julho, para a primeira partida na Divisão Especial 2012, o adversário foi a Krona/Joinville no norte do estado e a equipe do oeste voltou com um bom empate em 4 a 4.

Em quadra, a Chapecoense Futsal deu susto logo no início, Duda abriu o placar para os visitantes aos 02’03” com um golaço de voleio, a resposta da equipe da casa foi imediata em rápida jogada de ataque, o ala Pixote bateu cruzado e Keké completou para o fundo da rede aos 03’20”. Mesmo com o gol, a Krona/Joinville continuou partindo pra cima, principalmente pelo lado esquerdo da quadra em uma destas investidas, o pivô Vander Carioca virou o placar, aos 07’23”. Em seguida, a Chapecoense igualou a contagem, através de Duio aos 10’33”, gol de falta cobrada direta sem chances ao goleiro Dudu, placar do primeiro tempo 2 a 2.

O festival de gols teve sequência no segundo tempo, aos 24’27”, novamente Duda marcou o segundo no jogo, o terceiro da Chapecoense. Já aos 30’43”, Renan ampliou a contagem a favor dos visitantes, melhor em quadra parecia que a equipe do oeste voltaria com a vitória. Porém a reação da Krona Futsal começou a aparecer quando Keké, com oportunismo, diminuiu a diferença aos 32’35”.

Quando faltavam quatro minutos o treinador Xande colocou Julio como goleiro linha. O empate veio aos 37”05” com o artilheiro Vander Carioca, o jogador tocou por cobertura na saída do goleiro Maisena, mesmo com o empate Joinville continuou com o goleiro linha até o final mas o gol não saiu.

Placar final: Krona/Joinville 4 x 4 Chapecoense.

- Tivemos a vitória nas mãos, estávamos vencendo por 4 a 2, mas em dois vacilos nossos entregamos os gols e sofremos o empate – comentou o treinador Agnaldo.

A equipe volta para a quadra no sábado dia 14 de julho. A partida será às 19 horas no ginásio do Sesc contra o Concórdia. A entrada será um quilo de alimento não perecível. Essa será a primeira partida em casa depois do título da Copa Santa Catarina.


Comente aqui
03 jul12:12

Empate na estreia deixou torcedor otimista

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense desperdiçou um pênalti aos 48 minutos do segundo tempo, com Athos, que poderia ter dado a vitória na estreia na Série “C”, sábado, contra o Santo André. Mesmo assim o empate sem gols foi considerado positivo pela torcida. O Diário Catarinense pediu para o presidente da Câmara De Dirigentes Lojistas, Gilberto Badalotti, filho do primeiro presidente campeão pela Chapecoense em 1977, Arthur Badalotti, para que comentasse a estreia. Ele acompanhou pelo rádio a partida e fez as seguintes observações:

- Por se tratar de uma estreia, fora de casa, depois de 30 a 40 dias naquela indefinição de começa ou não começa, o empate foi um excelente resultado. Pode até ser considerado uma vitória. O Santo André teve algumas chances mas a Chapecoense criou mais oportunidades de gol.

Foi uma boa estreia que nos deixou otimistas. Só não dá para perder um pênalti aos 48 minutos do segundo tempo. Isso é inadmissível. O Athos é um excelente jogador mas não poderia ter desperdiçado essa chance.

Agora, no próximo domingo, quando o time joga em casa, contra o Vila Nova a torcida da Chapecoense tem que mostrar que é forte. Com certeza vamos ter muito mais torcida do que havia em Santo André. Temos que dar apoio ao time para conseguirmos a vaga na Série B do Campeonato Brasileiro. Penso que a equipe mostrou na estreia que tem condições de buscar essa vaga. Nos últimos dois anos não subimos por pouco. A cidade está num bom momento e merece essa vaga. Precisamos nos mobilizar para conquistarmos esse prêmio – disse Badalotti.


Comente aqui
04 jun11:27

Chapecoense empata em 1 a 1 com o Sub 23 do Internacional

A Chapecoense empatou em 1 a 1 com o Sub 23 do Internacional no jogo treino realizado no sábado, dia 2 de junho. A partida foi realizada no Centro de Treinamento de Alvorada, na Grande Porto Alegre.

De acordo com a Assessoria de Imprensa do Clube o jogo foi bastante movimentado e com fortes marcações.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio e pelo gol do meia Neném. Na volta do intervalo a equipe foi surpreendida em um contra ataque e levou o gol de empate.

O técnico Itamar Schulle testou dois times distintos no jogo treino. No primeiro tempo entraram em campo:: Rodolpho, Rafael Mineiro, Fabiano, Souza, Willian, Wanderson, Paulinho Dias, Athos, Neném, Eliomar e Lê. No segundo tempo entraram: Rodolpho, Rafael Lima, Leonardo, André Paulino, Esquerdinha, Dudu, Chicão, Eliomar, Cristiano, Matheus Paraná e Éber.

Esse foi o terceiro jogo treino da Chapecoense. No primeiro foi um empate em 4 a 4 com o time B do Atlético Paranaense, já no segundo o Verdão venceu por 4 a 1 em cima do Concórdia.


Série C

Sem definição da data de início dos jogos da Série C do Campeonato Brasileiro, a equipe segue o ritmo de treinos.


Comente aqui