Empresários

11 out07:33

Empresários de Santa Catarina querem formar consórcio para montar Free Shop

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Empresários do Extremo Oeste de Santa Catarina estão se articulando para montar um consórcio e, assim, concorrer numa futura licitação para montar um free shop na fronteira com a Argentina.

É que Dionísio Cerqueira e Barracão (PR) estão entre as 28 cidades que podem receber “lojas francas”, segundo lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff, publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União.

As cidades escolhidas são unidas geograficamente a cidades estrangeiras. Dionísio Cerqueira e Barracão são separadas da cidade argentina de Bernardo de Irigoyen apenas por uma rua.

O projeto foi proposto pelo deputado Marco Maia (PT-RS), para que o Brasil possa fazer frente aos “free shops” estrangeiros instalados no outro lado da fronteira, que acabavam concorrendo com vantagem em relação aos comerciantes brasileiros.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dionísio Cerqueira-SC, Barracão-PR e Bom Jesus do Sul-PR (Ascoagrin), Carlos Porfírio, lembra que, no início, havia um receio da concorrência de novas lojas instaladas na região. Agora há o entendimento de que isso pode gerar oportunidade de negócios e desenvolvimento da região, com a atração de mais turistas.

— Nós estamos olhando de forma positiva para essa possibilidade — afirma.

Tanto que a Ascoagrin está montando um grupo de estudos para que as empresas da região possam concorrer ao edital de construção e instalação do free shop.

O inspetor-chefe da Receita Federal em Dionísio Cerqueira, Arnaldo Borteze, diz que o free shop deve ser um espaço fechado, com várias lojas, como os que existem em cidades do Uruguai e Argentina. Ele afirma que, após a sanção da presidente, cabe agora à Receita Federal regulamentar a lei, detalhando como devem funcionar estes locais.

Borteze explica que a instalação deve ser feita através de licitação, para que um grupo possa construir e administrar o local. As mercadorias que serão vendidas devem ser perfumes, eletrônicos e bebidas, que têm alta incidência de impostos. Essas mercadorias terão que ser importadas regularmente e terão isenção de impostos para venda nas lojas francas.


O que já se sabe

O pagamento pelos produtos poderá ser em real ou moeda estrangeira, como o dólar.

A regulamentação da lei será feita pela Receita Federal, responsável pela fiscalização das lojas francas e por qualquer ilícito que possa ocorrer.

Não há data máxima estabelecida para regulamentação.

Há interesse de comerciantes locais e de investidores, inclusive estrangeiros, na instalação de free shops nessas cidades.


O que falta definir

Se as compras serão restritas a estrangeiros ou também serão permitidas a brasileiros em trânsito internacional.

Se for permitida a venda para brasileiros em trânsito internacional, como será possível identificá-los e diferenciá-los de pessoas que viajariam às fronteiras apenas para compras.

Quais seriam os pré-requisitos para abertura de free shops. Se poderão ser brasileiros e estrangeiros, se haverá prioridade para comerciantes locais ou que tenham histórico de negócios na região.

Qual será a cota máxima para compra por estrangeiros. Hoje, nos aeroportos internacionais, a cota máxima é de US$ 500.



Comente aqui
29 ago11:15

Mercomóveis surpreende público com diversidade, inovação e tecnologia

Matéria-prima, móveis rústicos ou produtos inovadores. Cada uma das 150 empresas expositoras preparou novidades para surpreender os visitantes da Mercomóveis 2012, especialmente o novo consumidor que busca conforto e requinte, sem abrir mão da qualidade e bom atendimento. A maior feira do Estado e uma das maiores do País consolidou-se pela inovação dos produtos em exposição, diversidade e tecnologia, aliadas ao comprometimento dos empresários do polo oestino de Santa Catarina e da região sul do Brasil em atender aos desejos de consumidores exigentes e de bom gosto. A visitação gratuita pode ser feita até a sexta-feira, dia 31 de agosto.

Uma das parceiras da Mercomóveis, a Guararapes iniciou as atividades em 1984 e atualmente é uma das maiores exportadoras de painéis compensados de pinus da América Latina. A empresa possui três unidades fabris localizadas nas cidades de Palmas (PR), Santa Cecília e Caçador (SC), 1.900 colaboradores e exporta para mais de 30 países. O comprometimento maior da empresa é com a preservação do meio ambiente. Os painéis produzidos possuem o certificado FSC, que atesta a origem da madeira utilizada de reflorestamentos, com manejo ambiental correto.

Na Mercomóveis, o público-alvo são os marceneiros e arquitetos, que utilizam o produto da Guararapes para a confecção de móveis de alto padrão de qualidade. Nesta edição da feira as novidades foram as novas linhas Metalic, Naturale e Confort, para os estilos clássicos, contemporâneos, sofisticados e elegantes.

Outra expositora, a Senhora Madeira apresenta os “Móveis que contam histórias”. A exposição de objetos artisticamente modelados, originados de madeira de demolição, permite que a textura e as marcas sejam únicas.

- Através das criações, o velho se transforma em novo e as marcam deixadas pelo tempo se tornam o diferencial – conta a artista e proprietária Magda Lazaron.

Magda diz que para desenvolver os móveis, são utilizados material de demolição de antigos casarões, galpões e igrejas, velhas construções do oeste catarinense e sudoeste do Paraná. As madeiras de lei são resgatadas, como a peroba rosa, marfim, cedro, guajuvira, cabriúva e canela, selecionadas, higienizadas e tratadas. Como resultado, os móveis oferecem qualidade, durabilidade e estética.

Comprovando a diversidade da feira, a Clarice Eletrodomésticos atua na linha branca de eletros e é responsável por uma produção de mais de 10 mil fogões por mês. Comandada pela família, a empresa atua em todos os Estados brasileiros e busca ampliar os mercados, priorizando o compromisso com a sustentabilidade e inovação.

O sócio-proprietário Sérgio Matte assinala que a cada dia “os produtos se modernizam e ajustam-se, conforme as tendências atuais de design e funcionalidade”. O foco da empresa é voltado ao consumidor brasileiro, responsável por 80% das vendas.

Por todos esses motivos, o empresário foi um dos primeiros expositores a confirmar presença para a Mercomóveis 2014, que já começa a ser pensada pela Comissão Organizadora.


Mercomóveis 2012

Acontece no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), até sexta-feira (31), das 13 às 20 horas. Devem passar pelo Parque de Exposições mais de 20 mil visitantes/compradores, com negócios estimados em 200 milhões de reais pelos 150 expositores.


Comente aqui
21 abr08:58

Comitiva de empresários chapecoenses está na China

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Maurício Zolet, acompanha a comitiva de empresários e autoridades da região em missão à China até a quinta-feira, dia 26. Os catarinenses chegaram ao país em viagem de trabalho à localidade de Ninghai, cidade de Ningbo, parte Leste da China.

Uma Carta assinada pelo prefeito de Chapecó José Cláudio Caramori foi entregue às lideranças de Ninghai pelo presidente da maior entidade empresarial do oeste de Santa Catarina.

O documento reforça a importância do Protocolo de Intenções firmado, durante visita da comitiva chinesa ao Brasil em maio de 2011, entre o município de Chapecó e a localidade de Ninghai, no que se refere ao desenvolvimento econômico e social.

- É uma oportunidade para troca de contato e experiências com os empresários chineses. Muitas inovações poderão servir de exemplo ao Brasil, assim como nossas empresas poderão vislumbrar novos mercados no País – disse Zolet.


Comente aqui
12 abr17:41

Empresários representam Chapecó em missão à China

Uma comitiva liderada por empresários locais e membros da Associação Comercial Industrial – Acic estará representando o Poder Público e o município de Chapecó nos próximos dias 19 e 20 de abril, durante viagem de trabalho à localidade de Ninghai, cidade de Ningbo, na parte Leste da China.

Durante reunião nesta semana o Prefeito José Caramori assinou e repassou ao Presidente da Acic, Maurício Zolet, uma Carta, que será entregue às lideranças de Ninghai. A viagem à China é uma retribuição do município de Chapecó à visita realizada por uma comitiva chinesa em maio de 2011. No entanto, devido à proximidade das eleições municipais, o Prefeito José Caramori está impedido de realizar o deslocamento ao Continente Asiático e, portanto, incumbiu aos empresários à tarefa de representá-lo.

De acordo com o Prefeito, a Carta enviada através da Acic reforça a importância do Protocolo de Intenções firmado entre o município de Chapecó e a localidade de Ninghai, no que se refere ao desenvolvimento econômico e social. Além de ser mais uma oportunidade de cooperação e amizade, trazendo benefícios para brasileiros e chineses.


A visita chinesa

A visita da comitiva chinesa ao município de Chapecó teve como objetivo a discussão de ações de cooperação internacional e intercâmbio de informações, além de estreitar os laços de amizade e colaboração.

A comitiva oficial foi formada pelo vice-prefeito de Ninghai, Wu Ruyue; Diretor de Pessoas Xu Yun; Diretor do Escritório de Assuntos Rurais Ying Xiaojun; Diretor de Estatística Bao Yuancun; Diretor de Agricultura e Indústria Lu Guoping; e Lin Chorngrong, do Gabinete do Governo de Ninghai.

Além da assinatura do protocolo de intenções, a missão fez visita à empresa Nord Eletric, à Serra do Rio Uruguai/Goio-Em e ao Frigorífico Aurora/saída para o Guatambu.


Ninghai

Ninghai é uma localidade na cidade de Ningbo na parte oriental da Província de Zhejiang ao sul do rio Yangtze na costa Leste da China. Conta com cerca de 600 mil habitantes. Cerca de 4 mil empresas industriais são os pilares da economia, baseada nos segmentos do vestuário & têxteis, alimentos enlatados, borracha & plásticos, metalúrgica, válvulas, máquinas, artigos de papelaria, peças de automóveis, eletrodomésticos, indústria química e fabricação de moldes.


Comente aqui
15 mar07:31

Empresariado de Chapecó prestigia posse de Zolet no comando da ACIC

Líderes empresariais e políticos prestigiam a posse do empresário Maurício Zolet na presidência da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), cuja solenidade inicia às 20h30, desta quinta-feira, dia 15, no salão nobre do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes. É aguardada a presença do governador Raimundo Colombo e do presidente da Assembléia Legislativa, Gelson Merísio, entre outras autoridades.

Presidente da ACIC Maurício Zolet.

O ato deve reunir mais de 400 pessoas e a programação consiste de transmissão de cargo, posse, pronunciamentos, exibição de audiovisual e jantar. Zolet sucede João Carlos Stakonski no comando da ACIC.

Maurício Zolet, 46 anos, natural de Chapecó, é engenheiro agrônomo, diretor da Zolet Fotografias e sócio da Zolet Imóveis.

O novo dirigente dará sequência às grandes bandeiras da ACIC, como a recuperação da rodovia BR-282, a aceleração da duplicação do acesso Plínio Arlindo de Nes (Chapecó-BR-282), construção das ferrovias leste-oeste e norte-sul, infraestruturação do aeroporto Serafim Bertaso, investimentos na segurança pública e criação de um novo parque de exposições multiuso.

Zolet reforça que o posicionamento da nova diretoria está voltado ao desenvolvimento de Chapecó, para que o município possa liderar o crescimento macrorregional. A entidade está desenvolvendo o projeto Chapecó MultiParque que contemplará pista de automobilismo, kart, arrancada, rodeios, motociclismo e arena multiuso. Neste ano, a Associação Comercial intensificará a defesa pela ampliação de investimentos na segurança pública. Além disso, fortalecerá a reivindicação da duplicação da BR-282.


DIRETORIA EXECUTIVA

• Diretor presidente: Mauricio Zolet.

• Diretor vice-presidente: Flavio Pasquali.

• Diretor administrativo: Gilson Vivian.

• Diretor administrativo adjunto: José Antônio Tessari.

• Diretor financeiro: Cidnei Luiz Barozzi.

• Diretor financeiro adjunto: Lenoir Gral.

• Diretor de desenvolvimento Núcleos Setoriais: Francis Marcel Post.

• Diretor desenvolvimento industrial e agronegócio: Gustavo Müller Martins.

• Diretora de responsabilidade social: Mara Rosane Dal Vesco.

• Diretora de projetos especiais: MÁRCIA SARTORI DAMO.

• Diretor de relações internacionais e comércio exterior: Sergio Matte.

• Diretor de feiras e eventos: Vincenzo F. Mastrogiacomo.

• Diretor de Relações Institucionais e Parlamentares: João Carlos Stakonski.

• Diretor de assuntos econômicos: Diogo Pereira Dos Santos.

• Diretor de gestão ambiental: Joselito Lovatto.


Comente aqui
08 dez09:55

Promessa de R$ 171 milhões para melhorias na BR 282

Juliano Zanotelli | julianozanotelli@rbsonline.com.br

Uma licitação no valor de R$ 171 milhões em obras de melhorias na BR 282 deve ser lançada em janeiro de 2012. A promessa é do Ministro dos Transportes, Paulo Passos, que ontem teve uma reunião com a comitiva catarinense de empresários e lideranças políticas, em Brasília. Durante o encontro foi apresentado um estudo da Fiesc que aponta obras de terceira faixa, acessos a cidades, melhoria da pista, sinalização e contratação de policiais rodoviários, com custos estimados em R$ 320 milhões.

A reunião teve resultados positivos segundo avaliação do deputado federal Celso Maldaner, que viabilizou a audiência. A licitação das obras entrará no “Programa de contratação, restauração e manutenção por resultados de rodovias federais” (Crema)

A fase atual é de finalização dos projetos. Eles contemplam apenas metade dos 665 quilômetros da BR 282, no trecho de Campos Novos até Paraíso, na fronteira com a Argentina. De acordo com o ministro as obras compreendem acessos, acostamentos e recuperação para melhorar a operacionalidade e a segurança da rodovia.

Para a comitiva de empresários catarinenses, que acompanhou o encontro, as reivindicações estão dando resultado. – Fomos bem recebidos pelo Ministro e acredito que em breve teremos mais boas notícias – disse o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó, João Stakonski.

Estudo recente da Fiesc mostra que alguns trechos da rodovia já estão em fase de esgotamento. Estima-se que somente a cadeia industrial instalada na região Oeste, que abrange o transporte de carne e insumos, movimenta cerca de 1,1 mil carretas de 30 toneladas por dia. Estatísticas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de janeiro de 2007 a julho de 2011 apontam a ocorrência de uma média de seis acidentes diários e uma morte a cada três dias no local da ocorrência.




Comente aqui
24 nov10:45

Programa Jovem Aprendiz em Maravilha

Visando apresentar o programa Jovem Aprendiz aos empresários, o Ministério Público e o Programa de Prevenção e Atenção à Criança e Adolescente Dependente Químico (Pacadeq), promoveram reunião na quarta-feira, 23, no Fórum da Comarca de Maravilha. A psicóloga e coordenadora do Pacadeq, Sandra Zamboni, e à promotora Caroline Cabral apresentaram o projeto.

A partir de 2012, o Jovem Aprendiz será desenvolvido em Maravilha pelo Senac de Chapecó, com o objetivo de oportunizar a qualificação profissional e o ingresso dos jovens no mercado de trabalho. Isso será possível com o patrocínio da Aurora, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) e a parceria do Pacadeq e do Ministério Público.

Na reunião as empresas conheceram o funcionamento do programa e podem ser parceiras disponibilizando vagas de trabalho aos alunos.


Primeira turma

A primeira turma inicia em março e terá 35 jovens – 15 indicados pela Aurora e 20 oriundos da comunidade. O curso tem duração de 21 meses, sendo 516 horas de aula teórica e 644 horas de aula prática, ou seja, o trabalho junto às empresas, orientado e acompanhado pelo Senac. O aluno deverá estar matriculado no ensino regular no período da tarde, pois o Jovem Aprendiz será realizado no turno matutino – dois turnos práticos e dois teóricos por semana.

- Menores de 16 anos não podem ser contratados pelas empresas, salvo na condição de aprendiz. O principal objetivo desse programa é dar oportunidade para o adolescente que tem potencial e não tem oportunidade – destaca a promotora.

De acordo com o Ministério Público, haverá uma divulgação do programa nas escolas para inscrição dos estudantes, de 14 a 24 anos, e, em seguida, uma seleção dos alunos através de prova aplicada pelo Senac no dia 14 de dezembro. As empresas interessadas podem manifestar-se até o dia 2 de dezembro.


Comente aqui
11 nov18:48

Criação da Câmara Temática da Indústria agrada empresários

Um encontro entre empresários ligados à indústria de Concórdia foi realizado na sala de reuniões do gabinete do prefeito João Girardi na tarde desta sexta-feira, 11. A iniciativa de criar uma Câmara Temática da Indústria partiu do (CMDS) Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, presidido pelo vice-prefeito Neuri Santhier.

- Este primeiro encontro serviu para mostrar ao empresariado concordiense que o desenvolvimento industrial está dentro do nosso planejamento para Concórdia 2030 e que estamos abertos a novas ideias – disse.

Participaram da reunião cerca de 20 empresários. Segundo o presidente desta Câmara Temática, Juliano Zandonai, somente pessoas capacitadas para discutir o desenvolvimento industrial de Concórdia estavam ali presentes. – Até a próxima reunião, que será na primeira quinzena de dezembro, teremos em mãos um levantamento de dados para buscar estratégias para o setor – destacou Zandonai.

Tudo que se propõe para o desenvolvimento industrial, principalmente a instalação de novas indústrias, deve ser muito bem analisado, na opinião dos empresários. – Não adianta trazermos empresas de fora e esquecermos dos empresários daqui, que estão começando e precisam de incentivos para crescer – disse o empresário Adalberto Hinkel.

No próximo encontro da Câmara Temática da Indústria, o CMDS se comprometeu em apresentar ao grupo de empresários o Plano Diretor, que está em tramitação na Câmara, e também o Projeto do Trânsito de Concórdia. Todos os empresários que participaram da reunião elogiaram a iniciativa da Prefeitura Municipal. O CMDS é órgão de assessoramento da Administração Municipal e de caráter consultivo.


Comente aqui