Encontro

08 ago14:20

Grande encontro da imprensa catarinense será neste sábado em Chapecó

Considerada a maior festa da comunicação barriga-verde, o 5o Encontro da Imprensa Catarinense será realizado no sábado dia 11 de agosto, na sede campestre da CDL, em Chapecó, a partir das 11 horas. Todas as entidades de organização e representação da comunicação do Estado engajaram-se formalmente na promoção do evento. A festa reunirá 450 profissionais de comunicação de todas as regiões do Estado e marcará os 80 anos da Associação Catarinense de Imprensa (ACI).

O 5º Encontro da Imprensa de Santa Catarina em Chapecó está sendo organizado pela Associação Catarinense de Imprensa (ACI), MB Comunicação e Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL). O evento conta com o apoio institucional da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), Associação dos Jornais do Interior do Estado de SC (ADJORI), Associação dos Jornais Diário de SC (ADI), Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Estado de Santa Catarina (SINDEJOR) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais de SC.


Profissionais homenageados

Nessa quinta edição da festa serão homenageados os profissionais com 50 anos de atividade nos meios de comunicação e que ainda atuam na área. Para prestar essa homenagem, as empresas de comunicação informaram quais os profissionais de seus quadros funcionais com meio século de atuação em qualquer uma das áreas da comunicação social – jornalistas, radialistas, publicitários, relações públicas, mídias, docentes, empresários e proprietários de meios de comunicação etc.

Quatro profissionais serão homenageados neste ano no Encontro da Imprensa Catarinense em Chapecó: o radialista Paulo Raimundo de Chapecó; o radialista Roberto Cardoso Azevedo de Joaçaba; o jornalista Névio Santana Fernandes e o técnico de radio José de Souza Machado, ambos de Lages.


Comente aqui
01 ago07:43

80 anos da Associação Catarinense de Imprensa serão festejados em Chapecó

Considerada a maior festa da comunicação barriga-verde, o 5O Encontro da Imprensa Catarinense acontece no sábado, 11 de agosto, na sede campestre da CDL, em Chapecó. Nesta ocasião será comemorado os 80 anos da Associação Catarinense de Imprensa (ACI). A festividade está sendo coordenada pelo presidente Ademir Arnon e pelo diretor regional da ACI, Marcos A. Bedin.

O evento consistirá de solenidade festiva, homenagens e almoço festivo reunindo cerca de 450 profissionais de comunicação de todo Estado. A iniciativa é da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), MB Comunicação e Câmara dos Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL).

Profissionais de todas as áreas da comunicação participarão da festa – jornalistas, radialistas, publicitários, relações públicas, mídias, docentes, empresários e proprietários de meios de comunicação – representando o caráter multiprofissional da ACI.

Também serão homenageados quatro profissionais com 50 anos de atividade na área de comunicação que ainda exercem a profissão: Roberto Cardoso Azevedo, Paulo Raimundo, José de Souza Machado e Névio Santana Fernandes.

A diretoria regional oeste da Associação Catarinense de Imprensa já prestou homenagens aos seguintes profissionais catarinenses: Amilton Martins Lisboa, Alfredo Lang, Dino Pattussi, Luiz Perroni Pereira, Arlindo Sander, Rogério de Oliveira, José Francisco Müller Bohner, Plínio Ritter, Arnaldo Carlos Lanz, Ernani Edison Horvath, Antônio Vicente Schmitz, Manoel Corrêa, Roberto Rogério do Amaral, Casemiro Roberto, Romeu Roque Hartmann e Geraldo Nilson de Azevedo

Durante o almoço serão sorteados prêmios para uso de profissionais de comunicação. Entre os itens sorteados estão tablets, ferramentas de essencial valor inclusivo nesta era de incrementos tecnológicos.


Comente aqui
23 jul14:41

Plano de Desenvolvimento e Integração Fronteiriço é tema de encontro em Dionísio Cerqueira

O município de Dionísio Cerqueira vai sediar amanhã, 23 e quarta-feira, 24, a terceira etapa dos encontros de trabalho para elaboração do Plano de Desenvolvimento e Integração Fronteiriço (PDIF) do estado de Santa Catarina. De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Normélio Menegazzo, o ato de instalação do Núcleo acontece nesta terça, às 9h, na sede da Câmara de Vereadores de Dionísio Cerqueira.

Menegazzo explica que o PDIF catarinense tem a participação de 11 Secretarias Regionais: São Miguel do Oeste, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Palmitos, Xanxerê, São Lourenço do Oeste, Chapecó, Seara, Quilombo, Maravilha e Concórdia. Também estão envolvidos representantes de autarquias, associações de municípios que representam 82 cidades, Secretaria de Estado do Planejamento, Ministério da Integração Nacional e órgãos públicos.

Conforme o secretário Regional, até o momento foram debatidos diversos eixos para a construção do PDIF catarinense, com destaque para Educação; Saúde; Infraestrutura e Logística; Desenvolvimento Econômico; Desenvolvimento Sócio Ambiental; Segurança e Aduanas. As atividades em Dionísio Cerqueira serão realizadas nestes dois dias na Câmara Municipal de Vereadores. Os trabalhos iniciam às 09h se estendem até às 18h. A entrega do Plano ao Ministério da Integração Nacional deverá ocorrer até o dia três de agosto. A elaboração do PDIF tem como base a metodologia que foi construída pelo Ministério da Integração Nacional (MIN) e validada para ser aplicada em todo território nacional, na faixa de fronteira.

Sobre o Núcleo

O Núcleo é previsto na Comissão Permanente para o Desenvolvimento e a Integração da Faixa de Fronteira (CDIF), instituída em setembro de 2010, por meio de Decreto da Presidência da República. Sua função engloba a interlocução entre os atores locais e o Governo Federal, a sistematização de demandas, análise de propostas de ações e a formulação dos Planos de Desenvolvimento e Integração Fronteiriços.

O objetivo da comissão coordenada pelo Ministério da Integração Nacional é propor medidas e coordenar ações que visem o desenvolvimento de iniciativas necessárias à atuação do Governo Federal na região.


Comente aqui
23 jul12:47

Encontro Sul-Brasileiro de Corais completa 10 anos de história

O Encontro Sul-Brasileiro de Corais Universitários, que começou em Chapecó em 2003, realiza neste ano sua 10a edição, no período de 23 a 26 de agosto. Esse evento, que surgiu numa iniciativa do Coral Unochapecó, com a coordenação de sua primeira regente, professora Maria da Glória Wessheimer, firmou-se a ano a ano dentro dos objetivos de proporcionar a troca de conhecimento e o estudo do canto de coral desenvolvido por grupos universitários do Sul do país.

A coralista Lisiane Kerbes comenta que o projeto foi fruto de uma ideia da primeira regente do coral.

- Foi tudo no susto, ninguém sabia se ia realmente dar certo, pois para a maioria das pessoas ali era a primeira vez que teríamos essa experiência de troca de conhecimento – completa.

Lisiane entrou no coral em 2001, permanecendo até 2009, quando teve que afastar-se, mas retornou agora em 2012.

O coordenador do Núcleo de Extensão em Cultura, Ederson Vieira, argumenta que a ideia era ter um evento onde os corais participassem e que levasse essa música a públicos diferentes.

- Era para mostrar que os grupos de corais apresentam diferentes repertórios, que vão desde o popular ao clássico – disse.

Os corais apresentam, nas edições do encontro, músicas no estilo de Sina, Djavan, Blues da Piedade, de Cazuza, entre outras canções que abrangem os ritmos do MPB, folclore, samba, rock e também musicas clássicas, como Mozart.

Cada edição contou com a participação de seis corais universitários, oportunizando a disseminação do conhecimento cultural e artístico. O evento é realizado anualmente, na ultima semana de agosto ou na primeira de setembro, coincidindo com o aniversário da universidade.

No ano de 2009 o Encontro Sul-Brasileiro Brasileiro de Corais Universitários passou a ter a parceria da Fundação Cultural de Chapecó. Com isso foi criado o projeto Encontro Municipal de Corais Adultos e Infanto-Juvenis (Encantar), com o objetivo de integrar e fazer interagir os corais universitários com os corais do município.

As apresentações acontecem gratuitamente e simultaneamente e atingem cerca de 7 mil pessoas a cada edição. Durante o dia a população acompanha amostras do espetáculo em diferentes locais da cidade e para o final do evento uma grande noite é preparada e todos os corais se reúnem para um único espetáculo. Durante o evento são oferecidas oficinas para a preparação vocal e neste ano serão abordadas dinâmicas de ensaio para coro.

O Encontro Sul-Brasileiro Brasileiro de Corais Universitários e o Encantar são projetos desenvolvidos pelo Núcleo de Extensão em Cultura, em parceria com a Prefeitura de Chapecó, através da Fundação Cultural. Conta neste ano com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e o apoio da BS Audio e da ¼ Produção Musical.


Comente aqui
17 jul14:36

Chapecó será sede de encontro de enfermeiros responsáveis técnicos

O 6° Encontro de Enfermeiros/as Responsáveis Técnicos, realizado pelo Conselho Regional de Enfermagem de Santa Catarina (Coren/SC), vai acontecer na regional de Chapecó, no dia 20 de julho, das 8 às 18 horas, no Salão de Atos da Unochapecó.

Mais de 100 profissionais de Enfermagem que atuam como Responsáveis Técnicos em instituições de saúde dos municípios da região Oeste devem participar do evento.

O Coren/SC realiza Encontros Regionais de Responsáveis Técnicos desde 2011. A proposta é assessorar a categoria nas questões que envolvem a Responsabilidade Técnica e os aspectos éticos e legais do exercício profissional, fortalecendo o compromisso com o desenvolvimento da profissão e com a qualidade da assistência prestada à população.

Já foram realizados encontros em Joinville, Lages (envolvendo também a região de Caçador), Florianópolis, Blumenau e Criciúma.


Comente aqui
30 jun11:09

Orquestras participam de encontro em Chapecó neste sábado

A realização do 1º Encontro de Orquestras, neste sábado, 30 de junho, em Chapecó, é uma oportunidade de crescimento individual para os músicos e para o cenário musical da região, na medida em que o evento reúne cinco orquestras diferentes, envolve cerca de 150 musicistas e torna possível a troca de experiências. Participam deste primeiro encontro cinco orquestras. Entre elas estão a Orquestra Sinfônica Getuliense e a Orquestra de Concertos de Erechim, do Rio Grande do Sul. Já as orquestras de Santa Catarina serão representadas pela Orquestra de Câmara da Unochapecó, pela Orquestra Sinfônica de Concórdia e pela Orquestra Sinfônica e Coro de Chapecó.

A programação do 1º Encontro Brasileiro de Orquestras é organizada pelo Núcleo de Extensão em Cultura da Unochapecó, em parceria com a Prefeitura Municipal. O evento ocorre neste sábado, às 19h30, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, com entrada gratuita.

O instrumentista da Orquestra de Câmera da Unochapecó, Felipe Migosky, ressalta que apesar de existir vários eventos para musica instrumental ainda faltam encontros, como o que será realizado neste sábado.

- Para nós, instrumentistas, fazer parte desse evento é a chance de conhecer o trabalho realizado por outras orquestras, e é também uma forma de motivação para continuar tocando e buscar o aperfeiçoamento – afirma o músico.


Comente aqui
30 jun09:26

5º Encontro de Integração dos Diabéticos e Hipertensos em Chapecó

O 5º Encontro de Integração dos Diabéticos e Hipertensos do Centro de Saúde da Família Juvenal Batista, acontece neste sábado dia 30 em Chapecó. O evento será no bairro Quedas do Palmital.

No encontro que acontece na Associação dos Viajantes do Oeste de Santa Catarina (AVOSC), haverá apresentações culturais, escolha do Rei e da Rainha e Festa Junina.

Maiores informações: 49 3329-1000.


Comente aqui
22 jun16:40

Encontro Brasileiro de Orquestras será em Chapecó

O Núcleo de Extensão em Cultura da Unochapecó realizará próximo dia 30 o 1º Encontro Brasileiro de Orquestras. O evento acontece no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, às 19h30, e todas as pessoas que tiverem interesse na cultura musical podem participar, para assistir orquestras de todo o Brasil, com entrada gratuita.

Um dos objetivos é envolver a população com a música popular, ao apresentar um estilo musical específico, de pouco acesso no Brasil. O encontro contribuirá para desmistificar a ideia que a música instrumental é uma atividade de grupos sociais com padrão de vida mais elevado, além de auxiliar a integração dos instrumentistas pela troca de conhecimentos musicais.

A abertura do evento ficará por conta da anfitriã, a Orquestra de Câmara da Unochapecó, que irá apresentar trilhas sonoras do cinema, passando pelo tema do filme “O Poderoso Chefão” e chegando ao tema de abertura dos Simpsons. O regente da orquestra da Unochapecó, Gustavo Pereira Malfatti, ressalta que cada grupo terá 20 minutos de apresentação e quem for apreciar o evento será contagiado pelas trilhas sonoras.

- A população terá o acesso gratuito e irá encontrar um bom nível musical em todas as apresentações e de bônus assistirá a apresentação dos corais da Unochapecó e do município – indica.

Todas as orquestras participantes foram convidadas após mapeamento feito pela organização. Participarão desse primeiro encontro cinco orquestras. Entre elas estão a Orquestra Sinfônica Getuliense e a Orquestra de Concertos de Erechim, ambas do Rio Grande do Sul. Já as orquestras de Santa Catarina serão representadas pela Orquestra de Câmara da Unochapecó, pela Orquestra Sinfônica de Concórdia e pela Orquestra Sinfônica e Coro de Chapecó.

O coordenador do Núcleo de Extensão em Cultura da Unochapecó, Ederson Vieira, comenta que apesar do encontro ser brasileiro, nesta primeira edição o objetivo é ver o nível das orquestras e ressalta que é preciso desenvolver na região o interesse por esse estilo musical.

- Precisamos analisar como está se desenvolvendo esse movimento musical na região, e por isso nesse evento serão cerca de 150 musicistas envolvidos e o público é estimado em 3 mil pessoas – afirma.


Orquestra de Câmara da Unochapecó

A Orquestra de Câmara da Unochapecó foi fundada em 2009 e se concentra em uma atividade musical que congrega instrumentistas de cordas, sopros madeiras, piano e percussão, para o estudo e execução de músicas em conjunto. Dentro do repertório encontram-se músicas populares nacionais e internacionais, assim como música erudita dos diferentes períodos históricos da música e da atualidade.

Os integrantes da orquestra são pessoas que participam conforme o interesse e a procura. Hoje o grupo concentra 18 instrumentistas e exerce algumas apresentações juntamente com o Coral da Unochapecó.


2 comentários
01 jun18:13

Hepatites em debate em Chapecó

“Cidadão Catarinense na Luta Contra as Hepatites Virais”. Esse foi o tema de uma palestra que aconteceu na sexta-feira, dia 1º de junho, no Centro de Cultura e Eventos Plinio Arlindo De Nes em Chapecó. O evento reuniu agentes e profissionais de saúde e educação, entidades filantrópicas, cursos de ciências da saúde, portadores de hepatites, familiares e pessoas da comunidade com interesse na área para o debate com o tema Hepatites.

De acordo com Maria Luiza Trizotto Stormovski, enfermeira coordenadora do setor de hepatites, o evento é um alerta para a população, devido aos grandes números de pessoas portadoras do vírus da doença.

Ela orienta para que as pessoas façam os exames, quem tem direito procure fazer a vacina, cuidados com a relação sexual sem proteção, relação aos materiais utilizados em ações que tenham sangue, como por exemplo, as alicates de cutícula.

- São pequenas ações e formas que podem prevenir a doença – comentou.

Maria Luiza disse que o principal ponto com relação a hepatites é que a doença não apresenta sintomas na fase inicial, apenas na fase aguda e por isso a maioria das pessoas não sabem que tem o vírus da doença.

- Por isso, as pessoas não esperarem ter os sintomas para realizar o exame, sempre é importante procurar os centros de saúde e realizar os exames periódicos – explicou.

Com relação a vacina, Maria Luiza enfatiza que podem ter acesso as pessoas menores de 30 anos, gestantes, doadores de sangue, militares, profissionais de saúde, manicures, motoristas, pessoas com doenças especificas.

- Todas as pessoas que não estão nesses grupos, devem realizar o exame, e se tudo der negativo, irão receber a vacina – esclareceu.

Com relação aos números, Maria Luiza destaca que o índice, principalmente da hepatite B continua sendo alto em Chapecó, em Santa Catarina, Chapecó é o munícipio que mais tem casos. – Para tentar alterar esses índices e conscientizar as pessoas através de ações educativas – finalizou.


Comente aqui
28 mai17:53

Seminário na UFFS em Chapecó contribui para criação de política indígena

Ouvir experiências, refletir e discutir como serão as políticas de ingresso e permanência dos povos indígenas na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) são os objetivos do evento que acontece nos dias 29 e 30 na Unidade Seminário da instituição, em Chapecó. O “I Encontro sobre Diversidade na UFFS: Políticas de Inclusão Indígena” é aberto à comunidade externa e as inscrições podem ser feitas através do site da instituição, até o dia 28 de maio.

O encontro inicia no dia 29, com a palestra “Política Indígena no Brasil”, com o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), José Otávio Catafesto de Souza.

A programação do dia 30 segue com a mesa-redonda “Inclusão Indígena na Universidade: experiências de ensino, pesquisa e extensão”, da qual participam os professores da Universidade Estadual de Maringá/PR, Lúcio Tadeu Mota e Rosangela Faustino e novamente o professor da UFRGS José Otávio Catefesto de Souza.

O evento é uma ação da comissão responsável pela criação da política indígena na UFFS, formalizada em abril de 2012. Conforme o professor Elsio José Corá, a comissão tem representantes em todos os campi e procura, com o evento, abordar ensino, pesquisa e extensão com o olhar voltado à política de inclusão indígena.

Comente aqui