Enfermeiro

30 mar16:39

Falso enfermeiro pagou fiança e foi solto em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O falso enfermeiro, preso na noite desta quinta-feira em Chapecó pelo crime de falsificação de documentos, foi solto. Ele pagou fiança no valor de R$ 1.866,00  e foi liberado no meio da tarde desta sexta-feira do Presídio Regional de Chapecó. Agora ele vai responder pelos dois processos em liberdade.

Segundo o delegado da Polícia Federal Oscar Biffi, o inquérito deve ser concluído em até 30 dias e será encaminhado para a Justiça.

A prisão do falso enfermeiro aconteceu após denúncia encaminhada para o Regional de Enfermagem em Santa Catarina – Coren/SC, de que ele atuava com documentação falsa. As investigações iniciaram em dezembro de 2011.

Ele apresentou histórico escolar e diploma de graduação acadêmica de Bacharel em Enfermagem falsos ao Coren/SC, onde solicitou a sua inscrição definitiva como enfermeiro. – Ele usou de forma fraudulenta para conseguir a Carteira de Identidade Funcional de Enfermeiro, expedida pelo Conselho Federal de Enfermagem – disse a presidente do Coren/SC, Felipa Amadigi.

Felipa disse ainda que o falso enfermeiro estava sendo investigado desde dezembro de 2011, após denúncia, pelos crimes de falsificação de documento público e uso de documento falso. Os autos do IPL 031/2012-DPF/XAP/SC, foram instaurados em 13 de fevereiro de 2012.

Na hora da prisão ele estava no Hospital Regional de Chapecó – HRO supervisionando alunos de um curso técnico de Enfermagem. O HRO encaminhou nota dizendo que o falso enfermeiro não possui nenhum vinculo com a unidade de saúde. O hospital mantém convênios com escolas e universidades para estágio das conveniadas. A supervisão é feita por professores das respectivas instituições de ensino.



Comente aqui
30 mar11:43

Falso enfermeiro é preso em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Polícia Federal de Chapecó prendeu em flagrante na noite desta quinta-feira, dia 29, um enfermeiro que atuava como documentação falsa. Na hora da prisão ele estava no Hospital Regional de Chapecó supervisionando alunos de um curso técnico de Enfermagem. Uma enfermeira fiscal do Conselho Regional de Enfermagem em Santa Catarina – Coren/SC acompanhou os policiais.

Ao ser questionado, o homem afirmou que era enfermeiro. Ele apresentou a Carteira de Identidade Funcional e confirmou que estava supervisionando alunos de uma escola particular de Chapecó. Ao assumir o fato os policiais deram voz de prisão em flagrante ao homem pelo crime de uso de documento falso. Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal em Chapecó.

Ele apresentou histórico escolar e diploma de graduação acadêmica de Bacharel em Enfermagem falsos ao Coren/SC, onde solicitou a sua inscrição definitiva como enfermeiro. – Ele usou de forma fraudulenta para conseguir a Carteira de Identidade Funcional de Enfermeiro, expedida pelo Conselho Federal de Enfermagem – disse a presidente do Coren/SC Felipa Amadigi.

Felipa disse ainda que o falso enfermeiro estava sendo investigado desde dezembro de 2011, após denúncia, pelos crimes de falsificação de documento público e uso de documento falso. Os autos do IPL 031/2012-DPF/XAP/SC, foram instaurados em 13 de fevereiro de 2012.

Segundo o delegado da Polícia Federal Paulo Palma, as penas pelos crimes variam de dois a seis anos de reclusão, além de multa.

O preso foi encaminhado para o Presídio Regional de Chapecó.


Comente aqui