Ensino

30 nov16:43

Chegou a hora das matrículas

O DC publicou um Guia da Escola, caderno especial com instituições de ensino infantil, fundamental e médio de Santa Catarina. A publicação tem o objetivo de auxiliar pais na escolha do melhor colégio para os filhos.

Confira informações das escolas de Chapecó.


INFANTIL

CEI INFÂNCIA FELIZ

Ensino infantil

Avenida Fernando Machado, 678 E, Centro

(novo endereço a partir de janeiro: Rua Mato Grosso, 1286 E, Jardim Itália)

(49) 3323-1080

feliz_infancia@yahoo.com.br

Área: 1.170,68 m2

Alunos: 65

Professores: 8

Alunos por sala: 15

Mensalidades: R$ 220 e R$ 250

Avaliação: parecer descritivo trimestral

Currículo: sob consultada na escola

Segurança: alarme 24 horas, monitoramento, seguro empresarial


CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL CHEIRINHO DE BEBÊ

Ensino infantil

Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 404 D, Centro

(49) 3323-6212

ceicheirnhodebebe@hotmail.com

Área: 180 m2

Alunos: 41

Professores: 5

Alunos/sala: 3

Mensalidades: R$ 150 a R$ 300

Avaliação: pareceres descritivos

Currículo: sob consulta na escola

Segurança: portões chaveados e as crianças são entregues somente às pessoas autorizadas pelos pais

Matrículas: durante todo o ano


INFANTIL E PROFISSIONALIZANTE CENTRO DE ENSINO ESSENCIAL

Ensino infantil e profi ssionalizante

Avenida Atilio Fontana, 2403 e EFAPI

(49) 3328-9405

centrodeensinoessencial2008@hotmail.com

Alunos: cerca de 400

Professores: 9

Mensalidades: R$ 170 a R$ 310 (no infantil

os valores variam)

Avaliação: no infantil as avaliações expressam o desempenho de cada aluno e são passadas individualmente aos pais/responsáveis no conselho de classe bimestral

Currículo: sob consulta na escola

Matrículas: dezembro a fevereiro


INFANTIL E FUNDAMENTAL I CENTRO EDUCACIONAL INTERAÇÃO

Ensino infantil e fundamental I

Rua Mato Grosso 299 D, Jardim Itália

(49) 3323-6509

secretaria@interacaochapeco.com.br

www.interacaochapeco.com.br


COLÉGIO LOGOSÓFICO GONZÁLEZ PECOTCHE – UNIDADE CHAPECÓ

Ensino infantil e fundamental I

Rua Nereu Ramos, 2800 D, Seminário

(49) 3323-3847 e 3328-4633

chapeco@colegiologosofi co.com.br

www.colegiologosofico.com.br

Área: 27.000 m2

Alunos: 200

Professores: 30

Alunos/sala: infantil I, 12 alunos, com 3 professores, 1 regente e 2 assistentes; infantil II e infantil III, 12 alunos com 2 professores, 1 regente e 1 assistente; infantil IV ao 5º ano,

até 24, com 2 professores, 1 e regente e 1 assistente

Mensalidades: R$ 593 e R$ 693 (valores de 2012)

Método: trabalha com elementos de formação humana que oferece a Pedagogia Logosófica, como o incentivo à pesquisa e ao estudo, além de trabalhar com os alunos conceitos de vida: família, amizade, respeito, colaboração, disciplina, alegria, ética, entre outros

Avaliação: processual, contemplando aspectos qualitativos e quantitativos, valorizando o processo de aprendizagem que cada criança realiza. Organizada em um portfólio, com registros das produções desenvolvidas pelo aluno nos componentes curriculares e na Pedagogia Logosófica, apresenta os avanços, as necessidades e o trabalho realizado durante o trimestre. No fundamental, além da avaliação descritiva do portfólio, os alunos recebem um boletim com as notas em cada componente curricular

Currículo: o trabalho é realizado de forma dinâmica na cozinha, na horta, pelo terreno da escola, além da sala de aula. Desde o infantil I, oferece Música, Inglês e Educação Física.

No fundamental, inicia o Espanhol, Artes e Street Dance (a partir do 3º ano)

Extraclasse: apoio pedagógico

Segurança: tem permanentemente um funcionário na entrada e outro na área externa, além de outros cuidados específicos; são realizados treinamentos na área da segurança de forma continuada com todos os funcionários


ESCOLA PEIXINHO FELIZ

Ensino infantil e fundamental I

Rua Floriano Peixoto, 131 O, Centro e Rua

Carlos Gonçalves Pinho, 46 E, Centro

(49) 3322-2144 e 3324-1280

damir@peixinhofeliz.com.br

www.peixinhofeliz.com.br e

www.peixinhofelizchapeco.com.br

Área: 2.150 m2

Alunos: 96

Professores: 17

Alunos/sala: 12 a 15

Mensalidades: R$ 552 a R$ 1.000

Avaliação: processual. O acompanhamento

dos alunos é personalizado. Inclui observações, registros, pareceres descritivos, portfólios e feedback aos pais pelos professores e pela direção da escola

Currículo: Inglês, Espanhol, Educação Física, Música e Artes, Educação Financeira, Empreendedorismo, Educação Ambiental e Educação para a Ética e Cidadania

Extraclasse: Judô, Balé e Sábado na Escola

Segurança: guarita com guarda e interfone; presença e acompanhamento permanente dos diretores (proprietários) dentro da escola

Matrículas: durante todo o ano


INFANTIL E FUNDAMENTAL

CENTRO EDUCACIONAL DOM BOSCO

Ensino infantil, fundamental

Rua Mal Bormann, 593 E

(49) 3322-1999

domboscochapeco@yahoo.com.br

Área: 582 m2 construídos e 750 m2 de área

externa com parque

Alunos: 205

Professores: 23

Alunos/sala: 20

Mensalidades: R$ 230 a R$ 245 e uma antecipação de R$ 95 no ato da matrícula

Avaliação: parecer descritivo e notas de 1 a 10

Currículo: letramento da Língua Inglesa do 1º ao 9º ano do fundamental; Língua Espanhola do 1º ao 9º ano do fundamental; Percussão Musical do 1º ao 9º ano; Educação Fisica no infantil e fundamental I e II; Educação Ambiental em todos os níveis

Extraclasse: Grupo Educação Ambiental (Amigos da Araucária); Grupo de Dança; Oficina de Reforço de Matemática no Fundamental II; Oficina de Reforço no fundamental I

Segurança: entrada e saída acompanhadas no portão pela secretaria/direção/coordenação, que conhecem todas as crianças e familiares; portão eletrônico visível da secretaria

Matrículas: 20 de novembro a 30 de dezembro


CENTRO DE ENSINO MÁRIO QUINTANA

Ensino infantil e fundamental

Avenida Fernando Machado, 851 D

(49) 3322-5982

cemarioquintana@hotmail.com

www.cemarioquintana.com.br

Área: 1.200 m2

Alunos: 260

Professores: 28

Alunos/sala: 18 a 20

Mensalidades: R$ 245 a R$ 470

Método: no infantil, a escola optou por trabalhar através da metodologia de projeto por constatar que o trabalho realizado dessa forma torna-se mais significativo. No trabalho da metodologia por projetos, o brinquedo e a brincadeira assumem papel de fundamental importância, e as atividades vão desde a confecção de brinquedos às brincadeiras, criando assim vínculos de afetividade

Avaliação: notas numéricas seguindo diretrizes de Lei n°. 9.394/96 (Lei de Diretrizes e

Bases da Educação Nacional), Lei n°. 170/98 (Sistema Estadual de Educação), Resolução n°. 158/2008 (Conselho Estadual de Educação) e diretrizes

Currículo: Português, Artes, Educação Física, Língua Estrangeira Moderna (Inglês e Espanhol), História, Geografi a, Ensino Religioso, Ciências e Matemática

Segurança: segurança eletrônica, acesso à entrada da escola somente mediante a utilização

de identifi cação, de forma que pessoas estranhas não tenham acesso; no final da

tarde uma tutora fi ca no portão controlando a saída dos alunos

Matrículas: abertas até 14 de dezembro


FUNDAMENTAL E MÉDIO

SESI ESCOLA DE CHAPECÓ

Ensino fundamental e médio

Avenida Getúlio Dorneles Vargas, 150

(49) 3321-7406

marisa.balbinot@sesisc.org.br

www.sesisc.org.br

Área: 392,20 m2

Alunos: 178 no fundamental e 424 no médio

Professores: 17

Alunos/sala: 30

Mensalidade: gratuidade para o trabalhador

e seu dependente


MÉDIO E PROFISSIONALIZANTE

CENTRO EDUCACIONAL CONTEMPORÂNEO

Ensino médio e EJA

Av. General Osório, 990 D, Centro

(49) 3323-2143

contemporaneo@ibest.com.br

www.contemporaneosc.com.br

Área: 900 m2 área construída; área terrenos

1.600 m2

Alunos: 160

Professores: 16

Alunos/sala: 20

Mensalidades: R$ 250 a R$ 425

Avaliação: diversas características como pesquisas, apresentações de trabalhos, provas individuais, participação no processo ensino-aprendizagem, atitudes sócio-educativas,

sendo expressas em notas de 1 a 10 pontos

Currículo: Artes em duas categorias de

profissionais, Desenho e Música (Percussão-MPB); Educação Física; Inglês e Espanhol; Educação Biocêntrica (com base na filosofia do chileno Rolando Toro); Filosofia e Sociologia. Todas nas três séries do ensino médio

Extraclasse: parceria e visitas em empresas, profissionais liberais e instituições abertas

em orientar os jovens através de amonstragens cidadãs; viagens de estudos

Segurança: câmeras em todos os ambientes (salas de aulas, espaço de circulação, cantina, espaços administrativos e áreas externas), alarme com monitoramento terceirizado

Matrículas: novembro a fevereiro


COLÉGIO ENERGIA

Ensino médio

Avenida Getulio Vargas, 265 N, Centro

(49) 3312-0041 e 3312-0042

secretaria@energiachapeco.com.br

www.energiachapeco.com.br

Área: aproximadamente 500 m2

Alunos: 200

Professores: 25

Alunos/sala: 1ª e 2ª série, 40; terceirão, 80

Mensalidades: ainda não há valores definidos para 2013

Avaliação: notas

Currículo: Inglês e Espanhol, Filosofi a, Sociologia, Educação Física, e Artes

Extraclasse: plantões tira-dúvidas, aulões de revisão, vestibular simulado, trabalho com

psicóloga e psicopedagoga

Segurança: portão eletrônico, câmeras, fiscais nos corredores



SENAI – SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL

Ensino médio articulado com educação profissional e educação profissional

Rua Frei Bruno, 201 E, Jardim América

(49) 3321-7300

rm-chapeco@sc.senai.br e chapeco@sc.senai.br

www.sc.senai.br e www.conhecimentoamais.com.br

Área: 6.340 m2

Alunos: 115

Professores: 13 (EM)

Alunos/sala: média 29 (EM)

Mensalidades: R$ 374 (com adicional de R$ 168,50 a partir do segundo ano, no caso da opção por curso técnico articulado – curso técnico com desconto de 50%)

Método: educação por competências, no qual o aluno desenvolve conhecimentos, habilidades e atitudes. O estudante pode adicionalmente fazer um curso técnico, cujas disciplinas são articuladas com as do ensino médio

Avaliação: notas; atua com o modelo de educação por competências, ou seja, o aluno é avaliado em três dimensões: conhecimento, habilidade e atitude. No Senai, o aluno precisa saber, saber ser e saber fazer

Currículo: Filosofia, Sociologia e Educação Física, Artes (somente no 1º ano) e Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol). Tem, ainda, o Vestib@net, ferramenta de educação

a distância que motiva os estudos dedicados ao vestibular. E o aluno que cursa o ensino

médio formal pela manhã pode realizar um curso técnico à tarde. Ao término dos três anos, se forma nos dois cursos

Extraclasse: visitas técnicas, viagens de estudo, Oratória, Violão, gincanas, desenvolvimento

de projetos integradores, participação nos Jogos Regionais do Senai, Olimpíada do Conhecimento, Mundo Senai (apresentação de projetos para visitantes de Chapecó e região)

Segurança: o acesso às salas de aula, após o horário de entrada, é permitido somente com a autorização do coordenador do curso ou orientação pedagógica; as aulas práticas são acompanhadas pelo professor e um técnico pedagógico, sendo obrigatório o uso de equipamentos de proteção individual

Matrículas: abertas, por ordem de chegada



Colégio Trilíngue Inovação conquistou o 1º lugar no Enem em Chapecó.


COLÉGIO TRILÍNGUE INOVAÇÃO

Ensino infantil, fundamental e médio

Rua Mato Grosso, 420E, Bairro Jardim Itália

(49) 3322-4422

atendimento@colegioinovacao.com.br

www.colegioinovacao.com.br

Área: 5.000 m²

Alunos: 300 alunos

Professores: 44 professores

Alunos/sala: 22 no infantil, 30 no fundamental e 50 no médio

Mensalidades: R$ 538,76 a R$ 684,83

Avaliação: O sistema de resultados baseia-se no modelo de Avaliação Formativa, em que os pais e os alunos recebem a devolutiva de todas as atividades desenvolvidas durante o bimestre. Os critérios contemplados são: Avaliação Oral, Avaliação Escrita, Atividades Extraclasse, Desempenho Contínuo e Redação Bimestral.

A Avaliação Formativa é composta por pareceres descritivos, notas quantitativas e gráficos de desempenho que expõem a evolução do aluno perante os bimestres anteriores e o progresso da turma.

Currículo: O guia privilegiou informações sobre aulas de língua estrangeira, filosofia, sociologia, educação física, música e artes. As ofertas de disciplinas variam conforme séries e níveis de ensino, devendo ser consultadas na escola.

A instituição tem como pilares o ensino Trilíngue, a Tecnologia, a Iniciação à Pesquisa Científica e a Formação Cidadã. Para atender a esses requisitos, disponibiliza disciplinas de Informática, Inglês, Espanhol, Formação Humana, Iniciação à Pesquisa, Sociologia, Filosofia e Música.

Extraclasse: Curso de Informática, Monitorias de reforço, Oficina de Redação e aulas e conversação de Inglês e Espanhol. Basquete, Futsal, Vôlei, Taekwondo.

Segurança: monitoramento externo e interno.

Matrículas abertas


COLÉGIO DINÂMICO CHAPECÓ

Ensino infantil, fundamental e médio

Rua Nereu Ramos, 1191 D, Palmital

(49) 3323-5751 e 3322-5889

contato@colegiodinamico.net.br ou

cdinamico@yahoo.com.br

www.colegiodinamico.net.br

Área: 5.000 m2

Alunos: 1.503

Professores: 63

Alunos/sala: 15 no infantil e 23 a 25 no fundamental e médio

Mensalidades: R$ 250 a R$ 416

Método: sistema de apostila Positivo e Expoente

Avaliação: no infantil, conceito descritivo; no fundamental e médio, é organizada em quatro

bimestres com registro de notas

Currículo: Inglês, Educação Física, Natação, Espanhol, Filosofi a, Orientação Sexual (Ensino Médio), Redação, Orientação Profissional, Aulas de Valores (Religião), Sociologia,

Artes, Laboratório de Química, Física e Biologia

Extraclasse: Natação, Futebol, Jazz, Balé, Taekwondo, plantão tira-dúvidas, trabalhos online, simulado, Musicalização

Segurança: monitoramento externo e interno

Matrículas: abertas

COLÉGIO EXPONENCIAL

Ensino infantil, fundamental, médio e terceirão

Rua Fernando Machado, 126 E

(49) 3323-1032

colegio@colegioexponencial.com.br

www.colegioexponencial.com.br

Área: 2.786,98 m2

Alunos: 700

Professores: 45

Alunos/sala: 15 no infantil; 25 no fundamental I (1º ao 5º ano); 30 no fundamental II (6º ao 9º ano); 36 no ensino médio (1ª a 3ª série); e 38 nos terceirões

Mensalidades: R$ 398,80 e R$ 476,20

Avaliação: processual, diagnóstica e somativa; a nota é trimestral e a média é 7

Currículo: infantil, Ciências Sociais e Naturais, Códigos e Linguagens, Matemática,Inglês, Espanhol, Filosofia, Informática, Educação Física e Música; fundamental I (1º ao 5º ano), Matemática, Língua Portuguesa, Arte, Ciências, Geografia, História, Espanhol, Inglês, Música,

Informática, Educação Física e Filosofia; fundamental II (6º ao 9º ano), Matemática, Língua Portuguesa, Arte, Ciências, Geografia, História, Espanhol, Inglês, Música, Informática,

Educação Física e Filosofia; ensino médio, Física, Química, Matemática, Língua Portuguesa, Geografia, História, Filosofia, Sociologia, Biologia, Inglês, Espanhol, Educação Física e Arte

Extraclasse: Taekwondo, Teatro, Dança, Música e Futsal (para infantil até 6º ano, não inclusos na mensalidade); apoio pedagógico, simulados, Academia, eventos culturais, desportivos

e tecnico científicos

Segurança: seguro escolar para alunos, circuito interno de câmeras e vigilância eletrônica,

porteiros que controlam entrada e saída de alunos

Matrículas: abertas até 30 de dezembro


COLÉGIO MARISTA SÃO FRANCISCO

Ensino infantil, fundamental e médio

Rua Marechal Floriano Peixoto, 550 L,

Centro

(49) 3322-3332

rdarui@marista.org.br

www.marista.org.br

Área: 11.000 m2

Alunos: 1.132

Professores: 62

Alunos/sala: 30 a 35

Mensalidades: R$ 405 a R$ 485

Avaliação: bimestral, do 2º ano do fundamental ao terceirão; no infantil e no 1º ano do fundamental é parecer descritivo

Currículo: Língua Estrangeira desde o 1º ano do fundamental (Inglês e Espanhol)

Extraclasse: não estão incluídas no valor da mensalidade

Segurança: portões de entrada e saída com segurança e câmeras instaladas em todos os espaços do colégio

Matrículas: para novos alunos até 19 de dezembro, no colégio e pela internet no portal www.marista.org.br. Início das aulas em 18 de fevereiro


Importante

Todas as informações contidas neste guia foram fornecidas pelas escolas. Para adequação à forma e ao espaço disponíveis, foram editadas. Algumas escolas têm mais informações do que outras, pois nem todas responderam ao questionário completo. Os dados reunidos neste guia

não pretendem encerrar o perfil das instituições. São apontamentos que precisam ser aprofundados por pais e responsáveis no contato com o estabelecimento escolhido.


Comente aqui
28 ago14:39

Colégio de Concórdia faz preparativo para o Enem 2012

Faltam dois meses para os estudantes de todo o Brasil colocarem à prova os conhecimentos que os levarão direto para a universidade. Neste ano as provas do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem serão realizadas nos dias 3 e 4 de novembro, em todo o país e o Colégio CEM oferece aos alunos uma ótima oportunidade de preparação o Pré – Enem CEM.

As aulas iniciam no dia 17 de setembro e seguem até o dia 31 de outubro. Com professores qualificados e material didático do Sistema Positivo a escola oferece aos alunos resultados.

- Nossa meta é intensificarmos a rotina de estudos, fazendo com que eles obtenham ótimos resultados nas provas. – comenta a presidente da cooperativa, Elizeth Pelegrini.

De acordo com o professor, Larcio Conceição, coordenador do Pré-Enem a rotina de estudos é cansativa, porém necessária nesta fase.

- Uma maratona que começou no início do ano, e que agora, ganha mais força por causa da data das provas que se aproximam – disse.

As inscrições podem ser realizadas na secretaria da escola, Núcleo III na Rua Osvaldo Zandavalli, nº 465, Centro. Os alunos poderão conhecer a estrutura, o material didático e a metodologia que será utilizada em sala de aula.



Comente aqui
04 jul08:51

Cresce a procura pelo ensino à distância em Santa Catarina

Gabrielle Bilttenbrun | gabriell.bilttenbrun

Entre uma viagem e outra de trabalho, Adilson Spanhol, 35 anos, passou oito anos tentando fazer um curso de graduação. Para ele que em um dia acorda em Manaus, no Amazonas, e no outro, em Garopaba, no Litoral Norte do Estado, parecia impossível comparecer à sala de aula todos os dias. No ano passado, ele encontrou a alternativa: o curso à distância de Gestão da Tecnologia da Informação, na Unisul. Apenas em dia de prova ele tem que comparecer ao campus de Palhoça, na Grande Florianópolis.

>>> Confira mais notícias do Caderno Vestibular no blog

As aulas diárias Adilson pode acompanhar dos quartos de hotel por onde passa. O custo mais acessível também facilitou para que o técnico de equipamentos de telefonia e informática endossasse as estatísticas de Ensino à Distância (EAD) do país.

Em 2010, no último censo do Ministério da Educação (MEC), foram registradas 930.179 matrículas nesse tipo de ensino, enquanto em 2001, foram 5.359 matrículas. Para o chefe do Departamento do EAD do Instituto Federal de SC (IFSC), Paulo Roberto Weigmann, esses números só vão aumentar.

De acordo com ele, os estudantes que ficam reféns dos horários do trabalho e aqueles que moram em cidades onde não há instituições de ensino superior estão apostando na modalidade. Ele acredita que o EAD é uma forma de democratização do ensino e é uma fórmula de sucesso.

— É possível dizer com segurança que é uma modalidade que deu certo. No primeiro curso do IFSC, foram quase 4 mil alunos e a expectativa é que a instituição tenha em torno de 10 a 12 mil alunos nos próximos anos. A solicitação dos estudantes é muito grande — ressalta o professor.

Para a coordenadora-adjunta da Universidade Aberta do Brasil _ programa que promove a integração entre universidades e a formação de professores para a viabilização da EAD _ na Universidade Federal (UFSC), Roseli Zen Cerny, não há restrições para quem quer optar pela modalidade, que já conta com 3.514 alunos na instituição.

— Quem já tem disciplina, terá mais facilidade. Mas, no decorrer dos cursos da UFSC, se criam condições para que o aluno desenvolva autonomia e concentração nos estudos — afirma.

As instituições também vêm trabalhando para garantir o padrão de qualidade nos cursos EAD. Por isso, Adilson sabe que ainda precisa de muito tempo em frente ao computador e aos livros, antes de conseguir o diploma. Mesmo assim, só há o que comemorar.

— É bem puxado mas finalmente consegui achar um curso que se encaixa com a minha rotina.

Comente aqui
13 jun12:13

Inscrições para o Enem encerram nesta sexta-feira

Estão abertas, até às 23h59 da sexta-feira, dia 15 de junho, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem. Os estudantes interessados em participar da edição 2012 devem fazer a inscrição através do site www.enem.inep.gov.br. As inscrições tem o valor de R$ 35 e devem ser pagas até o dia 20 de junho, por meio de guia de recolhimento da União (GRU) simples, gerado no ato de inscrição. Caso contrário, a inscrição não será confirmada. São isentos da taxa de inscrição alunos de escolas públicas que estejam concluindo o ensino médio em 2012.

A nota do Enem pode ser utilizada para o ingresso, em 2013, do participante em universidades públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Também servirá para que o estudante se beneficie do Programa Universidade para Todos (ProUni), obtenha o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou participe do programa Ciência Sem Fronteiras.

Além disso, os participantes maiores de 18 anos que ainda não terminaram a escolarização básica podem participar do Enem e pleitear a certificação no ensino médio junto a uma das instituições que aderirem ao processo – secretarias estaduais de educação, os institutos federais e os centros federais. A lista das instituições certificadoras está no edital do Enem 2012.

O Instituto Federal Catarinense (IFC) destina 50% das suas vagas de cursos superiores ao Sisu. Desta forma, metade das vagas são preenchidas através de vestibular e a outra metade é para os candidatos que realizaram a prova do ENEM. O Sstema usa a nota do ENEM como única fase de processo de seleção.

As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro, em todas as unidades da federação, a partir das 13 horas, no horário de Brasília. No primeiro dia, sábado, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de quatro horas e meia. No domingo, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer as provas de matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias e redação.

O gabarito está previsto para o dia 7. O resultado final do exame estará disponível para os estudantes no dia 28 de dezembro.


Comente aqui
09 mai17:01

Estudantes de Santiago do Sul recebem transporte gratuito

A prefeitura de Santiago do Sul incentiva os alunos de curso superiores e ensino médio técnico do município subsidiando o transporte dos estudantes para universidades da região. Com esse apoio os alunos chegam a economizar R$ 160 por mês. Dinheiro que seria usado para pagamento do deslocamento até a instituição de ensino.

Neste ano 13 alunos da cidade, que estudam em universidades de Chapecó, Xaxim e Xanxerê, recebem a ajuda. – São pagas, trimestralmente, quatro parcelas anuais no valor de R$ 160 para cada aluno – disse o prefeito Luis Ferdinando Pacazza.

Também recebem o auxílio transporte 11 alunos que frequentam na Educação de Jovens e Adultos (EJA), UNOPAR e Casa Familiar Rural de Quilombo. – A intenção é proporcionar uma continuidade da qualificação dos estudantes – completou Pacazza.


Comente aqui
03 mai10:10

Convênio do governo de SC beneficia mais de 2,6 mil pessoas com bolsas de estudo no Oeste

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Mais de 2,6 mil pessoas serão beneficiadas com bolsas de estudo e de pesquisa na Universidade do Oeste Catarinense (Unoesc). O desconto vale tanto para quem já é aluno da instituição quanto para quem deseja cursar o ensino superior, mas não tem condições de pagar as mensalidades.

A ponte é feita por convênios entre a universidade e o governo de Santa Catarinense. Os documentos foram assinados ontem em Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense, e ultrapassam os R$ 6 milhões.

O dinheiro será repassado à instituição através dos Artigos 170 e 171 da Constituição Estadual e do Fundo de Desenvolvimento Social, que preveem benefícios que variam entre 25% e 100% do valor das mensalidades.

Além dos acadêmicos de quatro campi da Unoesc, segundo a Secretaria de Estado da Educação, neste ano foram assinados outros 113 convênios. Eles beneficiam 25 mil estudantes do ensino superior em diversas universidades catarinenses.

Daiane Masson recebeu uma bolsa de R$ 3 mil e usou o dinheiro para desenvolver o trabalho de conclusão de curso.

Uma das beneficiadas foi Daiane Garcia Masson, que mora em Joaçaba e é recém-formada em Direito. Ela ganhou uma bolsa de pesquisa de R$ 3 mil, no ano passado, e utilizou o dinheiro para desenvolver o trabalho de conclusão do curso.

Segundo Daiane, que analisou a educação nos ambientes prisionais, a bolsa foi fundamental para que ela pudesse visitar diversos presídios do Estado e participar de audiências públicas na Capital.

— Recebi a bolsa em parcelas, durante seis meses. Sem a ajuda, teria sido difícil comprar os livros e fazer as viagens necessárias para a pesquisa de campo — conta.

Incentivos como este são importantes para o desenvolvimento do ensino superior catarinense, conforme o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps. Ele salienta que o investimento é essencial para uma sociedade mais justa e crítica.

O secretário também explica que os programas de Bolsa de Estudo dos Artigos 170 e 171 da Constituição Estadual são destinados aos acadêmicos economicamente carentes que estejam cursando graduação.

Já o programa do Fundo Social é por meio da aquisição de vagas remanescentes nos cursos de graduação, no qual o Estado investe 30% do valor do curso e a instituição assume os 70% restantes dos valores, sendo que para o acadêmico a bolsa é integral até a conclusão do seu curso.


Seleção ocorre todos os semestres

Todos os semestres, após o período de matrícula dos alunos aprovados no vestibular, a Unoesc abre processo seletivo para escolher quem vai ganhar bolsas integrais para preencher as vagas que sobram em cada curso. No mês de fevereiro, a instituição ofereceu 304 vagas através do Fundo Social, para unidades em 11 cidades catarinenses.

Para concorrer ao benefício, o candidato não pode possuir diploma de curso superior, apresentar incapacidade de pagamento de seus estudos e renda bruta familiar per capita de até 1,5 salário mínimo mensal. Além disso, deve ter cursado ensino médio em escolas de Santa Catarina.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
02 abr15:34

UFFS – Campus Chapecó está com inscrições abertas para curso de extensão “Ensino de Língua Portuguesa em discussão”

Estão abertas, até o dia 20 de abril de 2012, as inscrições para o curso de extensão “Formação continuada: ensino de língua portuguesa em discussão”. O Curso é um projeto vinculado ao Programa de Educação Tutorial Conexão de Saberes Assessoria Linguística e Literária da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS e é destinado aos professores de língua portuguesa das escolas da rede pública de Chapecó, SC.

Segundo a coordenadora, Mary Stela Surdi, o objetivo do projeto é organizar um grupo de estudos com professores do ensino fundamental e médio, a fim de colocar em discussão as práticas pedagógicas no processo de ensino e aprendizagem de língua portuguesa. Na discussão com os docentes, serão realizadas atividades como leituras dos documentos oficiais que orientam o ensino do português, como a Proposta Curricular de Santa Catarina e os Parâmetros Curriculares Nacionais, relacionando-os com as práticas encontradas no cotidiano escolar.

- Através da interação entre as experiências, analisando as bases teóricas que sustentam o ensino da língua portuguesa e as concepções e posicionamentos dos professores será possível identificar problemas no processo de ensino/aprendizagem e, a partir daí, procurar estratégias que possam favorecer o ensino – ressaltou.

O curso terá duração de 80 horas e será ministrado por diversos professores da UFFS e de outras instituições de ensino superior. Os encontros iniciam em 4 de maio de 2012, na unidade Bom Pastor, do Campus Chapecó, da Universidade Federal da Fronteira Sul. Acadêmicos de Letras, Pedagogia e de outras áreas podem também participar. O cursista que obtiver 75% de frequência terá direito a certificação. As inscrições poderão ser realizadas pelo e-mail: petprofessores@gmail.com


Comente aqui
28 fev14:29

Formosa do Sul incentiva a leitura

Em Formosa do Sul, os alunos da rede municipal estão recebendo livros diferentes dos já utilizados, no Núcleo Escolar Vida e Alegria. As historinhas infantis, agora são impressas em livros de diferentes materiais como, tecido e plástico. Alguns livros mais parecem bichos de pelúcia e outros, se confundem com almofadas ou brinquedos diversos.

Um pacote de 350 livros foi adquirido para a educação infantil. Já o ensino fundamental foi contemplado com 350 livros dos mais famosos autores da literatura brasileira. São obras normalmente exigidas em vestibulares.

A secretária de Educação de Formosa do Sul, Rosemeri Santin, afirma que qualquer tentativa de estimular a leitura é importante. Ela lembra que o município tem investido de forma considerável em materiais didáticos, e destaca o uso das apostilas Positivo, implantado no ano passado.

Comente aqui
21 fev14:23

Proposta Curricular para o Ensino Fundamental é lançada em Abelardo Luz

Foi lançada oficialmente no plenário da Câmara de Vereadores a Proposta Curricular do Ensino Fundamental de Abelardo Luz. A solenidade contou com a presença de educadores, autoridades e encerrou com a entrega simbólica do documento aos professores com maior tempo de serviço em cada escola da rede municipal de Ensino.

A Proposta Curricular é o documento que vai nortear todo processo de ensino-aprendizagem da Rede Municipal de Ensino, apresentando as concepções teóricas e metodológicas dos processos pedagógicos para as diferentes séries e disciplinas do Ensino Fundamental.

- Somos o primeiro município da região a elaborar a proposta curricular do ensino fundamental. Isso é um marco histórico na educação de Abelardo Luz para melhoria da qualidade do ensino – destacou a secretária de Educação, Iraci Chiquelero.

O documento foi elaborado com a participação de 200 professores sendo resultado de estudos, escritas, debates e reflexões coletivas realizadas no ano de 2010.

- Nos últimos anos buscamos ouvir as escolas, a comunidade e os professores para viabilizar a construção de uma gestão mais democrática e de resultados. Foi assim na construção do Plano Municipal de Educação, da reelaboração dos projetos político-pedagógicos das escolas e agora com a construção da proposta curricular para o ensino fundamental – completou.


Professores homenageados com primeiros exemplares:

- Aline Daiane dos Santos, da EBM Professor Ernesto Sirino, com 9 anos;

- Elair Batista Nunes, da EBM Irineu Bornhausen, com 16 anos;

- Eliane Wanscher, da Escola Isolada Indianópolis, com 10 anos;

- Jurema Terezinha Noal Trentin, da EBM 25 de maio, com 11 anos;

- Laura Danielli Antoniazzi, da EBM Romildo Menegatti, com 16 anos;

- Leonora Kunrath, da EBM Professor Laury Luiz Deon, com 16 anos;

- Lurdes Mattos de Freitas, da EBM José Maria, com 11 anos;

- Marli Fátima de Biasi Gusttmann, da Escola Isolada Padre Ezequiel, com 11 anos;

- Odanillo João Goulart, da EBM Vila Esperança, com 21 anos;

- Rosemari Narciso dos Santos, da EBM Prof. Hildo Bernardino Goulart, com 8 anos;


Comente aqui
15 fev11:40

Alunos voltam às aulas na Rede Municipal de Chapecó

Para cerca de 20 mil alunos da Rede Municipal de Ensino a segunda-feira, dia 13, foi o primeiro dia letivo de 2012. No total, 42 Escolas Básicas Municipais e 37 Centros de Educação Infantil Municipal iniciaram as atividades. Para que tudo estivesse preparado para o primeiro dia de aula, professores, coordenadores, gestores e a equipe de funcionários internos da Secretaria de Educação passaram por diversas formações no início deste ano.

Aplicação do Programa de Enriquecimento Instrumental, desenvolvimento da postura pró-ativa, assim como temas considerados pertinentes aos educadores, assuntos atuais na área educacional e em áreas específicas, fizeram parte da preparação. As atividades integram o Projeto Formação Continuada e são desenvolvidas pela Prefeitura de Chapecó durante o decorrer do ano, como forma de atualizar conhecimentos e qualificar seus profissionais.


Novidades na Educação


No ensino fundamental, a novidade é que este ano estão acrescentadas na Matriz Curricular às disciplinas de Educação e Direitos Humanos, Educação e Diversidade, Educação Financeira e Sustentabilidade. A decisão em implementar a nova matriz no currículo foi feita após uma criteriosa análise no decorrer do ano de 2011. Depois de longo estudo, profissionais puderam obervar algumas necessidades educacionais relacionadas ao processo de ensino aprendizagem. Além de aproximar o mundo escolar da realidade diária dos alunos em sua comunidade, ensinar direitos e deveres, respeito ao próximo, economizar e planejar as finanças, assim como trabalhar um mundo sustentável, as novas disciplinas têm como objetivo a formação integral do aluno.

Para a Secretária de Educação Astrit Tozzo, o início do ano letivo marca também o começo de um novo desafio. – A cada ano procuramos melhorar a qualidade de ensino oferecida na Rede Municipal. Queremos superar o ótimo ano que passou e para isso trabalhamos a educação integral dos nossos alunos. Queremos que aprendam cada vez mais, sejam multiplicadores e cidadãos ativos na sociedade – disse.


Comente aqui