Estratégias

26 set12:47

Aprenda estratégias para conseguir acordar mais cedo e ser produtivo pela manhã

Após ter contato com uma pesquisa norte-americana que constatou que pessoas matinais têm um nível de sucesso maior do que as outras, Christian Barbosa, autor de diversos livros sobre administração do tempo e produtividade, resolveu fazer o teste. Passou a acordar uma hora mais cedo e teve que concordar: essa hora adicional no dia faz muita diferença.

— A questão não é só acordar mais cedo, mas o que você pode fazer nesta hora a mais. No meu caso, a hora extra foi super positiva para dar andamento a algumas coisas importantes, como a leitura de alguns livros, a preparação de relatórios da minha empresa, pensar na estratégia da empresa — relata.

A hora extra não precisa ser usada necessariamente para trabalhar. Pode-se fazer um esporte ou meditar.

— Em alguns dias, eu aproveitei e fui para o tênis. Descobri que durante o jogo meu corpo não tem o mesmo rendimento pela manhã, porém ao longo do dia, o exercício logo cedo faz muito bem — conta.

Quem se propõe a acordar mais cedo para tocar suas atividades mais importantes, tem uma série de vantagens, segundo o consultor. Primeiro, porque o período da manhã, em geral, contém poucas chances de você ser interrompido. Segundo, porque se você teve uma boa noite de sono, está recuperado, e isso ajuda você e seu cérebro a pensarem melhor, tomar boas decisões e ter boas ideias.

Há uma questão de biorritmo altamente individual, onde cada pessoa sabe o seu melhor período para ser produtiva. Tirando essas pessoas, que nunca serão produtivas pela manhã, Barbosa identificou alguns macetes que podem ajudar a conseguir acordar mais cedo.

Confira as dicas:

1. Ache um propósito — se não tiver um motivo forte para acordar mais cedo, você simplesmente não vai levantar no horário. Se você precisa praticar exercícios, por exemplo, e esse seria o único horário disponível, estabeleça esse propósito na sua mente. Pense sempre nos resultados que levantar naquele horário poderá trazer para sua saúde.


2. Faça esporte à noite — se você se exercitar corretamente antes de dormir, terá um sono mais recuperador e terá mais disposição durante a manhã.


3. Discipline seu corpo a dormir um pouco mais cedo — não adianta querer dormir uma hora mais cedo, vai ser quase impossível. Agora se você for dormir 15 minutos antes do seu horário, em alguns dias conseguirá disciplinar seu corpo a antecipar seu sono, e assim gradativamente.


4. Durma bem — sem uma boa noite de sono, será impossível acordar cedo, pois provavelmente estará cansado. Existem várias soluções, a primeira é aliviar sua cabeça. Aplicativos para smartphones tocam musiquinhas feitas para ativar seu sono profundo. Há quem escreva para limpar a mente. Em alguns casos, você terá de consultar um médico, existem patologias simples de resolver, mas prejudicam seu sono se não forem tratadas.


5. Prepare seu ambiente — já foi comprovado que as pessoas que desligam a TV e o computador pelo menos 45 minutos antes de deitar têm maior facilidade para dormir. Isso, aliado a um quarto escuro, ajuda a estimular seu sono, devido a reações químicas no seu cérebro. Faz parte do seu ambiente também um bom colchão e um bom travesseiro.


7. Coloque seu despertador longe — colocar o despertador longe obriga a levantar para desligar. Outra coisa que pode ajudar é colocar dois ou três alarmes diferentes.


8. Crie sua rotina — não existe uma receita de bolo, cada corpo reage de forma diferente e, para se adaptar, é preciso dar tempo ao tempo, ou seja, não adianta acordar cedo hoje, pular amanhã e voltar depois. É preciso dar rotina ao seu corpo.


BEM-ESTAR



Comente aqui
16 jun14:59

Seis estratégias simples para emagrecer sem passar fome

Roberta Ávila | roberta.avila@diario.com.br

A nutróloga Liliane Oppermann acredita que para perder peso não é preciso passar fome nem abrir mão de alimentos e garante que, fazendo as escolhas certas, é possível se emagrecer comendo bem. Confira as estratégias elaboradas pela nutróloga para perder peso sem fazer dietas radicais:

Mantenha seu estômago alimentado

Fazer dieta pode ser estressante. Envolve autocontrole e a capacidade de fazer escolhas que nem sempre preferimos. Para que isso seja mais fácil, a dica de Liliane é manter o estômago alimentado. Isso ajuda a limitar os efeitos do cortisol, hormônio do estresse responsável pelo armazenamento de gordura corporal. Por isso é importante comer de três em três horas, além de evitar ficar com fome, você estimula o corpo a acreditar que não precisa armazenar gorduras.


Frutas são uma ótima pedida

Segundo Liliane, um estudo da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, nos EUA, analisou o consumo de frutas e constatou que uma pessoa com peso normal ingere cerca de duas porções de frutas por dia enquanto quem tem sobrepeso consome apenas uma por dia. Um outro estudo definiu que comer frutas no início das refeições reduz em 15% a ingestão de calorias. Além disso, comer frutas ajuda a saciar a vontade de comer doce.


A nutróloga sugere como porção de frutas:

- uma maçã

- duas ameixas

- meio mamão papaia

- uma fatia grossa de abacaxi

- meia fatia de mamão formosa


Aposte nas proteínas

A nutróloga cita estudos que indicam que pessoas que começam o dia com um café da manhã que inclua ovos podem perder até 65% mais peso do que as que comem pães. Liliane afirma que um quarto das calorias que consumimos durante o dia devem estar na primeira refeição do dia e que ele deve ter 30% de proteínas.


Sugestões para atingir esse objetivo:

- iogurte com queijo branco

- um copo de leite e um pão com requeijão

- pão com queijo e duas fatias de presunto


Exercite-se e coma antes e depois do treino

Exercício faz parte de uma boa estratégia para emagrecimento e também de um estilo de vida saudável. Para potencializar o efeito da malhação, a nutróloga recomenda comer antes e depois do treino, consumindo carboidratos e proteína. Segundo Liliane, isso ajuda a acelerar o crescimento e a recuperação dos músculos depois do esforço físico.


Salada sempre

Todo mundo que já fez dieta sabe que consumir salada é uma das melhores maneiras de emagrecer. Além de terem baixos índices calóricos, os vegetais têm nutrientes que ajudam a emagrecer, explica Liliane. Vegetais verdes folhosos, como o brócolis e o espinafre, por exemplo, têm folato, uma vitamina do complexo B. Segundo a nutróloga, existem estudos que indicam que dietas ricas em folato fazem com que a pessoa seja capaz de perder 8,5 vezes mais peso do que as que não consomem o nutriente.


Café da manhã é essencial

Má notícia para os que gostam de pular a primeira refeição do dia. Segundo Liliane, estudos indicam que não fazer essa refeição aumenta em 450% o risco de obesidade. Isso faz com que os músculos não sejam alimentados e o metabolismo seja mais lento. A sugestão de Liliane é que cardápio matinal misture proteínas com grãos integrais, frutas, vegetais e gorduras saudáveis, como as que estão presentes em castanhas, azeite, soja e peixes.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui