Estudos

10 ago14:56

Estudos da Terceira Idade reinicia atividades em Xaxim

Permitir o acesso ao ensino e às atividades de extensão e ampliar o horizonte de pessoas que não tiveram a oportunidade de frequentar escolas ou ações da universidade. Esse é o objetivo do projeto Estudos Abertos à Terceira Idade, desenvolvido pela Unochapecó e pela Prefeitura Municipal de Xaxim, e que iniciou as atividades deste semestre.

Desenvolvida na forma de curso de extensão, a iniciativa começou em julho de 2011, com 100 estudantes, em quatro turmas. No primeiro semestre deste ano passou a contar com mais duas, totalizando 150 alunos, mesmo número agora mantido nos seis grupos.

Os participantes que exercem a possibilidade de voltar a estudar ou ingressar na educação através da frequência em um curso de extensão, têm idade entre 60 e 80 anos. Conforme Lucile da Rosa Francescato, coordenadora do Projeto Permanente de Estudos e Assessoria em Educação, da Diretoria de Extensão da Unochapecó, neste semestre são ofertados às turmas módulos que abordam seis temas. Os conteúdos tratam sobre: lazer e cultura; história e geografia; saúde; turismo e fenômenos religiosos; saúde e meio ambiente; e psicologia.

O curso Estudos Abertos à Terceira Idade tem a duração de dois anos, com o total de 320 horas de aula. São oito módulos no total, com dois ministrados a cada semestre. As atividades ocorrem nas segundas, quintas e sextas-feiras.


Comente aqui
21 mai20:19

Fazer dieta e não "comer por dois" é seguro para grávidas

Fazer dieta na gravidez é seguro para mulheres e não traz riscos para o bebê, diz análise publicada na “British Medical Journal”. Os especialistas tomaram como fonte 44 estudos anteriores, envolvendo mais de 7 mil mulheres para recomendar a limitação de calorias, a dieta equilibrada e a ingestão de alimentos como grãos integrais, frutas e legumes.

A sugestão é seguir uma dieta saudável sem pensar em “comer por dois”. Isto previne o excesso de peso e ainda diminuiu o risco de complicações. Na Europa e nos Estados Unidos, entre 20% a 40% das mulheres ganham mais do que o peso do que o recomendado durante a gravidez. Estas taxas têm tendência de crescimento.

Mesmo tendo analisado tantos estudos anteriores, a recomendação recém-publicada não está livre de polêmica. Por exemplo, o Instituto Nacional de Saúde e Excelência Clínica (Nice, na sigla em inglês), do Reino Unido, publicou em 2010 um comunicado no qual orienta as gestantes a não fazer dieta, “pois pode prejudicar a saúde do bebê”.

Excesso de peso está associado a complicações na gestação como pré-eclampsia, diabetes e pressão arterial elevada, assim como o parto prematuro.

- Devemos ter o cuidado de observar que os pesquisadores não estão aconselhando as mulheres a perder peso durante a gravidez – salientou Janine Stockdale, do Royal College of Midwives, que forma parteiras no Reino Unido, em entrevista à BBC.


AGÊNCIA O GLOBO



Comente aqui
27 fev13:12

Escola de Idiomas apoia vôlei de Chapecó

Uma parceria entre Yázigi e Associação Pró Vôlei de Chapecó (APROV) vai oferecer quatro bolsas de estudos para atletas do voleibol feminino chapecoense. O contrato foi assinado pela representante da escola de idiomas, Jussara Tumelero e pelo Presidente da APROV Nelson Rex e o Técnico da equipe de voleibol, Osmar Pohl.

A Diretora da escola salientou que a parceria é fundamental para o desenvolvimento pessoal e cultural das atletas, pois a importância de conhecer uma nova língua nos dias de hoje é essencial. – Para o Yázigi responsabilidade social é mais que um compromisso social, é um ideal, contribuindo para a formação de cidadãos do mundo – disse Jussara.

As atletas bolsistas Andressa da Silva, Geórgia Klaus, Maiara Scalvi e Larissa Hermes iniciaram o curso de idiomas no Yázigi esta semana.


Comente aqui
15 fev09:19

Estudos comprovam que uma pessoa que pensa positivo tem mais saúde

Com a chegada do novo ano, é comum pararmos para avaliar o que aconteceu no ano que terminou e se programar para colocar em prática tudo o que ficou para trás. Muita gente aproveita esse período para se engajar em novos projetos ou ainda para mudar alguns hábitos, praticar atividades físicas, se cuidar mais etc. Estudos comprovam que o otimismo nessas horas é fundamental. O pensamento positivo, além de ser estimulante, também ajuda as pessoas a serem mais saudáveis.

Estudo realizado pelas Universidades de Kentucky e Louisville, nos Estados Unidos, analisou as expectativas de estudantes de Direito em relação ao futuro e concluíram que pessoas que são otimistas em relação à saúde em geral, respondem melhor aos tratamentos médicos. Pacientes de transplante cardíaco, por exemplo, se recuperaram melhor da cirurgia. A conclusão da pesquisa é de que o otimismo associado a um objetivo específico é importante na vida de uma pessoa e pode ajudá-la a aumentar sua imunidade contra algumas infecções.

Já outro estudo conduzido pela Universidade de Pittsburg, nos Estados Unidos, destaca que olhar a vida sempre com bons olhos promove mais do que bem-estar mental, também ajuda a cuidar do corpo. Durante oito anos, pesquisadores da universidade acompanharam o dia-a-dia de quase 100 mil mulheres. As mais esperançosas apresentam um risco 9% menor de desenvolver problemas cardíacos e 14% menos probabilidade de morrer devido a qualquer outra doença sem ser do coração. Segundo a pesquisa, quem pensa positivo, se alimenta melhor e se exercita mais, tem menor tendência a desenvolver depressão, estresse e pressão alta.


Trabalhar o corpo é mais do que estético, é saudável

— Muitas pessoas aproveitam o otimismo do inicio do ano para começar a praticar atividades físicas, e assim permanecem por toda a vida. Só é preciso estar atento para sempre contar com a orientação de profissionais da saúde, a fim de evitar qualquer lesão futura e garantir o bem-estar do atleta — comenta Tânia Fleug, fisioterapeuta da Mercur.

Sugestões para cuidar melhor do corpo e da mente não faltam. Caminhar ao ar livre e andar de bicicleta são opções fáceis e baratas. Quem pode freqüentar uma academia conta com o apoio de professores especializados para dar todo o apoio na hora de se exercitar.


DONNA ZH ONLINE



Comente aqui
09 fev14:38

Estudos Abertos à Terceira Idade reinicia atividades em Xaxim

Permitir o acesso ao ensino e às atividades de extensão e ampliar o horizonte de pessoas que não tiveram, anteriormente, a oportunidade de frequentar ações da universidade. Dentro desse propósito, e em seu papel como universidade comunitária, a Unochapecó realiza em Xaxim a ação denominada Estudos Abertos à Terceira Idade, implantada em 22 de julho de 2011. Neste ano, a instituição expande essa iniciativa, tomada em conjunto com a Prefeitura Municipal de Xaxim, e possibilita a maior número de pessoas a chance de voltar a estudar ou ingressar na educação através da frequência em cursos de extensão.

O curso iniciou no ano passado com 100 estudantes, em quatro turmas, e agora passa a ter mais duas, totalizando assim 150 alunos, com idades entre 60 e 80 anos. Para marcar o reinício das atividades, ocorre nesta quinta-feira, 9 de fevereiro, uma atividade de recepção aos alunos, às 15h, no Clube Xaxiense. Estarão presentes o diretor de Extensão da Unochapecó, professor César Camargo, representando a Vice-reitora de Ensino, Pesquisa e Extensão, professora Maria Aparecida Caovilla, o prefeito Gilson Luiz Vicenzi, o diretor da extensão da Unochapecó em Xaxim, professor Cássio Marocco, o secretário Municipal da Mulher, Juventude e Terceira Idade, Agenor Júnior Maier, e a coordenadora do curso e do Projeto de Estudos e Assessoria em Educação da Unochapecó, Lucile da Rosa Francescato.

Neste semestre o curso, que ocorre em nível de extensão, terá seis módulos. Os conteúdos tratarão sobre: Lazer e Cultura; História e Geografia; Informática Básica; Direito: Estatuto do Idoso e Previdência; Turismo e Fenômenos Religiosos; e Saúde.

O curso Estudos Abertos à Terceira Idade tem a duração de dois anos, com o total de 320 horas de aula, ministradas de segunda a sexta-feira, na extensão da Unochapecó em Xaxim.


Comente aqui
11 jan15:27

Estudos Abertos à Terceira Idade abre mais 50 vagas em 2012

Ampliar os horizontes e proporcionar que todos tenham acesso ao ensino superior é o desafio das universidades comunitárias. Através do projeto Estudos Abertos à Terceira Idade, a Unochapecó expande a atuação da universidade aos idosos de Xaxim, dando-lhes a chance de voltar a estudar e ingressar na educação em nível superior. Diante dos resultados de 2011, neste ano a atividade será ampliada.

Atuando desde julho do ano passado, o projeto atende 100 estudantes divididos em quatro turmas. Todo o conteúdo aplicado no curso é dividido em módulos, sendo que em 2011 foram ministrados quatro módulos: lazer e cultura, história e geografia, informática básica e direito. As aulas ocorrem uma vez por semana para cada turma, sendo duas na segunda-feira e duas na sexta-feira.

Para este ano a proposta é ampliar o número de idosos beneficiados, passando de 100 para 150 vagas. Também será feita a ampliação do conteúdo ministrado, com mais dois módulos: turismo e fenômenos religiosos e saúde, além dos quatro já aplicados.


O curso

Parceria entre a Unochapecó e a Prefeitura Municipal de Xaxim, através da Secretaria da Mulher, Juventude e Terceira Idade, o projeto Estudos Abertos à Terceira Idade nasceu com o objetivo de beneficiar a qualidade de vida e promover a inclusão social dos idosos. Isso ocorre porque na universidade são criados novos vínculos de amizade que fortalecem os contatos interpessoais e proporcionam novos conhecimentos.

Para se inscrever é preciso ter mais de 60 anos de idade e ser alfabetizado. As inscrições devem ser feitas na Secretaria da Mulher, Juventude e Terceira Idade, na Rua Julio Lunardi, 1.757, ao lado do INSS, no Bairro Guarani. Segundo o secretário Agenor Junior Maier, mais de 150 idosos estão esperando para ingressar na universidade.


Comente aqui
23 nov10:53

Viagem de estudos à Porto Alegre

Um grupo de 54 acadêmicos do segundo ao oitavo período do curso de Jornalismo da Unochapecó participou de uma viagem de estudos a veículos de comunicação e museus de Porto Alegre/RS. A viagem foi organizada pela coordenação do curso e pela Agência de Comunicação Integrada de Jornalismo (Acin Jornalismo). Os alunos foram acompanhados pela coordenadora do curso, professora Mariangela Torrescasana, e pelo professor Francesco Silva.

Durante três dias as visitas foram intensas e os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura dos veículos de comunicação e aprimorar o conhecimento através de discussões com os profissionais de diversas áreas. Entre os meios visitados estão a TV Educativa e a Rádio FM Cultura, o Parque Gráfico do Jornal Zero Hora e as Rádios Itapema e Atlântida, veículos do Grupo RBS. – Em todas as visitas foi destaque, a excelente receptividade dos profissionais que atenderam e mostraram em detalhes o cotidiano das redações e suas estruturas – disse o professor Francesco.

Na oportunidade, os alunos conheceram alguns pontos históricos da capital gaúcha. Entre eles, a Casa de Cultura Mário Quintana, Museu de Comunicação, Usina Gasômetro, Cais do Porto, Mercado Público e o Museu de Tecnologia da PUC.

Para a acadêmica do quarto período, Caroline Figueiredo, a viagem foi muito produtiva. – Pude esclarecer dúvidas e conhecer um pouco mais do dia a dia de cada um dos veículos de comunicação”, disse.


Comente aqui
21 nov15:27

Economia mundial e seus reflexos em Chapecó e região

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó – Acic, é patrocinadora do XVI Ciclo de Estudos e Debates para o Desenvolvimento Socioeconômico de Chapecó e região, que acontece no período de 21 a 25 de novembro no auditório I do Bloco R da Unochapecó.

A iniciativa envolve os acadêmicos do curso de Ciências Econômicas e a sociedade em geral nos debates sobre as mudanças que estão emergindo na economia mundial, para ampliar o entendimento acerca das suas implicações no desenvolvimento econômico de Chapecó e região.

O evento aborda temas que envolvem o desenvolvimento regional do oeste catarinense e sua relação com a China, a desindustrialização e a primatização das exportações brasileiras, a inovação tecnológica do setor agropecuário, o comércio exterior, o papel do cooperativismo no desenvolvimento regional, sistema financeiro e o mercado de capitais. A iniciativa busca uma construção estratégica com o intuito de atingir uma melhor qualidade de vida da população.


Programação

Na segunda-feira, 21, às 19 horas, o tema da palestra será “China e economia global” abordado por Idaulo José Cunha do LABSAD – Centro Tecnológico – PPGEP-UFSC.

Na terça-feira, 22, às 19 horas, estará na pauta do evento o assunto “Setor agropecuário: inovação tecnológica, comércio externo e economia regional”. O palestrante será José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho da Secretaria de Assuntos Estratégicos do Governo Federal e do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA).

O “Papel do cooperativismo no desenvolvimento regional” será o tema da primeira palestra da quarta-feira, 23, às 19 horas, com Marcos Zordan presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC) e diretor Aurora Alimentos. Na sequência, às 21 horas, acontece a palestra Mercado de capitais com Paulo Cezar Rodrigues da gerência dos programas de popularização e da diretoria de comunicação e Marketing BM&Bovespa.

Na quinta-feira, 24, às 19 horas, tem a palestra “Sistema financeiro mundial e desenvolvimento regional”, com o consultor da Febraban e professor de economia da FEA/USP, Roberto Troster.

A programação encerra na sexta-feira, 25, com a palestra “Desindustrialização/primarização das exportações brasileiras e a economia regional” com o coordenador geral da Fundação de Economia e Estatística do Regional Grande do Sul e professor de Economia da PUCRS, André Scherer.

Para os participantes será emitida declaração de acordo com as presenças registradas, sendo de no mínimo quatro horas e no máximo de 20. Cada palestra corresponde a quatro horas e pode ser validada como ACC’s para o curso de Economia.

O evento conta com o apoio da Prefeitura de Chapecó, patrocínio da Acic Chapecó e realizado pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó.


Comente aqui
23 out11:23

Abertas inscrições para Semana de Estudos Jurídicos

A XX Semana de Estudos Jurídicos e o III Simpósio Jurídico de Chapecó serão realizados entre os dias 26 e 28 de outubro. É uma iniciativa da coordenação do curso de Direito da Unochapecó e tem o tema “Direito e relações internacionais”. Tem a finalidade de permitir a socialização e o debate de temas jurídicos e contemporâneos relevantes, com vistas à aproximação entre a comunidade acadêmica e o mundo jurídico e à formação jurídica-cidadã dos participantes.

As inscrições podem ser feitas pelo endereço www.unochapeco.edu.br/inscricoes, até segunda-feira, 24 de outubro. A programação será desenvolvida nos turnos matutino e noturno, no Clube Recreativo Chapecoense.

As discussões serão sobre sete temas, entre eles o comércio eletrônico e legislação aplicável e os crimes de alta tecnologia e a dignidade da pessoa humana. Outras palestras tratarão sobre: União Européia e o direito internacional privado; aspectos jurídicos do estabelecimento empresarial; formação da prova digital e perícia eletrônica; princípio da vedação do retrocesso no Direito do Trabalho; e Santa Catarina nas relações internacionais.

Entre os palestrantes estão advogados e docentes da Unochapecó e das universidades federais de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais. O evento conta com o apoio do Diretório Acadêmico do curso de Direito, do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) e das editoras Atlas e Saraiva.


Comente aqui