Fábio Raupp

21 nov11:35

Planos para 2012 no kart

Depois da participação na prova com um dos maiores prêmios do ano no kart nacional, o chapecoense Fabio Raupp já começa a projetar a temporada 2012. Fabinho disputou a Seletiva Petrobrás em Registro/SP e mesmo com a quebra de motor terminou na sétima colocação entre os 12 participantes. O vencedor foi o piloto de Brasília/DF, Felipe Guimarães.

Fabio Raupp era o piloto mais novo da 13ª edição da Seletiva com apenas 14 anos. O prêmio de R$ 110 mil ao campeão era o grande objetivo de todos e a fórmula de disputa era diferente das demais corridas. Depois de dois dias de treinos com o próprio kart, o chapecoense foi para a pista com outro kart, sorteado. As tomadas de tempo já computavam pontos. Na primeira corrida, com apenas 5min de tomada de tempo, o chapecoense enfrentou o paranaense André Pedralli e saiu vitorioso. No segundo confronto Fabinho venceu outro paranaense, Gabriel Casagrande, que mais tarde seria o vice-campeão da seletiva.

Mas nas provas seguintes Fabinho teve problemas com o kart e não conseguiu se manter entre os ponteiros, caindo para repescagem. Numa das corridas mais uma vez o motor apresentou problemas e ele não se classificou entre os seis que avançaram para a grande final. O resultado não abateu o jovem piloto. – Competir entre os 12 melhores do Brasil foi uma ótima experiência na minha carreira. Espero estar presente em 2012 – disse Fabinho.

Para chegar até a Seletiva deste ano, Fabinho, que disputa a categoria Graduados, a principal do Brasil, se classificou em maio do Campeonato Sul Brasileiro de Kart. Ainda disputou os campeonatos catarinense, brasileiro e sul-americano. A equipe está na busca de mais patrocinadores para custear as viagens e investimento na próxima temporada.

Comente aqui
07 nov15:20

Chapecoense garante vaga no Sul Brasileiro

A maior premiação do kart brasileiro começa a ser disputada na terça-feira, dia 8, no autódromo de Registro/SP. Apenas 12 pilotos, classificados durante o ano, disputam o prêmio da Seletiva Petrobrás. O chapecoense Fabio Raupp está na cidade paulista desde sábado, dia 5, onde realizou os treinos de reconhecimento da pista durante o domingo. O primeiro colocado receberá R$ 110 mil, o segundo ficará com R$ 8 mil e o terceiro levará para casa o valos de R$ 3 mil.

O regulamento da competição proíbe o piloto de usar o próprio kart, sendo disponibilizado pela organização do evento. Fabio Raupp, o mais jovem piloto do evento com 14 anos, terá que correr e muito para chegar no último dia em condições de faturar o maior prêmio.

- Até as tomadas de tempo somam pontos. Por isso é preciso ficar atento. Começa com 12 pilotos e no último dia apenas seis vão sobrar – disse o pai Paulo Raupp.

Apesar de confuso para quem não acompanha a competição, o regulamento prevê tomadas de tempo, baterias eliminatórias e baterias finais.

– Estou confiante. Vim de duas grandes baterias no campeonato catarinense onde fui desclassificado porque perdi um chumbo. Fiquei meio quilo mais leve do que o mínimo previsto no regulamento – disse Fabinho que precisa usar pedaços de chumbos para completar o peso mínimo no conjunto kart/piloto.

- Vou atrás deste prêmio para investir na minha carreira – finalizou o jovem piloto chapecoense.


Comente aqui
27 out14:13

Catarinense de Kart

Mais de 80 pilotos de SC, SP, PR e do Paraguai, entram na pista no fim de semana, em Caçador para a disputa do campeonato catarinense 2011. A etapa vale título para as categorias Cadete, F4, Sênior A, Sênior B, Super Sênior, Five Speed A e B e Graduados. O chapecoense Fábio Raupp, campeão da categoria Graduados em 2010, viaja para o meio-oeste e busca o bi-campeonato.

Para buscar mais um troféu de campeão Fabinho terá que lutar nas três baterias que valerão pontos em Caçador. As duas primeiras tem pontuação normal e a última, realizada no domingo, valerá em dobro. O piloto será o único chapecoense a entrar na pista na principal categoria do kart catarinense. – Vamos buscar o título. Serão três baterias para correr e pontuar – disse o pai e chefe de equipe Paulo Raupp.

Uma das atrações do evento será o “carro madrinha”, uma Ferrari Modena, que estará disponível até mesmo para passeios. A expectativa dos organizadores, com isso, é proporcionar algo diferente, inédito pra Caçador, e atrair um grande público ao kartódromo. Essa é uma das competições mais importantes do ano para o chapecoense que terá pela frente ainda o Desafio Petrobrás nos dias 8 e 9 de novembro.

A prova em São Paulo deve reunir apenas 12 pilotos entre 14 e 20 anos e premiará o campeão com R$ 120 mil. O segundo colocado receberá R$ 8 mil e o terceiro ficará com R$ 3 mil.


Comente aqui