FECAM

20 abr12:11

Termina nesta sexta, em Florianópolis, o Congresso Catarinense de Municípios

Termina nesta sexta-feira, em Florianópolis, o X Congresso Catarinense de Municípios, que reúne 1,2 mil pessoas entre prefeitos, vereadores, secretários e técnicos municipais. O tema deste ano é Compensações Ambientais e Condutas Vedadas em Ano Eleitoral.

— Queremos mobilizar os prefeitos que são cobrados, diariamente, pela população dos investimentos em áreas prioritárias —, explicou o presidente da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Douglas Warmling, prefeito de Siderópolis.

Presidente da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Douglas Warmling, prefeito de Siderópolis.

Na abertura do evento, na manhã desta quinta-feira, a FECAM lançou o Sistema de Indicadores de Desenvolvimento Municipal Sustentável – SIDMS. A entidade criou um inédito banco de dados com 58 variáveis que medem o desenvolvimento de cada município catarinense.


O sistema reúne informações disponíveis por órgãos federais e estaduais. A partir do levantamento, o gestor público poderá comparar, por exemplo, os índices de um município com qualquer região do estado.

Ainda na abertura, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Paulo Bornhausen, entregou o Levantamento Aerofotogramétrico dos municípios de Santa Catarina.

O presidente da Confederação Nacional de Municípios – CNM, Paulo Ziulkoski, participou da abertura do evento. Em seu pronunciamento, criticou a criação dos pisos salariais de várias categorias e a dificuldade dos prefeitos em honrar o pagamento. Aproveitou ainda para convidar os presentes para a próxima Marcha a Brasília, programada entre os dias 17 a 17 de maio.

Na programação do Congresso, estão previstos painéis sobre legislação, obrigações, licitações e atos de pessoal em ano eleitoral e final de mandato, que terão a participação do Ministério Público do Estado e do Tribunal de Contas de Santa Catarina.

Paralelamente ao Congresso, estão sendo realizados o III Seminário Estadual de Saneamento Básico e a VIII ExpoFECAM, Exposição de produtos, serviços e tecnologias para os municípios. No seminário, serão debatidos temas relacionados ao abastecimento de água e esgotamento e resíduos sólidos urbanos. A promoção é da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento – ARIS.

Os prefeitos e vereadores aproveitam também a oportunidade para organizar uma mobilização estadual no dia 4 de maio, em Florianópolis, para defender a Pauta Municipalista com as reivindicações regionais, que vão desde investimento em infraestrutura, como duplicação de BRs e construção de ferrovias, até aplicação de recursos nas áreas da saúde e segurança pública. A estratégia do ato será definida durante assembleia extraordinária da FECAM, ainda nesta sexta-feira.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui