Federais

30 ago09:14

Universidades federais de SC terão mais 1,6 mil vagas para alunos de escola pública

Em cerimônia fechada à imprensa, a presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei das Cotas nas universidades, que terão quatro anos para reservar 50% das vagas de todos os cursos e turnos a estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escola pública.

Uma parte dessas vagas deve ser dedicada a negros, pardos e índios, e outra a alunos com renda familiar igual ou menor a 1,5 salário mínimo per capita. A maioria das universidades já adota algum tipo de ação afirmativa, mas poucas atingem um índice de 50% das vagas.

Com isso, Santa Catarina terá que reservar, nos próximos quatro anos, mais 1,6 mil vagas para estudantes cotistas, sendo 1,2 mil na UFSC e as demais na Universidade Federal da Fronteira Sul, com sede em Chapecó. O Instituto Federal de Santa Catarina já reserva a metade das vagas a cotistas. acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, foi vetado apenas o artigo 2º, que dizia que o ingresso dos cotistas seria feito a partir das médias obtidas no ensino médio — o governo quer que o critério seja o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

— A importância desse projeto tem a ver com um duplo desafio: primeiro, é a democratização, o acesso às universidades, e segundo, o desafio de fazer isso mantendo um alto nível de ensino e a meritocracia — disse.

Para Dilma, o Brasil precisa fazer frente a esses dois desafios.

— Nada adianta manter uma universidade fechada e manter a população afastada em nome da meritocracia. De nada adianta abrir a universidade e não preservar a meritocracia — afirmou.

Dados do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) apontam para uma distância entre a rede pública e a particular no ensino médio: enquanto a rede pública estadual atingiu média de 3,4, na rede privada a nota foi de 5,7.

Para minimizar as críticas ao projeto e ao seu impacto na qualidade de ensino nas universidades, Mercadante apresentou números comparativos dos desempenhos dos estudantes das redes pública e privada na última edição do Enem.

Os alunos concluintes do ensino médio da rede pública obtiveram média de 474,2 pontos, inferior à dos alunos do ensino privado — 569,2.

O ministro, no entanto, chamou a atenção para a média dos 150 mil concluintes da rede pública com melhor desempenho — nesse universo, a média foi de 582,2 pontos, superior à média da totalidade dos alunos da rede privada.


Comente aqui
03 ago09:47

Policiais federais de SC podem aderir à greve nacional a partir da próxima semana

Os policiais federais que atuam em Santa Catarina realizam na manhã desta sexta-feira, sete assembleias para discutir a adesão à greve nacional da categoria a partir da próxima terça-feira. Caso se confirme, serviços como a emissão de passaporte, atendimento a estrangeiros e registro de armas, por exemplo, devem ser afetados diretamente.

Conforme o presidente do sindicato dos policiais federais no Estado, Luiz Carlos Mayora Aita, o indicativo é pela adesão e o resultado da categoria em SC deve ser conhecido até o fim do dia. Na pauta de reivindicações estão a reestruturação de cargos, a redefinição de atribuições da Polícia Federal e o reajuste salarial da categoria.

Depois que todos os Estados definirem se aderem ou não, devem ser discutidos que serviços serão afetados e de que forma será mantido 30% do efetivo, explica Aita. Apenas o plantão e o atendimento a casos de emergência devem permanecer.

De acordo com os dados do Sinpofesc, há 510 policiais na função e inativos sindicalizados. As sete delegacias da Polícia Federal no Estado ficam em Dionísio Cerqueira, Chapecó, Lages, Criciúma, Itajaí e Joinville, além de Florianópolis, que também concentra a Superintendência estadual.


DIÁRIO CATARINENSE





Comente aqui
04 abr14:31

Fiscalização nas rodovias federais em SC começa à 0h desta quinta-feira

A fiscalização especial da Polícia Rodoviária Federal para o feriado de Páscoa começa à 0h desta quinta-feira. Até o próximo domingo, o fluxo de veículos especiais estará impedido em alguns momentos. O objetivo é garantir que haja espaço para veículos de passeio poderem circular, já que a expectativa é de que o movimento cresça 50% durante os três dias.

O objetivo do trabalho é prevenir acidentes, proporcionar segurança e garantir a circulação de trânsito. A ação será realizada até a meia noite do próximo domingo.

Em Santa Catarina, os números divulgados pela PRF mostram que é preciso mais fiscalização para diminuir o número de acidentes, que cresceu 23,32% entre 2011 e o ano anterior. Foram 312 acidentes contra 253 em 2010. A quantidade de mortes subiu de cinco para oito no mesmo período.

Outra ação da PRF será a restrição para os caminhões do tipo cegonheiras, bitrens e rodotrens nas rodovias de pista simples. Na quinta-feira e domingo, estarão proibidos de circular entre 16h e 24h, na sexta-feira, o impedimento será entre 6h e 12h.

Comente aqui
09 fev17:33

Acidentes provocaram a morte de 55 pessoas neste ano em rodovias federais de Santa Catarina

Júlia Antunes Lourenço | julia.antunes@diario.com.br

Até a última terça-feira, já foram registradas 55 mortes, em 44 acidentes, neste ano, nas rodovias federais de Santa Catarina. É esperado que o número aumente ainda mais no feriado de Carnaval.

No último, foram 36 mortes nas BRs, sendo 26 no acidente em Descanso. Em 2010, morreram 11 pessoas no feriadão.

Em todo o ano passado, o total de mortes nos trechos catarinenses das rodovias federais chegou a 626 registros.

— O Carnaval tem um estímulo acentuado ao consumo do álcool. A gente reforça para que as pessoas optem pela carona. Além disso, há o excesso de velocidade, a ultrapassagem em local proibido e o não uso do cinto de segurança – alerta o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Leandro Andrade.

A operação da PRF começou a ser traçada, nesta semana, em uma reunião com as delegacias regionais. As ações devem ser divulgadas nos próximos dias. Elas começam dia 17, uma sexta-feira, e vão até o dia 22, que é quarta-feira de cinzas.

Com o aumento do fluxo de carros e caminhões nas rodovias federais de Santa Catarina nos períodos de feriados, os policiais rodoviários federais sempre recomendam aos motoristas que antes de pegar a estrada sigam regras básicas de segurança como fazer revisão dos veículos, observar se a documentação do motorista e do carro estão em dia.

Outra recomendação é que todas as pessoas que estão nos veículos sempre utilizem o cinto de segurança. E os motoristas devem observar os limites de velocidade das rodovias.


Comente aqui
30 dez17:33

Estradas federais de SC registram quase mil acidentes nas últimas duas semanas

Desde que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a Operação Fim de Ano, no dia 16 de dezembro, o número de acidentes registrados nas estradas federais de Santa Catarina impressiona: foram 942, com 514 feridos e 29 mortes. Metade destes óbitos ocorreram em colisões frontais. Cerca de sete mil multas foram aplicadas até o momento.

480 policiais se revezam em turnos para tentar evitar que estes números aumentem ainda mais. A maior parte da equipe está concentrada na BR-101, principal rodovia do Estado, por onde já passam 160 mil veículos por dia e estima-se que este número deve dobrar nesta tarde.

Trecho da BR-101 entre Laguna e Tubarão deve ter recorde de congestionamento nesta sexta-feira.

Os pontos que mais preocupam a PRF na rodovia são o trecho que vai do pedágio ao Morro dos Cavalos, em Palhoça, pois as obras e desvios confundem os motoristas, provocam lentidão e filas, e no Sul, a parte não duplicada da pista, entre Tubarão e Laguna. O movimento era tranquilo na região pela manhã, mas deve aumentar ao longo do dia e há previsão de recorde no congestionamento no trecho.

Na BR-282, o ponto crítico fica entre Lages e Palhoça, por onde passam turistas argentinos, da Serra e do Oeste do Estado. Nas primeiras horas do dia já havia filas na chegada à BR-101. Na mesma via, no acesso à Capital, o movimento foi intenso durante toda a manhã.

A orientação da PRF é que os motoristas redobrem a atenção ao trafegarem em toda a BR-101, na BR-282 entre Chapecó e Ponte Serrada e de Lages a Palhoça. Na BR-470 é preciso cuidado no trecho que vai de Pouso Redondo a Lontras e no que fica entre Indaial e Blumenau.

RBS TV

Comente aqui