Feira

03 set16:25

Mercomóveis 2012 superou número de negócios e de compradores

Além de toda a beleza, praticidade e inovação dos móveis apresentados na Mercomóveis 2012, a feira surpreendeu pelo número de negócios e de compradores que passaram pelo Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves, em Chapecó, entre os dias 27 e 31 de agosto.

De acordo com o presidente Nivaldo Lazaron Junior, todas as estimativas foram superadas, com acréscimo de 10% no volume de vendas.

- Os negócios chegaram a R$ 220 milhões, correspondendo às expectativas da Comissão organizadora, devido ao empenho das empresas expositoras em trazer o que há de mais atual e inovador para a feira – disse.

Considerada uma das maiores do Brasil e agora já no rol dos grandes eventos mundiais do setor, a feira recebeu mais de 20 mil compradores de todos os Estados brasileiros e de outros 20 países.

- Recebemos missões de todas as regiões do País e estrangeiros especialmente da América Latina, Estados Unidos e África – apontou o dirigente.

Os eventos paralelos foram outros destaques. A Rodada de Negócios Internacional, o 5º Salão do Design e a 2ª Mostra de Máquinas Moveleiras renderam bons negócios e lançaram produtos modernos, que atendem as expectativas dos profissionais das indústrias, dos lojistas e consumidores.

O tema “De olho no novo consumidor” foi assumido pelas empresas expositoras, que trouxeram para a feira móveis que aliam qualidade, praticidade, tecnologia, requinte e conforto.

- Sem dúvida, essa foi a nova e melhor Mercomóveis de todos os tempos e agora o grande desafio será superar este sucesso na 9ª edição do evento, que acontece em dois anos – enfatizou Lazaron Junior.

O dirigente acrescenta ainda que pelas metas atingidas, a maioria dos 150 expositores já renovaram o compromisso de voltar em 2014.

A próxima edição será presidida pelo empresário José Derli Cerveira, que já planeja as primeiras ações.

- Inicialmente, formaremos uma comissão, comprometida em promover um trabalho brilhante como foi neste ano. Temos convicção de que há muito para ser feito se quisermos repetir o sucesso – assinalou Cerveira.

Ainda neste mês a Comissão da Mercomóveis 2012 se reúne para avaliar os resultados e verificar os pontos que devem ser melhorados. Segundo Lazaron Junior, resta agradecer aos parceiros, apoiadores, expositores e compradores, que garantiram a grandeza do evento.


Sobre a feira

A Mercomóveis é uma promoção da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e do Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Simovale). Neste ano, a feira contou com o patrocínio da Guararapes (chapas e painéis), Norton (lixas e abrasivos), Dioxyl Revestimentos Químicos (marca Glascor Tintas), Alternativa Editorial (Revistas Móbile Lojista, Decore e Móbile Fornecedores), FIESC, Badesc, BRDE e Governo do Estado de Santa Catarina. O apoio é do Projeto Brazilian Furniture/APEX, Senai e Sebrae/SC.


Comente aqui
31 ago17:15

Escola estadual de Chapecó sediou Feira de Ciências e Tecnologia

Estudantes de 11 escolas estaduais participaram nesta sexta-feira, (31), no ginásio de esportes da escola estadual Tancredo Neves, em Chapecó, da quarta edição da Feira Regional de Ciências e Tecnologia. A promoção foi da Gerência Regional de Educação da SDR Chapecó, em parceria com escolas dos nove municípios de abrangência da secretaria regional. Três trabalhos serão escolhidos para representar a Gered na Feira Estadual, que ocorrerá em Lages de 17 a 19 de outubro.

Os estudantes usaram toda a criatividade para apresentar soluções para o meio ambiente. Da escola estadual Valesca Parizotto, de Chapecó, saiu o projeto de reciclagem de óleo de cozinha.

-No início do projeto fizemos a coleta do material. Os estudantes traziam de casa e pudemos transformar o material em barras de sabão – disse o jovem Lucas Chaves, de 15 anos, acompanhado da colega Daili dos Santos, de 13 anos, que também apresentou o trabalho aos visitantes.

Os alunos da escola estadual Rudolfo Luzina, de Nova Erechim, montaram um trabalho juntamente com o professor de física, Evandro Cunha, para automatizar e facilitar o trabalho dos criadores de frango. Através de um programa de computador o trabalho braçal foi informatizado.

- O agricultor pode aquecer o aviário, manter a temperatura, subir as cortinas. É levar a tecnologia para o campo – disse o estudante Allan Kornell.

Com um trabalho artesanal os alunos da escola estadual Tancredo Neves mostraram como é possível gerar energia através do sol e do vento. Com uma maquete gigante, eles utilizaram um ventilador para simular uma torre aeólica.

- O vento faz girar a turbina que fornece energia para esta mini cidade – disse a estudante Andreza Partichelli.

A colega Patrícia Oliveira, do mesmo grupo, também explicava aos visitantes a importância destes tipos de energia. O ginásio da escola ficou tomado de maquetes e experimentos. Alunos da APAE também desenvolveram um trabalho relacionados a fontes de energia.

Alunos da Escola Estadual Luiza Santin, de Chapecó, montaram um sistema de automação em uma maquete, que possibilitava mudar a tabela do basquete ou a posição das arquibancadas de um ginásio de esportes com apenas dois comandos eletrônicos. Da EEB Lígia Remus, da comunidade de Alto da Serra em Chapecó, veio o projeto “Fazendo a nossa parte”, onde os alunos realizavam a reciclagem do papel durante a exposição. Participaram da feira regional, estudantes da partir do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

- O que nos chamou a atenção foi a criatividade dos alunos e a qualidade dos trabalhos. O que eles desenvolveram em sala de aula com os professores está sendo muito bem apresentado na feira regional – elogiou a gerente regional de educação Ana Vedana.


Comente aqui
31 ago10:31

Moveleiros voltam a apostar na exportações

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Os moveleiros do Oeste de Santa Catarina voltaram a olhar para o mercado externo graças à recuperação do dólar, que está acima dos R$ 2,00. Tanto que durante a Mercomóveis, feira que iniciou na segunda-feira e encerra hoje, no Parque Tancredo Neves, em Chapecó, já foram firmados cerca de R$ 15 milhões em contratos de exportações e perspectivas de mais R$ 50 milhões.

-Nós fechamos cerca de R$ 1 milhão- informou Anderson Simão, da Serpil, de Pinhalzinho. Ele espera aumentar a fatia de exportação de 20 para 30%. O presidente da comissão organizadora da Mercomóveis, Nivaldo Lazaron Júnior, disse que há duas edições da feira não eram fechados contratos durante o evento. A feira recebeu representantes de 15 países e as empresas já acertaram vendas para Chile, Colômbia e Peru.

Nivaldo Lazzaron Júnior disse que o principal fator para o aumento das exportações é alta do dólar. Na feira passada o dólar estava entre R$ 1,50 e R$ 1,60 e, ontem, estava em R$ 2,04. Além disso as empresas de Santa Catarina começaram a abrir mercados novos, como América do Sul e África. –Os empresários antes só olhavam para Estados Unidos e Europa- lembrou Lazzaron Júnior.

Na América do Sul há vantagens como menos custo de transporte e tarifas de exportação. O coordenador da Mercomóveis também destaca o crescimento das empresas junto com o crescimento da feira. Ele afirmou que o aumento das exportações vai aumentar o investimento das emrpesas.

Ilseo Rafaelli, da Sonetto Móveis, quer aumentar de 20 a 25% para 30% a produção destinada à exportação. Para isso investe em máquinas novas e em produtividade. Adir Luiz Kist, diretor administrativo da Móveis Daico, quer passar de 15% para 30% as vendas para o mercado externo. Atualmente ele tem 140 funcionários e embarca três contêineres por mês.

Os expositores demonstraram estar contentes com a feira. Tanto que a meta de R$ 200 milhões em negócios e 20 mil visitantes deve ser atingida.


Mesa com tampo de vidro e cadeira Iolanda

Países compradores: Era vendida para o Paraguai e, durante a feira, foi acertada a venda para o Uruguai

Características: A torre de madeira e o suporte das cadeiras é de madeira de eucalipto de área reflorestada, com assento estofado e boa ergonometria

Público: Classes C e D

Fabricação: Daico, de Nova Erechim

Projeção: A empresa exportava cerca de 50% da produção até 2005,caiu para menos de 5% em virtude do câmbio. Atualmente exporta cerca de 15% da produção e quer chegar a 30%. Além do Paraguai e Uruguai já vende beliches, camas, mesas e cadeiras de pinus para Inglaterra e Estados Unidos, além de cozinhas para o Chile.



Jogo de mesa de sala

Países compradores: África do Sul, Angola e países latino-americanos como Equador

Características: produto em MDF produzido em escala que alia design ao preço atrativo e representa 10% da produção da indústria

Público: Classes populares

Fabricação: Sonetto, de Chapecó

Projeção: A empresa começou a exportar significativamente há dois anos. Entre 20 a 25 % da produção vai para o exterior. A meta é chegar a 30% com os novos contratos fechados na Mercomóveis, com empresas da África e América do Sul.






Cristaleira e cômoda da linha wood

Países compradores: Estados Unidos, Espanha, Paraguai e Uruguai

Características: Os móveis são em madeira de pinus, maciço, com estilo rústico, graças a um equipamento que dá essa característica no acabamento.

Público: Classe média alta

Fabricação: Serpil, de Pinhalzinho

Projeção: A empresa tem 300 funcionários e exporta 20% da produção. Com os negócios fechados na Mercomóveis pretende incrementar em 10% as exportações.



Estofado frapê em módulos

Países compradores: Chile e Colômbia

Características: Estofado em frapê, modulado, que pode ser adequado ao tamanho do ambiente e à necessidade do cliente

Público: Classe alta (B e A)

Fabricação: Enele, de São Lourenço do Oeste

Projeção: A empresa exportava para quase 20 países até 2008 e depois, devido ao câmbio, ficou com apenas um cliente, no Chile. Atualmente exporta 3% da produção. Com novos contratos para Chile, Colômbia e Peru, firmados durante a Mercomóveis, pretende chegar a 5 a 6%.




Sofá Aruba

Países compradores: China, Estados Unidos e Canadá

Características: Estofado de fibra siliconada com estrutura em madeira maciça de eucalipto e sustentação em couro.

Público: Classe A

Fabricação: Móveis Verona, de Chapecó

Projeção: A empresa que focava no mercado interno, tendo vários móveis utilizados em novelas, agora vai começar a exportar. A expectativa inicial é de três contêineres por mês.



Comente aqui
30 ago10:13

Praticidade é a marca do Salão de Design da Mercomóveis 2012

Praticidade é o atributo que distingue o Salão de Design da Mercomóveis 2012, exposição da indústria moveleira que encerra nesta sexta-feira, 31 às 20 horas, no parque de exposições Tancredo Neves em Chapecó.

Inspirado pelo tema “O novo consumidor quer conhecer suas ideias”, o 5º Salão do Design da Mercomóveis 2012 surpreendeu com o número de projetos inscritos para esta edição. A Comissão organizadora da feira recebeu a inscrição de 19 trabalhos: 11 de estudantes e 8 de profissionais das empresas expositoras.

O Salão do Design incentiva o lançamento de produtos inéditos do setor e é um dos grandes destaques da feira.

Uma peça que cumpre o papel de cama e de escrivaninha é um dos móveis mais inteligentes em exposição no salão. Foi criado por Gerson Bertoldi, da UB Móveis de Serra Alta (SC) e deve entrar no mercado nacional no próximo mês. A cama/escritório permite otimizar espaços em kitinetes e outros ambientes exíguos. Terá como público-alvo estudantes, casais jovens e profissionais liberais em início de carreira.

Fabricada em MDF com espessura de 18 milímetros, tem dimensões de 2,2 m de comprimento, 0,88 m de altura e 0,90 de largura no formato single. A empresa lançará ainda neste ano as versões “casal” e “beliche”. A patente do mecanismo que permite a articulação das peças e o embutimento da escrivaninha foi adquirida no Uruguai. Esse produto é um dos mais fortes concorrentes do Salão de Design.

Um simpático conjunto de banco Rhavi e cadeira tricotada foi criada pelo empresário e designer Osni Verona, da Verona Móveis, de Chapecó. Leves e delicadas, as peças utilizam madeira de eucalipto com acabamento em bronze e são apropriadas para ambientes alegres e descontraídos.

Outra peça caracterizada pela facilidade e otimização de espaço é a “cozinha prática” criada por Claudir Schmatz da SM Móveis e Abertura de Pinhalzinho. Com tampa em inox, contendo uma cuba e duas bocas de fogão a gás e base em MDF, traz uma inovação: uma mesa frontal embutida que, ao ser aberta/estendida, compõe um conjunto trifuncional – fogão/pia/mesa.

Na mesma linha da beleza, leveza e praticidade, a Sonetto Móveis de Chapecó criou uma coleção multicolorioda de cadeiras “Colorfun”. Elas têm as laterais em corte único de chapas de MDF, com assento e encosto em prolipropileno. Baratas e resistentes, serão fabricadas em grande escala (cerca de 5.000 peças por dia) para a exportação e para o mercado interno, antecipa o empresário Ilseo Rafaelli.


Integração

A Comissão organizadora do Salão do Design, representada pelos empresários Osni Verona, Juliano Miotto e Vivian Delatorre, realça que os projetos oferecem inovação, tecnologia e criatividade no design de móveis. Nesta edição, os melhores trabalhos serão premiados em duas categorias: modalidade Estudante e modalidade Profissional de Empresa Expositora. Os vencedores serão escolhidos pelos visitantes da feira por votação através de painel eletrônico no próprio evento. Os prêmios serão um Tablet para os 1ºs colocados de cada categoria, além de espaço no editorial de uma revista de cobertura nacional.

O presidente da Mercomóveis 2012, Nivaldo Lazaron Junior, complementa que hoje a realidade exige grandes ideias para ocupar pequenos espaços.

- Os consumidores buscam conforto, qualidade, e especialmente, a otimização dos espaços. Os profissionais devem estar em sintonia com este novo momento – avalia Nivaldo.


Palestra

Às 19 horas desta quinta-feira, 30, o designer de móveis Luiz Vidal Negreiros Gomes palestrará sobre o tema Ïndústria moveleira catarinense: de tendências modernas para premências contemporâneas”.


Mercomóveis 2012

A feira é uma promoção da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e do Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Simovale). Reunirá cerca de 150 expositores de grande, médio e pequeno porte do setor, com expectativas de receber mais de 20 mil visitantes e volume de negócios estimado em R$ 200 milhões.


Comente aqui
30 ago09:30

Pequenas empresas mostram sofisticação e tecnologia na Mercomóveis 2012

Requinte, sofisticação, qualidade, conforto e beleza são os principais atributos observados pelos visitantes que passam pelas 14 micro e pequenas empresas que apresentam seus produtos num espaço de 450 metros quadrados na Mercomóveis 2012 através de uma parceria com o Sebrae/SC. A 8a edição do evento prossegue até a sexta-feira, dia 31, no Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves, em Chapecó.

Ao chegar no estande da Ferrotelli Design de Coronel Freitas, o visitante tem a impressão de estar numa confortável sala decorada com diferentes tipos de poltronas, além dos demais itens de decoração que compõem o ambiente, tornando-o agradável, confortável e aconchegante. Com foco em poltronas giratórias, o empreendimento fornece seus produtos para lojistas do oeste, litoral catarinense, Paraná e Rio Grande do Sul. Os valores variam de R$ 565 a R$ 2.200.

As peças são criadas pela proprietária Liliane Martelli que desenha os produtos e conta com o auxílio da arquiteta Camila Picolotto para a confecção. Fundada há um ano, os principais modelos oferecidos são a poltrona “terni”, a poltrona “rosa”, a “belluno”, a “ravenna”, a “messina” e a “grande rosa” – um dos destaques do evento. “O formato de uma enorme rosa vermelha dá visibilidade e tem atraído o olhar de diversos visitantes”, salienta Liliane.

A “firenze” possui um diferencial que lembra um espartilho nas costas – o que a torna feminina. “A“ravenna” também chama a atenção pelas linhas retas, tendência que está em alta, e pelo formato anatômico que contribui para um conforto ainda maior”, destaca Camila.

A empresa participa do Projeto de Fortalecimento de Polos Industriais, desenvolvido por meio do programa Nova Economia@SC, iniciativa do Governo do Estado e Sebrae/SC.

O proprietário da ML Móveis Odirlei Longo, empresa com foco em móveis sob medida e que atua há três anos com vendas diretas ao consumidor, disse está feliz em expor na Mercomóveis 2012.

- Seria inviável participar da feira se não fizéssemos parte do projeto de Desenvolvimento de Polos Industriais. Essa oportunidade é fundamental para ampliação de nossa rede de contatos e, consequentemente, a concretização de novas vendas – disse Longo.

Os empresários Mario e Arlete Kurowsky, apresentam na feira as camas e cômodas de madeira maciça fabricadas pela Saraiva Móveis & Esquadrias de São Bento do Sul. O empreendimento oferece aos lojistas 12 modelos que incluem cama de casal com seis gavetas, beliche, cômoda sapateira, cômoda com 12 gavetas, bicama com três gavetas, criado mudo com 3 gavetas, entre outros. Atualmente, a empresa comercializa cerca de 350 peças mensais destinadas a lojas de São Paulo e Rio de Janeiro.

- Os empreendimentos fazem parte do Projeto de Fortalecimento de Polos Industriais e têm a oportunidade de expor gratuitamente – realça o coordenador do Núcleo da Indústria do Sebrae/SC, Roberto Tavares de Albuquerque.


Projeto Nova Economia@SC

O Projeto de Fortalecimento dos Polos Industriais faz parte do programa Nova Economia@SC – iniciativa do Governo do Estado e Sebrae, formado por cinco projetos: juro zero (com empréstimos sem juros e acompanhamento especializado para microempreendedores individuais), polos industriais (para o fortalecimento das micro e pequenas empresas em polos setoriais), polos de economia verde (para o uso de resíduos industriais na criação de novas empresas), desenvolvimento territorial (para estímulo ao surgimento de empreendimentos sustentáveis em áreas de menor desenvolvimento humano) e ilumina (para levar internet banda larga a comunidades com menor desenvolvimento humano). De acordo com o coordenador regional do oeste, Enio Alberto Parmeggiani, os investimentos chegam a R$ 70 milhões – R$ 50 milhões do Estado e R$ 20 milhões do Sebrae/SC.

O presidente da Mercomóveis 2012 Nivaldo Lazaron Junior e o presidente das entidades promotoras da feira – Associação e do Sindicato da Indústria Madeireira e Moveleira do Vale do Uruguai (Amoesc/Simovale) – Osni Verona, destacam a importância da parceria para oportunizar às micro e pequenas empresas da região a participação em um dos maiores eventos do setor no País.


Comente aqui
29 ago11:15

Mercomóveis surpreende público com diversidade, inovação e tecnologia

Matéria-prima, móveis rústicos ou produtos inovadores. Cada uma das 150 empresas expositoras preparou novidades para surpreender os visitantes da Mercomóveis 2012, especialmente o novo consumidor que busca conforto e requinte, sem abrir mão da qualidade e bom atendimento. A maior feira do Estado e uma das maiores do País consolidou-se pela inovação dos produtos em exposição, diversidade e tecnologia, aliadas ao comprometimento dos empresários do polo oestino de Santa Catarina e da região sul do Brasil em atender aos desejos de consumidores exigentes e de bom gosto. A visitação gratuita pode ser feita até a sexta-feira, dia 31 de agosto.

Uma das parceiras da Mercomóveis, a Guararapes iniciou as atividades em 1984 e atualmente é uma das maiores exportadoras de painéis compensados de pinus da América Latina. A empresa possui três unidades fabris localizadas nas cidades de Palmas (PR), Santa Cecília e Caçador (SC), 1.900 colaboradores e exporta para mais de 30 países. O comprometimento maior da empresa é com a preservação do meio ambiente. Os painéis produzidos possuem o certificado FSC, que atesta a origem da madeira utilizada de reflorestamentos, com manejo ambiental correto.

Na Mercomóveis, o público-alvo são os marceneiros e arquitetos, que utilizam o produto da Guararapes para a confecção de móveis de alto padrão de qualidade. Nesta edição da feira as novidades foram as novas linhas Metalic, Naturale e Confort, para os estilos clássicos, contemporâneos, sofisticados e elegantes.

Outra expositora, a Senhora Madeira apresenta os “Móveis que contam histórias”. A exposição de objetos artisticamente modelados, originados de madeira de demolição, permite que a textura e as marcas sejam únicas.

- Através das criações, o velho se transforma em novo e as marcam deixadas pelo tempo se tornam o diferencial – conta a artista e proprietária Magda Lazaron.

Magda diz que para desenvolver os móveis, são utilizados material de demolição de antigos casarões, galpões e igrejas, velhas construções do oeste catarinense e sudoeste do Paraná. As madeiras de lei são resgatadas, como a peroba rosa, marfim, cedro, guajuvira, cabriúva e canela, selecionadas, higienizadas e tratadas. Como resultado, os móveis oferecem qualidade, durabilidade e estética.

Comprovando a diversidade da feira, a Clarice Eletrodomésticos atua na linha branca de eletros e é responsável por uma produção de mais de 10 mil fogões por mês. Comandada pela família, a empresa atua em todos os Estados brasileiros e busca ampliar os mercados, priorizando o compromisso com a sustentabilidade e inovação.

O sócio-proprietário Sérgio Matte assinala que a cada dia “os produtos se modernizam e ajustam-se, conforme as tendências atuais de design e funcionalidade”. O foco da empresa é voltado ao consumidor brasileiro, responsável por 80% das vendas.

Por todos esses motivos, o empresário foi um dos primeiros expositores a confirmar presença para a Mercomóveis 2014, que já começa a ser pensada pela Comissão Organizadora.


Mercomóveis 2012

Acontece no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), até sexta-feira (31), das 13 às 20 horas. Devem passar pelo Parque de Exposições mais de 20 mil visitantes/compradores, com negócios estimados em 200 milhões de reais pelos 150 expositores.


Comente aqui
27 ago16:41

Mercomóveis 2012: Inovação, design e tecnologia

Depois de muitos meses de trabalho, enfim, chegou a hora de receber visitantes/compradores de todo o Brasil e de mais de 20 países para um dos maiores eventos nacionais do setor moveleiro, a Mercomóveis 2012. A feira abriu nesta segunda-feira, dia 27, no Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves.

“De olho no novo consumidor”, todas as estimativas apontam para que esta 8º edição supere o número de visitantes e o volume de negócios e seja a melhor Mercomóveis de todos os tempos.

Promovida pela Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste (Simovale), a feira acontece até sexta-feira (31), das 13 às 20 horas. Devem passar pelo Parque mais de 20 mil visitantes/compradores, com um volume de negócios estimado em R$ 200 milhões. Neste ano, 150 expositores apresentarão as novidades que estarão nas principais lojas do Brasil, à disposição dos consumidores.

Nesta entrevista, o presidente da Mercomóveis 2012 Nivaldo Lazaron Junior expõe as expectativas para o setor com a realização da maior feira do Estado de Santa Catarina.


Seguindo a tendência da feira já consolidada, que apresenta o que há de mais moderno no setor, tudo pronto para esta 8º edição da Mercomóveis?

Nivaldo Lazaron Junior – Os últimos meses para a Comissão organizadora e também para os expositores foram de muito trabalho, mas agora está tudo pronto. As indústrias prepararam grandes novidades para os lojistas de todo o país e os importadores dos mais de 20 países que confirmaram presença na feira. Será mais um momento histórico para o setor, que cresce a cada edição da Mercomóveis, mostrando a força do polo do oeste catarinense, que hoje tem algumas empresas entre as maiores e outras entre as melhores do segmento do Brasil.


O foco neste ano é novo consumidor. Quem é este novo consumidor e o que ele procura?

Lazaron Junior – A nova classe média brasileira atualmente representa a maioria da população. Esses novos consumidores têm renda e maior poder compra. O tema foi escolhido justamente devido a este momento em que vive o Brasil. Crescimento das classes A, B e C de consumidores com desejos e exigências de produtos que sejam soluções em espaço, praticidade, design e conforto. As empresas estão preparadas para atender esta demanda e, por isso, nesta 8ª edição da feira faremos grandes negócios.


Qual é o perfil do expositor da Mercomóveis?

Lazaron Junior – A Mercomóveis é um evento voltado a lojistas e profissionais do ramo de todo o Brasil e do exterior. Tem um perfil interessante, pois conseguimos agregar em um mesmo evento expositores da linha de alta decoração, que inclusive participam em eventos de decoração em grandes centros, como também fábricas com reconhecimento nacional em produzir qualidade aliada à alta produtividade. A feira é muito dinâmica, com expositores dos segmentos de móveis de chapa, madeira maciça, estofados, colchões e outros, sempre com diferenciais para oferecer soluções variadas aos lojistas.


De que forma a feira contribui para fortalecer o setor no Sul do Brasil?

Lazaron Júnior – Podemos dizer que, antes da primeira Mercomóveis, nosso polo moveleiro tinha pouco reconhecimento nacional. Com a realização de cada edição da feira, o mercado atingido pelas empresas da região se tornou mais abrangente, garantindo maior visibilidade às indústrias do setor do oeste catarinense. Fabricantes, antes com pouca expressão, se tornaram nacionalmente conhecidos e atingiram crescimentos espetaculares. Em sequência deste fenômeno, seguiu-se outro, que foi a implantação de novas empresas do ramo por toda a região. Hoje, somos um dos maiores e mais modernos polos moveleiros do Brasil, com tecnologia de ponta nas linhas de produção, design de última geração nos produtos e atendimento diferenciado.


Quais os avanços constatados desde a primeira Mercomóveis, refletidos na edição de 2012?

Lazaron Júnior – Cada edição de um evento de sucesso tem o compromisso de evoluir ainda mais. Dos cerca de 30 expositores da primeira Mercomóveis, chegamos a mais de 150 na sétima edição em 2010. Nesse ano, o número de empresas expositoras não cresceu, mas os espaços destinados para exposição ficou maior para conseguirmos atender a demanda. Temos o compromisso, com toda nossa equipe diretora, funcionários, patrocinadores e empresas parceiras, de fazer a NOVA melhor Mercomóveis de todos os tempos até que venha a Mercomóveis 2014. Além do crescimento dos números, a Mercomóveis vem evoluindo para se tornar um evento ecossustentável, com uma equipe de trabalho dedicada ao nosso expositor e visitante, apta e disposta a proporcionar o melhor andamento do evento.


A Mercomóveis 2012 acontece exatamente no momento em que o Governo reduz o IPI para a linha de móveis. Essa iniciativa influenciará nos negócios?

Lazaron Junior – Sem dúvida. Vivemos a redução do IPI desde abril e vai até 30 de setembro deste ano. É um incentivo temporário, mas vem muito bem a calhar devido ao momento instável que a economia mundial estava atravessando. No entanto, o principal ponto positivo é que percebemos que o governo está enxergando nosso setor. Pela primeira vez depois de muito tempo, conseguimos ter benefícios fiscais que antes só se viam em setores de maior visibilidade, como automotivo por exemplo. Mas, na ponta do lápis, o que vai a aparecer mesmo é a questão financeira, pois o consumidor vai fazer as contas e perceber que, neste momento, é mais barato comprar um móvel. Depois que a redução do IPI passar, o preço ficará inevitavelmente mais alto.


O que está previsto de eventos paralelos à feira.

Lazaron Junior – Teremos o 5° Salão de Design e a 2ª Mostra de Máquinas Moveleiras. O Salão incentivará o lançamento de produtos inéditos e a Mostra fomentará parcerias entre indústrias de máquinas e acessórios para o setor. Com o tema “O novo consumidor quer conhecer suas ideias”, o 5º Salão do Design surpreendeu com o número de projetos inscritos para esta edição: 11 de estudantes e 8 de profissionais das empresas expositoras. A palestra “Indústria moveleira catarinense: de tendências modernas para premências contemporâneas” será um complemento a mais, pois trará um dos maiores especialistas em design do Brasil, Luiz Vidal Negreiros Gomes, na quinta-feira (30), às 19 horas.


A Rodada de Negócios Internacional é outro destaque da feira. Qual é a importância desta iniciativa?

Lazaron Junior – A vinda dos clientes do exterior divulga a qualidade, a tecnologia empregada e o design produzido na região. Neste ano, importadores de 24 países confirmaram presença na feira, que também receberá missões comerciais do Brasil para incrementar as exportações e as vendas internas.

Na edição 2010 estiveram presentes representantes de mais de 12 países, gerando um volume de negócios de aproximadamente U$ 10 milhões, além das rodadas nacional realizadas com pequenos grupos varejistas regionais. É uma maneira de apresentar nossos produtos aos principais mercados consumidores mundiais.


Chapecó também está preparada para receber a feira?

Lazaron Junior – Chapecó tornou-se a capital dos grandes eventos não por acaso. A infraestrutura encontrada hoje nesta que é uma das cidades de maior destaque e crescimento no Brasil – aeroporto, rede hoteleira, ligações rodoviárias, gastronomia diversificada e outros atrativos – contribue significativamente para que nossa feira seja um sucesso. Esses fatores são levados em conta quando fazemos um evento da grandiosidade da Mercomóveis, pois precisamos de uma excelente estrutura para receber nossos clientes de todo o Brasil e do exterior.






Comente aqui
27 ago11:09

Chapecó torna-se capital da indústria de móveis

Lojistas de todo o Brasil e compradores de mais de 20 países reúnem-se em Chapecó nesta semana para a maior feira do setor moveleiro de Santa Catarina e uma das maiores do país, a Mercomóveis 2012.

A exposição-feira abrirá oficialmente nesta segunda-feira (27), às 14 horas, e encerra sexta-feira (31), às 20 horas. Inspirada pelo tema “De olho no novo consumidor”, a 8a edição surpreenderá pelas inovações, volume de negócios, número de expositores e de visitantes, avalia o presidente da Comissão Central Organizadora, Nivaldo Lazaron Junior.

A feira acontece no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), é uma promoção da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e do Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Simovale).

As expectativas apontam para mais de 20 mil visitantes. O volume de negócios está estimado em R$ 200 milhões. Serão mais de 14 mil metros quadrados de área, com cerca de 9 mil metros para exposição, disponibilizados nos pavilhões do parque.

Cerca de 150 expositores de grande, médio e pequeno porte exibem novos conceitos em móveis, arquitetura, design e decoração para os mais variados estilos.

O evento conta com a participação de expositores da linha de alta decoração e indústrias reconhecidas nacionalmente por produzir qualidade aliada à alta produtividade. Algumas estão entre as maiores empresas em seus segmentos. A Mercomóveis é voltada a lojistas e profissionais do ramo de todo o Brasil e do exterior. Nela, as fábricas mostram as inovações, evoluções e design.

- As novidades de sucesso logo estarão nas principais lojas do Brasil, na imprensa especializada e à disposição de arquitetos e decoradores, para inclusão nos projetos de seus clientes e, em um curto espaço de tempo, à disposição dos consumidores – diz o presidente da feira.

De olho no futuro, o cuidado com o meio ambiente é outro diferencial e uma das inovações está voltada à sustentabilidade com o lançamento da ação “Ecoeficiência industrial”. A iniciativa consiste em disponibilizar espaço e motivar as empresas expositoras a apresentarem os cases voltados à preservação do meio ambiente. Mais de 200 mudas de árvores nativas e frutíferas já foram plantadas. O Plano de gerenciamento de resíduos e neutralização de CO², também prevê o destino correto dos materiais e a reciclagem durante a 8ª edição da feira.


Eventos paralelos

A 2a Mostra de Máquinas Moveleiras fomentará parcerias entre indústrias de máquinas e acessórios com os moveleiros. Na 1ª edição, em 2010, gerou em torno de R$ 8 milhões em negócios. O 5° Salão Design incentivará o lançamento de produtos inéditos. Nesta edição, a novidade será a premiação em duas categorias para os melhores trabalhos apresentados no Salão: modalidade Estudante e modalidade Profissional de Empresa Expositora. Os melhores projetos serão escolhidos pelos visitantes da feira por votação através de painel eletrônico no próprio evento.

A Comissão organiza rodadas de negócio nacional e internacional, vislumbrando oportunidades de novos mercados compradores. Em 2010, a Mercomóveis recebeu representantes de mais de 12 países e gerou cerca de R$ 10 milhões de negócios. Neste ano, 20 países já confirmaram presença.


Comente aqui
26 ago15:47

Empresas expõem na Mercomóveis com apoio do Sebrae/SC e Governo do Estado

O Sebrae/SC e o Governo do Estado irão possibilitar a participação de catorze empresas catarinenses na Mercomóveis 2012, a maior feira do setor moveleiro em Santa Catarina, e uma das maiores do país, realizada de 27 a 31 de agosto, em Chapecó. São pequenos empreendimentos que participam do Projeto de Fortalecimento de Polos Industriais e que terão a oportunidade de expor gratuitamente itens como puffs, camas, portas, aparadores, jogos de sala e materiais de escritório.

Essa é uma das ações previstas no projeto Fortalecimento de Polos Industriais, que atua também no setor moveleiro para ampliar a visão estratégica e melhorar aspectos gerenciais dos negócios do ramo. No projeto, empresas estão sendo selecionadas para receber, de forma gratuita, consultoria e capacitação em gestão,e orientações para melhoria de produto e processos. Elas também terão a oportunidade de participar de um diagnóstico empresarial que auxiliará a identificação de oportunidades e ameaças no mercado, e terão incentivo para visitar e expor em importantes feiras setoriais.

O projeto Fortalecimento de Polos Industriais é um dos cinco projetos que integram o Programa Nova Economia, uma parceria entre a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável e o Sebrae/SC, que se propõe a aumentar a inovação e dar competitividade à economia e aos setores industriais catarinenses. Somente para o setor moveleiro, o Programa Nova Economia prevê que sejam desenvolvidos seis projetos, atingindo 260 empresas das regiões Meio Oeste, Planalto Serrano, Extremo Oeste, Sul, Norte e Oeste.


Sobre a Mercomóveis

Em sua oitava edição, a Mercomóveis 2012 terá como tema “De olho no novo consumidor”. A feira, que acontece de 27 a 31 deste mês no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), é uma promoção da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e do Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Simovale).

Cerca de 150 expositores de grande, médio e pequeno porte do setor mostrarão novos conceitos em móveis, arquitetura, design e decoração para os mais variados estilos. As expectativas apontam para mais de 20 mil visitantes, e o volume de negócios está estimado em R$ 200 milhões.


Comente aqui
22 ago15:18

Mais de mil pessoas participaram da 1ª Feira das Profissões em Anchieta

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, por meio da Gerência de Educação (Gered) promoveu, nos dias 16 e 17 de agosto, a 1ª Edição da Feira das Profissões. A exposição ocorreu paralela à Feira Regional de Ciências e Tecnologia, no ginásio de esportes da Escola de Educação Básica Professor Osni Paulino da Silva (POPS), no município de Anchieta.

Conforme a gerente de Educação, professora Nilza Suffredini, mais de 1 mi pessoas acompanharam as exposições e explanações dos alunos nos dois dias de Feira. Participaram alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

- As profissões que cada escola explanou foram elencadas pela gerência de Educação da SDR. Foi realizado sorteio para saber qual escola falaria de determinada profissão. No total, foram apresentadas 24 profissões com 66 participantes/expositores e a nossa avaliação é extremamente positiva – disse Nilza.

Nilza Suffredini ressalta ainda que o objetivo da Feira das Profissões era despertar nos jovens o conhecimento e a importância de uma formação superior. Também foram realizadas orientações vocacionais com os visitantes interessados. Os alunos abordaram aspectos sobre as profissões de nutrição, turismo rural, arquitetura, medicina veterinária, terapia ocupacional, sistemas de informação, psicologia, engenharia florestal, fisioterapia, jornalismo, direito, relações públicas, agronomia, fotografia, engenharia sanitária, ciências econômicas e contábeis, técnico em eletrônica, astronomia, engenharia química, serviço social, geólogo, técnico em informática, educador e odontologia.


Comente aqui