Female

16 jan09:35

Valéria retorna para Female Chapecó

Foram mais de 180 dias sem participar de uma sessão normal de treinamento ou jogo oficial. O drama da fixa Valéria, da Female Chapecó, aconteceu devido a uma grave lesão no joelho esquerdo, no primeiro jogo da final da Liga Nacional de Futsal Feminino (25/06/11) e, após passar por uma cirurgia de LCA (Ligamento Cruzado Anterior) e por intenso tratamento de recuperação, a atleta está pronta para voltar a fazer o que mais gosta: jogar futsal.

Espelho para aquelas que sonham em se tornar uma jogadora disciplinada e vencedora, Valéria ressalta o apoio da família e a alegria de voltar as quadras. – Estou voltando em um momento excelente da equipe, de plena evolução. Tive força na família, nos amigos e também nas companheiras de equipe durante a recuperação. Agora, chegou a hora de colocar tudo em prática novamente – disse.

A capitã faz questão de valorizar o trabalho de três profissionais que atuaram diretamente na reabilitação: – Agradeço de coração ao Dr. Mendonça (médico ortopedista), a Sinara (fisioterapeuta) e a Paca (preparadora física) que não mediram esforços e me deram muita atenção nesse momento complicado – lembra.

A volta da fixa é uma força extra para a equipe no inicio da temporada 2012. Segundo o técnico Eder Popiolski trata-se de uma jogadora que transmite segurança ao grupo. – Valéria é uma atleta do mais alto nível e sempre desempenhou funções importantes. É uma líder dentro e fora de quadra, além de dar sustentação ao sistema de jogo – confessou o treinador

As atletas do futsal feminino de Chapecó retornam aos trabalhos no início de fevereiro, com as atividades de pretemporada. O calendário de competição prevê a participação nos principais campeonatos nacionais e estaduais.


Comente aqui
09 jan09:56

Vanessa, a melhor do mundo

O site futsalplanet, promotor do prêmio que destaca os melhores atletas, treinadores, árbitros e equipes de uma temporada, divulgou no sábado, dia 07, o resultado da categoria de Melhor Jogadora de 2011 (Best Woman Player of the World) e o título foi para Vanessa Cristina Pereira, ala da Female Chapecó. A atleta já havia vencido o mérito na edição passada, se tornando a primeira a acumular duas conquistas neste prêmio.

Vanessa disputava com Jéssika, colega de equipe, Luciléia (Kindermann), Ana Azevedo (Vermoim-Portugal) e Sarita (Ponte Ourense-Espanha). É política do prêmio não divulgar a classificação final das outras indicadas.

A temporada 2011 de Vanessa iniciou na Espanha, disputando a Liga Espanhola pelo Burela. Lá, a atleta ajudou a equipe a subir na tabela de classificação, alcançando a quarta colocação. Em junho, retornou a Female e retomou o caminho das conquistas. Pelo clube venceu Taça das Nações, Torneio de Espinho, Taça Brasil, Campeonato Catarinense e Jogos Abertos de Santa Catarina. Pela Seleção Brasileira faturou o Campeonato Sulamericano e o Torneio Mundial.

Neste domingo, Vanessa, em férias, publicou através de sua rede social um agradecimento. – Saindo um pouco das piscinas e do descanso para procurar uma net e vir agradecer mais uma vez a Deus, minha família, meu amigos, a minha equipe de Chapecó e todas as outras que passei, aos treinadores que fizeram parte da minha carreira. Em especial ao Eder e a todas as minhas companheiras de equipe – disse.

Nos próximos dias a futsalplanet.com vai divulgar os vencedores de outras categorias. A Female Chapecó segue concorrendo ao prêmio de Melhor Treinador do Ano, com Eder Popiolski, e a de Melhor Equipe. Publicação dessas categorias acontece dias 12 e 14 de janeiro, respectivamente.


Comente aqui
04 jan11:44

Chapecoenses concorrem ao prêmio mais tradicional do futsal mundial

O site futsalplanet, especializado em publicações sobre o futsal no mundo e promotor do prêmio que destaca os melhores de uma temporada, divulgou a lista dos cinco finalistas por categoria do prêmio Umbro Futsal Awards 2011. O evento acontece desde 2000 quando, na época, se elegeu apenas o Melhor Jogador do Ano, ficando a honraria para o atleta Manoel Tobias.

Na 12ª edição, são nove categorias em disputa: Melhor Jogador, Melhor Clube, Melhor Técnico de Seleção Nacional, Melhor Técnico de Clube, Melhor Seleção Nacional, Melhor Jogador Jovem, Melhor Árbitro, Melhor Goleiro e Melhor Jogadora.

A Female de Chapecó está presente em três categorias. Jessika e Vanessa concorrem ao prêmio de Melhor Jogadora, Eder Popiolski disputa a de Melhor Técnico de Clube e a equipe chapecoense compete pelo Melhor Clube.


Melhor Jogadora

Vanessa, vencedora do prêmio relativo a 2010, tem como concorrentes sua companheira Jessika, Luciléia (Kindermann), Ana Azevedo (Vermoin-Portugal) e Sarita (Ponte Ourense-Espanha). O Umbro Futsal Awards 2011 de Melhor Jogadora será divulgado no próximo dia 07.


Melhor Técnico

O técnico Eder Popiolski é o único que treina equipe feminina entre os indicados a Melhor Técnico de Clube de 2011. A lista tem Adil Amarante (Nagoya-Japão), Marc Carmona (Barcelona-Espanha), Fulvio Colini (Montesilvano-Itália) e Fernando Ferretti (Santos-Brasil). A divulgação deste prêmio acontece no dia 12 de janeiro.


Melhor Clube

Sem a distinção de gênero, a equipe chapecoense é a única feminina e, também, a única brasileira entre os finalistas. Barcelona (Espanha), Montesilvano (Itália), Nagoya (Japão) e Sporting (Portugal) compõem o grupo de indicados. Dia 14 de janeiro será anunciado o Umbro Futsal Awards 2011 de Melhor Clube.

Para Orivaldo Chiamolera, presidente da Female Futsal, as indicações demonstram o reconhecimento mundial ao trabalho realizado em Chapecó. – Isso não acontece por acaso. Nenhum clube do mundo venceu tanto quanto a Female nos últimos anos. Estamos felizes e orgulhosos por estarmos entre os finalistas destas três categorias – disse.


Comente aqui
29 dez17:11

Mais uma temporada espetacular da Female Chapecó

A Female, equipe feminina de futsal, tem motivos de sobra para comemorar mais uma temporada vencedora. Conquistas estaduais, nacionais e internacionais manteve a hegemonia chapecoense na modalidade, iniciada a partir de 2008, e confirmou o trabalho realizado como referência no futsal feminino.

A campanha vitoriosa em 2011 iniciou com a conquista do tricampeonato dos Jogos Abertos Brasileiros (JABs) em Poços de Caldas/MG no mês de maio. O jogo decisivo foi contra Goiânia e o placar foi de 6 a 2.


Momentos marcantes de 2011.


Em seguida veio o tetra da Liga Nacional, vencendo a Kindermann nos confrontos decisivos, ambos por 2 a 1, realizado nos dias 25, em Chapecó; e 30 de junho, em Caçador. Uma conquista significativa, já que o técnico Eder Popiolski não contava com atletas importantes lesionadas e o título revelou a força do grupo.

A equipe não teve tempo para comemorar e viajou para Portugal onde defendeu o título da Taça das Nações. A final foi contra o Atlético de Madri e a terceira conquista consecutiva na principal competição interclubes da modalidade no mundo veio com a vitória da Female por 3 a 0.

Ainda em Portugal, o time chapecoense venceu o Torneio Internacional Cidade de Espinho, derrotando as holandesas do Roerdalen por 8 a 2 e, venceu o evento “Jogo da Consagração”, vencendo a equipe de Vermoim, campeã português, por 5 a 2.

No final do mês de julho, mais precisamente no dia 30, a equipe perdeu uma final depois de 17 conquistas consecutivas. O revés da temporada, ocorreu nos Jogos Universitários Catarinenses (JUCs), diante de Criciúma e pelo placar de 3 a 1.

A derrota não abalou as comandadas do técnico Eder Popiolski e o retorno ao caminho das vitórias ocorreu na competição seguinte: a Taça Brasil. O certame ocorreu em outubro, na cidade de Criciúma/SC, e, na final, a Female venceu as donas da casa por 4 a 2, atigindo o tricampeonato.

No mês seguinte, novembro, aconteceram os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), também em Criciúma. Numa disputa em pontos corridos a as atlestas, representando Chapecó, conquistou o quinto título no evento, com aproveitamento máximo, marcando 29 gols e sofrendo apenas 1.

E, em dezembro, aconteceu a fase final do Campeonato Catarinense. A as meninas de Chapecó chegaram ao título ao superar a Caçador nos dois jogos: 4 a 3 fora e 7 a 1 em casa.

O ano também foi mágico para a Seleção Brasileira. As ‘chapecoenses’ Giga Paraná, Vanessa, Jessika e Cely contribuíram com as campanhas vitoriosas do Campeonato Sulamericano e do Torneio Mundial.

As categorias de base também deram contribuições na galeria de troféus do clube. A sub-20 conquistou a Taça Brasil da categoria realizada em Guarapuava/PR no mês de setembro. Em novembro, a meninas sub-15 faturaram o Campeonato Catarinense. Bons resultados também ocorreram na OLESC e nos Joguinhos Abertos, ficando com o vicecampeonato nas duas competições.


Comente aqui
16 dez11:04

Female conquista o Catarinense com goleada

O ginásio Plinio de Nes/SER Aurora lotou mais uma vez para ver uma grande exibição da equipe Female Chapecó e, por consequência, obter mais um título de campeã estadual. O time chapecoense jogava até mesmo pelo empate, mas quis mais, muito mais! Acabou goleando as rivais caçadorenses por 7 a 1 para delírio do torcedor local.

Com a conquista Chapecó se tornou a equipe mais vencedora do estadual de todos os tempos. A série iniciou com o tricampeonato de 2001, 2002 e 2003. Caçador quebrou a seqüencia chapecoense e venceu, consecutivamente, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008. Agora as chapecoenses acumularam mais três títulos – 2009, 2010 e 2011 – e assumiram a hegemonia da modalidade também no Campeonato Catarinense.


O jogo

Teve um início equilibrado, com as equipes marcando forte. Contudo, aos 4min47seg, um erro de passe de Chapecó propiciou um contragolpe resultando no gol de Luciléia para o time de Caçador.

O time de Chapecó não se abateu e, pelo contrário, foi se soltando na partida. Vanessa, aos 8min14seg fez uma bela jogada pela ala esquerda e chutou forte para empatar. Aos 16min35seg Vanessa virou o jogo. Ela, de novo, aos 19min20seg, fez o terceiro concluindo uma bela jogada iniciada pela ala Tampa.

O placar do primeiro tempo fez Caçador sair para o jogo e aí a equipe de Chapecó aproveitou os espaços cedidos para ampliar o placar. O quarto gol foi aos 3min20 através da pivô Cely. Depois, aos 7min5seg, Amanda fez o quinto. Em tiro livre da linha dos dez metros, Tampa ampliou para 6 a 1 aos 12min30. E, para fechar a goleada, Vanessa, com categoria, fez um belo gol por cobertura.

A iluminada Vanessa, autora de quatro gols no jogo e tida como a melhor jogadora de futsal do planeta, preferiu dividir com as colegas o êxito que a equipe obteve na competição. – Feliz sou eu de estar com jogadoras que unidas formamos uma grande equipe. Nada é igual a Chapecó e a conquista é mais especial porque temos uma torcida maravilhosa – disse a goleadora da noite também fez referência ao torcedor.

Comente aqui
15 dez11:50

Hegemonia histórica do Catarinense em jogo

A Female saiu na frente na disputa do título do Campeonato Catarinense 2011, pois venceu por 4 a 3 o jogo de ida realizado em Caçador na terça-feira, dia 13. Assim, conseguiu a vantagem do empate para o jogo decisivo que acontece nesta quinta-feira, dia 15, no ginásio Plinio de Nes/SER Aurora, em Chapecó.

Além do título em disputa, as duas equipes dividiram as conquistas do Campeonato Catarinense nos últimos dez anos e buscam a condição de maior vencedor da história. A equipe de Chapecó laureou-se em 2001, 2002, 2003, 2009 e 2010. Já Caçador foi campeã em 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008. A equipe campeã, também, garantirá a vaga para a Taça Brasil da próxima temporada.

Na véspera desta decisão, as atletas da Female realizaram um trabalho regenerativo comandado pela fisioterapeuta Sinara Matana e, depois, com o técnico Eder Popiolski, discutiram o desempenho do jogo em Caçador. – Apesar da vitória, precisamos corrigir algumas situações que nos causaram problemas na partida – disse o treinador.

A diretoria da Female Futsal espera uma boa presença de público. O início da partida está programado para as 20h e não haverá cobrança de ingressos. – Neste ano conseguimos sete títulos até agora, todos fora de casa. Será uma oportunidade para o nosso torcedor comparecer e empurrar o time para, quem sabe, mais uma conquista – disse Orivaldo Chiamolera, presidente do clube.


Comente aqui
14 dez11:11

Female larga na frente na final do Catarinense

A primeira partida da final do Catarinense de Futsal Feminino foi realizada na noite da terça-feira, 13, no ginásio Paulo Schiffer, em Caçador. O time de Chapecó, mesmo atuando na casa do adversário, se impôs em quadra e venceu com o placar de 4 x 3.

A partida iniciou com a Female criando boas oportunidades. Aos 4 min, em uma bela troca de passes, Vanessa abriu o marcador para Chapecó. Lara, aos 12 min, empatou o jogo para as anfitriãs, Brenda marca logo em seguida deixando novamente as chapecoenses à frente no placar e, faltando poucos minutos para o fim do primeiro tempo, com um belo chute Gisele empata para Caçador, definindo assim o placar da primeira etapa 2×2.


Tampa (com a bola), marcou o gol da vitória para as chapecoenses.


A postura de Caçador mudou no segundo tempo. Com um jogo mais agressivo e aproveitando algumas falhas na marcação de Chapecó, Luana rouba a bola e chuta forte fazendo o terceiro gol de Caçador aos 4 min do segundo tempo. Mas Chapecó não se abala e arrisca com a goleira-linha Gigá Paraná que chuta de longe e empata a partida aos 7min .

Faltando menos de 2 min para o final da partida, em uma jogada ensaiada de falta, Tampa recebe a bola e chuta forte sem chances para a goleira Júlia, pondo assim, números finais a partida, Female 4 x 3 Caçador.

A vitória estabelece a vantagem de empate à equipe de Chapecó no jogo da volta, programado para quinta-feira, dia 15, às 20h no Ginásio Plínio Arlindo De Nes.


Comente aqui
12 dez12:28

Bicampeãs mundiais do futsal feminino

O bicampeonato mundial conquistado pela Seleção Brasileira de Futsal Feminino teve a ala Jéssika como a goleadora principal do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal. A jogadora marcou oito gols durante a campanha vitoriosa do Brasil, que terminou no sábado, 10, com o triunfo verde-amarelo por 4 a 3, sobre a Espanha na decisão, realizada em Fortaleza/CE.

Aos 21 anos, Jéssika levou para casa o troféu ‘Bola de Ouro’ concedido ao goleador do campeonato. – Ser a artilheira da competição dá uma motivação ainda maior para seguir treinando forte. Nada mais recompensador do que conquistar a artilharia somada ao título do campeonato – disse a atleta.

>> Brasil bate a Espanha e conquista o bi do Torneio Mundial



Cely, Giga Paraná, Vanessa e Jéssika participaram do Jornal do Almoço na RBSTV Chapecó.



Volta às quadras

Na terça-feira as atletas da Female Chapecó fazem em Caçador a primeira partida da final do Campeonato Estadual de Fustal, contra o time de casa.

Na quinta-feira, dia 15,  elas recebem Caçador na ADC, às 20h.

- Esperamos a torcida e o apoio dos chapecoenses – fez o convite a goleira da equipe, Giga Paraná.


Comente aqui
10 dez15:53

Brasil bate a Espanha e conquista o bi do Torneio Mundial

O Brasil é bicampeão do Torneio Mundial de Futsal Feminino. A conquista veio após uma decisão épica diante da Espanha, neste sábado, no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza/CE. Após o empate por 3 a 3 no tempo normal, as donas da casa conseguiram abrir a vantagem na prorrogação e ficaram com a taça com o triunfo por 4 a 3.

Assim como ocorreu na edição passada da competição, realizada na Espanha, o Brasil conseguiu superar todos os seus rivais e confirmou a hegemonia da modalidade também entre as mulheres. Além do título, o time do técnico Vander Iacovino teve também a goleadora do Torneio Mundial Feminino. Jéssika ficou com o troféu ‘Bola de Ouro’, com oito gols.

No jogo, as espanholas surpreenderam as brasileiras e conseguiram abrir o marcador logo a 1min13, com um gol de Isabel García. O primeiro tempo seguiu com um panorama único: o Brasil atacando e a Espanha se segurando, se aproveitando da manhã inspirada da goleira Sonia Bernal e dos erros nas finalizações das rivais.

A etapa complementar começou com o empate do Brasil. Logo aos 20min10, Jessika passou para Marcela que recebeu na área e dividiu com a arqueira espanhola. A bola morreu no fundo das redes e decretou a igualdade na capital cearense. As européias, no entanto, conseguiram retomar a vantagem aos 29min25, quando Sara Moreno fez jogada individual e finalizou no canto rasteiro de Jozi.

Após o gol, o Brasil foi para cima e logo conseguiu uma nova igualdade. Jéssika tabelou com Ju Delgado e chutou forte, fazendo 2 a 2, aos 32min48. Foi o oitavo gol da jogadora na competição, consolidando sua posição de artilheira do Torneio Mundial Feminino.

A Espanha conseguiu nova vantagem aos 38min01, quando Rosangela Sousa recebeu de costas para o gol e girou chutando no canto direito de Jozi. O gol obrigou o técnico do Brasil, Vander Iacovino, a adotar a ala Neguinha como goleira-linha. No último minuto, após intensa troca de passes, a bola sobrou para Vanessa que finalizou forte, fazendo 3 a 3, aos 39min22.

Tempo extra

Com o limite de cinco faltas atingido, as européias acabaram se complicando na prorrogação. Aos 42min16, o Brasil teve uma chance em um tiro livre da marca dos dez metros, mas a goleira Belén de Uña parou o chute de Vanessa. Porém, logo na sequência, as brasileiras roubaram uma bola no ataque e Marcela passou para Vanessa tocar entre as pernas da arqueira rival, aos 43min07.

Nos instantes finais do tempo extra, as ibéricas passaram a usar Natália Flores como goleira-linha, mas a tática não surtiu efeito e o Brasil pôde comemorar a conquista do bicampeonato mundial diante de seu torcedor. “Sabíamos que seria difícil, mas não imaginamos que seria tanto. Este título representa todo o grupo, por isso não me sinto a única responsável. Nosso elenco é muito unido e mostrou isso nesta decisão”, comentou a ala Vanessa, que marcou dois dos gols na decisão.

O treinador do Brasil, Vander Iacovino, falou sobre a conquista de mais uma taça a frente do time. – As jogadoras vieram de um período intenso de jogos, e foram 15 dias de muito trabalho. Elas merecem este título. Já conquistei muitos troféus, mas ganhar qualquer título comandando a Seleção Brasileira Feminina é especial, pois as dificuldades são enormes e o valor a ser dado é muito maior -  destacou.


Fonte: CBFS

Comente aqui
10 dez14:37

Brasil é bi-campeão mundial no futsal feminino

O Brasil é bi-campeão do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal. O time passou pela Rússia na semifinal da competição, com um placar de 5 a 1. E agora pouco venceu a Espanha por 4 a 3 na final , no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza/CE.

Vanessa da Female de Chapecó fez o gol do título.

- Eu sabia que ia ser díficil. Mas o grupo trabalhou bem – disse Vanessa.

A atleta ofereceu o gol para a família e para a equipe de Chapecó. Além de Vanessa, Giga Paraná, Cely e Jessika foram convocadas para a seleção brasileira.

- Com certeza elas estão colhendo os frutos merecidos – disse o técnico Vander Iacovino. Ele parabenizou ainda as equipes onde as atletas jogam e treinam durante o ano.



Comente aqui