Fesporte

27 nov12:37

Moleque Bom de Bola chega ao fim com campeões inéditos

Pela primeira vez na história das 20 edições do Campeonato Escolar de Futebol – Moleque Bom de Bola, o Colégio Cenecista Marcos Olsen, de Caçador e o Colégio Recriarte, de Camboriú, conquistaram na manhã deste domingo, 27, em São Lourenço do Oeste, cidade do noroeste catarinense, os troféus de campeão 2011.

Com dois gols da atacante Júlia, a segunda maior goleadora do campeonato com 11gols, e duas defesas importantes da goleira Amanda, a equipe caçadorense repetiu o placar da fase de grupos e venceu o Balduíno Rambo, de Tunápolis por 2×1. Descontou para o time do extremo oeste a meia Vanessa. A artilheira e destaque da competição feminina foi Talia, com 13 gols, aluna da escola Lourdes Lago, de Chapecó, que terminou na terceira colocação do Moleque.

Também no masculino, o campeão foi inédito. O colégio Recriarte, de Camboriú, e a escola São Ludgero, de São Ludgero, chegaram invictos à final e com campanha idêntica na fase de grupos, com duas vitórias e dois empates cada e diferença de três gols na semifinal. No jogo “tira teima” com dois gols do centroavante Guilherme, o time de Camboriú se deu melhor e venceu por 2x1ficando com o troféu de campeão . Descontou para São Ludgero o meia Lucas.

A competição que é uma realização da Fesporte, com apoio do Governo do Estado, Secretarias de Desenvolvimento Regional e Prefeitura Municipal de São Lourenço do Oeste tem o patrocínio da empresa Parati, e ocorreu em São Lourenço do Oeste de 22 a 27 de novembro e contou com a participação de 20 equipes de 17 municípios do estado. No ano de 2011, incluindo as etapas municipal, microrregional, regional e estadual, participaram do Moleque Bom de Bola, 77.560 atletas, alunos de 1094 escolas, pertencentes a 264 municípios, que envolveram 36 SDRs.


Arbitragem feminina

Na final da “moleca” entre Marcos Olsen e Balduíno Rambo, o trio de arbitragem foi inteiro feminino, e se tornou uma atração a parte na competição. Com muita serenidade e firmeza, Neuza Inês Back, professora de educação física da escola Rodolfo Foss, de Saudades, município do oeste catarinense, e integrante do quadro nacional da Confederação Brasileira de Futebol – CBF desde 2009, conduziu com maestria a partida final. Neuza nunca foi atleta de futebol, mas quando concluiu seus estudos na faculdade de Palmas PR, incentivada por seu irmão, André, que é árbitro da Federação Catarinense de Futebol, começou a atuar em competições regionais, e hoje apita por todo o Brasil. Já a professora de educação física, Deise Bellaver, de Faxinal dos Guedes que atuou como auxiliar é ex atleta e já participou do Moleque como atleta. A outra auxiliar foi a enfermeira Marilei Bassi, ex-jogadora de futsal de Concórdia, Lindóia do Sul e Peritiba, e que atua em Concórdia.

O Moleque Bom de Bola é uma realização da Fesporte, com promoção do Governo do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte e Parati Alimentos e apoio da prefeitura de São Lourenço do Oeste, secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) e RBS TV.

Fonte: Alvaro Roberge/ Fesporte


Comente aqui
26 out09:06

Aberta 11ª Olesc em Chapecó

A cerimônia de abertura da 11ª Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), no ginásio do Sesc, em Chapecó, na noite da terça-feira, 25, teve como tema “O futuro atleta começa aqui”. E as crianças foram as estrelas da festa, do início ao fim. Moderna e ágil, a cerimônia, que durou pouco mais de uma hora, teve como destaque muita tecnologia e show de luzes e efeitos especiais, além de um espetáculo de fogos, fora do ginásio, no final da programação.

Após a convocação das delegações, que estavam posicionadas nas arquibancadas, representadas por atletas uniformizados, conforme determina o regulamento, foi apresentando um vídeo para mostrar os locais de competição onde serão disputadas as 14 modalidades, a partir desta quarta-feira, 26, até primeiro de novembro. É a primeira vez que Chapecó é a sede da etapa estadual da Olesc, maior evento esportivo de Santa Catarina destinado aos jovens até 16 anos



Gabriela Lima Guimarães, da equipe de natação de Chapecó, carregou o fogo simbólico.



Gabriela Lima Guimarães, 14 anos, da equipe de natação de Chapecó, carregou o fogo simbólico e acendeu a chama virtual, que ficou ardendo em dois telões. Gabriela é campeã catarinense, vice-campeã sul-brasileira e medalhista nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs). E o juramento foi conduzido por Yana Agnoletto, 16 anos, da equipe de atletismo de Chapecó.

Duas atrações artísticas, apresentadas por grupos de crianças, deram um toque especial à cerimônia de abertura. O grupo de dança da Escola de Artes, de Chapecó, da coreógrafa Camile Carvalho, apresentou a coreografia chamada Traços do Grito; e a equipe da Fundação Cultural de Chapecó fez um show denominado Danças dos Bairros, da coreógrafa Tavane Santa Catarina.



Grupo de dança da Escola de Artes de Chapecó.



O presidente da Fesporte, Adalir Pecos Borsatti, declarou aberta a 11ª Olesc, mas Pecos chamou ao palco o presidente da Comissão Central Organizadora (CCO) da Olesc, Ivan Carlos Agnoletto, para prestigiar o trabalho do município-sede. Após um show de luzes e papel picado, no interior do ginásio, todos foram convidados a se retirarem para acompanharem um show, do lado de fora do ginásio, que durou alguns minutos.

A 11ª Olesc conta com equipes de 81 municípios, em 14 modalidades, e envolve mais de 4 mil desportistas entre atletas, técnicos, dirigentes e integrantes de equipes de apoio. A Olesc envolve alunos de 13 a 16 anos, da rede pública de ensino e de escolas particulares de todo o Estado.

Joinville, em nove edições, ganhou seis; Jaraguá do Sul foi campeão duas vezes; e Blumenau, uma. A edição 2010, disputada em Tubarão, foi vencida por Joinville; seguido por Criciúma. Em 2009, por causa da gripe A, a Olesc não foi realizada.

Em cada naipe, e em cada modalidade, os três primeiros vão receber troféu e medalha de premiação. E os três melhores na classificação geral também serão premiados com troféu e medalha. Além disso, o primeiro, o segundo e o terceiro nas modalidades coletivas, nos dois naipes, estão automaticamente classificados para a versão 2012 da competição.

Entre as disputas que ocorrem em Chapecó, o caratê, nos dois naipes, não contará pontos para a classificação por ser uma modalidade provisória na competição. A Olesc é uma realização da Fesporte, com promoção do Governo do Estado e da Secretaria de Estado de Turismo Cultura e Esporte e apoio da prefeitura de Chapecó e das secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs).


Fonte: Fesporte


Comente aqui
27 set14:33

Chapecó domina a etapa regional Oeste dos Jasc

Ao final do quarto dia de disputas, o município de Chapecó lidera a briga pelo título do regional Oeste dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que começou no dia 23 e vai até quarta-feira, dia 28, em Xaxim.

Com o segundo lugar conquistado na segunda-feira, dia 26, no xadrez masculino, Chapecó está com 81 pontos contra 70 de Xaxim e 64,5 de Concórdia, que aparece em terceiro lugar. O título no xadrez masculino ficou com a equipe de Itá, que marcou os 13 primeiros pontos na tabela.

Equipe de Basquete masculino de Xaxim classificada.

Já estão conhecidas 26 das 45 equipes que a regional Oeste classifica para a etapa estadual.

O Jasc 2011 está programado de 10 a 20 de novembro, em Criciúma. O evento envolve equipes de 37 municípios e colocou em disputa 13 modalidades, em preparação à 51ª edição dos Jasc. Além dos troféus e medalhas por modalidade e por naipe, o campeão e vice na classificação geral do regional Oeste recebem troféus como prêmio.


Classificados em Xaxim para a etapa estadual

Basquete masculino – Concórdia e Xaxim

Bocha masculino – Xanxerê, Guarujá do Sul e Xaxim

Bolão 23 feminino – Xaxim, Chapecó e São Miguel do Oeste

Karatê por equipes – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Karatê individual:

Até 60 quilos – Chapecó

Até 65 – Concórdia e São Lourenço do Oeste

Categorias 70, 75, 80, 85 e acima de 85 quilos – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Open – Chapecó e Concórdia

Kata individual – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Taekwondo feminino – Chapecó e Pinhalzinho

Taekwondo masculino – Chapecó e Seara

Tênis masculino – Concórdia e São Miguel do Oeste

Tênis de mesa masculino – Xaxim e Chapecó

Vôlei de dupla feminino – Xaxim e Concórdia

Vôlei de dupla masculino – Xaxim e Concórdia

Xadrez feminino – Concórdia e Chapecó

Xadrez masculino – Itá e Chapecó


Dez classificados serão definidos nesta terça-feira

No penúltimo dia de disputa serão conhecidas mais 10 equipes classificadas para a etapa estadual dos Jasc. O bolão 23 masculino é a única modalidade que termina pela manhã, com quatro jogos. Além de definir, desta vez, os três classificados, serão conhecidos os vencedores dos troféus e das medalhas de ouro, prata e bronze.

Durante a tarde e noite, a disputa vai estar mais acirrada: às 17h15min começa a final do futsal feminino, que classifica, excepcionalmente, três equipes; às 18h30min iniciam as decisões de bocha (feminino) e handebol masculino.

Para quarta-feira, dia 28, último dia do regional Oeste, estão reservadas as decisões no futebol, no futsal masculino, também classificando três equipes e nos dois naipes do vôlei. Todas as finais vão começar às 10h30min.


Fonte: Fesporte


Comente aqui
19 set10:35

Meninas de Palma Sola levam o bronze no handebol

Na disputa pela medalha de bronze, o time de handebol feminino da Escola Claudino Crestani, de Palma Sola, conquistou a vitória, que foi tão comemorada quanto a conquista do ouro pelas paulistas do Colégio Ábaco (SP). Não é por menos. Afinal foi a terceira Olimpíada Escolar consecutiva que a escola disputa na categoria 12 a 14 anos, e pela primeira vez subiu ao pódio.

Em 2009, a escola ficou em oitavo lugar e no ano passado em sexto. O destaque do time foi a jovem Rafaela Perondi, que participou das três edições do torneio. – O primeiro tempo terminou 10 a 10, mas jogamos muito no segundo tempo. Levamos somente três gols e mesmo atuando com quatro atletas na linha contra seis nos últimos minutos não levamos nenhum gol no final da partida – disse a adolescente.

Nos cabelos, as meninas de Palma Sola, cidade com pouco mais de 8 mil habitantes, traziam várias trancinhas, uma tradição da equipe. – Nós mesmos fazemos antes das competições – contou Amanda Padilha, feliz da vida com a conquista da inédita medalha.

Maior e mais importante competição estudantil do país, as Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro em parceira com o Ministério do Esporte. O governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, fornece a todos os integrantes da delegação catarinense as passagens aéreas, um agasalho completo com duas camisetas, além de complementação alimentar aos atletas, como cereais e frutas, e água mineral e suco para a hidratação dos competidores.


SC ganha 32 medalhas e 7 troféus nas Olimpíadas

No total, Santa Catarina ganhou 32 medalhas, 25 delas nas modalidades individuais, e sete troféus – distinção entregue somente aos esportes coletivos na competição realizada em João Pessoa/PB. Em 2010, na edição das Olimpíadas realizada em Fortaleza, o Estado conquistou 20 medalhas e seis troféus.


Fonte: Fesporte


Comente aqui