Frio

16 jul09:26

Semana deve ter temperaturas negativas e chuva em SC

A semana começa com tempo firme em todas as regiões de Santa Catarina e sob a atuação de uma massa de ar frio e seco. Mas a previsão é de que haja uma desestabilização ao longo da semana, com possibilidade de chuva, ressaca e temperaturas ainda mais baixas.

A influência da massa de ar frio e seco nesta segunda-feira causou temperaturas mais baixas em todo o Estado. No amanhecer, a mínima chegou a -3,2ºC em Urupema e -2,8ºC em Bom Jardim da Serra.

As primeiras horas desta segunda-feira também foram de temperaturas baixas em todas as regiões. Confira as mínimas, segundo a Epagri/Ciram:

Urupema: -3,2ºC

Bom Jardim da Serra: -2,8ºC

São Joaquim: 0ºC

Painel: 0,2ºC

Rancho Queimado: 1,6ºC

Timbé do Sul: 2,5ºC

Campos Novos: 3,1ºC

Tangará: 3,8ºC

Água Doce: 4,2ºC

Papanduva: 4,6ºC

Major Vieira: 6ºC

Lontras: 5,3ºC


>> Confira mais detalhes no Blog do meteorologista Leandro Puchalski

Ao longo do dia, a máxima não deve ultrapassar os 18ºC no Oeste e Extremo-Oeste e dos 10ºC na Serra. Na Grande Florianópolis, a previsão é que os termômetros marquem, no máximo, 17ºC.

O órgão que monitora as condições climáticas aponta que a quantidade de nuvens deve aumentar no Centro-Norte do Estado com possibilidade pequena de chuva à noite.

Os ventos que sopram de sul a sudeste no Litoral podem chegar a 60 Km/h no Sul do Estado. Nas demais regiões, a direção do vento é sudeste a nordeste com previsão de máxima de 45 Km/h.

A partir de terça-feira, o tempo muda em SC. O tempo começa a ficar mais instável e deve haver mais nuvens. Há possibilidade de chuva e trovoadas no decorrer do dia, especialmente da Serra ao Litoral. No Oeste do Estado o tempo permanece mais estável e com temperaturas semelhantes às desta segunda-feira.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
13 jul12:04

Fim de semana deve ser de frio intenso e pode haver geada em Santa Catarina

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A previsão do tempo para este fim de semana é de que o frio intenso continue e as temperaturas se mantenham baixas e até negativas na Serra, segundo a Epagri/Ciram. Há possibilidade de geada em cidades mais altas de SC ao longo dos próximos dias, mas as chances de haver neve são raras. No mar, a agitação pode provocar ondas de até quatro metros de altura.

>> Confira galeria de fotos do amanhecer de sexta-feira em SC

No amanhecer desta sexta-feira, as temperaturas caíram bruscamente em relação ao registrado nos dias anteriores. A mínima chegou a -3,3ºC no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra, e em Urubici, assim como em cidades vizinhas, a água de morros e rios congelou e proporcionou imagens que impressionaram principalmente os turistas.

Entre esta sexta-feira e o fim de semana, o ar frio e seco de origem polar manterá o tempo estável com sol e temperaturas baixas em SC. Nas áreas mais altas do Estado, a previsão é de temperaturas negativas com formação de geada moderada a forte nas madrugadas. No Litoral, o frio também deve ser intenso com mínimas entre 0ºC e 5ºC com uma pequena possibilidade de geada fraca.

O alerta de baixas temperaturas também reforça a necessidade de redobrar a atenção no trânsito. Há possibilidade de congelamento de pista na Serra do Rio do Rastro e Serra do Corvo Branco, ambas no Planalto.

O mar também deve ficar agitado no Litoral catarinense, com picos de onda de até três metros em áreas mais afastadas da costa durante o fim de semana e que podem chegar a quatro metros na noite de domingo para segunda. Há risco para navegação de pequenas e médias embarcações.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
09 jul09:37

Após registro de neve no fim de semana, temperatura chega a 0,7ºC na Serra de SC

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A presença de uma massa de ar frio e seco sobre o Sul do Brasil faz com que a semana comece com aspectos típicos de inverno em Santa Catarina. Em Bom Jardim da Serra, chegou a fazer 0,7ºC no amanhecer desta segunda-feira. A previsão é de que as temperaturas não passem de 13ºC na Serra e 20ºC no Litoral Norte.

>> Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

Segundo medições das estações meteorólogicas automáticas da Epagri/Ciram, as temperaturas mais baixa registradas no amanhecer desta segunda foram:

Tangará: 2,8ºC

Painel: 3,2ºC

Xanxerê: 4,9ºC

Novo Horizonte, Chapecó e Turvo: 5ºC

Criciúma: 5,8ºC

Lebon Régis: 6,5ºC

Blumenau e Florianópolis: 11ºC

Joinville 12ºC

Durante a madrugada, chegou a ser registrado 1,6ºC no Morro da Igreja, em Urubici. Em outras cidades da região, as mínimas foram semelhantes durante a noite. Em Bom Jardim da Serra foi registrado 2,9ºC. Em São Joaquim, 3,3ºC. Em Florianópolis, por volta de 2h, a estação automática da Epagri/Ciram registrou 13ºC.

A previsão da Epagri/Ciram, órgão que monitora as condições climáticas no Estado, indica que ventos ficarão entre 15 Km/h e 30 Km/h em todas as regiões, exceto na Serra, onde podem chegar a 50 Km/h.

As temperaturas devem se manter baixas em todas as regiões de Santa Catarina até a próxima sexta-feira, e o tempo seguirá firme, com exceção da próxima terça-feira, quando há previsão de chuva fraca.

No fim de semana, houve registro de neve na Serra de SC, apesar de ser em pouca quantidade e com pequena duração.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
26 jun14:01

O certo e o errado na hora do banho no inverno

No banho, você usa sabonete em barra? Usa bucha e esfrega toda a pele do corpo? Usa água quente? Se a resposta for sim para todas as perguntas, saiba que você está fazendo errado. Essas ações deixam a pele seca, descamando e com coceira. Para deixar o banho menos agressivo existem alguns cuidados que podem fazer toda a diferença. A dermatologista Débora Cadore explica quais são.


Sabonetes

Sabonetes, por exemplo, não podem ser usados em grande quantidade. De acordo com a média, o ideal é usar apenas em áreas como a região genital, palmas das mãos e axilas. No resto do corpo, a dica é lavar apenas com água. Débora sugere que as pessoas deem preferência aos sabonetes líquidos.

— São menos nocivos tanto para o rosto quanto para o corpo, pois tem maior quantidade de substâncias oleosas que agem como poderosos hidratantes. Para o rosto, prefira os específicos para cada tipo de pele — recomenda

Já os sabonetes em barra não são recomendados.

— Eles tendem a apresentar pH elevado e compostos cáusticos em maior concentração, eliminando a oleosidade natural da pele — explica.

Também são fonte de propagação de fungos e bactérias, pois acumulam a sujeira do corpo e, em ambientes úmidos, como banheiros, os microrganismos tendem a se reproduzir.


Esponja

— Esqueça o ato de esfregar a pele com esponjas — afirma Débora.

A fricção altera as condições físicas da superfície da pele e quebra as ligações entre as células, deixando-a irregular. Porém, o uso de buchas é recomendado para fazer esfoliação da pele. Com esponja vegetal ou cosmética apropriada, a esfoliação pode ser feita no máximo uma vez por semana no rosto e corpo, sem esfregar com força.

Ao sair do banho, utilize uma toalha macia, sem esfregar, pois a fricção pode contribuir para retirar a oleosidade natural da pele. Outra dica dada por Débora é aplicar um creme hidratante para recompor as estruturas lipídicas, deixando a pele jovem e sem escamação.

Além do banho, outros fatores podem prejudicar a pele.


Ar condicionado

Existem outros fatores que prejudicam a pele. A exposição prolongada ao ar condicionado resseca a epiderme, pois o processo de climatização retira a umidade do ar e o ar refrigerado seco agrava os sinais de ressecamento da pele. Uma alternativa é instalar um aparelho umidificador.


Frio

Nos dias de inverno, principalmente, é possível notar a pele mais áspera e ressecada. O frio e o vento inibem o funcionamento das glândulas sebáceas e sudoríparas responsáveis por secretar substâncias que mantém a pele hidratada ao longo do dia.


Alimentação

A alimentação inadequada pode refletir na pele, deixando-a feia e com rugas. A ingestão de gordura boa como o ômega-6, presentes no óleo de oliva, ajudam a deixar a pele saudável, pois ela é responsável pela produção da ceramidas – lipídios que funcionam como agentes de barreira e de hidratação profunda da pele e cabelos. Já o ômega-3, presentes no salmão e caviar, atuam como protetores biológicos da camada natural de hidratação.


VIDA E SAÚDE



Comente aqui
22 jun09:28

Sol e frio no primeiro fim de semana de inverno

O tempo terá mudanças no primeiro fim de semana de inverno em Santa Catarina. A chuva se afasta em direção ao mar e permite o ingresso de uma massa de ar seco e frio no Estado. Com isso, o sábado e o domingo serão de tempo seco e baixas temperaturas em todas as cidades.

>> Veja mais informações no blog de Leandro Puchalski

A previsão indica frio no amanhecer de sábado. As temperaturas devem ficar perto de 0°C em cidades da Serra e entre 7°C e 9°C nas demais regiões. As áreas com maiores temperaturas pela manhã serão no Litoral, com mínima variando de 12°C a 14°C.

Para o domingo não devem ocorrer grandes mudanças no comportamento do tempo. O amanhecer será frio, um pouco menos do que no sábado, com previsão de temperatura mais agradável à tarde. Em boa parte das cidades catarinenses os termômetros devem atingir os 20°C ao longo do dia.

O sol aparece, mas com maior variação de nuvens, principalmente na noite de domingo e madrugada de segunda-feira. Apenas o Extremo-Oeste poderá ter chuva fraca no final do domingo.


Previsão para esta sexta-feira:

A chuva que cai sobre Santa Catarina desde a noite de quinta-feira deve se afastar da costa. Ao longo da manhã, regiões como Oeste e Serra ainda terão predomínio da instabilidade, com termômetros marcado entre 13°C e 15°C à tarde.

No decorrer do dia a previsão é que o tempo fique seco, mas com muitas nuvens. Nas demais regiões as temperaturas ficam um pouco mais elevadas, mas a sensação será de frio.


Veja algumas temperaturas registradas nesta manhã:

Chapecó – 9,3°C

Lages – 5,2°C

Criciúma – 13,5°C

Joinville – 17,2°C

Florianópolis – 16,4°C


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
12 jun15:15

Crônica de Viviane Bevilacqua: O melhor do frio

Viviane Bevilacqua | viviane.bevilacqua@diario.com.br

O frio nem começou ainda e só o que se fala é nas delícias gastronômicas que apetecem no inverno.

— Gente, já está funcionando aquele café colonial maravilhoso lá do bairro Kobrasol — avisa uma colega.

— E o mocotó do Zequinha, lá no Centro, também!

— A feijoada da turma, lá na praia, sai quando?

— Ah, com esse tempo, nada melhor do que bolinho de chuva e chocolate quente, e um bom filme no vídeo…

— Já combinamos: no próximo fim de semana a pizza é lá na nossa casa. E vocês se encarregam dos vinhos…

Vocês já perceberam que a gente só pensa em comida, no inverno?

É impressionante, mas só de pensar em frio já vem à mente uma xícara de café fumegante e uma mesa cheia de delícias super calóricas…

Se combinamos de sair, é para ir a um restaurante. Ou ao cinema e depois a um barzinho. Ou uma reunião na casa de amigos, onde a mesa é o ponto de encontro. Festa sem comida e bebida não é festa.

Se ficamos em casa, já pensamos logo em abastecer a geladeira e a despensa para o fim de semana.

Aí, lembramos que gula é pecado e, pior do que tudo: engorda!

Invariavelmente, fazemos a mesma promessa de todos os anos: desta vez vou me controlar. Não quero engordar e depois não ter mais uma roupa que sirva!

Que atire a primeira pedra quem consegue passar o inverno inteiro sem engordar um quilinho sequer. Duvido que exista alguém, a não ser aqueles sortudos que têm o tal “metabolismo acelerado” e que não engordam nem querendo. Mas essa é uma minoria, que não entra nas minhas estatísticas.

O que se vê, na maioria das vezes, é gente que engorda no inverno correndo atrás do prejuízo, lá na primavera, para chegar mais alinhada no verão. Não à toa, as academias ficam superlotadas a partir de setembro…

Para aliviar minha consciência, procuro uma explicação científica para esta vontade de comer mais nesta época do ano. E encontro: “No inverno, em função das temperaturas mais baixas, nosso organismo gasta mais energia para se manter aquecido. Esse aumento no metabolismo basal varia em torno de 20 a 30%. Por isso, nossa fome aumenta”.

Ufa, que alívio! Já me sinto menos culpada!

Encontro outra explicação também: “A verdade é que os brasileiros não gostam do inverno, então se deprimem e a produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar, diminui. Para suprir esta sensação de tristeza e desânimo, as pessoas, principalmente as mulheres, acabam descontando na comida e engordam”.

Essa já não serve pra mim. Adoro frio, amo o inverno.

Já me disseram que a melhor maneira de resistir à tentação da gula é não ter alimentos “engordativos” em casa. Ou seja: nada de pães especiais, bolos, tortas, bolachinhas, pipocas, chocolates, empadinhas, pastelões…

Já tentei fazer isso. Enchi a geladeira de frutas, verduras, legumes e sucos, para aguentar o fim de semana, que seria de chuva e frio.

Comi bergamota. Uma, duas, três. Muita água, para encher a barriga. Café com adoçante. Chá. Biscoito água e sal.

Funcionou por algumas horas.

Acabei a noite numa casa de massas e, confesso, recuperei minha alegria de viver!

Comente aqui
10 jun14:44

Temperatura começa a subir e domingo será de tempo nublado em SC

A massa de ar polar que fez as temperaturas despencarem em Santa Catarina ao longo dos últimos dias começa a deixar de influenciar no tempo no Estado. O efeito é a leve mudança no tempo, com termômetros podendo chegar a 19ºC na Grande Florianópolis.

No Extremo-Oeste, Vale do Itajaí e Litoral Norte, a máxima pode chegar a 18ºC, enquanto na Serra a previsão é de alcançar 13ºC. Embora sejam valores baixos, há uma grande diferença em relação aos últimos dias da semana passada, onde a mínima chegou a -9,2ºC, a temperatura mais baixa de SC em 20 anos.

::: Calcule a sensação térmica

Nas primeiras horas da manhã, o tempo ainda foi de muito frio, principalmente em Bom Jardim da Serra, no Planalto, e Turvo, no Sul do Estado. Nestas duas cidades, as estações meteorológicas da Epagri/Ciram registraram 4,6ºC.

Durante todo o domingo, a previsão é de que o dia seja de sol entre nuvens, inclusive com a possibilidade de chuva isolada entre a tarde e a noite em todas as regiões.

Os ventos sopram de sul a nordeste em Florianópolis e no Litoral Norte e de nordeste a noroeste nas demais regiões. A velocidade não deve passar de 35 Km/h, com exceção do Litoral Sul, onde pode chegar a 50 Km/h.


>> Veja a previsão completa no clicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
08 jun10:49

Galeria de fotos da geada em Chapecó

A fotógrafa do Diário Catarinense, Sirli Freitas, fez belos clics na linha Faxinal dos Rosas.

Nesta manhã muitos campos ficaram brancos em Chapecó. A temperatura mínima registrada durante a madrugada foi de -0,9C.


Comente aqui
08 jun09:48

Geada no Oeste

As cidades de Bom Jardim da Serra e Urupema registraram no amanhecer desta sexta-feira as temperaturas mais baixas do ano. Respectivamente, os termômetros marcaram -9.2ºC e -8,4ºC por volta de 7h30min. Houve geada forte na região.

Mais cedo, as duas cidades tiveram temperaturas que eram consideradas as mais baixas. Por volta de 6h30min, Bom Jardim da Serra tinha -8.4ºC e Urupema estava com -8,1ºC.

As temperaturas negativas também provocaram o congelamento de pequenos lagos e possibilitou a formação de uma camada branca de gelo.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Veja a previsão completa no clicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas

Além destas duas cidades, o monitoramento online da Epagri/Ciram informa que por volta de 6h, Campos Novos, no Meio Oeste, estava com -2ºC. Em Lebon Régis chegou a -1,3ºC.

>> Calcule a sensação térmica

Às 6h, pelo menos sete cidades com estações meteorológicas automáticas informavam temperaturas negativas em SC. Em Painel, foi -0,3ºC, enquanto Tangará e Joaçaba estava com -0,7ºC.

O registro de -8,4ºC em Bom Jardim da Serra pode ser a temperatura mais baixa do ano em Santa Catarina. O dado ainda será confirmado pelos meteorologistas da Epagri/Ciram, o órgão estadual que monitora as condições climáticas.

A Epagri/Ciram alerta para a formação de gelo na subida da Serra, especialmente na do Rio do Rastro e do Corvo Cranco. Apesar do frio intenso, o meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski descarta a chance de neve nos próximos dias.


O forte ar polar baixou bastante as temperaturas em todas as cidades com essas menores temperaturas:

Urupema -8,4ºC

São Joaquim -6,1ºC

Campos Novos -3,6ºC

Painel -2,7ºC

Joaçaba -2,6ºC

Tangará -2,4ºC

Rio das Antas e Caçador -2,2ºC

Novo Horizonte -1,7ºC

São Miguel do Oeste -1,5ºC

Lebon Régis -1,3ºC

Chapecó -0,9ºC

Água Doce -0,7ºC

Xanxerê -0,3ºC

Timbé do Sul 0ºC

Criciúma 0,8ºC

Florianópolis 6,1ºC

Itajaí 7,4ºC

Blumenau 9,7ºC

Joinville 10,4ºC


Fique por dentro:

- Até então, a mínima deste ano em Santa Catarina era de -5,3ºC, registrada em Urupema no dia 13 de maio;

- A menor no país foi nesta quinta-feira: -5,5 em São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul;

- A menor no Estado nos últimos anos foi -9 em julho 2000 em São Joaquim. Em 2011, Urupema registrou -8,8;

- O recorde histórico foi em -14 em Caçador no ano de 1953, conforme a Epagri/Ciram.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
07 jun09:13

Feriadão começa com temperaturas negativas em SC

A previsão dos últimos dias já indicava que a quinta-feira seria um dos dias mais gelados do ano em Santa Catarina. E a confirmação veio nesta madrugada. Em Urubici, na Serra, por exemplo, os termômetros marcaram -3ºC.

Segundo a Prefeitura da cidade, a sensação térmica chegou a -10ºC em função dos ventos na região. A baixa temperatura também provocou a formação de geada por volta de 5h15min.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Calcule a sensação térmica

Lagos, poças de água e encanamentos ficaram com uma fina camada de gelo. A previsão da Epagri/Ciram é que as temperaturas comecem a subir lentamente nas próximas horas, diminuindo também a sensação de frio.

A baixa temperatura também foi registrada em São Joaquim, onde os termômetros no Centro da cidade registraram -3ºC durante a madrugada.

Segundo o meteorologista Marcelo Martins, a massa de ar polar sobre o Estado nesta quinta deixa o tempo com céu aberto e poucas nuvens. O efeito disto é que a temperatura não deve se elevar muito durante o dia e caia rapidamente à noite.


O frio forte, segundo o metereologista Leandro Puchalski, do Grupo RBS,  trouxe estas temperaturas mínimas hoje cedo:

São Joaquim -2,7ºC

Bom Jardim da Serra: -2,3ºC

Tangará -1,9ºC

São Miguel do Oeste -1,6ºC

Painel -1,7ºC

Novo Horizonte -1,2ºC

Água Doce -0,6ºC

Chapecó -0,7ºC

Campos Novos 0,2ºC

Caçador 0,3ºC

Major Vieira 0,5ºC

Curitibanos 0,8ºC

Rio das Antas e Timbé do Sul 0,9ºC

Rancho Queimado 1,5ºC

Criciúma 5,9ºC

Itajaí 8,5ºC

Blumenau 8,7ºC

Florianópolis 11,8ºC

Joinville 10,9ºC


- Destaco o frio forte do oeste catarinense onde tivemos temperaturas negativas em cidades como Chapecó – disse Puchalski.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui