Funcionários

25 abr10:06

Professores e funcionários do IFSC devem paralisar nesta quarta-feira

Parte dos servidores técnicos administrativos e professores do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) pode paralisar as atividades nesta quarta-feira. A interrupção das atividades foi decidida em assembleia do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), na última segunda-feira. Entre as reivindicações estão reajuste no salário e política salarial permanente.

Pela manhã, o sindicato deve realizar uma reunião no hall de entrada do campus Florianópolis para debater esses temas. O IFSC orienta os alunos a procurarem seus professores para verificarem quem pretende parar ou não. A paralisação faz parte de uma campanha salarial dos servidores públicos federais.

A reitoria não foi oficialmente informada sobre a interrupção nas atividades. O estudante que ficar na dúvida deve entrar em contato com o campus em que está matriculado.

Servidores da Universidade Federal (UFSC) devem aderir à paralisação. De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores da UFSC (Sintufsc), Celso Ramos Martins, uma assembleia no próximo dia 3 deverá avaliar a adesão.


Em Chapecó

Pela manhã as aulas foram normais no IFSC Campus de Chapecó. Alguns alunos não foram para o Instituto pois sabiam da paralisação. Os professores e funcionários devem se reunir e participar de uma manifestação a partir das 14 horas, desta quarta-feira, na Praça Coronel Bertaso de Chapecó.





Comente aqui
06 mar14:41

Funcionários do Hospital São Paulo de Xanxerê participam de palestra

Funcionários do Hospital São Paulo de Xanxerê participam nesta quarta-feira de uma palestra no auditório da instituição. Evento inicia às 19h30.

Com o tema “Gestão de Pessoas” a palestra será ministrada pelo gerente de RH da Uceff, professor Domingos Luiz Palma.

Entre os assuntos que serão abordados destaca-se a gestão de pessoas, o que motiva e o que não motiva; as pessoas como diferencial no atendimento; e os fatores individuais da personalidade que favorecem o bom trabalho em equipe, entre outros.

Para Domingos a expectativa é que este seja um momento de conhecimento e informação. – Vamos trabalhar com um público de 40 pessoas, todos profissionais que atuam no Hospital, queremos transmitir a eles a importância de cada um no desenvolvimento do todo, informando sobre a gestão de pessoas e sua relevância para equipe – salientou o palestrante.


Comente aqui
25 nov14:05

Três funcionários de Hospital em Xaxim são presos em flagrantes

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br*

Três funcionários do Hospital Frei Bruno, de Xaxim, estão presos em virtude do crime de concussão, que seria exigir dinheiro ou vantagem indevida em função do cargo, para prestar um serviço que seria público e gratuito. Eles estariam cobrando R$ 90 para o “Teste da Orelhinha”, que por determinação legal deve ser gratuito.

A Polícia Civil de Xaxim com apoio da equipe da Divisão de Investigações Criminais da Polícia Civil de Xanxerê prendeu os três em flagrante, na quinta-feira. Entre os funcionários presos estão um fonoaudiólogo, uma psicóloga e uma enfermeira. Todos foram encaminhados para o Presídio de Xanxerê.

A Delegada Olívia Moretto Candido Souza foi quem recebeu a denúncia de que funcionários do Hospital estavam cobrando para a realização do exame de emissões otoacústicas evocadas, o conhecido “Teste da Orelhinha”.

– Como o exame é realizado uma vez por mês, decidimos, após investigações, montar uma operação – disse.

Um policial civil disfarçado acompanhou uma mãe que havia denunciado o esquema, enquanto uma equipe de policiais aguardava do lado de fora do Hospital. Após o pagamento, a Polícia entrou no local e deu voz de prisão aos funcionários que exigiram a indevida.

Com uma enfermeira foram encontrados R$ 540 provenientes dos pagamentos feitos no dia, relativas ao teste. Também foi apreendido um caderno com anotações contábeis do referido teste.

O advogado Juraci José Folle, encaminhou no começo da tarde um requerimento pedindo a liberdade provisória dos acusados.

Até o momento a direção do Hospital não se manifestou sobre o assunto, mesmo após vários contatos por telefone.


“Teste da Orelhinha”

De acordo com a Lei Promulgada Estadual 14.375/08, além da Lei Federal 12.303/2010, deve ser realizado de forma gratuita nos hospitais e maternidades, públicos e privados, nas crianças nascidas em suas dependências. No caso de crianças nascidas em outro hospital, caso este não tenha condições técnicas para realizar o exame, o mesmo deverá ser agendado em um hospital apto a realizá-lo, também de forma gratuita.



* colaborou Christiane Lise


Comente aqui