Fundação

12 nov12:26

Espetáculo Encontros em comemoração aos 10 anos da Fundação Cultural de Chapecó

A Fundação Cultural de Chapecó comemora os 10 anos com o Espetáculo Encontros. A apresentação, gratuita, será nesta segunda-feira, dia 12, às 20 horas, no Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes em Chapecó.

O espetáculo Encontros é fruto do trabalho de professores e alunos do Projeto Arte Cidadã da Fundação Cultural. A iniciativa desenvolve a formação artística nas linguagem de cênica e música com os cursos de Teatro, Clow, Dança Folclórica, Dança Moderna e Contemporânea, Canto Coral, Violão Popular, Percussão Popular e Orquestral, além da Orquestra Sinfônica de Chapecó e o Projeto Farroupilha.

O trabalho é desenvolvido em 15 pontos do município e envolve comunidades urbanas e do interior de Chapecó, possibilitando o desenvolvimento artístico de crianças, adolescentes e adultos.

Encontros será comemorativo aos 10 Anos da Fundação Cultural. Mesclará no palco as linguagens desenvolvidas pelo Projeto Arte Cidadã, com a Coordenação Geral de Roselaine Vinhas e a Direção Geral de Michele Silveira da Silva. A equipe da Fundação Cultural fará o trabalho de produção e apoio.


MÚSICA Espetáculo Encontros Fundação Cultural de Chapecó – 10 anos

Horário: 20h

Local: Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes – Chapecó/SC

Entrada Franca

Informações: 49 3319-1010


Comente aqui
05 set14:42

Biblioteca Pública de Chapecó tem acervo atualizado

A Biblioteca Pública Municipal Neiva Maria Andreatta Costella de Chapecó participou do Projeto Portal do Livro da Fundação Biblioteca Nacional, um programa governamental de apoio às bibliotecas. Com o projeto foi contemplada com R$ 17.295,47 em livros de diferentes gêneros, adquiridos de editoras participantes do projeto.

Já foram entregues 1.343 novos livros. Os novos exemplares já estão à disposição dos leitores chapecoenses. O acervo da Biblioteca passa de 45 mil exemplares.

A Biblioteca Pública de Chapecó fica na Rua Benjamin Constant, 110E, no Calçadão. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, sem fechar ao meio-dia.


Comente aqui
10 ago08:55

Fundação Logosófica comemora cinquentenário do livro Deficiências e Propensões do Ser Humano

A Fundação Logosófica de Chapecó realiza nesta sexta-feira o evento comemorativo aos 50 anos de lançamento do livro Deficiências e Propensões do Ser Humano. A programação inicia às 19h30, na livraria Educativa, na esquina das ruas Barão do Rio Branco e Fernando Machado, em Chapecó.

Durante o evento o presidente do Conselho Diretivo da Fundação Logosófica de Chapecó, Gilson Vivian, fará uma breve apresentação do livro para imprensa, autoridades, estudantes e demais convidados. A obra foi escrita pelo pensador e humanista argentino Carlos Bernardo González Pecotche (1901-1963) que dedicou sua vida ao estudo e à criação da Logosofia, ciência que orienta o ser humano a buscar sua evolução consciente.

No livro o autor mostra 44 deficiências e 22 propensões que atrapalham a vida das pessoas tanto na família, quando no trabalho ou em outros ambientes. Um dos exemplos é a intolerância. Gonzalez Pecotche coloca que o intolerante é um ser rígido e que muitas vezes não respeita ideias e comportamentos alheios. É aquela pessoa que briga com o colega de trabalho por causa de um clipe fora do lugar. Para abrandar e eliminar essa característica o autor recomenda a tolerância. Mas essa tolerância deve ser utilizada de modo construtivo, a fim de que a pessoa corrija características de desordem. Afinal, ele ensina que “a tolerância termina quando começa o abuso”.

Pecotche também recomenda paciência inteligente para combater a impaciência. Não é uma paciência passiva, esperando que tudo caia no colo e se resolva por si. Mas uma paciência ativa, que movimenta as coisas e depois aguarda o tempo necessário para que as tarefas se cumpram. Aos tímidos, o autor recomenda resolução. Aos que falam demais, que sejam concisos. Ou seja, a obra que completa 50 anos nos traz técnicas para cultivarmos o equilíbrio e a serenidade.

Ao final do evento haverá sorteio de alguns livros e também venda a preço promocional, para os interessados em adquirir novos conhecimentos para a vida.


Comente aqui
27 mai14:16

Semana do Meio Ambiente em Chapecó

A Fundação de Meio Ambiente (Fundema) de Chapecó realiza a Semana Municipal do Meio Ambiente 2012 com o tema Sustentabilidade e cuidado: um caminho a seguir. O evento que inicia nesta segunda-feira, dia 28, segue até o dia 31 de maio. A programação acontece no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes.


Programação

28/05 – segunda-feira

Cinema Ambiental Escolar

Apresentações:

Manhã

8h15 – 9h45

9h45 – 11h45


Tarde

14h – 15h30

15h30 – 17h


19h – Abertura oficial do evento no Centro de Eventos Plínio Arlindo De Nes

20h – Palestra com o Dr. Antonio Inácio Andrioli com o tema: “Agrotóxicos e transgênicos: efeitos sobre a saúde e o meio ambiente”

21h – Coffee break

21h30 – Visitação na Mostra Ambiental

22h – Encerramento das atividades e entrega dos certificados.


29/05 – terça-feira

Cinema Ambiental Escolar

Apresentações:

Manhã

8h15 – 9h45

9h45 – 11h45


Tarde

14h – 15h30

15h30 – 17h


19h – Palestra ministrada pela OAB com o tema: Legislação, ética e sustentabilidade ambiental: O Brasil que todos querem.

21h – Coffee break

21h30 – Visitação na Mostra Ambiental

22h – Encerramento das atividades e entrega dos certificados.


30/05 – quarta-feira

8h – Abertura do III Seminário de Arborização Urbana

10h – Coffee break

12h – Almoço

13h30 – Retorno das atividades

15h30 – Coffee break

18h – Encerramento do III Seminário de Arborização Urbana

19h – Apresentação de “cases” de empresas instaladas no município que possuem práticas sustentáveis em duas ações.

20h30 – Coffee break

20h45 – Retorno das atividades.

22h15 – Término da apresentação dos “cases” e visitação da Mostra Ambiental.

22h30 – Encerramento das atividades e entrega dos certificados.


No dia 30/05 acontecerá na praça Cel. Ernesto Bertaso o I Workshop de fotografia ambiental: olhares sobre Chapecó, a partir das 14h.


31/05 – quinta-feira

19h – Palestra ministrada pela Dra. Luciana Aparecida Lotti Ziglio, com o tema: A importância da Gestão Empresarial Ambiental.

20h – Coffee break.

20h30 – Retorno das atividades com debate sobre o tema palestrado.

21h – Visitação na Mostra Ambiental.

22h – Encerramento das atividades da Semana Municipal do Meio Ambiental e entrega de certificados.


O evento terá a participação do promotor público do Meio Ambiental de Chapecó Marcus Vinícius Ribeiro de Camillo.


Informações: (49) 3319-1150 | 3319-1153.


Comente aqui
25 mai16:10

Programa Nosso Lixo atende moradores de 20 comunidades em Concórdia

A Fundação Municipal de Defesa do Meio Ambiente (FUMDEMA) de Concórdia está informando que o bairro Catarina Fontana está sendo contemplado com o Programa Nosso Lixo. A comunidade envolvida recebe sacolas para a destinação correta dos resíduos, cartilha educativa e um imã para geladeira. São envolvidos no total, uma população de 20 comunidades.

Além do trabalho de distribuição do material existe um levantamento sobre a necessidade do bairro em relação à arborização. Depois de ser feito o trabalho e na época adequada acontece à distribuição de mudas de árvores.

O Programa já está sendo realizado nas comunidades do bairro Petrópolis, Santa Cruz, Natureza, Estados, Poente do Sol, São Cristóvão, Imigrantes, Loteamento Portinari, Salete, Primavera, Vila Jacob Biezus, Bom Pastor, Bela Vista, Vista Alegre, Jardim, Parque de Exposições, Nações, Jardim Europa e Cinqüentenário.



Comente aqui
23 mai15:09

Inicia nesta quarta o II Festival de Teatro Tecendo o Riso em Concórdia

A partir desta quarta-feira, dia 23, até o dia 31 de maio de 2012, Concórdia será sede do II Festival de Teatro Tecendo o Riso. O evento cultural é realizado pela Fundação Municipal de Cultura de Concórdia com apoio do Sesc Concórdia e da Associação dos Grupos de Teatro de Concórdia. A entrada é franca para todos os espetáculos.

Durante nove dias, Concórdia será a Capital do Teatro. Grupos teatrais vindos de Porto Alegre, Florianópolis, Itajaí, São José, Rio do Sul, Jaraguá do Sul e os três grupos da cidade apresentarão espetáculos, no gênero comédia, encenados no Teatro Municipal Maria Luiza de Matos e espaços alternativos.

No sábado, dia 26 de maio, às 10h, teatreiros vão realizar um cortejo pela Rua do Comércio, com saída próximo ao Posto Lamonatto e chegada nos Quiosques, no centro da cidade.


Abertura

O Grupo Cia Cênica Espiral, de São José/SC, abre o festival com a peça “Palestra de Hoje: Os Males do Tabaco”. No espetáculo um ator manipula o boneco de nome Ivan Titerenovich, um palestrante com grande experiência e conhecimento sobre diversos assuntos tratados em suas conferências. Na palestra “Os Males do Tabaco”, muito mais do que discutir sobre o que o título diz, Titerenovivh revela, com humor, o desconforto psicológico e emocional de um homem que toma consciência de sua velhice.

O espetáculo acontece no Teatro Municipal Maria Luiza de Matos, na Fundação Muncipal de Cultura de Concórdia, às 20h, com entrada franca.

Indicação: acima de 14 anos

O II Festival de Teatro Tecendo o Riso segue até o dia 31 de maio. A programação você encontra na AGENDA do clicRBS Chapecó. Maiores informações no telefone 49 3442-3930.


Comente aqui
08 mai13:12

Chapecoense completa 39 anos dia 10 de maio

Na próxima quinta-feira, dia 10 de maio, a Associação Chapecoense de Futebol completa 39 anos de criação. A atual campeã do Campeonato Catarinense, está fora da final deste ano, mas em preparação para a Série C do Campeonato Brasileiro. Nesta semana quatro reforços foram apresentados e já treinam com a equipe.

Conheça um pouco da trajetória da Chapecoense:


História

Em 1973 a cidade de Chapecó possuía 2 times de futebol. Um era o mais querido e o outro tinha bons patrocínios. Em conversa os presidentes Lotário Immich, do Atlético Clube Chapecó e Alvadir Pelisser, do Independente Futebol Clube, decidiram unir os times e fundar a Associação Chapecoense de Futebol.

O encontro de Lotário Immich com os demais participantes da criação do time aconteceu na frente da livraria Cometa, de propriedade de Heitor Pasqualotto. A fundação da Chapecoense foi no dia 10 de maio de 1973. Além de fundador, Lotário foi também o primeiro presidente da Associação. Heitor Pasqualotto, Dimas Vicente Dellai, Altair Zanella, Moacir Fredo, Avelino Biondo, Arthur Badalotti, Gentil Galli e Plínio de Nes são alguns dos nomes que também participaram da história da Chapecoense.

O surgimento de um novo time de futebol agradou a população e lideranças de Chapecó. As primeiras camisetas listradas no sentido vertical, verde e branca, foram doadas pelo empresário Ernesto De Marco.

A primeira diretoria da Associação era: Presidente: Lotário Immich, Vice-Presidente: Gumercindo Putti, Secretário: Jair Antunes de Silva, 2º Secretário: Altair Zanella, Tesoureiro: Alvadir Pelisser, 2º Tesoureiro: Paulo Spagnolo, Diretor Esportivo: Dimas Vicente Dellai. A diretoria contava ainda com a participação de Jorge Ribeiro e Moacir Fredo.

Treinados por Gumercindo Putti os jogadores da Chapecoense realizavam os primeiros jogos na cidade de Xaxim. Todo domingo, às 14h, uma caravana de carros se deslocava para o estádio da Montanha. O estádio Índio Condá só ficou pronto em 1975. Em 2008, o estádio foi demolido para a construção da Arena Condá. A inauguração aconteceu em 2 etapas, a ala sul em 2009 e a ala norte em 2010. A capacidade é de 25 mil torcedores.


Títulos

Em 1977, com apenas quatro anos de existência, o time conquista o Campeonato Catarinense em cima do Avaí dentro de casa. Sem dúvida o melhor título da Associação.

Na década de 80, a Associação Chapecoense participou todos os anos do campeonato catarinense, mas de maneira discreta, e oscilando nas posições intermediárias da classificação geral do campeonato. Porém, na década de 90 o time obteve melhores resultados.

Em 1996, a Chapecoense disputaria a final contra o Joinville. Mas o jogo que estava marcado para julho não aconteceu. Pois os jogadores do Joinville deixaram a cidade de Chapecó, incomodados com o barulho dos foguetes, que os torcedores do verdão soltavam próximo ao hotel, onde estavam hospedados. Com a ida do time Joinvillense os torcedores da Associação comemoraram o título na avenida mesmo sem jogo. A alegria durou pouco tempo, o time do Joinville entrou com uma ação no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) e em dezembro Luiz Sweiter, marcou uma nova data para a realização da partida final. O jogo aconteceu no dia 15 de dezembro de 1996, e a Chapecoense ganhou de 2×0 e aí sim levou o título.

O terceiro título do time no Catarinense foi em 2007. Em 2011, a Chapecoense conquistou o quarto título no estadual.


Títulos

2011 – Campeã Estadual

2007 – Campeã Estadual

1996 Campeão Estadual

1996 – Vice Campeão da Copa Santa Catarina

1979 Campeão da Taça Santa Catarina

1977 Campeão Estadual


Diretoria da Chapecoense em 2012*

Presidente: Sandro Luiz Pallaoro

1º Vice-Presidente: João Piazza

2º Vice-Presidente: Gelson Dallacosta

Diretor Financeiro: Mauro Stumpf

Diretor Administrativo: Angelo Gavioli

Jurídico: Dr. Luís Sérgio Grochot

Vice-Presidente Administrativo: Nilson Folle Junior

Diretor de Patrimônio: Jandir Bordignon

Diretor de Marketing: Andrei Copetti

Diretor de Futebol: Eduardo Luiz Preuss

Vice-Presidente de Futebol: João Carlos Giovanaz

Gerente de Futebol: Carlos Miguel Porto Almeida

Consultores Jurídicos: Rodrigo Abreu / Jeovani Zasso

Presidente Conselho Deliberativo: Gilson Vivian

1º Vice-Presidente: Vicente Luiz Rodolfi

2º Vice-Presidente: Lenoir Gral

3º Vice-Presidente: Auro Antonio Pinto

Secretário: Paulo Romansini

Assessor de Imprensa: Daniel Cavagnoli

* segundo o site da Chapecoense.

Comente aqui
20 fev15:25

Fundação Aury Luiz Bodanese empossa novos dirigentes em Chapecó

A Fundação Aury Luiz Bodanese apresenta nesta quinta-feira, 23, às 19 horas, na sede campestre da CDL Chapecó, no Rodeio Chato, o balanço das ações desenvolvidas nos últimos quatro anos. Na ocasião, também serão empossados o Conselho Curador, o Conselho Fiscal e a Diretoria Executiva para gestão de quatro anos, período de 2012 a 2016.

Integram o Conselho Curador o presidente Neivor Canton, a secretária Paula Daiane Bortoluzzi Klauck e os membros efetivos Marcos Antônio Bedin, Caciano Capello, Diane Regina Ditz Wanzuit, Viviane Cristina Pottker Padilha e Nelson Paulo Rossi. Os suplentes são: Denise Fátima Brzozowski, Rodicler Cerezoli Bortoluzzi e Antonio Wanzuit.

O Conselho Fiscal é composto pelos conselheiros efetivos Jaqueline Schimit, Maria Elizabeth Mezzaroba e Luciana Simon. Os suplentes são Celso Capellaro e Arley César Castagnera.

Na diretoria executiva permanecem a presidente Isabel Cristina Trierveiler Machado, a diretora administrativa financeiro Marli Kavalerski Merlo e a diretora operacional Sonara Bergamo Ramos.

A Fundação atua com base em nove programas: Vivendo Saúde, Atitude Agora, Amigo Energia, Contação de História, Família é Tudo, Projeto Dança, Projeto Canto Coral, A Turminha da Reciclagem e o Centro de Memória Fundação Aury Luiz Bodanese.

Os recursos são provenientes da Coopercentral Aurora (Aurora Alimentos). Nestes projetos a Fundação conta ainda com parceiros como o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, do Grupo de Apoio a Prevenção à AIDS (GAPA), além de cooperativas e outras instituições como apoiadores.

Com a missão de “valorizar o ser humano e contribuir para o exercício da cidadania”, a Fundação atende funcionários, familiares, crianças, adolescentes e comunidade. De acordo com a presidente da Fundação, Isabel Machado, em quatro anos foram beneficiadas 268.737 pessoas. – Desempenho que comprova a importância da atuação social, cultural e ambiental da instituição – completou.



Comente aqui
17 fev19:30

Sicom assina convênio com Fundação Fritz Müller

O presidente do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó, Ivalberto Tozzo, assinou, na quinta-feira, dia 16, convênio com a Fundação Fritz Müller, credenciada à Fundação Dom Cabral, considerada a primeira melhor escola de negócios do mundo, no ranking do Financial Times. O presidente Ivalberto Tozzo e o diretor Executivo do Sicom, Eduardo José Perone, estiveram em Blumenau, sede da Fundação Fritz Müller, onde assinaram o convênio de parceria com a diretora executiva dessa instituição, Janete Bachmann.


Ivalberto Tozzo, Janete Bachmann e Eduardo Perone durante assinatura do convênio.


A parceria com a Fundação Fritz Müller é um passo importante para o Sicom, pois trata-se de uma das melhores instituição de educação executiva, sem fins lucrativos, que busca o desenvolvimento de pessoas e organizações, destaca Ivalberto. A iniciativa é mais uma forma do Sicom contribuir com a capacitação e a oferta de ferramentas de gestão para as empresas da região, acrescenta o dirigente.

Com o convênio serão realizadas ações e desenvolvido projetos em conjunto para atender a demanda das empresas, na gestão dos negócios. O objetivo da parceira é possibilitar aos associados do Sicom descontos especiais e exclusivos nos programas oferecidos pela Fundação Fritz Müller e pela Fundação Dom Cabral, bem como contribuir de forma efetiva através da Universidade Corporativa do Comércio (Unisicom), que fará todas as ações de viabilização dos trabalhos das fundações conveniadas.

Já estão definidos dois programas para serem executados ainda no primeiro semestre de 2012, sendo um deles direcionado à liderança empresarial e o outro à gestão para resultados. Em breve a Unisicom iniciará a divulgação de mais informações acerca dos programas para as empresas de Chapecó e Região.


Comente aqui
15 fev14:45

Fundação pioneira em educação no transporte completa 15 anos

A Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte, a Fabet leva o nome de Santa Catarina para além das fronteiras. Com a missão de educar para salvar vidas, a fundação desempenha há 15 anos, projetos com foco no trabalho consciente, na família e na responsabilidade ao volante.

Programas como, Caminhão Escola Básico, preparam jovens e adultos para uma profissão repleta de surpresas. Através do conhecimento, a Fabet oferece aos profissionais, a capacitação necessária para que a viagem seja guiada por gestores de unidades móveis conscientes.

Para a Fabet, completar 15 anos de história é uma grande satisfação. – É mais do que ensinar, preparar ou gerar renda, a missão é salvar vidas, dentro e fora das rodovias. Por estes e outros motivos, a Fabet torna-se cada vez mais importante para o desenvolvimento do país – disse o diretor geral da fundação, Luiz Carlos Schaurich.


Comente aqui