Futsal

30 set14:40

Chapecoenses na seleção brasileira de futsal

As atletas da Female/Chapecó Giga Paraná, Vanessa, Jessika e Cely integram a seleção brasileira de futsal feminino que disputará a quarta edição do Campeonato Sulamericano. A estreia da seleção será no dia sete de outubro.

As meninas do futsal de Chapecó treinam no Centro de Treinamento Aécio de Borba Vasconcelos, em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza-CE, até o dia quatro, data que embarcam para a Venezuela.

O Campeonato Sulamericano será disputado na cidade de Maracay, região centro norte do país. São dez seleções nacionais envolvidas, divididas em dois grupos. Na chave A tem a anfitriã Venezuela, Argentina, Chile, Uruguai e Peru. O Brasil está no B, junto com Bolívia, Colômbia, Paraguai e Equador. Duas equipes de cada grupo avançam para as semifinais da competição. A final está programada para o dia 14 de outubro.

A estreia brasileira será no dia sete de outubro diante da Bolívia. Segundo o técnico Vander Iacovino, a ansiedade e a pouca informação sobre o adversário serão obstáculos que a equipe enfrentará. – O primeiro jogo sempre é aguardado com mais expectativa, o que é normal. Não temos muitas informações sobre a Bolívia e isso no começo da partida deve gerar certa dificuldade – disse.

A sequência de jogos do Brasil prevê confrontos com Paraguai (08/09), Colômbia (10/09) e Equador (11/09).

O clube chapecoense foi o que mais serviu o selecionado brasileiro.

Confira a convocação da seleção brasileira para o Sul-Americano feminino:


Goleiras

Jozi – CD Burela FS (Espanha)

Giga – Unochapecó/NTozzo/Aurora

Júlia – Kindermann/Uniarp/GGnet


Fixas

Desirrê – Kindermann/Uniarp/GGnet

Taty – Unesc/FME/Cri Construções

Cilene – Barueri /Palmeiras/Jaguaré


Alas

Neguinha – Nacional Gás/Unifor

Marcela – Unesc/FME/Cri Construções

Jessiquinha – Barueri /Palmeiras/Jaguaré

Jessíka – Unochapecó/NTozzo/Aurora

Vanessa – Unochapecó/NTozzo/Aurora


Pivôs

Jú Delgado – FS Mósteles (Espanha)

Lú – Kindermann/Uniarp/GGNet

Cely – Unochapecó/NTozzo/Aurora


Fonte: CBFS.


Comente aqui
20 set13:35

Female conquista Taça Brasil Sub-20

Na manhã do domingo, dia 18, foi disputada a final da Taça Brasil Correios de futsal 2011, categoria feminina sub 20 – Divisão Especial. Jogando no ginásio prefeito Joaquim Prestes, a Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora/Female venceu o Classista Tagliari/PR por 6 a 5 (2 a 1 na prorrogação) e comemorou o título nacional (invicto) em Guarapuava, interior do Paraná.


Técnico Eder Popiolski com as atletas Renata Adamatti, Marina Cassol, Bruna Marcon, Daiana Giacomin e Fernanda Bazzi.


Para o técnico Eder Popiolski, o título da sétima edição da Taça Brasil Correios de futsal conquistado foi justo. – A equipe foi evoluindo aos poucos na competição deste ano. Esse é o segundo título sub 20 nosso e temos que comemorar esse feito. O campeonato foi equilibrado e no fim acabou dando tudo certo pra nós. Essas meninas estão todas de parabéns, inclusive nossas adversárias, que também fizeram uma ótima competição – disse.


Comente aqui
19 set14:02

Futsal do Marista na vice-liderança

Equipes de todo o estado realizaram no final de semana em Chapecó mais um turno da 4ª fase do Campeonato Estadual de Futsal da categoria Sub 11. Os jogos aconteceram no ginásio do Marista. O time da casa somou seis pontos dos nove disputados.

Na sexta-feira a equipe chapecoense venceu a equipe da cidade de Aurora pelo placar de 8 a 3. No sábado pela manhã venceu Videira pelo placar de 6 a 3 e a tarde perdeu para a equipe de Jaraguá do Sul pelo placar de 5 a 3.

Com estes e os demais resultados dos demais jogos realizados, a equipe de Jaraguá do Sul lidera parcialmente a chave com nove pontos, Marista assume a segunda colocação com seis pontos, Videira em terceiro com três pontos e Aurora não somou pontos.

Atualmente restam apenas doze equipes na competição. O returno define as duas equipes classificadas para a semifinal do evento em Jaraguá do Sul nos dias sete e oito de outubro.

Comente aqui
16 set11:15

Marista joga pela categoria Sub 11

Nesta sexta, 16 e sábado, 17, equipes de ponta do futsal do estado estarão em Chapecó. Eles disputam o turno da 4ª fase do Campeonato Estadual de Futsal da categoria Sub 11. Os jogos acontecem no ginásio do Marista.

O time da casa entra nas quadras às 20 horas desta sexta contra a equipe da cidade de Aurora. No sábado pela manhã às 10h30min enfrenta o Videira e a tarde, a partir das 16 horas, joga contra o Jaraguá do Sul.


Atletas da categoria Sub 11 do Marista.


Para o professor Somensi a equipe chapecoense está bem, mas sabe que os jogos serão difíceis.

- A equipe de Jaraguá do Sul lidera na classificação geral do campeonato, Aurora tem uma regularidade muito boa e perdeu apenas um jogo. Videira tem um time muito competitivo com jogadores altos e fortes, o que certamente dará muito trabalho – disse Somensi.

Restam apenas doze equipes na competição. O returno desta chave define as duas equipes classificadas para a semifinal em Jaraguá do Sul nos dias sete e oito de outubro.


Comente aqui
13 set16:38

Concórdia futsal recebe o Ituporanga

O confronto entre os dois times era para ter sido realizado na última semana, mas devido as constantes chuvas no Vale do Itajaí, a direção do Ituporanga pediu transferência da partida para a Federação Catarinense de Futsal. O rio que passa próximo ao município estava acima do nível normal. Com a mudança de data, o único ginásio a disposição foi o Ser Sadia.

A IACC/Águia Seguros/Unimed/Umbro x Moitas/Ituporanga é nesta terça-feira, dia 13, às 20h30min, no Ginásio da Ser Sadia. A partida é a última do turno da segunda fase da Divisão Especial de Futsal. Concórdia vai entrar em quadra com a mesma escalação dos últimos jogos com Léo, Paludo, Gabriel, Hiltinho e Duda.

Mesmo jogando em casa o técnico Serginho Schiochet  acredita que a equipe não terá dificuldades para jogar no local. – Claro que quando saímos da quadra que estamos acostumados a treinar e jogar é sempre diferente, mas estamos conscientes – destaca Schiochet.

Nesta segunda, dia 12, o grupo treinou e fez um reconhecimento da quadra. Ontem componentes da comissão técnica concordiense colocaram na Ser Sadia o tapete que é usado no Centro de Eventos.

Concórdia vem de empate contra o Jaraguá fora de casa e o Moitas empatou em Ituporanga com o Joinville. Os dois times estão praticamente iguais na tabela de classificação, com cinco pontos cada. Concórdia leva vantagem no número de gols sofridos, que é o primeiro critério de desempate depois do confronto direto.

- Estamos conscientes da necessidade da vitória, pois, trata-se de um adversário direto, já que a pontuação está equilibrada. E mais, não podemos deixar para buscar pontos no returno, porque iremos jogar três partidas fora de casa e apenas duas em Concórdia – finalizou Serginho.


Comente aqui
12 set12:41

Futsal Marista é campeão

O final de semana foi movimento na quadra do Colégio Marista em Chapecó. Na disputa do Campeonato Estadual de Futsal os meninos do Sub 8 e Sub 10 ficaram com o troféu.

Na sexta-feira, dia nove e sábado, 10, os atletas da categoria Sub 9 entraram em quadra para disputar o quadrangular semifinal do Campeonato Estadual de Futsal. Os atletas não conseguiram a classificação para a próxima fase do evento.

No domingo, 11, as equipes da categoria Sub 8, Sub 10 e Sub 12, entraram em quadra. A equipe da categoria Sub 12 conquistou a segunda colocação em disputas equilibradas. Já os atletas do Sub 8 e Sub 10 não deram chances para os adversários e venceram todos os seus jogos, conquistando de forma invicta o título e trazendo para Chapecó o troféu de Campeão Regional Oeste de Futsal.

Para o professor do Marista, Alex Michelon, o nível técnico do campeonato foi muito bom. A presença da torcida foi sem dúvida nenhuma um diferencial para a nossa equipe – disse.

Agora os jogadores se preparam para o Campeonato Estadual de Futsal da categoria Sub 11. Os jogos acontecem no ginásio do Colégio nos dias 16 e 17 de setembro.


Comente aqui
30 ago10:35

Krona empata por 2 a 2 em Concórdia pelo Catarinense de Futsal da Divisão Especial

Com o resultado, a equipe concordiense chegou aos quatro pontos e subiu para a terceira posição na tabela de classificação.

Jogando em casa e empurrado pelos torcedores, o time de Concórdia partiu para cima e abriu o placar com Paludo. No final da primeira etapa, Thales, por cobertura, marcou um belo gol e empatou para a Krona.

O jogo, no ginásio da UNC, continuou movimentado na segunda etapa, com os dois times buscando a vitória. Logo no começo, Murilo virou para Joinville. A equipe da casa correu atrás e igualou o placar com gol de Duda. No final, a pressão de Concórdia foi total, mas a Krona soube se segurar.

A Águia Seguros volta à quadra no próximo dia seis, quando enfrenta o Jaraguá do Sul, fora de casa.


Comente aqui
15 ago12:51

Ilusão de ótica?

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Gêmeas de Xaxim integram a equipe de futsal da cidade

Aquela história de um jogador seria tão rápido a ponto de bater escanteio e cabecear na área pode ser aplicado pelo time da CRE Xaxiense, de Xaxim, no Oeste do Estado. A equipe tem chamado a atenção nos campeonatos que disputa, pois parece ter jogadoras que se multiplicam em quadra. A mesma atleta que lança a bola na defesa parece estar no mesmo momento no ataque. A jogadora que é vista num lado da quadra, logo em seguida parece estar do outro lado. E às vezes o torcedor parece estar vendo dobrado, mesmo não tendo bebido. Seria ilusão de ótica. Não.

– Já somos conhecidos como o time das gêmeas- contou o técnico Andrei Sberse da Xaxiense.

A equipe de base do Xaxiense tem oito irmãs idênticas

Tudo começou com as irmãs Camila e Cândida Baccin, que tem 22 anos, e Andressa e Vanessa de Almeida Batista, ambas com 15 anos, e que desde os nove treinam no time.

O técnico Andrei Sberse gostou da experiência de ter gêmeas no plantel. No início do ano começaram a vir as gêmeas do Rio Grande do Sul fazer teste no time. Em fevereiro chegaram Jéssica e Ketruen Gritti, de Sananduva, e Ana Maria e Maria Isabel Zanatta, de Tapejara. As irmãs Zanatta indicaram as conterrâneas Karen e Kelen Bender.

– Foi um choque quando vi as meninas todas iguais- lembrou Kelen.

- Agora dá para distinguir mas no início era difícil- lembrou o técnico. Para tentar saber quem era quem, ele apelava para os números na camisa e calção. Mas, nos jogos, a confusão ainda é inevitável.

– Às vezes chamo uma e é a outra- diz. As próprias jogadores se confundem. Uma das brincadeiras preferidas das jogadoras e testar as outras para saber se identificam quem é quem. Camila Baccin tenta identificar, mas acaba errando. –Eu só sei quem são as loiras altas- afirma Vanessa, referindo-se às irmãs Gritti. Andressa diz que só reconhece a irmã, Vanessa. –Não diferencio nenhuma – confessa. Kelen é a única que diz conhecer todas.

Mas, ao mesmo tempo que traz confusão, há vantagem em ter tantas gêmeas no time. O técnico Andrei Sbertse disse que em várias vezes utiliza duas duplas delas em quadra. –Isso confunde o adversário que não sabe quem é quem – afirmou.

As meninas são campeãs da microrregional

Jéssica disse que em alguns jogos os adversários nem percebem que fez a substituição com a irmã e falam admirados. –Nossa, como você corre! Nesse caso ela corre por duas. Ana Maria Zanatta disse que é bom jogar em time de gêmeas, pois além de confundir os adversários o entrosamento é melhor. -A gente joga junto desde pequena- completa Vanessa As irmãs Karen e Kelen Bender, de Tapejara, gostam de jogar juntas. –Eu já sei onde minha irmã vai estar para largar a bola- disse Karen (ou será que foi a Kelen?). A única diferença é que a Karen tem a franja para a frente e a Kelen tem a franja para o lado, explicam as colegas.

Fora das quadras as pessoas acham que é a mesma pessoa que estava num lugar e depois já estava em outro. –As pessoas perguntam ô, tu não tava lá dentro – disse Kelen.

Apesar do time ser formado por pessoas tão parecidas, elas têm suas peculiaridades. Tirando Ana e Bel, que são alas, as demais jogam em posições diferentes das irmãs. E nenhuma quis ser goleira. Vai ver que é porque não dá para escalar duas goleiras.

O certo é que o time é atração por onde vai disputar os campeonatos e muitos querem tirar fotos com elas. E não vão pensar que o time é formado por gêmeas só para bonito. –Todas jogam bem- argumentou o técnico. Tanto que a equipe é campeã microrregional da Olesc e dos Joguinhos. Também, com um plantel desses, o time deve jogar o dobro.

QUEM SÃO ELAS:

Ketruen Fernanda Gritti- Fixa- 16 anos, natural de Sananduva-RS, joga desde os nove anos e torce para o Inter-RS. Está na Xaxiense desde fevereiro.

Jéssica Fernanda Gritti- Pivô- 16 anos, natural de Sananduva-RS, joga desde os nove anos e torce para o Inter-RS. A única diferença da irmã é que usa uma pulseira. Está na Xaxiense desde fevereiro.

Karen Bender- Fixa- 15 anos, natural de Tapejara-RS, joga desde os oito anos, torce para o Inter-RS. Para diferenciar-se da irmã usa franja para frente. Está na Xaxiense desde março.

Kelen Bender- Pivô- 15 anos, natural de Tapejara-RS, joga desde os oito anos, torce para o Inter-RS. Para diferenciar-se da irmã usa franja para o lado. E vive provocando a irmã. Está na Xaxiense desde março.

Ana Maria Zanatta-Ala-direita- 16 anos, natural de Tapejara-RS, joga desde os sete anos, torce para o Grêmio-RS. É mais falante do que a irmã. Jogou na Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora/Female no ano passado e foi contratada pela Xaxiense em fevereiro.

Maria Isabel Zanatta (Bel)-Ala-esquerda- 16 anos, natural de Tapejara-RS, joga desde os sete anos, torce para o Grêmio-RS. Jogou na Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora/Female no ano passado e foi contratada pela Xaxiense em fevereiro.

Vanessa de Almeida Batista- Pivô- 15 anos, natural de Xaxim, joga desde os nove anos na CRE Xaxiense. Torce para o Corinthians-SP.

Andressa de Almeida Batista- Ala-direita- 15 anos, natural de Xaxim, joga desde os nove anos na CRE Xaxiense. Torce para o Corinthians-SP.

Comente aqui