Greve

03 out17:53

Bancários e carteiros realizam ato em Chapecó

Na tarde desta segunda-feira bancários e funcionários dos Correios realizaram ato público em Chapecó. O objetivo das duas categorias foi de exigir da direção dos bancos e da empresa dos Correios uma negociação séria, apresentando uma proposta que atenda as expectativas para que se possa terminar a greve e voltar à normalidade dos trabalhos, diminuindo os prejuízos à população.

Os bancários completaram sete dias de greve nesta segunda-feira. Já os empregados dos Correios estão em greve há 21 dias. O secretário jurídico do Sindicato dos Correios, Jaques dos Santos Bitencourt, disse que não são os trabalhadores que querem manter a greve, é a direção da empresa que se recusa a negociar. Nesta terça-feira, dia quatro, está marcado um encontro entre empregados dos Correios, direção da empresa e o governo federal.

A greve dos bancos já atingiu quase oito mil agências no país. Em Chapecó, todas as agências estão com as atividades paralisadas. Na segunda-feira houve mais adesões no Oeste catarinense: uma agência da Caixa Econômica Federal de São Lourenço do Oeste, uma do Banco do Brasil de Palmitos e uma do Banco do Brasil de São Domingos.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Chapecó, Xanxerê e Região, Sebastião Araujo, o ato em conjunto demonstra também a existência de pontos comuns nas duas categorias, especialmente em relação às condições de trabalho e melhor atendimento à população.


Reivindicações

Os bancários entraram em greve dia 27 de setembro, após rejeitarem a proposta de reajuste salarial de 8%, que representa apenas 0,56% de aumento real. Os bancários reivindicam reajuste de 12,8% (5% de aumento real mais a inflação do período), valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, fim das metas abusivas, melhoria do atendimento aos clientes, entre outras. Além disso, existe uma pauta específica de reivindicações em cada banco público.


Agências fechadas na região Oeste


Base do Sindicato de Chapecó:


Banco do Brasil

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Catedral – Chapecó

● Ag. São Cristóvão – Chapecó

● Ag. 25 de Agosto – Chapecó

● Ag. Empresarial – Chapecó

● Ag. Industrial – Chapecó

● Ag. Pinhalzinho

● Ag. Xanxerê

● Ag. BB/BESC Xanxerê

● Ag. BB/BESC Saudades

● Ag. São Domingos

● Ag. Palmitos



Caixa

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Desbravador e Departamentos – Chapecó

● Ag. EFAPI – Chapecó

● Ag. Pinhalzinho

● Ag. Xanxerê

● Ag Xaxim

● Ag. Abelardo Luz

● PAB Unochapecó

● PAB Justiça Federal

● Ag. São Lourenço do Oeste


Banrisul

● Ag. Chapecó


Santander

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Real/Santander – Chapecó


HSBC

● Ag. Centro – Chapecó


Itaú

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Itaú/ Unibanco – Chapecó

● Ag. São Cristovão – Chapecó


Safra

● Ag. Chapecó


Bic Banco

● Ag. Chapecó


Bradesco

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. São Cristovão – Chapecó


Outras Bases na região


Caçador

● Caixa, BB e Banrisul


Joaçaba


Caixa

● Joaçaba

● Campos Novos

● Capinzal

● Catanduvas

● PAB Joaçaba


Banco do Brasil

● Herval d’ Oeste

● Campos Novos

● Água doce

● Capinzal

● Catanduvas


São Miguel do Oeste


Caixa

● São Miguel do Oeste

● Maravilha

● Dionísio Cerqueira

● São José do Cedro


Banco do Brasil

● 2 Ag. – São Miguel do Oeste

● Maravilha

● São José do Cedro


Concórdia


Caixa

● Seara

● Concórdia


Banco do Brasil

● 2 Ag. – Seara

● 2 Ag. – Concórdia

● PAB Arabutã

● Ipumirim


Santander

● Concórdia


HSBC

● Concórdia


Banrisul

● Concórdia



Comente aqui
03 out09:40

Bancários fazem ato nesta tarde em Chapecó

Na tarde desta segunda-feira, dia três, os bancários realizam ato com a participação de funcionários dos Correios. A mobilização será às 15h, em frente à agência do Bradesco, na Avenida Getúlio Vargas, centro de Chapecó.

Ainda durante a tarde,  o Comando Nacional dos Bancários se reúne em São Paulo para avaliar e ampliar a greve, diante do silêncio da Fenaban em retomar as negociações e apresentar uma proposta decente para a categoria. De acordo com o Sindicato dos Bancários de Chapecó, a paralisação deve ser intensificada ainda mais a partir desta segunda-feira.

A categoria optou pela greve após assembleia realizada na noite da segunda, dia 26, no Sindicato do Bancários em Chapecó.

Acordos

Na quarta, dia 21 e quinta-feira, 22, o Banco Regional de Brasília (BRB) e o Banco Estadual do Pará (BANPARÁ) apresentaram proposta a seus funcionários, sendo aceitas nas assembleias.


Agências fechadas na região Oeste


Base do Sindicato de Chapecó:

Banco do Brasil

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Catedral – Chapecó

● Ag. São Cristóvão – Chapecó

● Ag. 25 de Agosto – Chapecó

● Ag. Industrial – Chapecó

● Ag. Empresarial – Chapecó

● Ag. Pinhalzinho

● Ag. Xanxerê

● Ag. BB/BESC Xanxerê

● Ag. BB/BESC Saudades

● Ag. São Domingos


Caixa

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Desbravador e Departamentos – Chapecó

● Ag. EFAPI – Chapecó

● Ag. Pinhalzinho

● Ag. Xanxerê

● Ag Xaxim

● Ag. Abelardo Luz

● PAB Unochapecó

● PAB Justiça Federal

● Ag. São Lourenço do Oeste


Banrisul

● Ag. Chapecó


Santander

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Real/Santander – Chapecó


HSBC

● Ag. Centro – Chapecó


Itaú

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. Itaú/ Unibanco – Chapecó

● Ag. São Cristovão – Chapecó


Safra

● Ag. Chapecó


Bic Banco

● Ag. Chapecó


Bradesco

● Ag. Centro – Chapecó

● Ag. São Cristovão – Chapecó


Base do Sindicato de Joaçaba:

Caixa

● Joaçaba

● Campos Novos

● Capinzal


Banco do Brasil

● Herval d’ Oeste

● Campos Novos

● Lacerdópolis


Base do Sindicato de São Miguel do Oeste:

Caixa

● São Miguel do Oeste

● Maravilha

● Dionísio Cerqueira

● São José do Cedro


Banco do Brasil

● 2 em São Miguel do Oeste

● Maravilha

● São José do Cedro


Base do Sindicato de Concórdia:

Caixa

● Seara

● Concórdia


Banco do Brasil

● Seara

● Concórdia


Santander

● Concórdia


HSBC

● Concórdia



Comente aqui
02 out12:19

Bancários se mobilizam para intensificar greve a partir desta segunda-feira

Os bancários prometem intensificar em todo o país, a partir desta semana, a greve deflagrada na última terça-feira. Nesta segunda-feira, o comando nacional se reúne, em São Paulo, para avaliar os rumos do movimento.

— Queremos quebrar a intransigência dos bancos públicos e privados — diz o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeira, filiada à Central Única dos Trabalhadores (Contraf-CUT), Carlos Cordeiro.

A categoria reclama do “silêncio” da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Segundo a Contraf-CUT, a entidade patronal não manifestou, até agora, intenção de retomar as negociações.

Os trabalhadores entraram em greve após rejeitar a proposta de reajuste de 8% sobre os salários. De acordo com eles, esse percentual representa 0,56% de aumento real. Os bancários reivindicam reajuste de 12,8%. Esse percentual representa, destacam, 5% de aumento real mais a inflação do período.

Além disso, a categoria quer valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), abertura de contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, extinção de metas que consideram abusivas, mais segurança, igualdade de oportunidades e melhoria do atendimento aos clientes.


>> Na região Oeste, 47 agências estão fechadas.


Diálogo:

— Os bancos, que lucraram mais de R$ 27,4 bilhões somente no primeiro semestre deste ano, têm plenas condições de fazer uma proposta que seja capaz de atender às reivindicações dos funcionários — diz Carlos Cordeiro — Apostamos no diálogo e na negociação para resolver o impasse — concluiu.

De acordo com a Contraf-CUT, o movimento paralisa bancos públicos e privados em 25 estados e no Distrito Federal. A entidade espera que amanhã os bancários de Roraima também suspendam as atividades.

Na sexta-feira (30), foram paralisadas 7.865 agências e centros administrativos, segundo balanço da representação sindical.

— O Brasil é um dos países com maior desigualdade do mundo. Aqui, um executivo de banco chega a ganhar até 400 vezes a renda de um bancário que recebe o piso da categoria. É preciso mudar essa realidade e tirar o país dessa vergonhosa posição entre as dez nações mais desiguais do planeta — ressaltou o presidente da Contraf-CUT.

AGÊNCIA BRASIL

Comente aqui
30 set18:48

Greve: 47 agências fechadas no Oeste

A greve nacional dos bancários completou nesta sexta-feira, 30, quatro dias. Nos três primeiros dias foram paralisadas 7.672 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados em 25 estados e no Distrito Federal. Em Chapecó, na sexta-feira mais dois bancos aderiram: HSBC e Safra, além de mais uma agência do Banco do Brasil, o BB Industrial.

Em Chapecó, os funcionários de sete bancos estão em greve, totalizando 16 agências, além dos Postos de Atendimento. Estão paralisadas cinco agências o Banco do Brasil e as três da Caixa Econômica Federal desde o primeiro dia de greve. No segundo dia de mobilização aderiram ao movimento os funcionários do Banrisul; na quinta-feira ingressaram os bancários de duas agências do Santander e do Itaú; e na sexta-feira também paralisaram as atividades o BB Industrial, o HSBC e o Safra.

No grande Oeste, de Concórdia a São Miguel do Oeste, o quarto dia de greve foi finalizado com 47 agências paralisadas. Nas demais regiões de SC (Sul, Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e norte do Estado), até quinta-feira havia outras 172 agências paralisadas.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Chapecó, Xanxerê e Região, Sebastião Araujo, o descaso dos bancos e do Governo em relação às reivindicações dos bancários é o principal motivo da adesão maciça à greve. – Enquanto os bancos não apresentarem uma proposta decente à categoria, o movimento continuará crescendo. Os bancários se mantêm a disposição para o diálogo, mas queremos avanços na negociação – disse.


Quadro da greve no Oeste Catarinense


Banco do Brasil

- Ag. Centro – Chapecó

- Ag. Catedral – Chapecó

- Ag. 25 de Agosto – Chapecó

- Ag. Empresarial – Chapecó

- Ag. São Cristovão – Chapecó

- Ag. Industrial – Chapecó

- BB Pinhalzinho

- BB Xanxerê

- BB/BESC Xanxerê

- B/BESC Saudades

- BB/BESC Concórdia

- BB Seara

- BB/BESC Seara

- BB Campos Novos

- BB Herval Velho

- BB Herval do Oeste

- BB São Miguel do Oeste

- BB/BESC de São Miguel do Oeste

- BB Maravilha

- BB São José do Cedro


Caixa

- Ag. Centro – Chapecó

- Ag. Desbravador e Departamentos- Chapecó

- Ag. EFAPI – Chapecó

- Ag. Pinhalzinho

- Ag. Xanxerê

- Ag Xaxim

- PAB Unochapecó

- PAB Justiça Federal

- Abelardo Luz

- Videira

- Joaçaba

- Capinzal

- Concórdia

- Seara

- São Miguel do Oeste

- Dionísio

- Maravilha

- São José do Cedro


Banrisul

- Ag. Chapecó


Santander

- Ag. Centro Chapecó

- Ag. Real/Santander Chapecó

- Ag. Concórdia


HSBC

- Ag. Centro Chapecó

- Ag. Concórdia


Itaú

- Ag. Centro Chapecó

- Ag. Itaú/Unibanco Chapecó


Safra

- Ag. Chapecó


1 comentário
29 set12:14

Greve dos bancários

Em Chapecó a greve iniciou com os bancos públicos: quatro agências da Caixa Econômica Federal, três agências do Banco do Brasil e os postos de atendimento aderiram. Na quarta-feira os funcionários do Banrisul ingressaram no movimento, e nesta quinta-feira Santander, Safra, HSBC e Itaú também paralisaram as atividades.

A greve iniciou após a quinta rodada de negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), ocorrida na última sexta-feira, dia 23. Os bancários reivindicam reajuste de 12,8% (5% de aumento real), valorização do piso salarial, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), isonomia, mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, entre outras. A Fenaban apenas apresentou uma proposta de 8% de reajuste, o que representa 0,56% de aumento real.

Região Oeste

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Chapecó cerca de 180 agências bancárias estão paralisadas no Estado.

No Oeste as agências da Caixa Econômica Federal de: Chapecó, Xaxim, Pinhalzinho, São Miguel do Oeste, Maravilha, Concórdia, Joaçaba, Capinzal, Campos Novos e Xanxerê.

As agências do Banco do Brasil, paralisaram suas atividades agências em Chapecó, Pinhalzinho, Xanxerê, Saudades, Maravilha, São Miguel do Oeste, Concórdia, Herval do Oeste, Campos Novos e Videira.


Opções para pagamentos de contas sem atraso

Enquanto durar a paralização dos bancários, a população tem à disposição uma série de canais para realizar suas operações financeiras. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) são 179 mil caixas eletrônicos em todo o país, Internet Banking, Mobile Banking, operações por telefone e mais de 165 mil correspondentes não bancários — tais como casas lotéricas, agências dos correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados.

1 comentário
28 set17:07

Greve dos bancários

A Caixa Econômica Federal, assim como as demais instituições financeiras, está em processo de negociação com as entidades representativas dos empregados na Federação Nacional de Bancos – Fenaban.

>> Dez cidades estão com agências fechadas na Região Oeste.

O cliente está sendo atendido pelas unidades do banco que estão funcionando total ou parcialmente e, também, pela rede de canais alternativos conforme relação dos serviços listados abaixo:

Casas Lotéricas:

Pagamentos:

• Contas de Água, Telefone, com ou sem fatura

• Tributos

• Bloquetos CAIXA – dinheiro ou cheque se o convênio permitir.

• Bloquetos de outros bancos – em dinheiro (pode haver restrições fora do horário bancário).

• Prestação de Habitação

• INSS / GPS –

• FGTS-GRF / GRRF / GRDE (com código de barras).

• Contribuição Sindical – em dinheiro.


Saques:

• Contas correntes e poupanças com cartão magnético e identidade limitado a três transações por dia.

• Saque BB.

• Programas de Benefícios Sociais (Bolsa Família) – todo o valor disponível, com Cartão do Cidadão ou Cartão do benefício.

• INSS – todo o valor disponível, com cartão magnético para os beneficiários que são pagos na CAIXA.

• Seguro-Desemprego e PIS – todo o valor disponível, com Cartão Cidadão.

• FGTS – com Cartão Cidadão.


Outros Serviços:

• Consulta de saldos extratos de contas do FGTS, PIS;

• Consulta de saldos de contas da CAIXA;

• Depósitos em contas correntes e poupanças – em dinheiro.

• Abertura de conta CAIXA Fácil apresentando apenas RG e CPF.

• Encaminhamento de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados e pensionistas do INSS e empregados de empresas conveniadas.

• Recarga de celular pré-pago.


Correspondentes Caixa Aqui:

Pagamentos:

• Contas de Água, Luz e Tributos

• Bloquetos CAIXA

• Bloquetos de outros bancos

• Prestação de Habitação


Saques:

• Contas correntes e poupanças com cartão magnético e identidade

• Programas de Benefícios Sociais (Bolsa Família) – todo o valor disponível, com Cartão do Cidadão ou Cartão do benefício.

• INSS – todo o valor disponível, com cartão magnético para os beneficiários que são pagos na CAIXA.

• Seguro-Desemprego e PIS – todo o valor disponível, com Cartão Cidadão.

• FGTS


Outros Serviços:

• Consulta de saldos e extratos de contas da CAIXA, do FGTS e do PIS.

• Depósitos em contas correntes e poupanças

• Transferência de valores entre contas da CAIXA

• Abertura de conta CAIXA Fácil apresentando apenas RG e CPF.

• Encaminhamento de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados e pensionistas do INSS e empregados de empresas conveniadas. Recarga de celular pré-pago.


Terminais Eletrônicos (caixas automáticos e salas de autoatendimento):

• Saques

• Depósitos em dinheiro ou cheque

• Consulta e retirada de saldo/extrato

• Transferências

• Retirada de folha de cheque

• Pagamento de contas (não vencidas)

• Agendamento de pagamentos e DOC

• Pagamento e de cartão de crédito

• Bloqueio de cartão

• Saques de benefícios sociais (INSS, PIS/Abono Salarial, FGTS, Bolsa-Escola, Bolsa-Alimentação, Auxílio-Gás etc), com o cartão magnético

• Empréstimo Pessoal (CDC)

• Penhor (renovação e pagamento de cautela)

• Resgate de investimento


Além disso, os clientes podem contar com a rede do Banco 24 horas, à qual a Caixa também é associada, e a rede externa de caixas automáticos compartilhada com o Banco do Brasil.


Comente aqui
28 set11:55

Dez cidades do Oeste estão com agências bancárias fechadas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Bancários do Banco do Brasil e Caixa de 10 cidades, das 34 compreendidas pelo Sindicato de Chapecó, Xanxerê e região, aderiram a paralisação nacional. Funcionários da agência do Banco do Brasil de Xanxerê entraram em greve na manhã desta quarta-feira.

Em Chapecó sete agências e dois postos de serviço da Caixa e Banco do Brasil estão fechados. Somente os serviços de auto-atendimento estão disponíveis.

Na região as agências de São Miguel do Oeste, Maravilha, Dionísio Cerqueira, Concórdia, Seara, Xaxim, Saudades, Pinhalzinho e Xanxerê também estão em greve.

Em Concórdia, além das instituições públicas, dois bancos privados, HSBC e Santander estão em greve.

A categoria optou pela greve após assembleia realizada na noite da segunda, dia 26, no Sindicato do Bancários em Chapecó.

Enquanto durar a paralização dos bancários, a população tem à disposição uma série de canais para realizar suas operações financeiras. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) são 179 mil caixas eletrônicos em todo o país, Internet Banking, Mobile Banking, operações por telefone e mais de 165 mil correspondentes não bancários — tais como casas lotéricas, agências dos correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados.


Comente aqui
27 set15:45

Bancos privados podem entrar em greve

Bancários de instituições privadas podem entrar em greve. Uma assembleia será realizada às 17h30min no Sindicato dos Bancários de Chapecó.

Nove cidades da região, Chapecó, São Miguel do Oeste, Maravilha, Dionísio Cerqueira, Concórdia, Seara, Xaxim, Saudades e Pinhalzinho, estão com agências do Banco do Brasil e Caixa fechadas.

Em Chapecó sete agências e dois postos de serviço estão fechados. Somente os serviços de auto-atendimento estão disponíveis. Segundo o diretor de comunicação do Sindicato, Alzumir Rossani, cerca de 300 bancários estão mobilizados na cidade.

>> Febraban divulga canais de atendimento bancário

Em Concórdia quatro agências bancárias estão fechadas. A paralisação também atinge Seara, onde duas das três agências não abriram nesta terça-feira.

Comente aqui
27 set14:44

Febraban divulga canais de atendimento bancário

Enquanto durar a paralização dos bancários, a população tem à disposição uma série de canais para realizar suas operações financeiras. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) são 179 mil caixas eletrônicos em todo o país, Internet Banking, Mobile Banking, operações por telefone e mais de 165 mil correspondentes não bancários — tais como casas lotéricas, agências dos correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados.

Os bancos oferecem também os serviços de débito automático para pagamento de contas de consumo (água, luz e telefone, por exemplo), além da possibilidade de realizar transações com segurança por meio de internet banking e mobile banking (operações por meio de celulares).

>> Bancários de nove cidades do Oeste estão em greve

Para localizar agências de qualquer banco em qualquer cidade, consulte o serviço BuscaBanco, da Febraban.

ZERO HORA

Comente aqui
27 set11:44

Bancários de nove cidades do Oeste estão em greve

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Bancários do Banco do Brasil e Caixa de nove cidades, das 34 compreendidas pelo Sindicato de Chapecó, Xanxerê e região, aderiram a paralisação nacional.

Bancários de Chapecó, São Miguel do Oeste, Maravilha, Dionísio Cerqueira, Concórdia, Seara, Xaxim, Saudades e Pinhalzinho estão em greve.

Em Chapecó sete agências e dois postos de serviço estão fechados. Somente os serviços de auto-atendimento estão disponíveis. Segundo o diretor de comunicação do Sindicato, Alzumir Rossani, cerca de 300 bancários estão mobilizados na cidade.

Em Concórdia quatro agências bancárias estão fechadas. A paralisação também atinge Seara, onde duas das três agências não abriram nesta terça-feira.

A categoria optou pela greve após assembleia realizada na noite desta segunda, dia 26, no Sindicato do Bancários em Chapecó. Cerca de 200 bancários participaram da assembleia.

Bancários de todo o país, de bancos públicos e privados, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira.

Em Santa Catarina, cerca de 80% dos funcionários, o que corresponde a 10 mil funcionários, aderiram à paralisação, segundo o sindicato da categoria.


Comente aqui