Horário

15 out12:35

Anac recomenda que passageiros confirmem seus voos em razão do início do horário de verão

Para evitar transtornos por causa do horário de verão, que entra em vigor no próximo domingo, dia 16, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está orientando os passageiros a entrarem em contato com a empresa aérea antes de se dirigir ao aeroporto.

A recomendação é válida especialmente para aqueles com voos programados com origem ou destino ao Estado da Bahia, que aderiu este ano ao novo horário. Segundo a agência, as empresas aéreas também foram orientadas a entrar em contato com os passageiros e mantê-los informados sobre quaisquer alterações nos horários programados.

Os Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, e o Distrito Federal também terão seu horário oficial adiantado em uma hora até o dia 26 de fevereiro de 2012.

Comente aqui
14 out19:34

Horário de verão começa neste domingo

À 0h deste domingo, os brasileiros de 11 Estados e do Distrito Federal devem adiantar seus relógios em uma hora.

Com 133 dias de duração, o horário de verão 2011-2012 vai se estender de 16 de outubro a 26 de fevereiro, e será o mais longo desde 1985. Além dos Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, este ano, a pedido do governador Jaques Wagner (e apesar dos protestos de parte da população), a Bahia também vai aderir.

Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), vai proporcionar uma redução de demanda de energia entre 4,5% e 5%, o que equivale a mais de 2,6 mil megawatts (MW).

O horário de verão, com os relógios sendo adiantados em uma hora, é adotado como alternativa para aproveitar a luminosidade natural dos dias mais longos do ano. Com isso, evita-se o aumento da demanda justamente nos horários de pico do final da tarde e do início da noite, permitindo que as pessoas deixem o trabalho e retornem para casa ainda com a luz solar.

A edição deste verão foi estendida em uma semana devido à coincidência entre o Carnaval e a data habitual do final do horário, o terceiro domingo de fevereiro, estabelecida pelo Decreto nº 6585, de 2008. Nestes casos, o próprio decreto prevê o adiamento. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, a população esqueça de ajustar os relógios.

Segundo o ONS, o maior impacto do horário de verão se dá na redução da demanda do sistema no horário de pico de consumo. Para esta edição, o ONS prevê redução de 4,6% na demanda das regiões Sudeste e Centro-Oeste, ou 2.050 MW, suficiente atender duas vezes a necessidade de Belo Horizonte. Para a Região Sul, a economia prevista é 4,9%, cerca de 600 MW, três vezes a demanda de Florianópolis. A redução total de consumo deve ficar em torno de 0,5%.

Além da reduzir o gasto de energia, o horário de verão proporciona outras formas de economia. A mais significativa é evitar a necessidade de investimentos para expandir a capacidade instalada de geração de energia e atender a uma demanda mais elevada. Segundo estimativa do ONS, o custo alcança R$ 3,6 bilhões.


Clique e confira os Estados que adotarão o horário de verão e a redução da demanda de energia proporcionada com a medida.

Comente aqui
05 out16:27

De olho no relógio: horário de verão começa a valer no domingo, 16, em 11 Estados

Basta que as temperaturas fiquem acima dos 25ºC e que as pessoas comecem a se habituar com o clima mais quente para que o horário de verão inicie. Neste ano, os relógios devem ser adiantados em uma hora a partir do domingo, 16. A mudança fica valendo até o terceiro domingo de fevereiro de 2012.

Neste ano, aderiram à mudança de horário, segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

Na última vez em que foi adotado, entre outubro de 2010 e fevereiro deste ano, o horário diferenciado resultou na redução de 4,4% da demanda de energia no horário de pico entre o fim da tarde e o início da noite. Este é o período do dia em que o o consumo é mais alto nas regiões onde o sistema é adotado, de acordo com o Ministério de Minas e Energia.

Segundo a Celesc, a economia representou 5% da energia elétrica consumida em período normal em Santa Catarina, o que seria suficiente para abastecer uma cidade do porte de Biguaçu, que tem aproximadamente 58 mil habitantes, durante o verão.

Desde 2008, a mudança no horário ocorre sempre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro.

A medida, segundo o Ministério, auxilia para reduzir a demanda por energia elétrica em horários de pico por meio do aproveitamento da luz solar.

Comente aqui
30 set17:24

Horário de verão começa no dia 16 de outubro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

O horário de verão vai começar no dia 16 de outubro e valerá para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A mudança de horário ocorre sempre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro.

No ano passado, o horário diferenciado resultou na redução de 4,4% da demanda de energia no horário de pico entre o fim da tarde e o início da noite, quando o consumo é mais alto nas regiões onde o sistema foi adotado, de acordo com o Ministério de Minas e Energia.

O horário de verão é adotado sempre nesta época do ano por causa do aumento na demanda por energia, motivado pelo calor e pelo crescimento da produção industrial às vésperas do Natal. No verão, os dias são mais longos por causa da posição da Terra em relação ao Sol e a luminosidade natural pode ser melhor aproveitada adiantando a rotina das cidades em uma hora.


AGÊNCIA BRASIL

Comente aqui