Hospital Regional do Oeste

23 ago14:38

Edital para ampliação do Hospital Regional do Oeste será lançado nesta quinta-feira

Na noite desta quinta-feira, dia 23 de agosto, acontece o lançamento do edital para a ampliação do Hospital Regional do Oeste (HRO) em Chapecó. Devem ser investidos R$ 31,7 milhões nas obras. O evento vai contar com a presença do Governador do Estado Raimundo Colombo, o secretário de Estado da Saúde, Dalmo Claro de Oliveira e o presidente da diretoria executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, Severino Teixeira da Silva Filho.

Imagem de como ficará o HRO após a obra.

O lançamento do edital para a contratação da empresa responsável pelas obras será às 19h no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes em Chapecó.

Com a obra, o número de leitos do HRO vai aumentar de 319 para 475, tornando-se o maior hospital público de Santa Catarina. A obra contempla ainda o novo Centro Cirúrgico com 12 novas salas cirúrgicas, Hemodinâmica / Unidade Vascular, nova UTI com 20 leitos para adultos, 10 novos leitos UTI pediátrica e sete novos leitos de UTI Coronária. Está previsto também pavimento específico com 42 leitos para Oncologia adulto e Pediátrica, mais um pavimento específico com 53 leitos para Quimioterapia, além de Heliponto (resgate aéreo/SAMU).


Comente aqui
04 jul09:12

Hospital Regional do Oeste em Chapecó será ampliado

Investimento de R$ 30 milhões, novos 156 leitos, salas cirúrgicas e ampliação da área de tratamento intensivo. Obras e recursos que estão no projeto da construção na nova ala do Hospital Regional do Oeste, um marco na história da instituição desde sua fundação em 1986, apresentados à Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), na última semana, em visita ao HRO.

Os dirigentes da ACIC foram recebidos pelo presidente da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (AHLVF) Severino Teixeira da Silva Filho e pelo presidente do Conselho Delegado de Administração Marco Aurélio Nedel e o vice Gelson Dalla Costa.

O presidente da ACIC Maurício Zolet e os demais empresários tiveram a oportunidade de conhecer toda a estrutura do maior hospital público catarinense, desde o refeitório, lavanderia, almoxarifado, até os setores de neurocirurgia, UTI, pediatria e oncologia.

O HRO atua em regime de alta complexidade, abrangendo em torno de 120 municípios, com população estimada em 1,1 milhão de habitantes. Conta com 920 funcionários, 130 médicos de plantão (aviso e sobreaviso) e um corpo clínico de 209 especialistas, além de 16 médicos anestesiologistas. Este quadro funcional não agrega funcionários de clínicas, laboratórios, setor de fisioterapia, entre outros.

Atualmente, são 319 leitos para atender uma demanda crescente, o que, na avaliação do presidente Severino Teixeira da Silva Filho, está com a capacidade de atendimento esgotada. Por isso, no fim do mês de junho a direção do Hospital entregou ao governador Raimundo Colombo o projeto que prevê a ampliação para 475 leitos, além da construção de mais 26 leitos para a unidade de terapia intensiva (nove para UTI geral, dez UTI pediátrica e sete para UTI coronária) e mais 12 salas cirúrgicas.

Dos novos leitos, 37 leitos receberão pacientes para tratamento intensivo, 56 para oncologia de longa duração, 36 para quimioterapia de curta duração e 27 para recuperação pós-cirúrgica, totalizando 156 unidades.

Atualmente o HRO realiza em média 1200 cirurgias/mês. Por isso, a obra é considerada fundamental para atender a demanda da região. A estrutura recebeu recentemente algumas melhorias para agregar o setor de transplantes e o espaço universitário, onde estudantes de Medicina desenvolvem as atividades.

- Com a ampliação, teremos um hospital ainda mais preparado para receber novos cursos de Medicina na região – disse Zolet.

O presidente do Conselho Delegado de Administração Marco Aurélio Nedel disse que um dos maiores problemas é a alta procura pelo atendimento no setor de emergência. Segundo o dirigente, de cada 100 pessoas que chegam até o setor, cerca de 3% são internados.

Outro destaque apontado pela direção é o reconhecimento de hospital de maior resolutividade em Santa Catarina. A higiene e organização também são referências, além de que dentro da própria instituição são fabricados móveis para os leitos, a exemplo do suporte para segurar o soro, e a sala de costura onde são confeccionados os uniformes, lençóis e outros materiais.

- O Hospital Regional do Oeste preza pela total qualidade no atendimento. Desde que esta administração assumiu a Associação Lenoir Vargas Ferreira, buscamos elevar a autoestima da equipe de colaboradores e, como resultado, percebemos uma melhora significativa no cuidado com as pessoas e na busca incessante pelo bom atendimento- complementou o presidente do HRO.


Comente aqui