Hospital

18 jun12:18

Duas pessoas morrem em acidentes em Chapecó

[Atualizado 13h58]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o primeiro acidente foi por volta das 6h20, desta segunda-feira, no Km 541 da BR 282, na comunidade de Colônia Bacia em Chapecó. Alex Sandro Pomiecinski, 24 anos, seguia de carro para o trabalho, quando rodou na pista e colidiu de frente com um caminhão, placas de Chapecó. Com o impacto da batida, Alex morreu na hora.

O motorista do caminhão, Patric Antonio de Oliveira, 30 anos, saiu ileso.

A segunda ocorrência atendida pela PRF, também uma colisão frontal, foi uma hora e meia depois. O acidente envolvendo três veículos foi no Km 128 da BR 480 (Acesso Plínio Arlindo de Nes).

Segundo a PRF o Vectra teria invadido a pista e colidido de frente com o um Uno, ambos com placas de Chapecó. O terceiro veículo envolvido, um Palio, não conseguiu frear e também colidiu.

Com o impacto a condutora do Uno, Elida Boita, 42 anos, morreu no local. A passageira do veículo, Jaqueline Andressa Alves, 19 anos, foi socorrida em estado grave pelo Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste.

Os condutores do Palio, Diego Camara, 28 anos e do Vectra, Jovani Zanette, 28 anos, também foram levados para o hospital, com ferimentos.

A Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê faz o levantamento das causas dos acidentes.



Comente aqui
12 jun18:25

Motociclista que morreu após atropelamento em Chapecó doa córneas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O motociclista Ewerton Rodrigo Antunes de Oliveira, 26 anos, que morreu após ser atropelado na tarde desta terça-feira em Chapecó doa córneas. A família do rapaz, que era casado há sete anos e pai de uma menina de quatros anos, autorizou a doação dos órgãos. O vendedor de uma distribuidora de bebidas estava trabalhando novamente na empresa há dois meses. – Ele sempre morou aqui, chegou a ficar um tempo trabalhando em Florianópolis, mas resolveu voltar pra cá não faz muito – lembra Clemerson de Oliveira, irmão dele.

O acidente foi no início da tarde na Rua Afonso Pena, no bairro São Cristovão. Segundo informações da Polícia Militar de Chapecó o condutor da motocicleta colidiu no veículo Polo, que estava estacionado, perdeu o equilíbrio da moto e caiu. Após a queda um automóvel Uno, placas de Chapecó, conduzido por um homem de 82 anos, acabou atropelando o rapaz.

Ele foi socorrido inconsciente pela equipe do Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste. Ewerton teve uma parada cardiorrespiratória ao dar entrada no Hospital e não resistiu.

O velório acontece na Igreja do Bairro Alvorada. O enterro será na tarde desta quarta-feira, no cemitério municipal de Chapecó.


Comente aqui
07 jun09:45

Bebê que sobreviveu nos braços da mãe deixa o Hospital em Concórdia

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Com apenas alguns aranhões na face, o bebê Marcos Felipe Menezes, de dois anos e cinco meses, deixou o Hospital São Francisco às 11h20 de ontem. Ele é o único sobrevivente do acidente ocorrido na manhã de terça-feira, na BR 153, em Concórdia.

Os pais, Taís Menezes, 20 anos, e Syllas Pereira da Rocha, 23 anos, que conduzia a carreta, morreram no acidente e serão enterrados por volta das 9 horas de hoje na cidade de Nova Andradina, que fica próxima a Naviraí-MS. O casal morava em Naviraí mas a família Rocha é de Nova Andradina.

A irmã de Syllas, Débora Rocha, foi quem saiu com Marcos no colo. Ele só tinha um arranhão no rosto e um hematoma no peito, mas estava bem. –Eles deixaram o filho para a gente cuidar- disse Débora. No entanto o menino vai ficar aos cuidados dos avós maternos.

Ao sair do hospital as pessoas na rua queriam ver o bebê que “milagrosamente” tinha sobrevivido. Integrantes da Pastoral da Saúde até conseguiram uma sacola de roupas e fraldas para o bebê.

Os familiares e amigos do casal chegaram em Concórdia às 4h30 de ontem e, por volta das 12 horas voltaram para o Mato Grosso do Sul, em dois carros, levando o sobrevivente e os corpos. A previsão de chegada em Nova Andradina era por volta das 22 horas de ontem.

Um dos amigos do casal, Ivaí Antunes, disse que Rocha tinha levado carne bovina de Naviraí para Joinville e buscado frutas em Caxias do Sul-RS, que estava levando para Dourados. A intenção era chegar em casa ontem. Antunes acredita que esta era a primeira viagem da família inteira. Syllas também tinha uma filha de cinco anos, Bianca, de outro relacionamento.

Outro amigo que foi até Concórdia, Marcos Roberto Souza, que também é motorista, estava desolado. –Ele era muito companheiro e me ajudou muito numa viagem para o Rio de Janeiro- lembrou. No entanto esta era a primeira vez que Rocha passava por Concórdia. O desconhecimento da rodovia pode ter sido um fator que contribuiu para o acidente. Ele disse que conhecia o amigo há pelo menos 1,5 ano e ele já dirigia carreta.

Lembrou que o sonho de Rocha era comprar um carro e que há poucos dias tinha comprado um Gol usado. –Acho que ele nem chegou a dirigi-lo- lamentou.

A carreta Scania placas de Naviraí-MS, carregada com frutas, perdeu o controle saiu da pista numa curva na “Serra do Cachimbo”, entre Concórdia e Irani e desceu um barranco entre 30 e 40 metros, segundo os bombeiros. Um agricultor encontrou Mateus envolto nos braços da mãe, Taís Menezes, 20 anos, que estava caída sobre o menino, no meio das pedras, fora da carreta, com o corpo mutilado.

-Ele só sobreviveu pois ficou protegido pelo corpo da mãe- relatou a bombeira volutária Flávia Bevilácqua.

Como foi o acidente

Por volta das 8 horas de quinta-feira, a carreta Scânia placas de Naviraí-MS, iniciou a descida da Serra do Cachimbo, no sentido Concórdia/Irani e, numa curva à direita, tombou. A carreta atravessou duas pistas na contramão, arrebentou a defensa e desceu um barranco de pedra com cerca de 40 metros. O condutor, Syllas Pereira da Rocha, 23 anos, morreu no local. Sua mulher, Taís Menezes, 20 anos, caiu fora da carreta e também morreu. O filho, Marcos Felipe Menezes da Rocha, de dois meses, sobreviveu nos braços da mãe.

A carreta não havia sido retirada ainda na tarde de ontem, devido à dificuldade de acessar o local. A Polícia Rodoviária Federal de Concórdia está investigando as causas do acidente. O tacógrafo foi recolhido. Os policiais rodoviários informaram que a pista estava boa e bem sinalizada. No entanto os acidentes são comuns na região por ser um trecho de curvas e declive. Os policiais também informaram que não é exigida a cadeirinha para bebês em caminhões e carretas. Portanto o bebê podia viajar no colo da mãe.



Comente aqui
05 jun16:31

Segue internado filho do casal que morreu em acidente em Concórdia

Sirli Freitas | sirliane.freitas@diario.com.br

Segue internado no Hospital São Francisco de Concórdia, o filho do casal que morreu no acidente na BR 153 em Concórdia. Marcos Felipe Menezes da Rocha, de dois meses está fora de perigo, mas em observação.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal,  estavamna carreta carregadas de frutas o motorista, Silas Pereira da Rocha, de 23 anos, a passageira Tais Menezes, de 20 anos que morreram no local e o bebê, ambos de Naviraí/MS. O acidente foi por volta das 8h, serra de Cachimbo, no km 86 na BR 153.

>> Casal morre em acidente na BR 153 em Concórdia

De acordo com o Corpo de  Bombeiros de Concórdia, o corpo da mulher teria sido projetado para fora da carreta e estava com a criança abraçada no colo. O agricultor Gilmar Barp, morador próximo do local ajudou no resgate do menino. Ele disse que quando chegou no local do acidente viu o menino com vida nos braços da mãe.

A PRF vai investigar as causas do acidente.

Comente aqui
30 mai12:34

Homem ficou ferido em acidente na BR 282

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Paulo Bierende, 42 anos ficou gravemente ferido em uma colisão frontal entre caminhão e um veículo no início da noite desta terça-feira na BR 282 em Nova Itaberaba.

A colisão foi entre um caminhão com placas de Chapecó e um veículo, placas de Pinhalzinho. Paulo, motorista do veículo, ficou preso nas ferragens e teve ferimentos graves. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhado para o Hospital Regional do Oeste, onde segue internado.

O motorista do caminhão Anderson Schmitz teve apenas ferimentos leves.


Comente aqui
27 mai11:54

Homem foi atingido por arma de fogo em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na madrugada deste domingo a Polícia Militar de Chapecó foi chamada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo na linha Simonetto, interior da cidade. Chegando ao local os policiais encontraram um adolescente de 16 anos alvejado de raspão na cabeça e um homem de 22 anos com um tiro no ombro esquerdo.

O adolescente foi socorrido por familiares. Já o homem foi atendido pelo de Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhado parar o Hospital Regional do Oeste. Ele foi atendido e liberado ainda na madrugada.

A polícia fez rondas no local do crime atrás do suspeito que estava em uma motocicleta. Até a manhã deste domingo ninguém havia sido preso.


Comente aqui
25 mai17:17

Hospital da Criança um ano em Chapecó

No mês de maio, o Hospital da Criança (HC), o qual é administrado pela Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, mesma entidade filantrópica que administra o Hospital Regional do Oeste (HRO), completa um ano de atividades. Neste primeiro ano, foram realizados mais de 47 mil atendimentos no Pronto Socorro, 1.067 internações e 742 cirurgias. Em percentuais isso representa que dos mais de 47 mil atendimentos no PS do HC, apenas 2,27% foram casos que necessitaram de internação.

Com base no banco de dados do HC, nestes primeiros 12 meses de ininterrupto funcionamento daquele nosocômio, em média já foram atendidos 3.917 pacientes por mês, perfazendo 130 atendimentos por dia, o que representa uma média de 5,44 pacientes por hora. Quando a ala pediátrica funcionava junto ao HRO, a média de atendimento na especialidade pediátrica era de apenas 50 por dia. Mesmo com a demanda que aumentou em 100%, os casos de urgência e emergência representam apenas cerca de 1,3%. Por outro lado, nestes 12 meses, onde mais de 47 mil atendimentos foram prestados, o índice de óbitos em 2011 fora de apenas 0,01%. Já em 2012, a taxa de mortalidade registrada no Hospital da Criança, é 0% (zero), o que representa alto índice de resolutividade no atendimento aos pequeninos.

Hoje atendem no espaço 112 funcionários, os quais desempenham atividades nos serviços de enfermagem e administrativo, juntamente com 19 médicos pediatras. Os 19 pediatras estão assim distribuídos em suas funções: oito atuam na escala de plantão 24 horas no pronto socorro; oito clínicos em sobreaviso; e, três são cirurgiões que atuam na demanda de procedimentos no Centro Cirúrgico.

O HC mantém 24 horas plantão médico com toda equipe de apoio, em diversas especialidades em sobreaviso. Devido ao fato de agora existir uma ala especial para as crianças, com um atendimento direcionado para esse público, houve reflexo positivo na redução de internações.

Quando a Pediatria estava instalada no Hospital Regional do Oeste (HRO), eram registradas cerca de 30 internações/mês, sendo que agora no Hospital da Criança (HC) são 12 por mês. Isso é reflexo de um conjunto de ações desde a humanização até a alta dos pequenos pacientes, reflexo extremamente positivo em termos de resolutividade. No HC os atendimentos são especificamente para atender casos de Urgência e Emergência a crianças de zero a 13 anos, 11 meses e 29 dias.

De acordo com Rajá Elias, Diretor Médico do Hospital da Criança, esses números mostram o avanço na saúde e no atendimento as crianças.

- Estamos preocupados com o atendimento de qualidade e não com a quantidade de atendimentos. Queremos atender bem e a todos – destacou.


Comente aqui
25 mai16:20

Hospital Regional de São Miguel do Oeste disponibiliza novos leitos

O Hospital Regional do Extremo Oeste Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste, disponibilizou nesta sexta-feira, dia 25, mais 14 leitos. Visando questões logísticas e de organização os novos leitos são destinados, apenas, para pacientes da ortopedia masculina.

De acordo com a diretora de qualidade, Carolina Pagliarin Bruggemann, esses novos leitos são importantes para a manutenção das cirurgias eletivas.

- A proposta destes novos leitos é que nós tenhamos condições de manter os agendamentos das cirurgias eletivas – disse.

Em relação a novas ampliações, Carolina explica que essa é uma intenção do governo do estado e que o projeto, que já está pronto, está em fase de aprovação. O projeto visa criar mais 40 leitos para a área de internação.


Comente aqui
16 mai10:36

Ainda não foi identificado homem atropelado na BR 480 em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Por volta das 17h50 desta terça-feira um homem morreu atropelado Km 128 da BR 480 em Chapecó. Até o final da manhã desta quarta-feira ele não havia sido identificado. Segundo funcionários do Instituto Médico Legal (IML), o homem de aproximadamente 35 anos, vestia bermuda, jaqueta de um supermercado de Chapecó e chinelo de dedos. Com ele foi encontrado também uma mochila preta cheia de roupas. Familiares podem fazer o reconhecimento no IML do Hospital Regional do Oeste em Chapecó.

Uma van, placas de Cunha Porã, com trabalhadores que saía de Chapecó atropelou o homem que, segundo a Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê, teria tentando atravessar a pista. Nenhum ocupante do veículo se feriu.

O acidente gerou engarrafamento no local.



Comente aqui
14 mai11:52

Aparelho de ressonância magnética do Hospital Regional de Chapecó está desativado

No final da manhã desta segunda-feira, dia 14, o Hospital Regional do Oeste (HRO) de Chapecó informou, através de nota, que o aparelho de ressonância magnética da unidade está temporariamente desativado. O motivo é que o aparelho está em manutenção emergencial.

A Administração técnica do HRO disse que todos os exames de ressonância magnética serão retomados imediatamente, após à normalização do serviço, bem como, todos os compromissos serão reagendados. Será implantando também mais um turno de trabalho para o atendimento aos pacientes.


Comente aqui