Humor

22 ago15:35

É nesta quarta-feira o II Festival de Humor Sorria Chapecó

A II Edição do Festival de Humor Sorria Chapecó reunirá a comunidade chapecoense para a final do concurso, às 20h desta quarta-feira, no auditório da Prefeitura de Chapecó.

Cerca de 30 participantes farão as suas apresentações nas categorias livre e escolar. O Projeto é uma iniciativa da Prefeitura, através da Secretaria de Educação, em parceria com diversas empresas e entidades.

O evento tem como objetivo estimular a oratória e a expressão corporal através do resgate da cultura popular. Além disso, o evento incentiva a classe estudantil e a comunidade na utilização do bom humor para um ambiente mais saudável.

Os finalistas serão avaliados pela clareza de conteúdo, originalidade, postura, desenvoltura e interpretação. A programação traz ainda a apresentação do humorista João Kuiudo.


Comente aqui
17 jun13:04

Bom humor invade cidades do Oeste

Viagem Teatral é um projeto que leva bom humor e alegria a 10 cidades – quatro do Oeste de Santa Catarina e seis do Noroeste do Rio Grande do Sul. O trabalho inclui as peças Fulaninha e Dona Coisa; e Estardalhaço, do grupo teatral de Florianópolis Traço Cia de Teatro, e as apresentações, gratuitas, acontecem ao ar livre de 19 a 28 de junho, com o patrocínio da Foz do Chapecó Energia, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Dirigida por Marianne Consentino e encenada por três atrizes, Fulaninha e Dona Coisa conta a história de uma patroa, de sua empregada e como as divergências entre elas podem ser engraçada e cheia de peripécias. A montagem já levou o prêmio de Melhor Espetáculo – na Categoria Rua – do Festival Isnard Azevedo em 2002. Remontada em 2007, a peça foi exibida em diferentes locais e participou do Festival Performance e Artes da Terra – Escrita na Paisagem, em Portugal.

Em Estardalhaço, cuja direção fica por conta do próprio grupo, a história é interpretada por quatro atores que apresentam uma trupe de palhaços que chega para apresentar seu show na cidade. Mas enquanto se prepara para fazer um grande espetáculo, se defrontam com suas próprias diferenças.

- O intuito é democratizar a cultura na região onde está a usina, tornando-a acessível e popular – explica o diretor superintendente da Foz do Chapecó, Marcelo Wood Chiarello.


Cronograma em Santa Catarina:

19/06 – Caxambu do Sul;

20/06 – Guatambú e São Carlos;

21/06 – Paial;

As apresentações no Rio Grande do Sul serão nas cidades de Alpestre (22/06), Rio dos Índios (25/06), Nonoai (25/06), Faxinalzinho (26/06) e Itatiba do Sul (27/06) e Erval Grande (28/06).


Comente aqui
08 mai16:04

"Improvável": um espetáculo provavelmente bom em Chapecó

O Teatro Municipal do Centro e Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes de Chapecó recebe neste domingo, dia 13 de maio, o espetáculo “Impróvavel”. O evento é uma promoção da RBS TV Chapecó 30 anos.

Criado, produzido e encenado pela Cia. Barbixas de Humor, o espetáculo é um projeto de humor baseado em improvisações no qual a plateia tem fundamental importância para criação das cenas. Segundo o site do grupo o espetáculo tem muita influência do programa “Whose Line is it Anyway?” (Inglaterra e EUA). Nele, um Mestre de Cerimônias aquece a plateia com uma pequena introdução antes do espetáculo interagindo com o público e explicando como eles poderão influenciar nas cenas. Na hora das improvisações ele seleciona as sugestões da plateia e explica os mecanismos e as regras dos jogos de improvisação. A cada apresentação serão chamados dois atores convidados para completar o elenco. E como tudo é baseado no improviso, o público sempre verá uma peça diferente e interativa.

O grupo é formado por Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna começou com apresentações mensais em 2008 e desde fevereiro de 2009 são realizadas toda a semana em São Paulo e no finais de semana pelo Brasil. Algumas das apresentações são gravadas para alimentar a websérie do Improvável.

Os ingressos para apresentação já estão à venda.


Serviço

ESPETÁCULO “Improvável”

Data: 13 de maio

Horário: 18h

Local: Teatro Municipal – Centro de Eventos Plínio Arlindo de Nes [Rua Assis Brasil, n 20-D – centro de Chapecó]

Informações: (49) 3319-1000

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) | R$30,00 (meia)

Pontos de Venda: Moto Jeans ou  na bilheteria do teatro das 13h às 19h.

Compra Online através dos sites [Blue Ticket] ou [Mpromo]

Duração: aproximadamente 70 minutos

Classificação: 14 anos


Convidados:

** MC Convidado: Fábio Lins, pois o ator Anderson Bizzocchi não poderá comparecer a turnês devido a sua participação no elenco do programa Saturday Night Live Brasil.

Jogadores Convidados:Allan Benatti e Cristiane Wersom

Músico Convidado: Daniel Tauszig


Comente aqui
31 jan13:42

Água é remédio para mau humor

Um estudo publicado no Journal of Nutrition sugere que beber água pode ser um poderoso remédio numa crise de mau humor. Pesquisa feita apenas com mulheres mostrou que aquelas que estavam desidratadas ficavam não só mau humoradas, mas também tinham problemas de concentração e, em alguns casos, dores de cabeça.

As mulheres que participaram do estudo tiveram seus níveis de concentração e alteração de humor medidos em diferentes condições de hidratação durante a prática de exercícios físicos.

Aquelas que não beberam água entre as atividades não tiveram a performance física afetada, mas se sentiram mais cansadas, perderam o foco e viram seu humor sofrer grande alteração.

Uma das formas de saber se seu nível de hidratação está bom ou ruim é checar a cor da urina: se muito escura é sinal de que você precisa beber mais água.


DONNA ONLINE

Comente aqui
13 set13:29

Charme Chulo

Quem gosta da nova onda caipira não pode perder a apresentação da Banda Charme Chulo. O show da banda de Curitiba começa às 20h no Teatro do Sesc Chapecó. Os ingresso a preço máximo de R$ 1, deve ser comprado uma hora antes, na Central de Atendimentos do Sesc. Rua Brasília, 475-D – Chapeco – SC.


Você pode baixar o cd da banda no site.


Charme Chulo

Foi na capital paranaense que nasceu o Charme Chulo. O grupo, criado pelos primos Igor Filus e Leandro Delmonico, surpreendeu a cena musical curitibana com um rock caipira apresentado pela primeira vez no EP “Você sabe muito bem onde eu estou” (2004/2005). Os críticos definiram o trabalho como uma mescla de rock inglês dos anos 80 e música caipira de raiz. Essa mistura aparentemente inusitada era permeada por letras particulares, que passeavam entre o melancólico, o irônico e o regional. As apresentações ao vivo foram fundamentais para o reconhecimento da banda que, mesmo com pouco tempo de estrada, já apresentava ao público um show vigoroso.



Comente aqui